Agora não há espaço para erros. A Copa do Mundo de Rugby League, o rugby de 13 jogadores, terá as disputas de suas quartas de final entre sexta e domingo, agitando a Austrália e a Nova Zelândia. Infelizmente, os jogos não terão transmissão para o Brasil.

E será justamente um dos times da casa que abrirá as disputas. A Austrália, a grande favorita ao título, encarará na sexta-feira Samoa, que se classificou sem vencer nenhum jogo, avançando após um empate com a Escócia. A partir será na cidade de Darwin, no extremo norte da Austrália, que raramente tem a oportunidade de receber grandes eventos esportivos. Apesar de Samoa contar com atletas de destaque da NRL – a liga australiana – somente um desastre tirará a classificação dos Kangaroos.

No sábado, as emoções estarão na Nova Zelândia, que receberá dois jogos no dia. Primeiro, a sensação Tonga, após vencer justamente a Nova Zelândia, receberá o Líbano, outra sensação. Os libaneses têm como base atletas australianos de origem libanesa e já fizeram história ao baterem a França. Todo o favoritismo é da estrelada Tonga, recheada de craques da NRL.

Depois, será a vez do time da casa, os Kiwis, enfrentarem um ingrato oponente, Fiji, em um dos jogos que mais prometem equilíbrio. O favoritismo é dos Kiwis que, no entanto, não estão jogando bem e, depois de serem derrotados por Tonga, deixaram muitas dúvidas no ar. Fiji conta com craques da NRL, como o sempre decisivo Jarryd Hayne e o artilheiro do Mundial no momento Suliasi Vunivalu, e todo o cuidado será pouco para os neozelandeses. A derrota para Tonga fez com que a Nova Zelândia caísse no mesmo lado da mata-mata da Austrália, com os dois rivais podendo duelar nas semifinais, o que significa que os Kiwis precisam vencer e convencer para ganharem a confiança necessária para medirem forças com os favoritos Kangaroos.

- Continua depois da publicidade -

Por fim, no domingo, Melbourne, na Austrália, receberá outro jogo que reserva boas emoções, com a Inglaterra enfrentando a Papua Nova Guiné. Com o tropeço neozelandês, a Inglaterra passou a ser considerada a segunda força do Mundial, só podendo encarar Austrália ou Nova Zelândia em uma eventual final. Os ingleses não fizeram nenhuma apresentação de saltar aos olhos, mas fizeram um jogo bom contra os Kangaroos na derrota da estreia e depois venceram seus outros compromissos. A volta de Sam Burgess nesse domingo embalará os Lions. Os Kumuls da Papua, por outro lado, só deram show, mas estiveram em um grupo mais fraco e jogaram em casa a primeira fase. A Papua tem um time em ascensão e embalada, mas ainda corre por fora.

 

Quartas de final

Sexta-feira, dia 17 de novembro

versus copiar

07h30 – Austrália x Samoa, em Darwin

Histórico: 2 jogos e 2 vitórias da Austrália. Último jogo: Austrália 44 x 18 Samoa, em 2014 (Four Nations);

Austrália: 1 Billy Slater, 2 Dane Gagai, 3 Will Chambers, 4 Josh Dugan, 5 Valentine Holmes, 6 Michael Morgan, 7 Cooper Cronk, 8 Aaron Woods, 9 Cameron Smith, 10 David Klemmer, 11 Boyd Cordner, 12 Michael Gillett, 13 Josh McGuire;

Interchange: 14 Wade Graham, 15 Jordan McLean, 16 Reagan Cambell-Gillard, 17 Tyson Frizell;

Samoa: 1 Young Tonumaipea, 2 Matthew Wright, 3 Ricky Leutele, 4 Joseph Leilua, 5 3 Timoteo Lafai, 6 Jarome Luai, 7 Ben Roberts, 8 Junior Paulo, 9 Jazz Tevaga, 10 Herman Ese’ese, 11 Joshua Papalii, 12 Frank Pritchard, 13 Leeson Ah Mau;

Interchange: 14 Fa’amanu Brown, 15 Bunty Afoa, 16 Suaia Matagi, 17 Joseph Paulo (c);

 

Sábado, dia 18 de novembro

versus copiar

02h00 – Tonga x Líbano, em Christchurch

Histórico: nunca se enfrentaram;

Tonga: 1 Will Hopoate, 2 Daniel Tupou, 3 Michael Jennings, 4 Konrad Hurrell, 5 David Fusitu’a, 6 Tui Lolohea, 7 Ata Hingano, 8 Andrew Fifita, 9 Sione Katoa, 10 Sio Siua Taukeiaho, 11 Manu Ma’u, 12 Sika Manu (c), 13 Jason Taumalolo;

Interchange: 14 Siliva Havili, 15 Sam Moa, 16 Tevita Pangai Junior, 17 Ben Murdoch-Masila;

Líbano: 1 Anthony Layoun, 2 Travis Robinson, 3 James Elias, 4 Adam Doueihi, 5 Abbas Miski, 6 Mitchell Moses, 7 Robbie Farah (c), 8 Tim Mannah, 9 Michael Lichaa, 10 Alex Twal, 11 Nick Kassis, 12 Ahmad Ellaz, 13 Jamie Clark;

Interchange: 14 Mitchell Mamary, 15 Ray Moujalli, 16 Elias Sukkar, 17 Jason Wehbe;

 

kiwis RL copy copyversus copiar

04h30 – Nova Zelândia x Fiji, em Wellington

Histórico: nunca se enfrentaram;

Nova Zelândia: 1 Roger Tuivasa-Sheck, 2 Dallin Watene-Zelezniak, 3 Dean Whare, 4 Brad Takairangi, 5 Jordan Rapana, 6 Te Maire Martin, 7 Shaun Johnson, 8 Martin Taupau, 9 Danny Levi, 10 Jared Waerea-Hargreaves, 11 Simon Mannering, 12 Joseph Tapine, 13 Adam Blair;

Interchange: 14 Nelson Asofa-Solomona, 15 Russell Packer, 16 Isaac Liu, 17 Kodi Nikorima;

Fiji: 1 Kevin Naiqama (c), 2 Suliasi Vunivalu, 3 Taane Milne, 4 Akuila Uate, 5 Marcelo Montoya, 6 Jarryd Hayne, 7 Henry Raiwalui, 8 Ashton Sims, 9 Apisai Koroisau, 10 Eloni Vunakece, 11 Viliame Kikau, 12 Brayden Williame, 13 Tui Kamikamica;

Interchange: 14 Joe Lovodua, 15 Jacob Saifiti, 16 Junior Roqica, 17 Ben Nakubuwai;

 

Domingo, dia 19 de novembro

versus copiar

03h00 – Inglaterra x Papua Nova Guiné, em Melbourne

Histórico: 3 jogos e 3 vitórias da Inglaterra. Último jogo: Inglaterra 36 x 10 Papua Nova Guiné, em 2010 (Four Nations);

Inglaterra: 1 Gareth Widdop, 2 Jermaine Mcgillvary, 3 Kallum Watkins, 4 John Bateman, 5 Ryan Hall, 6 Kevin Brown, 7 Luke Gale, 8 Chris Hill, 9 Josh Hodgson, 10 James Graham, 11 Sam Burgess, 12 Elliott Whitehead, 13 Sean O’Loughlin (c);

Interchange: 14 Alex Walmsley, 15 Thomas Burgess, 16 Ben Currie, 17 James Roby;

Papua Nova Guiné: 1 David Mead (c), 2 Justin Olam, 3 Kato Ottio, 4 Nene Macdonald, 5 Garry Lo, 6 Ase Boas, 7 Watson Boas, 8 Moses Meninga, 9 James Segeyaro, 10 Luke Page, 11 Rhyse Martin, 12 Willie Minoga, 13 Paul Aiton;

Interchange: 14 Kurt Baptiste, 15 Stargroth Amean, 16 Stanton Albert, 17 Rod Griffin;

 

O que é o Rugby League?

O Rugby League é uma modalidade do rugby que nasceu em 1895 no Norte da Inglaterra. Na época, o rugby (o Rugby Union) proibia o profissionalismo no mundo todo, mas um grupo de clubes ingleses se opôs à proibição de pagamentos a jogadores e romperam com a federação inglesa, formando uma liga independente. A fim de mudar a dinâmica do jogo e torná-lo mais aberto, a liga passou a promover mudanças nas suas regras, criando uma modalidade distinta, jogada com regras diferentes e organizada por entidades distintas do Union. O League, no entanto, se difundiu fortemente apenas no Norte da Inglaterra e na Austrália, onde é mais popular que o Union. O esporte ganhou popularidade ainda na Papua Nova Guiné (país da Oceania onde é o League e não o Union que reina) e, em menor dimensão, na Nova Zelândia e em algumas partes da França, onde segue bem abaixo do Union.

Quais as principais diferenças?

  • O League é jogado por 2 times de 13 jogadores cada, com 4 reservas, sendo que um atleta que foi substituído poderá retornar a campo;
  • No League, o try vale 4 pontos, a conversão 2, o penal 2 e o drop goal (chamado também de field goal) 1 ponto;
  • Não é usado sistema de pontos bônus nas tabelas de classificação. A vitória vale 2 pontos, o empate 1 e a derrota 0;
  • Não existem rucks. Quando um atleta sofre o tackle, é seguro e vai ao chão o jogo é parado. O atleta com a bola é liberado, rola a bola com os pés para trás e o jogo é reiniciado. É o chamado “play the ball”;
  • Cada equipe tem direito a realizar 5 vezes o play the ball e, na sexta vez que um atleta é derruba, a posse da bola troca de equipe. É a chamada “Regra dos 6 tackles”. Com isso, é comum após o 5º tackle a equipe com a posse da bola chutá-la;
  • Se a equipe defensora tocar na bola entre um play the ball e outro a contagem de tackles é zerada. Quando uma equipe com a posse de bola comete um erro de manuseio e a bola troca de posse o primeiro tackle é considerado “tackle zero” e a contagem se inicia apenas após ele;
  • Não há lineouts. A reposição da bola que saiu pela lateral é feita a partir de um scrum. Penais chutados para a lateral são cobrados com free kick;
  • Na prática, os scrums não possuem disputas, pois a equipe que introduz a bola na formação pode introduzi-la diretamente no pé de sua segunda linha. Porém, a equipe sem a bola pode tentar empurrar a formação para roubar a bola (o que é raro de acontecer);
  • Não existe o mark. Com isso, chutes no campo ofensivo são frequentes;
  • Um chute dado atrás da linha de 40 metros do campo de defesa que saia pela lateral após a linha de 20 metros do campo ofensivo é chamado de “40/20” e premia a equipe chutadora com a manutenção da posse da bola e com a contagem de tackles zerada;
  • A numeração dos atletas no League muda. Os números mais altos são para os forwards e os números menos são para a linha. O fullback é o camisa 1 e o pilar o 13, por exemplo;

 

Tabelas

DiaLocalTime PlacarXPlacarTimeGrupo/Fase
27/10/2017Melbourne (Austrália)AUSTRÁLIA18X04INGLATERRAGrupo A
28/10/2017Auckland (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA38X08SAMOAGrupo B
28/10/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ50X06GALESGrupo C
28/10/2017Townsville (Austrália)FIJI58X12ESTADOS UNIDOSGrupo D
29/10/2017Cairns (Austrália)IRLANDA36X12ITÁLIAGrupo C/Grupo D
29/10/2017Cairns (Austrália)ESCÓCIA04X50TONGAGrupo B
29/10/2017Canberra (Austrália)FRANÇA18X29LÍBANOGrupo A
03/11/2017Canberra (Austrália)AUSTRÁLIA52X06FRANÇAGrupo A
04/11/2017Sydney (Austrália)INGLATERRA29X10LÍBANOGrupo A
04/11/2017Christchurch (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA74X06ESCÓCIAGrupo B
04/11/2017Hamilton (Nova Zelândia)SAMOA18X32TONGAGrupo B
05/11/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ14X06IRLANDAGrupo C
05/11/2017Townsville (Austrália)ITÁLIA46X00ESTADOS UNIDOSGrupo D
05/11/2017Townsville (Austrália)FIJI72X06GALESGrupo C/Grupo D
10/11/2017Canberra (Austrália)FIJI38X10ITÁLIAGrupo D
11/11/2017Sydney (Austrália)AUSTRÁLIA34X00LÍBANOGrupo A
11/11/2017Cairns (Austrália)SAMOA14X14ESCÓCIAGrupo B
11/11/2017Hamilton (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA22X28TONGAGrupo B
12/11/2017Perth (Austrália)GALES06X34IRLANDAGrupo C
12/11/2017Perth (Austrália)INGLATERRA36X06FRANÇAGrupo A
12/11/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ64X00ESTADOS UNIDOSGrupo C/Grupo D
17/11/2017Darwin (Austrália)AUSTRÁLIA46X00SAMOAQuartas de final
18/11/2017Christchurch (Nova Zelândia)TONGA24X22LÍBANOQuartas de final
18/11/2017Wellington (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA02X04FIJIQuartas de final
19/11/2017Melbourne (Austrália)INGLATERRA36X06PAPUA NOVA GUINÉQuartas de final
24/11/2017Brisbane (Austrália)AUSTRÁLIA54X06FIJISemifinal
25/11/2017Auckland (Nova Zelândia)TONGA18X20INGLATERRASemifinal
02/12/2017Brisbane (Austrália)AUSTRÁLIA06X00INGLATERRAFINAL

 

Foto: NRL – Austrália x Líbano