ARTIGO COM VÍDEOS – O Grupo A da Copa do Mundo Feminina começou como esperado, com Nova Zelândia e Canadá confirmando seu favoritismo com grande vitórias sobre Gales e Hong Kong, respectivamente. A galesas mostraram sua qualidade, mas não evitaram a derrota para as Black Ferns por 44 x 12, ao passo que as Canucks deram as boas-vindas ao debutante Hong Kong com 98 x 00.

Na próxima rodada, domingo, Gales jogará suas fichas contra o Canadá, enquanto a Nova Zelândia pegará Hong Kong.

 

Black Ferns se impõem mas Gales dá trabalho

- Continua depois da publicidade -

Mesmo tendo ampla noção do favoritismo das neozelandesas, as galesas mostraram um bom Rugby, com boa manutenção de posse de bola mas ainda falharam na finalização – entre os 30′ e 36′ trabalharam várias fases na linha das 5 adversária e não chegaram no try, já, quando a posse de bola voltou para as Black Ferns, o try saiu em velocidade de uma ponta a outra do campo.

O final do primeiro tempo acabou em 20 x 00 com tries da linha: Selica Winiata, Stacey Waaka, Renee Wickliffe mas com erros em todas as conversões arriscadas pela scrumhalf, Kendra Cocksedge. No retorno, o brilhante try dela, Portia Woodman, mostrando a experiência na velocidade e tática. Quando a Nova Zelândia chegou a 32 a 00, Gales fez o primeiro try com a oitava Sioned Harries convertido por Elinor Snowsill. Um cartão amarelo para penalidade neozelandesa retirou a scrumhalf de campo e deu chances para as galesas ainda marcarem mais um, Mel Clay.

O placar acabou em 44 x 12 e com uma bela observação: os dois tries galeses vieram das forwards enquanto as neozelandesas marcaram pela linha, inclusive com hat-trick (três tries) da fullback Selica Winiata. Ao final do jogo, todavia, Gales registrou maior posse de bola, 54%, e maior domínio territorial, 52%, mas não quebrou nenhuma vez a linha defensiva neozelandesa. Eficiência absoluta das Black Ferns tanto no ataque como na defesa.

black ferns44versus copiar12

Nova Zelândia 44 x 12 Gales, no Billings Park, Dublin

Árbitra: Amy Perrett (Austrália)

Nova Zelândia

Tries: Winiata (3), Wickliffe (2), Blackwell, Woodman e Waaka

Conversões: Cocksedge (2)

15 Selica Winiata, 14 Portia Woodman, 13 Stacey Waaka, 12 Kelly Brazier, 11 Renee Wickliffe, 10 Victoria Subritzky-Nafatali, 9 Kendra Cocksedge, 1 Toka Natua, 2 Fiao’o Faamausili (c), 3 Aldora Itunu, 4 Eloise Blackwell, 5 Rebecca Wood, 6 Charmaine Smith, 7 Sarah Goss, 8 Aroha Savage;

Suplentes: 16 Te Kura Ngata-Aerengamate, 17 Sosoli Talawadua, 18 Aotearoa Mata’u, 19 Lesley Ketu, 20 Charmaine McMenamin, 21 Kristina Sue, 22 Theresa Fitzpatrick, 23 Carla Hohepa;

Gales

Tries: Harries e Clay

Conversões: Snowsill (1)

15 Dyddgu Hywel, 14 Elen Evans, 13 Gemma Rowland, 12 Hannah Jones, 11 Jasmine Joyce, 10 Elinor Snowsill, 9 Keira Bevan, 1 Caryl Thomas, 2 Carys Phillips (c), 3 Amy Evans, 4 Rebecca Rowe, 5 Mel Clay, 6 Alisha Butchers, 7 Rachel Taylor, 8 Sioned Harries;

Suplentes: 16 Kelsey Jones, 17 Cerys Hale, 18 Meg York, 19 Siwan Lillicrap, 20 Lleucu George, 21 Sian Moore, 22 Robyn Wilkins, 23 Jodie Evans;

 

Hong Kong descobre como é um Mundial

A primeira partida de Hong Kong na história da Copa do Mundo Feminina não foi nada fácil para as asiáticas. O oponente foi o vice campeão do Mundial passado Canadá e o jogo foi de um time só. Com uma eficiência de encher os olhos contra um oponente muito frágil na defesa, as Canucks correram ao redor de impressionantes 1300 metros na partida e fizeram nada menos que 16 tries, fechando o jogo em acachapantes 98 x 00.

Melhor jogadora do mundo em 2014, Magali Harvey marcou nada menos que 5 tries na partida e outras 8 conversões, fechando o jogo com um recorde individual de 41 pontos.

98versus copiar00hong kong rfu logo

Canadá 98 x 00 Hong Kong, no Billings Park, Dublin

Árbitra: Joy Neville (Irlanda)

Canadá

Tries: Harvey (5), Russell (3), Burk (2), Alarie (2), Thornborough (2) Waters e Tessier

Conversões: Harvey (8) e Miller (1)

1 Carolyn McEwen, 2 Laura Russell, 3 DaLeaka Menin, 4 Kayla Mack, 5 Latoya Blackwood, 6 Jacey Grusnick, 7 Karen Paquin, 8 Kelly Russell (c), 9 Lori Josephson, 10 Emily Belchos, 11 Frédérique Rajotte, 12 Andrea Burk, 13 Alex Tessier, 14 Magali Harvey, 15 Elissa Alarie;

Suplentes: 16 Jane Kirby, 17 Brittany Kassil, 18 Olivia DeMerchant, 19 Tyson Beukeboom, 20 Cindy Nelles, 21 Brianna Miller, 22 Amanda Thornborough, 23 Brittany Waters;

 

Hong Kong

1 Wong Yuen-shan, 2 Karen So Hoi-ting, 3 Lee Ka-shun, 4 Chan Ka-yan, 5 Chow Mei-nam (c), 6 Christy Cheng Ka-chi, 7 Agnes Chan Tsz-ching, 8 Amelie Seure, 9 Jessica Ho Wai-on, 10 Rose Hopewell-Fong Siu-lan, 11 Chong Ka-yan, 12 Natasha Olson-Thorne, 13 Adrienne Garvey, 14 Aggie Poon Pak-yan, 15 Colleen Tjosvold;

Suplentes: 16 Winnie Siu Wing-ni, 17 Tammy Lau Nga-wun, 18 Pun Wai-yan, 19 Christine Gordon, 20 Tsang Sin-yan, 21 Chloe Mak Ho-yee, 22 Kelsie Bouttle, 23 Laurel Chor Lik-fung;

 

SeleçãoJogosPontos
Grupo A
Nova Zelândia315
Canadá39
Gales35
Hong Kong30
Grupo B
Inglaterra315
Estados Unidos311
Espanha34
Itália30
Grupo C
França314
Irlanda38
Austrália36
Japão30