©INPHO/Billy Stickland

ARTIGO COM VÍDEO – As chances de título da Irlanda foram por água abaixo nesta sexta com Gales dando um duro golpe nos irlandeses, com uma vitória sólida por 22 x 09, na melhor partida dos galeses no torneio. Um pouco tarde para reagir, mas os galeses do técnico Rob Howley amenizaram as críticas antes do fim do Six Nations. Para a Irlanda, restará se focar agora no duelo da rodada final, no próximo sábado, contra a Inglaterra, em partida que ainda poderá valer a quebra do recorde mundial de vitórias para os ingleses.

 

O jogo começou intenso fisicamente, com os dois lados colocando à prova a capacidade defensiva do outro. Quem saiu na frente foi a Irlanda, com Sexton abrindo o marcador em penal aos 6′. Gales cresceu em intensidade, mas quem primeiro assustou foi o Trevo, quando, aos 15′, CJ Stander “varou” a linha irlandesa e só foi detido com penal, com os irlandeses apostando no lateral ao invés dos postes. Gales se safou e deu o troco com estilo. Aos 19′, os donos da casa foram implacáveis justamente a partir de lateral, com o jogo sendo invertido até a ponta e encontrando George North, que cravou o primeiro try galês.

 

- Continua depois da publicidade -

A Irlanda ainda reduziu com penal aos 26′, mas o momento na reta final do primeiro tempo era dos vermelhos. Aos 37′, quase saiu o segundo try. Rhys Webb chutou nas costas da defesa verde, Liam Williams recebeu e Jonathan Davies rompeu a defesa, caindo perto do in-goal. Os Dragões não conseguiram o try, mas arrancaram penal para Halfpenny fazer 8 x 6 no intervalo. Sexton ainda recebeu amarelo e deixou a Irlanda com um a menos.

 

E o homem a mais fez a diferença para Gales na volta dos vestiários. Aos 42′, Conor Murray foi derrubado perto de seu in-goal, não saindo da pressão galesa. Na sequência, o scrum dos Dragões funcionou e North saiu pela cega da formação e guardou seu segundo try no jogo. 15 x 06.
Sexton reduziu para o Trevo aos 56′ em penal, já de volta ao jogo. A resposta galesa foi imediata, mas sem frutos, com Biggar chutando drop goal na trave dois minutos depois. A Irlanda equilibrou as ações, com os galeses perdendo rendimento físico no decorrer do segundo tempo, que inverteu a posse de bola e o ganho territorial a favor dos verdes. Aos 69′, o maul irlandês nas 5 de defesa dos galeses foi fulminante e só não resultou em try (que seria crucial à sequência da partida) porque Ringrose entrou de forma ilegal com o maul já quase dentro do in-goal galês. Vacilo irlandês.

 

Com o erro, os visitantes perderam o momento e foram duramente punidos. Sob pressão na defesa, Sexton errou e teve seu chute bloqueado por Jamie Roberts, que guardou o try final do jogo para Gales, sepultando os visitantes. Os anfitriões ainda quase conseguiram o quarto try no fim, mas o placar foi selado em 22 x 09. Alívio em Cardiff, pois finalmente o Dragões voltou a cuspir fogo. E triste do outro lado do mar na Ilha Esmeralda.

 

gales22versus copiar09irlanda logo novo(1)

Gales 22 x 09 Irlanda, em Cardiff

Árbitro: Wayne Barnes (Inglaterra)

 

Gales

Tries: North (2) e Roberts

Conversões: Halfpenny (2)

Penais: Halfpenny (1)

15 Leigh Halfpenny, 14 George North, 13 Jonathan Davies, 12 Scott Williams, 11 Liam Williams, 10 Dan Biggar, 9 Rhys Webb, 8 Ross Moriarty, 7 Justin Tipuric, 6 Sam Warburton, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Jake Ball, 3 Tomas Francis, 2 Ken Owens, 1 Rob Evans;

Suplentes: 16 Scott Baldwin, 17 Nicky Smith, 18 Samson Lee, 19 Luke Charteris, 20 Taulupe Faletau, 21 Gareth Davies, 22 Sam Davies, 23 Jamie Roberts;

 

Irlanda

Penais: Sexton (2) e Jackson (1)

15 Rob Kearney, 14 Keith Earls, 13 Garry Ringrose, 12 Robbie Henshaw, 11 Simon Zebo, 10 Johnny Sexton, 9 Conor Murray, 8 Jamie Heaslip, 7 Sean O’Brien, 6 CJ Stander, 5 Devin Toner, 4 Donnacha Ryan, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best (c), 1 Jack McGrath;

Suplentes: 16 Niall Scannell, 17 Cian Healy, 18 John Ryan, 19 Iain Henderson, 20 Peter O’Mahony, 21 Kieran Marmion, 22 Paddy Jackson, 23 Tommy Bowe;

SeleçãoJogosPontos
Inglaterra519
Irlanda514
França514
Escócia514
Gales510
Itália50
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Foto:  ©INPHO/Billy Stickland