No Top 14, Clermont se recupera com vitória histórica

O Top 14 francês não para e tem o Racing (1º) como líder isolado, após bater fora de casa o Grenoble (10º) e se aproveitar do tropeço do Toulouse (3º) na costa atlântica para o La Rochelle (9º). O Toulon (2º) mostrou recuperação e não teve dificuldades para bater fora de casa o desastroso Oyonnax (13º), assumindo a vice-liderança.   O Clermont (4º) se levantou da má fase e bateu fora de casa o Castres (8º), onde não vencia a mais de 40 anos, enquanto o Bordeaux (5º) recebeu o frágil Agen (14º) e teve dificuldades para superar o adversário. No meio da tabela, o Montpellier (6º) mais uma vez decepcionou, não conseguindo bater em casa o Pau (12º). Por fim, o Stade Français (11º) respirou aliviado tendo batido o competente Brive (7º) em Paris.

 

Racing se isola na liderança

O Racing conquistou uma importante vitória nos Alpes ao bater o Grenoble por 39 a 35, aproveitand-se do tropeço dos adversários para assumir isoladamente a liderança. A partida teve altos e baixos com os visitantes alternando um rugby arrojado com uma infinidade de penais, fazendo que, por incrível que pareça a equipe conquistasse o ponto bônus ofensivo, fazendo cinco tries, com os pontas Juan Imhoff, Teedy Tommas e Joe Rokocoko, o oitavo Antonie Claassen, e o scrum-half reserva Xavier Chauveau. O Grenoble, sempre muito forte em casa se aproveitou dos penais e dos eventuais vacilos dos parisienses para entrar no in-goal duas vezes com o hooker Loïck Jammes e o segunda linha James Percival. O Racing defende a liderança em Paris contra o Castres enquanto os alpinos viajam para capital enfrentar o Stade Français.

 

Toulon vence sem dificuldades

A equipe mais rica da Europa viajou para enfrentar o penúltimo colocado, o Oyonnax, e não teve dificuldade para vencer o jogo por bons 44 a 13. Dominando em todos os setores os visitantes entraram no in-goal 5 vezes, com o segundo centro Mathieu Bastareaud, o srum-half Jonathan Pélissié, o ponta Bryan Habana, o centro Ma’a Nonu e o pilar reserva Irakli Natriashvili. O try de honra do time da casa veio com o pilar tonganês Soane Tonga’Uia. O Oyonnax vê as chances de permanecer na divisão de elite do rugby francês diminuírem, a equipe agora viaja para enfrentar o Clermont. O Toulon segue para casa enfrentar o Brive.

 

Toulouse decepciona na costa atlântica

Os occitanos viajaram para enfrentar o La Rochelle e acabaram derrotados por 28 a 8, deixando escapar a liderança da competição. Os donos da casa contaram com um dia pouco inspirado dos visitantes, muito indisciplinados, para construir o placar elástico. As equipes empataram em tries, com o asa Romana Graham fazendo para os atlânticos e o ponta Paul Perez respondendo para os visitantes. O La Rochelle se afasta da costa e viaja para enfrentar o Agen enquanto o Toulouse volta para casa enfrentar o Montpellier.

 

Clermont se recupera com vitória histórica

Depois de três derrotas seguidas em casa o time amarelo pegou a estrada para enfrentar o Castres, que não perdia em seus domínios a mais de 40 anos, e voltou para casa com uma excelente vitória por 28 a 17. O jogo teve um amplo controle dos visitantes, que entraram no in-goal com os segundas linha Phillip Van Der Merwe e Sebastien Vahaamahina e o abertura Brock James. O Castres ainda ensaiou uma recuperação no segundo tempo, anotando com o centro Remi Lamerat e o ponta David Smith. A derrota complica os planos do Castres de se classificar para as finais, o time agora viaja para Paris enfrentar o líder Racing precisando de uma vitória. O Clermont volta para casa enfrentar o frágil Oyonnax, uma excelente oportunidade de fazer uma grande exibição para sua torcida.

 

Stade Français vence e respira aliviado

O Brive viajou até a Cidade Luz para enfrentar o Stade Français, que depois de sair campeão temporada passada ainda não entrou em campo esse ano. Nessa rodada, porém, depois de um primeiro tempo assustador, os donos da casa conseguiram mostrar sua qualidade, vencendo no por 32 a 17. Na primeira etapa, os parisienses praticamente não entraram nas 22 do adversário, para na etapa final anotar três vezes, com os ponta Djibril Camara e Jérémy Sinzelle e o centro reserva Jonathan Danty. O Brive fez um bom primeiro tempo, marcando com o ponta Guillaume Namy, mas caiu muito no segundo. A vitória distancia o Stade Français da zona de rebaixamento e dá alívio para equipe que continua em Paris para receber o Grenoble. O Brive continua na estrada e enfrenta o Toulon.

 

Pau conquista grande vitória

O poderoso Montpellier recebeu o Pau e acabou derrotado por 19 a 16. Os donos da casa mais uma vez decepcionaram, uma situação comum para o time que tem um dos mais altos orçamentes, mas não consegue emplacar. O jogo foi muito disputado com os visitantes dando uma lição de dedicação e motivação lutando até o ultimo minuto, com uma atuação de gala do veterano abertura neozelandês Colin Slade, que anotou todos os pontos da equipe, inclusive o try da vitória depois dos 80 minutos. Do lado do Montpellier o try do ponta Marvin O’Connor pouco fez para aliviar a decepção. O ponto bônus defensivo mantém o Montpellier na zona de classificação, mas expõe as fragilidades da equipe, que viaja para enfrentar o Toulouse. A vitória distância o Section Paloise da zona de rebaixamento, a equipe agora volta para casa enfrentar o Bordeaux.

 

Bordeaux joga o suficiente

O UBB visitou o último colocado Agen e precisou de muita dedicação para vencer por 24 a 19, em um jogo tecnicamente muito fraco. Os donos da casa entraram no in-goal três vezes, com o ponta Sofiane Guitoune, o centro Julien Rey e o reserva Sekope Kepu. O Agen, com o try do hooker reserva Bernard N’Nomo , conquistou seu segundo ponto bônus defensivo fora de casa da temporada. O Bordeaux viaja para enfrentar o Pau enquanto o Agen volta para casa enfrentar o La Rochelle.

 

Biarritz bate Perpignan em clássico na segundona

Na segunda divisão da França, o destaque da rodada ficou por conta de um clássico que não faz muito tempo valia as primeiras posições do Top 14. Os gigantes Biarritz e Perpignan se enfrentaram e a vitória foi basca por 27 x 21 com tries de Arrate e Davies. Com o resultado, o Biarritz se afastou um pouco da zona de rebaixamento, enquanto o Perpignan segue de fora da zona de classificação ao mata-mata.

 

Enquanto isso, a liderança segue inabalável nas mãos do Lyon, que passou pelo desesperado Provence.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Stade Français 32 x 17 Brive

Castres 17 x 28 Clermont

Bordeaux 24 x 19 Agen

Montpellier 16 x 19 Pau

Grenoble 35 x 39 Racing

La Rochelle 28 x 8 Toulouse

Oyonnax 13 x 44 Toulon

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Pro D2 novo 2012

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês

Bourgoin 18 x 20 Bayonne

Albi 18 x 17 Colomiers

Aurillac 45 x 7 Narbonne

Carcassonne 18 x 17 Béziers

Dax 21 x 17 Montauban

Lyon 36 x 12 Provence

Tarbes 33 x 13 Mont de Marsan

Biarritz 27 x 21 Perpignan

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Lyon Lyon 30 117
Bayonne Bayonne 30 86
Aurillac Aurillac 30 81
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 30 78
Colomiers Colomiers 30 78
Béziers Béziers 30 77
Perpignan Perpignan 30 73
Biarritz Biarritz 30 64
Bourgoin* Bourgoin-Jallieu 30 62
Albi Albi 30 62
Narbonne Narbonne 30 60
Montauban Montauban 30 58
Tarbes* Tarbes 30 53
Carcassonne Carcassonne 30 49
Dax Dax 30 48
Provence Aix-en-Provence 30 46
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento

 

 

Comentários