Leinster e Ospreys vencem clássicos no PRO12

ARTIGO COM VÍDEOS – O PRO12 viveu uma jornada de clássicos nesse fim de semana, com dérbis irlandeses e galeses agitando a rodada. O Ulster segue na liderança, apesar de derrota diante do campeão Connacht.

 

Leinster e Connacht melhores na Irlanda

Dois jogões agitaram a Irlanda no fim de semana. O mais aguardado era o superclássico da ilha com o Leinster recebendo o Munster, em jogo que se provou de grande equilíbrio e teve Peter O’Mahony, voltando à boa forma, fazendo o primeiro try do jogo para o Munster, aos 26′, respondido pelo fijiano Isa Nacewa, que cruzou duas vezes o in-goal para o Leinster entre o fim da primeira etapa e o inicio da segunda. Aos 68′, o scrum-half reserva Jamison Gibson-Park faria o try da vitória do time de Dublin, mas não sem antes o Munster reagir, com Jaco Taute fazendo o segundo try vermelho aos 74′. Fim de papo, 25 x 14 para Leinster.

 

Já o Ulster, líder da competição, caiu fora de casa em sua visita ao Connacht, 30 x 25, com o ponto bônus salvando sua liderança. Foi um jogão, talvez o melhor da rodada, com o Connacht começando fulminante com três tries em menos de 30 minutos, pelas mãos do abertura Jack Carty, logo aos 3′, do asa James Connolly e do ponta Cian Kelleher. Mas, o Ulster reagiu quando o Connacht foi reduzido a 14 homens, fazendo 3 tries em um espaço de 12 minutos que pareciam desastrosos para o time de Galway, com o ponta Craig Gilroy, aos 33′, o hooker Rory Best, aos 42′, e o fullback Jared Payne, aos 45′, empatando o duelo. Contudo, o Connacht esfriou a reação norte-irlandesa com o segundo try de Kelleher, aos 55′, colocando um try de frente. Depois, o equilíbrio prevaleceu, com apenas um penal para cada lado e muita força da defesa verde.


 

Ospreys e Scarlets superiores em Gales

Em Gales, o fim de semana foi também de dérbis e o principal deles viu o Ospreys derrubar o Cardiff Blues, após começo promissor de temporada dos azuis. 46 x 24 que alavancaram o time de Swansea. Aos 16′, Kris Dacey fez o primeiro try do jogo para os Blues, mas Alun Wyn Jones fez o primeiro try dos Ospreys aos 22′. Com 14 homens em campo por amarelo, Cardiff viu sua situação se deteriorar, com os Ospreys correndo para mais dois tries, com o ponta Eli Walker e o pilar Dimitri Arhip (jogador da Moldávia!). Os Blues afundaram e mais os donos da casa chegaram a mais dois tries no começo do segundo tempo, com o centro Ben John e o fullback Dan Evans. Matavesi ainda faria outro para os Ospreys, enquanto Tom James daria esperanças de bônus ofensivo aos Blues, que ainda fariam o terceiro try aos 75′ com Lee-lo, mas sem tempo para o quarto.

 

Enquanto isso, em Llanelli, o Scarlets conseguiu importante triunfo para se reabilitar na competição, derrotando o Dragons em jogo parelho, 31 x 27, com o time de Newport vendendo caro a derrota. Foram 4 tries para cada lado, com um final emocionante, quando o sul-africano Sarel Pretorius, aos 72′, fez o quarto try dos Dragons e deixou a torcida dos Scarlets aflita até o fim.


Escoceses vencem italianos

Nos embates entre os times escoceses e os italianos, duas vitórias para os escoceses, mas bem distintas. Por um lado, o Edinburgh não teve problemas para se impor sobre o Treviso, aplicando 45 x 10 sobre o oponente. Foram 7 tries ao todo para os Gunners, com Bradbury e Tom Brown fazendo 2 cada.

 

O Glasgow Warriors, por sua vez, sofreu para passar fora de casa pelo Zebre. Um jogão do lado italiano, que chegou a estar perdendo por 30 x 11 quando Leonardo Sarto cravou o quarto try dos Warriors aos 52′. Mas, a reação do time de Parma aconteceu, com Carlo Canna conduzindo o time que chegou a mais dois tries, com Venditti e Van Schalkwyk, mas já sem tempo da virada. Aos 79′, Rory Clegg colocou penal da segurança para Glasgow, mas Canna ainda nos acréscimos chutaria um penal final para dar o bônus defensivo ao Zebre. 33 x 28.


Rovigo apenas empata em dérbi do Eccellenza italiano

Na Itália, o campeonato local chegou à segunda rodada já com um líder isolado, o Calvisano, que passou em Piacenza pelo Lyons por 43 x 17, somando sua segunda vitória bonificada. Apenas o Petrarca Padova também conquistou uma segunda vitória, vencendo em Roma a Lazio por 64 x 23 e chegando a 9 ponto. O Rovigo, atual campeão, recebeu o San Donà em dérbi do Vêneto e tropeçou com um empate em 25 x 25.

 

guinness pro12

Guinness PRO12 2015-16 – Liga Ítalo Celta (Escócia, Gales, Irlanda e Itália)

Scarlets 31 x 27 Dragons

Zebre 28 x 33 Glasgow Warriors

Leinster 25 x 14 Munster

Ospreys 46 x 24 Cardiff Blues

Edinburgh 45 x 10 Treviso

Connacht 30 x 25 Ulster

 

Clube País Cidade Jogos Pontos
Munster Irlanda Limerick/Cork 10 37
Leinster Irlanda Dublin 10 37
Ospreys Gales Swansea 10 36
Scarlets Gales Llanelli 10 32
Ulster Irlanda Belfast 9 28
Glasgow Warriors Escócia Glasgow 10 27
Cardiff Blues Gales Cardiff 10 22
Connacht Irlanda Galway 9 20
Dragons Gales Newport 10 15
Edinburgh Escócia Edimburgo 10 14
Zebre Itália Parma 8 08
Benetton Treviso Itália Treviso 10 06

– Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
– Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

– 1º ao 4º lugares – classificação às Semifinais e à Champions Cup;
– 5º, 6º e 7º lugares – classificação à Champions Cup;
– Nota: ao menos uma equipe de cada país participará da Champions Cup. Assim, se um país não tiver nenhuma equipe entre os 7 primeiros do PRO12, o melhor time desse país ganhará vaga na Champions Cup e o 7º colocado irá para a fase preliminar da competição europeia.

 

eccellenza

Campionato di Eccellenza – Campeonato Italiano

Viadana 27 x 22 Fiamme Oro

Mogliano 29 x 27 Reggio

Rovigo 25 x 25 San Donà

Lazio 23 x 64 Petrarca

Lyons 17 x 43 Calvisano

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Calvisano Calvisano 5 24
Petrarca Padova 5 18
San Donà San Donà 5 18
Rovigo Rovigo 5 15
Mogliano Mogliano 5 14
Viadana Viadana 5 10
Fiamme Oro Roma 5 08
Reggio Reggio Emilia 5 08
Lyons Piacenza 5 06
Lazio Roma 5 05

– Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;
– 1º ao 4º lugares – classificação às Semifinais;
– 10º lugar – Rebaixamento

 
Foto: Leinster Rugby – Facebook

Comentários