Feliz 2012 a todo o mundo do rugby!

E o ano não poderia ter começado de forma melhor, com rodada cheia entre o dia 30 de dezembro e 1º de janeiro! Os principais campeonatos europeus estiveram em plena atividade na virada de ano, e não deixaram seus torcedores sem o que eles gostam mais: muito rugby de alto nível. O Top 14 Orange francês e a Aviva Premiership inglesa deram inicio ao returno da fase de pontos corridos de seus certames, enquanto o RaboDirect Pro12 (ex-Liga Celta) teve mais uma rodada de dérbis locais, com as grandes rivalidades locais esquentando os gramados de Irlanda, País de Gales, Escócia e Itália!

 

Top 14 Orange

- Continua depois da publicidade -

A 14ª rodada do Campeonato Francês, a 1ª do returno, foi disputada nos dias 30 e 31 de dezembro. Na sexta-feira, apenas uma partida foi disputada: o líder Toulouse afundou o estrelado e decepcionante Bayonne, e ainda se beneficiou dos tropeços de Clermont e Toulon para abrir boa vantagem na liderança do campeonato. O jogo contra os bascos teve um grande nome: Lionel Beauxis, autor de todos os 30 pontos do Toulouse na partida. Beauxis esteve com o pé mais do que calibrado, chutando impecáveis 8 penais e 2 drop goals. O Bayonne pecou na indisciplina e, apesar de mostrar uma sólida defesa, entregou a vitória ao Stade Toulousain. Outro destaque foi Cédric Heymans, que chutou um penal para o Bayonne, marcando contra sua ex-equipe, onde marcou época.

O vice-líder Clermont jogou fora uma grande chance de sair de campo com pontuação máxima ao empatar com o vice-lanterna Lyon, fora de casa.A partida foi muito ruim, e terminou em 6 x 6, sem grandes emoções. Apesar do empate e de permitir a aproximação do lanterna Biarritz, o resultado foi bom para o Lyon, por conta do adversário enfrentado. O Biarritz, por sua vez, sem todo o dever de casa e derrotou com contundência o terceiro colocado Toulon. Com a volta de Dimitri Yachvilli, autor de 5 penais e 1 conversão, e responsável pela condução da equipe. Foi, enfim, uma grande partida realizada pelo BO, que dominou um forte oponente durante toda a partida. O argentino Marcelo Bosch foi o nome do jogo, autor do único try e de um drop goal para o Biarritz. 25 x 6, que, apesar de manterem oBO na última posição, deram esperanças de que, finalmente, a qualidade de seus jogadores fará a equipe voltar aos trilhos e escapar da Pro D2.

Quem não deu mostrar de que voltou a apresentar vitalidade é o Perpignan, que foi atropelado pelo Castres e segue próximo da zona do descenso. O Castres impôs seu jogo e venceu com tranquilidade, anotando 3 tries (com Malonga, Kockott e Bernard), e não concedendo nenhum, finalizando a partida com 33 x 6.  Com o resultado, o CO retomou o terceiro lugar, desbancando o Toulon.

A rodada foi ruim para os clubes de Paris. O Racing Métro foi derrotado pelo Montpellier e permitiu a aproximação do adversário na briga por um lugar na zona de classificação ao mata-mata. As duas equipes fizeram o melhor jogo da rodada, que, ao final, comprovou a ascensão do vice-campeão Montpellier, que reencontrou seu melhor rugby. Ouedraogo fez o try do MHRC no primeiro tempo, enquanto os Pumas Lucas Amorosino e Santiago Fernández, e o fijiano Matadigo, no último minuto, completaram a quadra de tries, garantindo o ponto-bônus ofensivo. 29 x 14. O outro parisiense, o Stade Français, foi atropelado pelo novato Bordeaux, fora de casa. Foram expressivos 39 x 6, que deram ao Bordeaux maior tranquilidade na luta contra o rebaixamento. Foram 5 tries para o clube do Gironde, que fez sua melhor partida desde seu retorno à elite, dominando o adversário em todos os setores do campo.

O quinto posto é do surpreendente Agen, que derrotou o Brive por 15 x 9, em jogo fraco tecnicamente, decidido nos penais, e recheado de cartões amarelos.

 

RaboDirect Pro12

Virada de ano de muitos clássicos no Pro12! Itália e Escócia repetiram os confrontos na semana passada, fazendo do fim de ano um duelo de ida e volta entre as suas equipes da Liga Celta. Na Itália, o Benetton Treviso derrotou o compatriota Aironi, restabelecendo a ordem de forças da Bota. O placar de 37 x 14 disse por si só. Já na Escócia (foto), após o empate no estádio de Murrayfield, o Glasgow Warriors conquistou a 1872 Cup derrotando em casa o Edinburgh. A disputa foi decidida nos minutos finais, com um try não convertido de Moray Low, aos 69′, e um penal chutado por Scott Hweight, aos 72′, que desempataram a partida e construiram a vantagem vitorioso de 17 x 9 para Glasgow. No último minuto, Godman chutou um drop goal para Edinburgh, garantindo ao menos um ponto-bônus defensivo para o time da capital.

No País de Gales, os Dragons se afundaram como a pior equipe do país sendo derrotados pelos Scarlets, por 10 x 6. O único try do jogo foi marcado pelo asa Jonathan Edwards, aos 18′. O resultado deu aos Scarlets, terceira melhor equipe galesa até aqui na temporada, uma vantagem de 17 pontos sobre os Dragons, o que praticamente tira as chances do time de Newport de alcançar uma vaga na Heineken Cup por meio do Pro12. No dia 1º, Ospreys e Cardiff Blues fizeram o clássico das duas maiores cidades galesas, e a vitória foi do melhor time do país, os Ospreys, anfitrião da partida. O resultado foi apertado, 17 x 12, e o triunfo só foi assegurado no fim. Aos 69′, o escocês Dan Parks viou a partida a favor dos Blues pela primeira vez no jogo, com seu tradicional e implacável drop goal. Mas, Dan Biggar salvou os Ospreys com 2 penais, aos 72′ e aos 80′, garantindo a vitória. O único try do jogo foi do time da casa, com o irlandês Tommy Bowe, aos 51′.

Na Irlanda, Ulster e Munster fizeram o clássico da rodada. O time da Irlanda do Norte (Ulster) se recuperou da derrota acachapante para seu outro rival, o Leinster, e triunfou sobre o Red Army. Em dia inspirado de seus estrangeiros e do ídolo local Ian Humphreys, os White Knights conquistaram a vitória com uma apresentação de gala, brindada por 4 tries, com do estreante sul-africano Terblanche (25′), do All Black John Afoa (36′), de Ian Humphreys (45′), e do Springbok Ruan Pienaar (55′). O’Dea e Johne Murphy fizeram os tries solitários do Munster, que foi absolutamente dominado pelo Ulster. 33 x 17 foi o placar final. Por fim, no outro duelo irlandês, o Connacht fez uma partida memorável e batalhou até o fim, mas foi incapaz de bater o líder Leinster. Foram nada menos que 2 tries para o Connacht, e nenhum para o Leinster. Mas, os penais deram o triunfo aos Blue Lions, com Isa Nacewa implacável nos arremates.

 

Aviva Premiership

A rodada que abriu o returno do Campeonato Inglês serviu para reabilitar algumas equipes. O líder Harlequins se recuperou da derrota no dérbi contra o Saracens com uma apertada vitória fora de casa sobre o Exeter Chiefs, graças ao try isolado de Danny Care logo aos 3′ de jogo. Na segunda etapa, o Chiefs tomaram o controle do jogo, mas não conseguiram furar a defesa dos Quins, que saíram de campo vitoriosos. No domingo, a boa notícia para os Quins foi o empate do vice-líder Saracens contra o Gloucester, por 15 x 15. Foram 5 penais para cada lado, com o Gloucester arrancando o empate no último minuto, graças à pontaria de Freddie Burns.

Os fortes Northampton Saints e Leicester Tigers completam a zona de classificação ao mata-mata. Os Saints obtiveram uma contundente vitória sobre o lanterna Newcastle Falcons fora de casa. 32 x 14, com direito a ponto-bônus ofensivo garantido aos 77′, com May. Ben Foden foi o destaque do time com 2 tries. Tonga’uiha fez o outro tento. O Leicester Tigers, por sua vez, derrotou em casa o Sale Sharks, em jogo muito disputado. Os Tigers conseguiram boa vantagem no início da peleja com um penal try e um try de Geordan Murphy. Com um try de McKenzie e um penal de McLeod, os Sharks levaram o jogo para o intervalo em 17 x 10. Aos 54′, Alesana Tuilagi correu para cravar o terceiro try dos anfitriões, ampliando a vantagem para 25 x 13. Miller descontou rapidamente para os Sharks, com outro try, aos 62′, mantendo a disputa em aberto. Aos 70′, Toby Flood ampliou a vantagem para seguros 8 pontos. No fim, McLeod chutou um drop goal para garantir o ponto-bônus defensivo aos Tubarões.

Bath e Worcester Warriors se reabilitaram no campeonato com triunfos. O Bath "tirou o pé da lama" com uma vitória expressiva sobre o London Irish, que deixou a zona de classificação ao mata-mata. Com 3 tries favoráveis e nenhum sofrido, e o domínio do jogo, o Bath deu uma alegria de virada de ano à sua torcida, com uma vitória por 30 x 3. Já o Worcester Warriors, penúltimo colocado, venceu fora de casa o decadente London Wssps por insossos 6 x 0. Um jogo terrível que serviu para dar pontos preciosos aos Guerreiros e derrubar os Wasps para a vice-lanterna.

 

RFU Championship

A segunda divisão inglesa chegou à 16ª rodada com um grande lider: o Bristol, que bateu o Nottingham fora de casa e abriu 9 pontos na liderança. O vice-líder é o Bedford Blues, que derrotou o Cornish Pirates, desbancando o oponente, que caiu para o quarto posto. O London Welsh também foi derrotado, caindo diante do vice-lanterna Plymouth Albion. A rodada marcou a primeira vitória do superlanterna Esher, que derrotou o Doncaster Knights.

 

Top 14 Orange – Campeonato Francês

Toulouse 30 x 15 Bayonne, em Toulouse

Montpellier 29 x 14 Racing Métro, em Montpellier

Castres 33 x 6 Perpignan, em Castres

Bordeaux 39 x 6 Stade Français, em Bordeaux

Lyon 6 x 6 Clermont, em Lyon

Agen 15 x 9 Brive, em Agen

Biarritz 25 x 6 Toulon, em Biarritz

 

RaboDirect Pro12 – Liga de Escócia, País de Gales, Irlanda e Itália

Dragons 6 x 10 Scarlets, em Newport

Ulster 33 x 17 Munster, em Belfast

Benetton Treviso 37 x 14 Aironi, em Treviso

Connacht 13 x 15 Leinster, em Galway

Glasgow Warriors 17 x 12 Edinburgh, em Glasgow

Ospreys 17 x 12 Cardiff Blues, em Swansea

 

Aviva Premiership – Campeonato Inglês

Newcastle Falcons 14 x 32 Northampton Saints, em Newcastle

Exeter Chiefs 9 x 11 Harlequins, em Exeter

Bath 30 x 3 London Irish, em Bath

Saracens 15 x 15 Gloucester, em Watford

London Wasps 0 x 6 Worcester Warriors, em High Wycombe

Leicester Tigers 28 x 23 Sale Sharks, em Leicester

 

RFU Championship – 2ª Divisão do Campeonato Inglês

Plymouth Albion 18 x 6 Doncaster Knights, em Plymouth

Nottingham 24 x 35 Bristol, em Nottingham

London Welsh 7 x 10 Moseley, em Londres

Esher 24 x 12 Rotherham Titans, em Hersham

Bedford Blues 32 x 13 Cornish Pirates, em Bedford

Leeds Carnegie 19 x 17 London Scottish, em Leeds