Ministro do Esporte da África do Sul elogia novo técnico Allister Coetzee

Depois do estopim da crise entre Ministério do Esporte da África do Sul e a União Sul-Africana de Rugby sobre os avanços na democratização do rugby no país a maré parece estar se voltando favoravelmente ao rugby. Nesta sexta-feira, o Ministro do Esporte, Fikle Mbabula, encontrou os atletas dos Springboks no hotel onde a seleção está concentrada para o jogo de sábado com a Irlanda e elogiou o progresso visto na seleção sob o comando do novo treinador Allister Coetzee (foto), com muitos atletas negros aparecendo nos elencos, tanto do time principal, como do time B (que joga hoje com o B da Inglaterra), como no time M20 que está disputando o Mundial da categoria.

 

Mbabula ressaltou que o sistema de cotas para atletas negros não é o melhor caminho para garantir uma seleção multiétnica, categorizando-as como “antiprodutivas”. Para Mbabula, o importante é avaliar progresso constante na sociedade e que o aumento de atletas negros seja constante mas acompanhado de qualidade. E, na opinião do ministro, a realidade das atuais seleções mostra que há progresso.

 

World Rugby discute desenvolvimento de Fiji, Samoa e Tonga

O World Rugby anunciou a organização de uma reunião em Fiji nos dias 11 e 12, logo após a abertura Copa das Nações do Pacífico no país, com o intuito de discutir os rumos do rugby na região.

 

Um comitê formado por representantes do World Rugby, de Fiji, Samoa e Tonga – com a participação de Richie McCaw, como representante de atletas – discutirá as reformas na governança das entidades dos três países (que vinham sendo colocadas sob contestação) e a inclusão dos três países no calendário mundial nos próximos anos. Assuntos polêmicos como a perda de atletas dessas seleções para outros países ou sua não liberação por clubes europeus, as oportunidades desses países de enfrentarem com regularidade grandes seleções do mundo e de receberem grandes eventos, o desenvolvimento do rugby de clubes local e das estruturas de alto rendimento serão abordadas.

Comentários