Nova Gales do Sul fecha State of Origin com vitória de honra

ARTIGO COM VÍDEO – Quarta-feira grandiosa na Austrália para o encerramento do State of Origin 2016, a melhor de três partidas anuais entre as seleções de rugby league dos estados de Nova Gales do Sul e Queensland.

 

Os Maroons de Queensland já era donos da taça, após vencerem os dois primeiros jogos. Mas, jogando em casa, os Blues de Nova Gales do Sul evitaram que Queensland encerrasse a série em 3-0 e se despediram com vitória diante de sua torcida: 18 x 14. Mais importante, a partida marcou a aposentadoria no torneio de Paul Gallen, capitão histórico dos Blues, que liderou a equipe na campanha de 2014 quando os Blues voltaram a ser campeões depois de oito anos na fila.

 

Quem largou na frente foi o time visitante, logo aos 5′, com o icônico Greg Inglis, maior marcador de tries da história do State of Origin, fazendo seu 18º try na competição. A resposta do time da casa veio aos 22′, com Gallen desferindo offload para Frizell colidir na defesa e fazer o try na marra para os Blues. Os Maroons caíram, tiveram Cooper Cronk no sin bin e viram Fifita fazer o segundo try de NSW no começo da segunda etapa. Foi apenas aos 52′ que Queensland reagiu, com Gavin Cooper fazendo o segundo try e deixando o placar parelho.

 

O fim de jogo foi emocionante. E o que o torcedor dos Blues mais temia ocorreu aos 75′. Darius Boyd, talismã dos Maroons, apanhou chute no ar e cravou o try da virada dos visitantes. Porém, não estava acabado. O estádio azul veio abaixo no minuto final, com Jennings disparando para o try da vitória de Nova Gales do Sul, em grande estilo. Para completar, o forward Gallen teve a honra de chutar a conversão final e… ele acertou! 18 x 14, fim de papo em Sydney.

 

nsw blues18versus(14)14queensland maroons

New South Wales Blues 18 x 14 Queensland Maroons, em Sydney

 

Nova Gales do Sul

Tries: Frizell, Fifita e Jennings

Conversões: Maloney (2) e Gallen (1)

1 James Tedesco (Wests Tigers), 2 Blake Ferguson (Roosters), 3 Michael Jennings (Eels), 4 Josh Dugan (Dragons), 5 Josh Mansour (Panthers), 14 Matt Moylan (Panthers), 7 James Maloney (Sharks), 8 Adam Blair (Wests Tigers), 9 Rabbie Farah (Wests Tigers), 10 Paul Gallen (Sharks) (c), 11 Wade Graham (Sharks), 12 Josh Jackson (Bulldogs), 13 Tyson Frizell (Dragons).

Interchange: 6 Jack Bird (Sharks), 14 Matt Moylan (Panthers), 15 James Tamou (Cowboys), 16 David Klemmer (Bulldogs), 17 Andrew Fifita (Sharks).

 

Queensland

Tries: Inglis, Cooper e Boyd

Conversões: Thurston (1)

1 Darius Boyd (Broncos), 2 Corey Oates (Broncos), 3 Greg Inglis (Rabbitohs), 4 Justin O’Neill (Cowboys), 5 Dane Gagai (Knights), 6 Johnathan Thurston (Cowboys), 7 Cooper Cronk (Storm), 8 Matt Scott (Cowboys), 9 Cameron Smith (Storm) (c), 10 Nate Myles (Sea Eagles), 11 Matt Gillett (Broncos), 12 Sam Thaiday (Broncos), 13 Corey Parker (Broncos).

Interchange: 14 Gavin Cooper (Cowboys), 15 Josh McGuire (Broncos), 16 Aidan Guerra (Roosters), 17 Jacob Lillyman (Warriors).

 

Nigéria larga com vitória na Copa da África

A quarta-feira não foi apenas de League. Teve Union internacional também! No Marrocos, Nigéria e Ilhas Maurício mediram forças pela segunda rodada da terceira divisão da Copa da África, em partida válida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019. A vitória foi dos Stallions nigerianos: 31 x 21, em jogo apertado.

 

No sábado, o Marrocos receberá a Nigéria e quem vencer será promovido à segunda divisão e seguirá nas disputas por 2019. As Ilhas Maurício já estão eliminadas da corrida pelo Mundial.

 

rugby afriquerwc 2019

Copa da África – 1ª Divisão C – 3ª divisão da Copa da África / Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019

Nigéria 31 x 21 Maurício, em Casablanca (Marrocos)

Comentários