ARTIGO COM VÍDEO – O Six Nations voltará nesse fim de semana para sua penúltima rodada e com grandes clássicos em ritmo de decisão. O sábado terá Irlanda x Escócia e França x Inglaterra. Quem leva? Vamos às prévias e às escalações!

Clique aqui para conferir a grade de transmissões do fim de semana.

 

A rivalidade celta de vida ou morte: Irlanda e Escócia!

- Continua depois da publicidade -

Dublin vai ferver com a rivalidade entre Irlanda e Escócia chegando ao céu. Nesse sábado, os dois países se enfrentarão em solo irlandês em jogo decisivo para os dois lados, que chegam ao duelo embalados por grandes vitórias sobre Gales e Inglaterra, respectivamente.

Para a Escócia, é jogo de vida ou morte. A derrota significaria o fim do sonho de título dos escoceses, que estão 6 pontos abaixo da líder Irlanda na classificação. Gregor Townsend, treinador escocês, fez apenas uma substituição em seu time, com o lesionado Tommy Seymour dando lugar ao jovem Blair Kinghorn.

A Irlanda defenderá a liderança antes de visitar a Inglaterra na rodada final e Joe Schmidt fez apenas duas mudanças no grupo, que está ainda mais forte. Voltarão de lesões o pilar Tadhg Furlong e o segundo centro Garry Ringrose.

Os verdes estão invictos, jogando a cada dia melhor com o jogo metódico e eficiente de Schmidt. A Escócia sabe que a batalha chave estará no breakdown, com Ryan Wilson, Hamish Watson e John Barclay prontos para colidirem com CJ Stander, Dan Leavy e Peter O’Mahony na luta pela posse de bola. Os escoceses confiam que podem levar a vantagem com a bola em mãos e sabem que o jogo de contato favorecerá os verdes, superiores sobretudo nas formações e na primeira linha. Para a Irlanda, paciência na criação das jogadas e aposta na criatividade de Conor Murray e Jonny Sexton, apoiados pela explosão de Bundee Aki. Para os azuis, será imperativo Greig Laidlaw e Finn Russell terem outro jogo perfeito.

Favoritismo irlandês.

 

Le Crunch decisivo para a Inglaterra

Paris vai parar no sábado para o superclássico europeu entre França e Inglaterra. Para os ingleses, após a derrota para a Escócia, é vencer ou vencer para seguirem com chances de título do Six Nations e o técnico Eddie Jones não está nada acostumado a ter duas derrotas seguidas. Para a França, a crise não passou, com os Bleus tendo vencido a Itália sem convencerem. Para o treinador Jacques Brunel, a vitória sobre um dos melhores times do mundo daria a injeção de confiança necessária em seu time para se reconstruir com qualidade antes do Mundial do ano que vem. E, para a esperança francesa, mesmo com anos ruins recentemente, os Bleus venceram a Inglaterra em 2014 e em 2015.

Brunel optou por apoiar seu time que venceu e fez apenas uma troca no XV titular, com a entrada do veterano François Trinh-Duc como abertura (capaz do melhor e do pior), apostando em sua experiência.

Já Eddie Jones teve que trocar seu capitão, porque o hooker Dylan Hartley se lesionou. O capitão será Owen Farrell, enquanto Jamie George entrará com a camisa 2, provando a profundidade do elenco vasto e de qualidade da Rosa. Na linha, Elliot Daly é a grata novidade voltando à ponta esquerda, com Jonny May sendo deslocado para a ponta direita e Ben Te’o indo para o centro, onde trará potência na quebra das linhas e opções de offload. O fullback será Anthony Watson, deixando Mike Brown no banco.

Os ingleses já deixaram claro que colocarão sob pressão a capacidade defensiva francesa e seu psicológico, prontos para forçarem com uma linha ofensiva agressiva. Os franceses, no entanto, sabem que no jogo de contato eles são capazes de equilibrarem as ações, em especial nas formações, e torcem para que Trinh-Duc faz o time atrás jogar.

 

Gales e Itália fecham a rodada

Já fora da briga pelo título, Gales jogará pelo orgulho em casa contra a lanterna Itália, que almeja um milagre para quebrar o jejum de vitórias fora de casa na competição: desde 2015, quando bateu a Escócia. Aliás, a Itália nunca venceu Gales em Cardiff e a última vitória italiana sobre os galeses foi em 2007.

Gales comemorou o retorno do oitavo Taulupe Faletau, que será o capitão do time na partida, formando uma terceira linha toda diferente, também com o retorno de Justin Tipuric e com o debut de James Davies. Gareath Anscombe assumirá a camisa 10, enquanto George North voltará a ser titular na ponta, com Liam Williams sendo deslocado para fullback e Owen Watkin estreando no Six Nations como segundo centro.

A Itália, por sua vez, terá apenas uma alteração no grupo, com Conor O’Shea mantendo sua lógica e mudando pouco o time. A novidade será Bisegni no centro no posto de Boni. O último jogou italiano decepcionou, com o time pecando na falta de ousadia contra os instáveis franceses.

 

Vaga na Copa do Mundo chegando para a Espanha

Pelo Rugby Europe Championship, o “Six Nations B”, haverá decisão no sábado e no domingo, com Espanha e Romênia de olho em um lugar na Copa do Mundo de 2019. Os romenos farão seu último jogo pela atual fase das Eliminatórias europeias recebendo a Bélgica e, se vencer, adiará por mais uma rodada o sonho espanhol. No domingo, será a vez da Espanha receber a combalida Alemanha e, se também vencer, decidirá sua classificação na última rodada fora de casa contra a Bélgica, precisando apenas de simples vitória. Isso porque na semana que vem os romenos duelam com a Geórgia, em jogo decisivo para o título do Rugby Europe Championship 2018, mas que não vale pelas Eliminatórias, já que os jogos contra os georgianos não contam para 2019.

A Geórgia segue na liderança do Championship e nesse sábado visitará a Rússia, em clássico de grande rivalidade, com os russos lutando contra um incômodo tabu de não vencerem os vizinhos desde 1993.

 

França e Inglaterra jogam pelo título feminino

O sábado do XV feminino será de gala na França, pois as duas maiores potências da modalidade no continente colidirão pelo título do Six Nations, dividindo hoje a liderança com 100% de aproveitamento. França e Inglaterra vão se enfrentar pelo título, tendo provado que estão mesmo alguns degraus acima das demais seleções do continente. Com um nível superior de profissionalismo, francesas e inglesas são muito físicas e o embate entre dois dos melhores packs do mundo será de gala. O mando de jogo favorece as Bleues, mas as Red Roses têm uma capacidade superior de definição, sendo mais perigosas com a bola em mãos. Olho no clássico!

Os outros dois jogos serão no domingo. A Irlanda buscará se afirmar como a terceira força da competição recebendo a Irlanda, ao passo que Gales receberá a Itália, em duelo que vem mostrando grande equilíbrio recentemente.

 

Sábado, dia 10 de março

versus copiar

08h00 – Romênia x Bélgica, em Cluj – Rugby Europe Championship/Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019Rugby Europe TV AO VIVO

Árbitro: Sam Grove-White (Escócia)

Histórico: 4 jogos e 4 vitórias da Romênia. Último jogo: Bélgica 17 x 33 Romênia, em 2017 (Rugby Europe Championship);

 

russia copy copy copy copyversus copiargeorgia copy copy copy

09h00 – Rússia x Geórgia, em Krasnodar – Rugby Europe Championship/Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019Rugby Europe TV AO VIVO

Árbitro: Craig Maxwell-Keys (Inglaterra)

Histórico: 21 jogo, 19 vitórias da Geórgia, 1 vitória da Rússia e 1 empate. Último jogo: Geórgia 28 x 14 Rússia, em 2017 (Rugby Europe Championship);

 

versus copiar

10h00 – Moldávia x Portugal, em Anenii Noi – Rugby Europe Trophy – Rugby Europe TV AO VIVO

Histórico: 1 jogo e 1 vitória de Portugal, 59 x 00, em 2017 (Rugby Europe Trophy);

 

versus copiar

10h00 – República Tcheca x Suíça, em Praga – Rugby Europe TrophyRugby Europe TV AO VIVO

Histórico: 4 jogos, 3 vitórias da República Tcheca e 1 vitória da Suíça. Último jogo: República Tcheca 14 x 20 Suíça, em 2015 (Rugby Europe Conference 1);

 

irlanda copyversus copiar

11h15 – Irlanda x Escócia, em Dublin – Six Nations – Centenary QuaichESPN+ AO VIVO

Árbitro: Wayne Barnes (Inglaterra)

Histórico: 133 jogos, 67 vitórias da Escócia, 61 vitórias da Irlanda e 5 empates. Último jogo: Escócia 27 x 22 Irlanda, em 2017 (Six Nations);

Irlanda: 15 Rob Kearney, 14 Keith Earls, 13 Garry Ringrose, 12 Bundee Aki, 11 Jacob Stockdale, 10 Johnny Sexton, 9 Conor Murray, 8 CJ Stander, 7 Dan Leavy, 6 Peter O’Mahony, 5 Devin Toner, 4 James Ryan, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best, 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Jack McGrath, 18 Andrew Porter, 19 Iain Henderson, 20 Jordi Murphy, 21 Kieran Marmion, 22 Joey Carbery, 23 Jordan Larmour;

Escócia: 15 Stuart Hogg, 14 Blair Kinghorn, 13 Huw Jones, 12 Pete Horne, 11 Sean Maitland, 10 Finn Russell, 9 Greig Laidlaw, 8 Ryan Wilson, 7 Hamish Watson, 6 John Barclay (c), 5 Jonny Gray, 4 Grant Gilchrist, 3 Simon Berghan, 2 Stuart McInally, 1 Gordon Reid;

Suplentes: 16 Fraser Brown, 17 Jamie Bhatti, 18 Willem Nel, 19 Tim Swinson, 20 David Denton, 21 Ali Price, 22 Nick Grigg, 23 Lee Jones;

 

versus copiar

13h45 – França x Inglaterra, em Paris – Six Nations – Le CrunchESPN+ e TV5 Monde AO VIVO

Árbitro: Jaco Peyper (África do Sul)

Histórico: 103 jogos, 53 vitórias da Inglaterra, 39 vitórias da França e 7 empates. Último jogo: Inglaterra 19 x 16 França, em 2017 (Six Nations);

França: 15 Hugo Bonneval, 14 Benjamin Fall, 13 Mathieu Bastareaud, 12 Geoffrey Doumayrou, 11 Rémy Grosso, 10 François Trinh-Duc, 9 Maxime Machenaud, 8 Marco Tauleigne, 7 Yacouba Camara, 6 Wenceslas Lauret, 5 Sébastien Vahaamahina, 4 Paul Gabrillagues, 3 Rabah Slimani, 2 Guilhelm Guirado (c), 1 Jefferson Poirot;

Suplentes: 16 Adrien Pelissié, 17 Dany Priso, 18 Cedate Gomes Sa, 19 Bernard Le Roux, 20 Kélian Galletier, 21 Baptiste Couilloud, 22 Lionel Beauxis, 23 Gaël Fickou;

Inglaterra: 15 Anthony Watson, 14 Jonny May, 13 Ben Te’o, 12 Owen Farrell (c), 11 Elliot Daly, 10 George Ford, 9 Danny Care, 8 Nathan Hughes, 7 Chris Robshaw, 6 Courtney Lawes, 5 Maro Itoje, 4 Joe Launchbury, 3 Dan Cole, 2 Jamie George, 1 Mako Vunipola;

Suplentes: 16 Luke Cowan-Dickie, 17 Joe Marler, 18 Kyle Sinckler, 19 James Haskell, 20 Sam Simmonds, 21 Richard Wigglesworth, 22 Jonathan Joseph, 23 Mike Brown;

 

Domingo, dia 11 de março

versus copiar

08h30 – Espanha x Alemanha, em Madrid – Rugby Europe Championship/Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019Rugby Europe TV AO VIVO

Árbitro: Marius Mitrea (Itália)

Histórico: 22 jogos, 12 vitórias da Espanha, 8 vitórias da Alemanha e 2 empates. Último jogo: Alemanha 15 x 32 Espanha, em 2017 (Rugby Europe Championship);

 

versus copiar

12h00 – Gales x Itália, em Cardiff – Six Nations – Watch ESPN AO VIVO / VT segunda 20h00 na ESPN+

Árbitro: Jérôme Garcès (França)

Histórico: 25 jogos, 22 vitórias de Gales, 2 vitórias da Itália e 1 empate. Último jogo: Itália 07 x 33 Gales, em 2017 (Six Nations);

Gales: 15 Liam Williams, 14 George North, 13 Owen Watkin, 12 Hadleigh Parkes, 11 Steff Evans, 10 Gareth Anscombe, 9 Gareth Davies, 8 Taulupe Faletau (c), 7 James Davies, 6 Justin Tipuric, 5 Bradley Davies, 4 Cory Hill, 3 Tomas Francis, 2 Elliot Dee, 1 Nicky Smith;

Suplentes: 16 Ken Owens, 17 Rob Evans, 18 Samson Lee, 19 Seb Davies, 20 Ellis Jenkins, 21 Aled Davies, 22 Rhys Patchell, 23 Leigh Halfpenny;

Itália: 15 Matteo Minozzi, 14 Tommaso Benvenuti, 13 Giulio Bisegni, 12 Tommaso Castello, 11 Mattia Bellini, 10 Tommaso Allan, 9 Marcello Violi, 8 Sergio Parisse – capitano, 7 Maxime Mbanda, 6 Sebastian Negri, 5 Dean Budd, 4 Alessandro Zanni, 3 Simone Ferrari, 2 Leonardo Ghiraldini, 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Oliviero Fabiani, 17 Nicola Quaglio, 18 Tiziano Pasquali, 19 Federico Ruzza, 20 Giovanni Licata, 21 Guglielmo Palazzani, 22 Carlo Canna, 23 Jayden Hayward;

 

Feminino

Sábado, dia 10 de março

versus copiar

17h00 – França x Inglaterra, em Grenoble – Six Nations

Histórico: 41 jogos, 28 vitórias da Inglaterra e 13 vitórias da França. Último jogo: Inglaterra 20 x 03 França, em 2017 (Copa do Mundo);

França: 15 Jessy Trémoulière, 14 Caroline Boujard, 13 Carla Neisen, 12 Jade Le Pesq, 11 Cyrielle Banet, 10 Caroline Drouin, 9 Pauline Bourdon, 8 Romane Ménager, 7 Gaëlle Hermet (c), Marjorie 6 Mayans, 5 Audrey Forlani, 4 Safi N’Diaye, 3 Julie Duval, 2 Agathe Sochat, 1 Caroline Thomas;

Suplentes: 16 Miléna Soloch, 17 Lise Arricastre, 18 Patricia Carricaburu, 19 Céline Ferer, 20 Fiona Lecat, 21 Yanna Rivoalen, 22 Camille Boudaud, 23 Marine Ménager;

Inglaterra: 15 Ellie Kildunne, 14 Abigail Dow, 13 Rachael Burford, 12 Amber Reed, 11 Danielle Waterman, 10 Katy Daley-Mclean, 9 Leanne Riley, 1 Vickii Cornborough, 2 Amy Cokayne, 3 Sarah Bern, 4 Abbie Scott, 5 Tamara Taylor, 6 Poppy Cleall, 7 Marlie Packer, 8 Sarah Hunter;

Suplentes: 16 Lark Davies, 17 Rochelle Clark, 18 Justine Lucas, 19 Rowena Burnfield, 20 Izzy Noel-Smith, 21 Caity Mattinson, 22 Lagi Tuima, 23 Charlotte Pearce;

 

Domingo, dia 11 de março

versus copiar

08h45 – Gales x Itália, em Cardiff – Six Nations

Histórico: 17 jogos, 12 vitórias de Gales e vitórias da Itália. Último jogo: Itália 08 x 20 Itália, em 2017 (Six Nations);

 

irlanda copyversus copiar

10h00 – Irlanda x Escócia – Six Nations

Histórico: 26 jogos, 14 vitórias da Escócia e 12 vitórias da Irlanda. Último jogo: Escócia 15 x 22 Irlanda, em 2017 (Six Nations);

 

Tabelas

Six Nations

SeleçãoJogosPontos
Irlanda523
Gales515
Escócia513
França511
Inglaterra510
Itália51
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Six Nations Feminino

SeleçãoJogosPontos
França524
Inglaterra521
Irlanda510
Itália510
Escócia55
Gales55
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Rugby Europe Championship/Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2019

SeleçãoJogos Championship 2018Pontos Championship 2018Jogos Eliminatórias 2017-2018Pontos Eliminatórias 2017-2018
Geórgia*524--
Romênia514829
Espanha513826
Rússia511820
Bélgica59811
Alemanha5088
*Não disputa as Eliminatórias
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto; -
_______
- Último colocado em 2018 = Disputa de Repescagem contra o Rebaixamento contra o campeão do Rugby Europe Trophy;
_______
ELIMINATÓRIAS PARA A COPA DO MUNDO DE 2019
- Somatória dos torneios de 2017 e 2018;
- Geórgia já está classificada para a Copa do Mundo de 2019 e seus jogos não valem pelas Eliminatórias;
- Melhor equipe de 2017-2018, excluindo a Geórgia, garante vaga na Copa do Mundo de 2019;
- Segunda melhor equipe garante vaga na Repescagem Europeia;

 

Rugby Europe Trophy

SeleçãoJogosPontos
Portugal522
Holanda519
República Tcheca513
Suíça511
Polônia57
Moldávia51
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto

- Campeão - classificado à Repescagem de Promoção contra o último colocado do Rugby Europe Championship (1ª divisão);
- Último colocado - Rebaixado à Conference 1 (3ª divisão);