Irlanda com 14 homens supera a África do Sul

ARTIGO COM VÍDEO – Um começo para se esquecer. A África do Sul estreou hoje seu novo treinador, Allister Coetzee, que já viu que terá um longo e árduo trabalho de reconstrução pela frente. Os Springboks foram mal, jogaram quase toda a partida com um homem a mais e ainda assim foram derrotados pela Irlanda, sem Sexton e também em reformulação, por 26 x 20.

 

O dia começou ruim para os Boks, que viram logo aos 10′ Lood de Jager receber amarelo e a Irlanda fazer seu primeiro try, com Luke Marshall chutando para o in-goal nas costas da defesa para Jared Payne apoiar no in-goal. O jogo seguiu duro fisicamente e Lambie trocou penal com Jackson, deixando o marco em 10 x 3 para o Trevo. E tudo parecia mudar a favor dos sul-africanos. Aos 20′, CJ Stander (sul-africano da Irlanda) acertou uma voadora (vídeo) no oponente ao tentar um bloqueia e levou vermelho direto pela imprudência, deixando a Irlanda com 14 homens até o fim do jogo.

Elton Jantjes descontou logo para os Boks com penal e a situação deteriorou de vez contra o Trevo, aos 31′. Jantjes saiu do scrum e serviu Mvovo para correr para o primeiro try sul-africano, mas recebeu um tackle alto de Henshaw. Resultado: 7 pontos para os Boks e mais um amarelo para os irlandeses.

 

A África do Sul teve todas as chances para reverter a desvantagem, foi para cima, mas parou em uma magistral defesa irlandesa, que segurou os avanços dos donos da casa até o intervalo, com Mvovo tendo a última chance de try sem sucesso. Para premiar ainda mais os esforços irlandeses, Jackson ainda acertou drop goal que colocou o placar em igualdade de 13 x 13 no intervalo.

 

banner padrim

 

O segundo tempo começou perfeito para a Irlanda. Depois da arrancada de Trimble, Conor Murray achou o espaço na base do ruck para apoiar o segundo try verde no jogo. 20 x 13, Trevo na frente.

 

A pressão tomou conta da África do Sul, incapaz de produzir para virar o jogo. Os Boks pressionaram, mas não conseguiram explorar os espaços, com os irlandeses superando os 98% de sucesso nos rucks, apesar da leve vantagem sul-africana nas formações.

 

Quem levou perigo antes foi a Irlanda, com Jackson acertando a trave em penal aos 60′ para depois amplicar aos 66′ com penal certeiro, que abriu mais de uma posse de bola de frente para os visitantes. Porém, os Boks respiraram a esperança aos 69′, com Pieter-Steph Du Toit interceptando passe para correr para o try dos donos da casa, fazendo o estádio de Newlands explodir em festa. A chance da vitória se aproximava, apesar da partida ruim. Mas, ficou na ilusão.

 

Jackson ainda respondeu com drop goal para fora, mostrando que a Irlanda estava viva. Aos 76′, Jackson aproveitou a ansiedade sul-africana e chutou mais um penal, que esfriou a reação da casa. Os Boks ainda foram capazes de manterem a bola viva por quase 3 minutos após o tempo regulamentar se esgotar, mas não furaram a poderosa defesa irlandesa, com JP Pietersen recebendo tackle salvador no lance derradeiro. 26 x 20 para a Irlanda, placar final.

 

Os dois times duelarão de novo no sábado que vem, em Joanesburgo.

 

springboks logo20versus copiar26irlanda copy

África do Sul 20 x 26 Irlanda, na Cidade do Cabo

Árbitro: Mathieu Raynal (França)

 

África do Sul

Tries: Mvovo e Du Toit

Conversões: Jantjes (2)

Penais: Lambie (1) e Jantjes (1)

15 Willie le Roux, 14 JP Pietersen, 13 Lionel Mapoe, 12 Damian de Allende, 11 Lwazi Mvovo, 10 Patrick Lambie, 9 Faf de Klerk, 8 Duane Vermeulen, 7 Siya Kolisi, 6 Francois Louw, 5 Lood de Jager, 4 Eben Etzebeth, 3 Frans Malherbe, 2 Adriaan Strauss (c), 1 Tendai Mtawarira.

Suplentes: 16 Bongi Mbonambi, 17 Trevor Nyakane, 18 Julian Redelinghuys, 19 Pieter-Steph du Toit, 20 Warren Whiteley, 21 Rudy Paige, 22 Elton Jantjies, 23 Jesse Kriel.

 

Irlanda

Tries: Payne e Murray

Conversões: Jackson (2)

Penais: Jackson (2)

Drop goals: Jackson (1)

15 Jared Payne, 14 Andrew Trimble, 13 Robbie Henshaw, 12 Luke Marshall, 11 Keith Earls, 10 Paddy Jackson, 9 Conor Murray, 8 Jamie Heaslip, 7 Jordi Murphy, 6 CJ Stander, 5 Devin Toner, 4 Iain Henderson, 3 Mike Ross, 2 Rory Best (c), 1 Jack McGrath.

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Finlay Bealham, 18 Tadhg Furlong, 19 Ultan Dillane, 20 Rhys Ruddock, 21 Kieran Marmion, 22 Ian Madigan, 23 Craig Gilroy.

cvc julho 2016 horizontal

 

 

África do Sul “A” cai contra os Saxons ingleses

Na sexta, a África do Sul também entrou em campo, mas com seu time B, a chamada South Africa “A”, e foi derrotada em casa, em Bloemfontein, pelo time B da Inglaterra, o England Saxons, na primeira de duas partidas entre os dois selecionados de aspirantes.

 

E a Inglaterra comemorou o grande momento de seu rugby com uma vitória indiscutível, mostrando que o rugby sul-africanos precisa renovar seus conceitos no jogo de contato o quanto antes. O primeiro tempo dos Saxons foi um atropelo, com 22 x 3 antes do intervalo, com Nick Tompkins, Mike Haley, Matt Kvesic e Alec Hepburn fazendo quatro tries, todos a partir de turnovers.

 

Os sul-africanos se recompuseram na volta dos vestiários e reagiram com tries de Francois Brummer, Piet Van Zyl e Sikhumbuzo Notshe, reduzindo para apenas 1 ponto a frente inglesa. Porém, Ollie Devoto cruzou o in-goal para decretar o triunfo dos Saxons.

 

O próximo encontro acontece na próxima sexta, em George.

 

springboks logo24versus copiar32england rugby

South Africa “A” 24 x 32 England Saxons, em Bloemfontein

Árbitro: Rasta Rasivhenge (África do Sul)

 

South Africa ‘A’

Tries: Brummer, Van Zyl e Notshe

Conversões: Brummer (3)

Penais: April (1)

15 Leolin Zas, 14 Travis Ismaiel, 13 Francois Venter, 12 Howard Mnisi, 11 Courtnall Skosan, 10 Garth April, 9 Nic Groom, 8 Nizaam Carr, 7 Oupa Mohoje (c), 6 Sikhumbuzo Notshe, 5 Stephan Lewies, 4 JD Schickerling, 3 Vincent Koch, 2 Scarra Ntubeni, 1 Thomas du Toit.

Suplentes: 16 Malcolm Marx, 17 Lizo Gqoboka, 18 Coenie Oosthuizen, 19 RG Snyman, 20 Jean-Luc du Preez, 21 Piet van Zyl, 22 Francois Brummer, 23 Lukhanyo Am.

 

England Saxons

Tries: Hepburn, Rokoduguni, Robson e Devoto

Conversões: Cipriani (3)

Penais: Cipriani (2)

15 Mike Haley, 14 Semesa Rokoduguni, 13 Nick Tompkins, 12 Ollie Devoto, 11 Alex Lewington, 10 Danny Cipriani, 9 Dan Robson, 8 Sam Jones, 7 Matt Kvesic, 6 Don Armand, 5 Charlie Ewels, 4 Dave Attwood (c), 3 Kieran Brookes, 2 Tommy Taylor, 1 Alec Hepburn

Suplentes: 16 George McGuigan, 17 Ross Harrison, 18 Jake Cooper-Woolley, 19 Mitch Lees, 20 Dave Ewers, 21 Micky Young, 22 Sam James, 23 Christian Wade.

Comentários