Mesmo sem força máxima, Inglaterra prova superioridade e vence Gales

ARTIGO COM VÍDEO – Um dia após a final da Premiership inglesa e do PRO12, Inglaterra e Gales mediram forças em Twickenham no primeiro de seus amistosos de meio de ano. Os ingleses entraram em campo sem seus atletas de Saracens e Exeter Chiefs, ao passo que os galeses não tiveram apenas seus homens que jogam o Top 14 francês. No papel, os desfalques pesavam mais contra a Inglaterra, mas os campeões do Six Nations reafirmaram sua superioridade sobre os vizinhos com um grande segundo tempo e vitória indiscutível de 5 tries por 27 x 13, que poderia ter sido maior se Ford não desperdiçasse 4 de suas 5 conversões.

 

Quem começou mais forte foi Gales, jogando seu clássico “Warrenball”. Com passes rápidos e força no contato, os galeses romperam a defesa branca aos 5′, com o pilar Rob Evans. 7 x 0, que logo virariam 10 x 0 com Dan Biggar adicionando penal aos 13′, em começo muito forte dos Dragões.

 

Depois disso, o jogo inglês encaixou, o breakdown logo se tornou dos anfitriões e a distribuição de bolas de Youngs passou a municiar com muita qualidade a sempre destacada linha da Rosa. Aos 19′, Youngs saiu rápido de maul nas 22 e serviu Burrell, que rompeu como uma bala a defesa galesa, reduzindo o marcador para 10 x 5. Os vermelhos ainda manteriam equilíbrio no duelo com Biggar arrematando novo penal, mas aos 32′ outra vez o handling inglês se provou irresistível e Watson recebeu na ponta para finalizar no limite o try, validado pelo TMO. 13 x 10 antes do intervalo.

 

O ponto de virada na partida se deu no começo do segundo tempo. Gales apresentou deficiência no lateral e a Inglaterra logo aproveitou. Após alinhamento, Youngs achou o espaço para quebrar os tackles e arrancar para o try da virada inglesa, 15 x 13, aos 43′. Gales sentiu o golpe e logo na sequência, em lance polêmico, Clifford roubou a bola (com um tapa controverso) e arrancou sozinho para o quarto try dos donos da casa, que caiu como uma bomba no colo galês. 22 x 13, com finalmente uma conversão correta.

 

O golpe final da Inglaterra veio aos 60′, com Marlande Yarde vencendo o duelo com Hallam Amos e disparando na ponta para o quinto try da Rosa. Gales não teve mais forças para a reação e a partida ficou inalterada até o fim, com Eddie Jones ainda aproveitando os últimos minutos para testar atletas. 27 x 13, fim de papo em Londres, em jogo que os ingleses somaram 60% de território e bola e não perderam uma única formação.

 

A Inglaterra agora viaja à Austrália para três tests contra os Wallabies, sendo o primeiro no dia 11 de junho. Gales, por sua vez, irá encarar três partidas contra os All Blacks na Nova Zelândia, também largando no dia 11.

 

rfu-logo(1)27versus%2813%2913gales

Inglaterra 27 x 13 Gales, em Londres

Árbitro: Marius Mitrea (Itália)

 

Inglaterra

Tries: Burrell, Watson, Youngs, Clifford e Yarde

Conversões: Ford (1)

15 Mike Brown (Harlequins), 14 Anthony Watson (Bath), 13 Jonathan Joseph (Bath), 12 Luther Burrell (Northampton Saints), 11 Marland Yarde (Harlequins), 10 George Ford (Bath), 9 Ben Youngs (Leicester Tigers), 8 Jack Clifford (Harlequins), 7 James Haskell (Wasps), 6 Teimana Harrison (Northampton Saints), 5 Courtney Lawes (Northampton Saints), 4 Joe Launchbury (Wasps), 3 Dan Cole (Leicester Tigers), 2 Dylan Hartley (Northampton Saints) (c), 1 Matt Mullan (Wasps).

Suplentes: 16 Tommy Taylor (Wasps), 17 Ellis Genge (Leicester Tigers), 18 Paul Hill (Northampton Saints), 19 Dave Attwood (Bath), 20 Matt Kvesic (Gloucester), 21 Danny Care (Sale Sharks), 22 Ollie Devoto (Bath), 23 Elliot Daly (Wasps).

 

Gales

Try: Evans

Conversão: Biggar (1)

Penais: Biggar (2)

15 Liam Williams (Scarlets), 14 George North (Northampton Saints), 13 Scott Williams (Scarlets), 12 Jamie Roberts (Harlequins), 11 Hallam Amos (Dragons), 10 Dan Biggar (Ospreys), 9 Rhys Webb (Ospreys), 8 Taulupe Faletau (Dragons), 7 Dan Lydiate (Ospreys) (c), 6 Ross Moriarty (Gloucester), 5 Alun Wyn Jones (Ospreys), 4 Jake Ball (Scarlets), 3 Samson Lee (Scarlets), 2 Scott Baldwin (Ospreys), 1 Rob Evans (Scarlets).

Suplentes: 16 Kristian Dacey (Cardiff Blues), 17 Gethin Jenkins (Cardiff Blues), 18 Rhodri Jones (Scarlets), 19 Josh Turnbull (Cardiff Blues), 20 James King (Ospreys), 21 Lloyd Williams (Cardiff Blues), 22 Rhys Priestland (Bath), 23 Gareth Anscombe (Cardiff Blues).

 

Comentários