Montpellier-Dragons, Harlequins-Grenoble: as semifinais da Challenge Cup foram conhecidas

ARTIGO COM VÍDEOS – Sexta e sábado foram dias decisivos na Challenge Cup, a segunda copa europeia, disputada em paralelo à Champions Cup. Quem falou mais alto fora os franceses do Montpellier e do Grenoble, os ingleses do Harlequins e os galeses do Dragons. Quem vai levar a melhor?

 

Franceses em maioria na Challenge Cup

Nos últimos anos, os clubes franceses vem dando pouca importância à Challenge Cup, mas Montpellier e Grenoble usaram força máxima nas quartas de final deste ano e garantiram suas vagas nas semifinais, seguindo em busca de um título inédito para os dois lados.

 

O Montpellier venceu fora de casa na sexta-feira os ingleses do Sale Sharks por 25 x 19. O segunda linha sul-africano Paul Willemse rompeu na força para o primeiro try francês no jogo, aos 14′, mas o ponta Tom Brady, 7 minutos depois, caiu para o primeiro try dos Sharks, reduzindo a diferença para 10 x 8. Antes do intervalo, Cipriani ainda colocaria com penal Sale na frente, mas o segundo tempo foi terrível para os ingleses, que cometeram uma avalanche de penais que Paillaugue não perdou, chutando mais 15 pontos para os visitantes. Apenas no fim, os donos da casa descontaram com o segundo try, de Sam James, mas era tarde demais.

 

O Grenoble, por sua vez, encarou uma verdadeira pedreira no sábado, recebendo o competente Connacht, na Irlanda, que se dividia bravamente na briga direta pelos títulos do PRO12 e da Challenge Cup. O sonho continental do Connacht foi adiado em jogo emocionante, finalizado em 33 x 32 para os franceses. Os irlandeses se puseram em vantagem no primeiro tempo por 19 x 16, com 3 tries a seu favor, sendo 2 do ponta Niyi Adeolokun e 1 do centro da seleção irlandesa Robbie Henshaw, ao passo que o Grenoble cruzou o in-goal somente uma vez, com o abertura Jonathan Wisniewski, que ainda chutou 3 penais na primeira etapa. O fullback Matt Healy ainda disparou para o quarto try do Connacht no começo do segundo tempo, dando a impressão de que a vitória era questão de tempo. Mas, não era. O Grenoble cresceu na reta final e, em bela jogada de mãos após scrum, enquanto os irlandeses jogavam com 14 homens, Dupont voou para o segundo try dos alpinos. E o amarelo recebido pelos verdes cobrou seu preço, pois, aos 69′, Diaby virou o placar com o terceiro try do Grenoble, pela ponta. Cooney, aos 72′, virou o marcador para o Connacht com penal, mas o final emocionante foi de festa para o Grenoble, com Wisniewski chutando, aos 75′, o drop goal a vitória do time dos Alpes.


 

Um campeão vivo e outro eliminado

O sábado da Challenge Cup ainda viveu um dérbi londrino e um duelo entre ingleses e galeses. Em Londres, o Harlequins venceu o London Irish, que agora vai se focar 100% na sua luta contra o rebaixamento na Premiership. O embate, no entanto, foi duro, com os Quins vencendo por 38 x 30, em jogo de 5 tries para os vencedores e 3 para os derrotados. Com 2 tries, de Luke Wallace e Danny Care no primeiro tempo, o Harlequins foi ao intervalo magra de 18 x 16, com Mulchrone fazendo o try solitário do London Irish, que ainda capitalizou pelos penais chutados por Geraghty. McKibbin virou o placar para os Exiles na volta do jogo, mas Care anotou o terceiro try dos Quins, que voltaram à frente. O jogo pegou fogo e o escocês Sean Maitland devolveu a frente ao London Irish, mas com mais um try de Wallace e outro de Care, que fez seu primeiro hat-trick na carreira, deram a vitória ao time de Twickenham.

 

Com a vitória, o Harlequins, maior campeão da Challenge Cup, com 3 títulos, é o único ex campeão sobrevivente nesta temporada. Isso porque o campeão do ano passado, o Gloucester, foi derrotado em casa pelo fraco Newport Gwent Dragons, de Gales, antepenúltimo do PRO12. Os galeses jogaram todas as suas fichas na competição e souberam colocar o Gloucester, que faz fraca campanha na Premiership, sob pressão. Ben Morgan fez o único try na primeira etapa para os ingleses, mas foram os galeses que foram em vantagem ao intervalo, com 4 penais chutados por Dorian Jones. O Dragons ainda adicionou mais 2 penais no segundo tempo, punindo a indisciplina do Gloucester, que, no entanto, cresceu e virou o placar com try do ponta McColl e penal chutado por Laidlaw, aos 71′. Não bastou. No fim, o Dragons foi para a frente, Jones desperdiçou drop goal, mas o time de Newport encontrou o try da classificação, aos 76′, com o scrum-half reserva Charlie Davies, finalizando após lateral seguido de maul.

 

Com os resultados, o Dragons se prepara para visitar o Montpellier, enquanto o Harlequins jogará novamente em casa, contra o Grenoble.

 

Italianos em crise

No sábado, foram também realizadas as partidas de ida das finais do Torneio Qualificatório Europeu, que envolve equipes do Eccellenza italiano e dos países que não disputam o Six Nations, valendo 2 vagas na Challenge Cup de 2016-17. E os resultados das partidas de ida foram chocantes. Jogando em casa, o Rovigo foi superado pelos russos do Enisei por indiscutíveis 31 x 0, que colocaram o time siberiano em posição privilegiada na disputa. No dia 23, os italianos viajarão à Rússia e têm poucas chances de reverter o placar.

 

Já o Calvisano, atual campeão do Eccellenza italiano, viajou à Romênia e encarou o Timisoara Saracens, campeão do país. O resultado também foi preocupantes para os italianos: vitória romena por 36 x 23, que obriga o Calvisano a vencer em casa por mais de 13 pontos de diferença no jogo de volta, também no dia 23 deste mês.

 

Com a campanha pífia dos clubes do país, todo o mundo “Oval” italiano está exigindo a renúncia do Presidente da Federação Alfredo Gavazzi. No fim do ano, haverá eleições para o novo Conselho Federal e muitos nomes vão ser candidatos à presidência, um dos quais Marzio Innocenti (capitão da seleção da Copa do Mundo 1987), que formou ontem um movimento chamado “Pronti al Cambiamento” (Prontos para mudança).

 

London Welsh conquista a British and Irish Cup

Na Inglaterra, o domingo foi também de final da British and Irish Cup, copa envolvendo equipes de desenvolvimento de Irlanda, Gales e Escócia e os clubes da segunda divisão inglesa. A final opôs o Yorkshire Carnegie e o London Welsh, ambos ingleses, e o título coube ao London Welsh, que venceu o oponente em Leeds por 33 x 10 e ergueu seu primeiro título do torneio.

 

challenge cup eprc copy copy

Rugby Challenge Cup 2015-16 – Copa Desafio Europeu

*Horários de Brasília

Quartas de final

Sexta-feira, dia 08 de abril

Sale Sharks copy copy19versus copiar25Montpellier logo novo copy

Sale Sharks (Inglaterra) 19 x 25 Montpellier (França), em Salford

 

Sábado, dia 09 de abril

Gloucester copy copy21versus copiar23Newport_gwent_dragons_badge

Gloucester (Inglaterra) 21 x 23 Dragons (Gales), em Gloucester

 

Harlequins copy copy38versus copiar30London Irish

Harlequins (Inglaterra) 38 x 30 London Irish (Inglaterra), em Londres

 

grenoble33versus copiar32Connacht badge

Grenoble (França) 33 x 32 Connacht (Irlanda), em Grenoble

 

Semifinais – dias 22/23/24 de abril (a definir)

Montpellier x Dragons, em Montpellier

Harlequins x Grenoble, em Londres

 

epcr

Torneio Qualificatório Europeu

Decisões – Jogos de ida

Sábado, dia 09 de abril

timisoara-saracens36versus copiar23calvisano

Timisoara Saracens (Romênia) 36 x 23 Calvisano (Itália), em Timisoara

rovigo rugby00versus copiar31enisei

Rovigo (Itália) 00 x 31 Enisei (Rússia), em Rovigo

 

Jogos de volta – dia 23 de abril

 

british and irish cup

British and Irish Cup

Final

Yorkshire Carnegie 10 x 33 London Welsh

 

 

Comentários