Japão pode ficar sem equipe no Super Rugby, mas Estados Unidos tem novidades

As notícias não são nada boas para o próximo Super Rugby. Garantida na edição 2016 do torneio, a nova franquia japonesa, ainda sem nome oficial, acumula atrasos em seu cronograma e, até o momento, não anunciou a contratação de nenhum atleta, o que estava previsto para o meio do ano. A saída do técnico Eddie Jones da seleção japonesa após a Copa do Mundo, confirmada recentemente, alimentou um pouco mais o pessimismo sobre os planos para a nova equipe e a SANZAR, entidade organizadora do Super Rugby, já faz planos alternativos para um torneio em 2016 com 17 times, sem a presença japonesa. A entidade já negocia e analisa um modelo alternativo junto de seus parceiros de TV.

 

Os problemas da franquia japonesa passam tanto pela pressão dos times da milionária Top League, que não pretendem se ver sem seus principais atletas, pagando já salários altos, e a falta de verbas da União Japonesa de Rugby que, ao contrário da União Argentina de Rugby (que recebeu ajuda financeira do World Rugby para levar seu projeto junto da SANZAR adiante), não recebeu subsídios externos para formar sua equipe. A SANZAR vive uma crise financeira com as federações de África do Sul, Austrália e Nova Zelândia relutantes em prejudicar ainda mais suas sofridas finanças auxiliando os japoneses. Os custos envolvidos na nova franquia asiática são ainda maiores pelo calendário proposto, que jogou o time japonês para a longínqua conferência sul-africana.

 

NRFL americana apresenta novo website

A NRFL (National Rugby Football Legaue). Apesar dos recentes cancelamentos dos desafios previstos para implantação do rugby profissional, apresentou um novo site com informações sobre datas e equipes. De qualquer forma, não foi dessa vez que os fãs se depararão com os nomes das prováveis 6 franquias. A única novidade fica por conta do novo escudo do time que nem sequer jogou uma única partida e já está repaginado. O NRFL Rough Riders recebeu uma nova logomarca e um texto onde, em uma tradução livre, estampa que os atletas estariam prontos para enfrentar qualquer time em qualquer momento e lugar, ousado para uma equipe que ainda não estreou.
Para mais, https://www.thenrfl.com.
logo rough riders
NRFL tem concorrente: a American Rugby Championship
Criada recentemente com o mesmo intuito da NRFL, de criar uma liga profissional nos Estados Unidos, a ARC tem como meta o lançamento de uma liga no país até 2017, mas sem o mesmo trabalho de conversão de atletas de outros esportes que a NRFL tem. A meta da entidade era iniciar as operações de seu escritório, para captar recursos e criar as bases para as franquias, até junho de 2015, mas até agora nenhum anúncio foi feito.
Para mais: http://www.americanprorugby.com
ARC_Logo

Comentários