ARTIGO COM VÍDEOS – Enquanto British and Irish Lions e All Blacks se enfrentavam na Nova Zelândia, o Super Rugby tinha continuidade na Austrália e na África do Sul, com a penúltima rodada da temporada regular da competição, que igualou todos os times com 14 jogos disputados. Os destaques foram os Jaguares, que finalmente voltaram a vencer, com um triunfo fora de casa sobre os Waratahs, e para os Kings, que vão se despedindo do Super Rugby em grande campanha, com mais uma vitória em clássico regional sobre o combalido Bulls.

Na última rodada restará conhecer quais serão os confrontos do mata-mata, já com os neozelandeses novamente em campo. Crusaders, Hurricanes, Chiefs, Highlanders, Lions, Sharks, Stormers e Brumbies são os times que seguirão na disputa pelo título.

 

Stormers a todo vapor, Brumbies sem vapor

- Continua depois da publicidade -

Apenas dois times classificados ao mata-mata entraram em campo neste fim de semana e com resultados bem distintos.

Jogando em casa, os Stormers seguiram bem no torneio com uma avassaladora vitória sobre o pior time do Super Rugby, os japoneses do Sunwolves, por 52 x 15. Os visitantes até mantiveram o jogo em aberto até o início do segundo tempo, mas o fim de jogo dos sul-africanos foi insaciável. Vitória de 8 tries a 2 para o time do Cabo, com direito a hat-trick (3 tries) de Cheslin Kolbe e 2 tries de Dillyn Leyds.

Por outro lado, os Brumbies, que já são os melhores da Austrália, caíram em dérbi nacional contra o eliminado Reds por 16 x 15. Depois de um primeiro tempo sem tries, de 6 x 3 para os Reds, os Brumbies arrancaram fortes o segundo tempo com um try de Godwin e um penal try em menos de 15 minutos. Porém foi só para os visitantes. Os Reds cresceram na reta final do jogo e com um try de Hamish Stewart, aos 72′, e um penal de Quade Cooper já com o tempo esgotado viraram o jogo e conseguiram a vitória por 16 x 15.


 

Jaguares e Kings de cabeça erguida

Ainda na Austrália, o Waratahs se despediu de sua torcida de forma melancólica, com uma dura derrota para os argentinos do Jaguares, que não vinham em boa forma. Foi uma avalanche dos feridos Jaguares na largada da partida, com Matera, aos 5′, e Orlando, aos 12′, guardando os primeiros tries do jogo na velocidade. Bernard Foley descontou aos 19′ com penal para os donos da casa, mas, aos 32′, teve mais dos felinos, com Macome cravando o terceiro try. Apenas aos 37′ Israel Folau achou o espaço para o primeiro try dos Waratahs. Porém, o segundo tempo começou azul, com Foley correndo para 2 tries em sequência em menos de 5 minutos, para reduzir o placar a 25 x 24. Porém, a resposta argentina saiu rápido, com try aos 55′ de Agustín Creevy em maul devastador. O golpe foi sentido pelos ‘Tahs e os Jaguares liquidaram a partida com try de Moroni aos 67′. 40 x 27, para devolverem a confiança aos argentinos.

Enquanto isso, na África do Sul, o Kings, que não estará mais no Super Rugby em 2018, venceu mais uma e se firmou como o quarto melhor time sul-africano, sua melhor colocação em sua curta história na competição. Foi uma dura e grande vitória fora de casa sobre os Bulls, em dérbi nacional, por 31 x 30, agravando a má campanha do time de Pretória. Os Kings dominaram a primeira etapa com 3 tries não respondidos, de Mapimpi, aos 11′, Lione Cronjé, aos 25′, e Malcolm Jaer, aos 34′. Somente antes do intervalo os Bulls reduziram com try de Jason Jenkins. Porém, os azuis emplacaram a reação no segundo tempo e Duncan Matthews fez o segundo try aos 43’. O equilíbrio se firmou e o fim de jogo foi empolgante, com Cronjé sendo decisivo. Aos 67′, o abertura dos Kings chutou um precioso drop goal, mas os Bulls responderam com o try da virada, de Visagie, aos 77′, parecendo que a vitória seria dos donos da casa. Impressão. No lance final, os Kings arrancaram o penal da vitória, que Cronjé chutou com precisão.


 

Force põe pressão sobre a ARU

O fim de semana na Austrália teve ainda a partida entre os dois times australianos ameaçados de serem cortados da competição, Force e Rebels, já que a União Australiana de Rugby (ARU) deverá escolher um time do país para deixar a liga. E o encerramento da temporada 2017 para os dois times é bem distintos, com o Western Force sendo o segundo melhor time australiano no Super Rugby e o Melbourne Rebels o pior. O time de Perth fez a alegria de sua torcida aplicando um 31 x 22 sobre o rival, em jogo aberto e de muitos tries.

Bill Meakes, aos 8′, fez o primeiro try do Force, mas Koroibete correu par a resposta para os Rebels aos 22′. Coleman marcou o segundo do Force aos 32′, mas Koroibete de novo fez para o visitantes antes do intervalo. O segundo tempo começou forte para os donos da casa, que cruzaram duas vezes o in-goal, com Hardwick e Peni, mas Colby Fainga’a ainda descontou para Melbourne com um try aos 59′, que manteve o jogo em aberto. A virada, no entanto, não saiu para os Rebels, com o Force garantindo o equilíbrio até o fim. 31 x 22.

 

Super Rugby logo

Super Rugby – Liga do Hemisfério Sul

Reds 16 x 15 Brumbies

Force 31 x 22 Rebels

Waratahs 27 x 40 Jaguares

Bulls 30 x 31 Kings

Stormers 52 x 15 Sunwolves

 

EquipeConferência*PaísCidadeJogosPontos
Grupo Australásia
CrusadersNeozelandesaNova ZelândiaChristchurch1563
HurricanesNeozelandesaNova ZelândiaWellington1558
ChiefsNeozelandesaNova ZelândiaHamilton1557
HighlandersNeozelandesaNova ZelândiaDunedin1551
BluesNeozelandesaNova ZelândiaAuckland1537
BrumbiesAustralianaAustráliaCanberra1534
ForceAustralianaAustráliaPerth1526
RedsAustralianaAustráliaBrisbane1521
WaratahsAustralianaAustráliaSydney1519
RebelsAustralianaAustráliaMelbourne1509
Grupo África do Sul
LionsÁfrica 2África do SulJoanesburgo1565
StormersÁfrica 1África do SulCidade do Cabo1543
SharksÁfrica 2África do SulDurban1542
JaguaresÁfrica 2ArgentinaBuenos Aires1533
KingsÁfrica 2África do SulPorto Elizabeth1528
CheetahsÁfrica 1África do SulBloemfontein1521
BullsÁfrica 1África do SulPretória1520
SunwolvesÁfrica 1JapãoTóquio1512
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

Classificam-se às quartas de final:
- o 1º colocado de cada uma das 4 conferências*;
- mais três equipes de melhor campanha no Grupo Australásia;
- mais a equipe de melhor campanha no Grupo África do Sul;

 

Próxima rodada

Dia 14/07 – Highlanders x Reds

Dia 14/07 – Rebels x Jaguares

Dia 14/07 – Kings x Cheetahs

Dia 15/07 – Sunwolves x Bulls

Dia 15/07 – Chiefs x Brumbies

Dia 15/07 – Hurricanes x Crusaders

Dia 15/07 – Force x Waratahs

Dia 15/07 – Sharks x Lions

Dia 15/07 – Bulls x Stormers

 

Foto: Jaguares x Waratahs – Super Rugby