ARTIGO COM VÍDEOS – A Copa do Mundo de Rugby League está em sua segunda rodada e neste sábado três jogos rolaram, sendo dois na Nova Zelândia e um na Austrália, com resultados esperados.

Jogando em casa, a Nova Zelândia confirmou sua passagem para a próxima fase com uma acachapante vitória de 74 x 06 sobre a Escócia em Christchurch. Foi um show de 14 tries para afastar a mesma zebra que no ano passado arrancou um histórico empate frente os Kiwis no Four Nations. Te Maire Martin e Peta Hiku brilharam correndo para 3 tries cada,

Também em solo kiwi, a estrelada Tonga igualmente confirmou sua classificação às quartas de final com uma contundente vitória sobre a rival Samoa no grande jogo do dia. 32 x 18 para os Mate Ma’a, em 5 tries a 3. Foi um jogão que lotou o estádio de Hamilton para o clássico polinésio e que começou quente, com Michael Jennings apanhando chute para fazer o prmeiro try de Tonga aos 10′, respondido prontamente por Tevaga aos 17′. Jennings de novo erro da recepção samoana de chute e fez mais, colocando Tonga na frente antes do intervalo. O segundo tempo foi de afirmação dos vermelhos, que quase liquidaram o jogo em 20 minutos na potência, com tries de Terepo e Murdoch-Masila. Mas Samoa ainda reagiu com tries de Ben Roberts e Tim Lafai enconstando no placar.  Manu Ma’u,, no entanto, pôs números finais com o quinto try tonganês, 32 x 18.

No último jogo do dia, na Austrália, a Inglaterra conseguiu sua primeira vitória, passando pelo aguerrido Líbano por 29 x 10. Os ingleses começaram melhores , como esperado, com try de Watkins correndo na ponta. Mas os Cedros estavam fortes e Kassis, aos 18′, deu o primeiro susto na Inglaterra com o try libanês. Mas era questão de tempo para os Lions se imporem e eles correram para mais 3 tries no primeiro tempo, abrindo boa frente. No segundo tempo, porém, o Líbano endureceu o jogo e a Inglaterra se viu preocupantemente incapaz de alargar o marcador, fazendo somente 1 try, com Tom Burgess. E no fim os Cedros ainda fizeram seu segundo try, com Wehbe. Widdop chutou um drop goal para os ingleses no lance final, para saírem com a última palavra, e fim de jogo.

- Continua depois da publicidade -

No domingo, dia 12, a Inglaterra decidirá sua classificação duelando com a França, enquanto Nova Zelândia e Tonga jogarão pelo primeiro lugar do Grupo B no sábado, dia 11. Também no sábado, o Líbano tentará um milagre encarando a Austrália, ao passo que Samoa e Escócia jogarão por um lugar nas quartas de final.

 

kiwis RL copy copy74versus copiar06

Nova Zelândia 74 x 06 Escócia, em Christchurch

Nova Zelândia

Tries: Martin (3), Hiku (3), Nightingale (2), Bromwich, Tapine, Packer, Whare, Johnson e Taylor

Conversões: Johnson (9)

1 Roger Tuivasa-Sheck, 2 Jason Nightingale, 3 Dean Whare, 4 Brad Takairangi, 5 Peta Hiku, 6 Te Maire Martin, 7 Shaun Johnson, 8 Martin Taupau, 9 Elijah Taylor, 10 Jared Waerea-Hargreaves, 11 Kenny Bromwich, 12 Joseph Tapine, 13 Adam Blair;

Interchange: 14 Nelson Asofa-Solomona, 15 Russell Packer, 16 Addin Fonua-Blake, 17 Danny Levi;

Escócia

Try: Thomas

Conversão: Addy (1)

1 Alex Walker, 2 Lewis Tierney, 3 Ben Hellewell, 4 Lachlan Stein, 5 Matthew Russell, 6 Danny Brough (c), 7 Oscar Thomas, 8 Luke Douglas, 9 Danny Addy, 10 Ben Kavanagh, 11 Jarred Anderson, 12 Dale Ferguson, 13 James Bell;

Interchange: 14 Kane Bentley, 15 Sam Brooks, 16 Brandan Wilkinson, 17 Johnny Walker

18versus copiar32

Samoa 18 x 32 Tonga, em Hamilton

Samoa

Tries: Tevaga, Roberts e Lafai

Conversões: Lafai (3)

1 Young Tonumaipea, 2 Ricky Leutele, 3 Timoteo Lafai, 4 Joseph Leilua, 5 Ken Maumalo, 6 Joseph Paulo, 7 Ben Roberts, 8 Junior Paulo, 9 Jazz Tevaga, 10 Herman Ese’ese, 11 Joshua Papalii, 12 Frank Pritchard (c), 13 Leeson Ah Mau;

Interchange: 14 Fa’amanu Brown, 15 Zane Musgrove, 16 Sam Lisone, 17 Bunty Afoa;

Tonga

Tries: Jennings (2), Terepo, Murdoch-Masila e Ma’u

Conversões: Taukeiaho (3) e Hingano (2)

Penas: Taukeiaho (1)

1 William Hopoate, 2 Daniel Tupou, 3 Michael Jennings, 4 Solomone Kata, 5 David Fusitu’a, 6 Tuimoala Lolohea, 7 Mafoa’aeata Hingano, 8 Andrew Fifita, 9 Siliva Havili, 10 Sio Siua Taukeiaho, 11 Manu Ma’u, 12 Sika Manu (c), 13 Jason Taumalolo;

Interchange: 14 Sione Katoa, 15 Sam Moa, 16 Peni Terepo, 17 Ben Murdoch-Masila;

29versus copiar10

Inglaterra 29 x 10 Líbano, em Sydney

Inglaterra

Tries: Watkins, McGillvary, Hall, Currie e Tom Burgess

Conversões: Widdop (4)

Drop goal: Widdop (1)

1 Jonny Lomax, 2 Jermaine McGillvary, 3 Kallum Watkins, 4 John Bateman, 5 Ryan Hall, 6 Gareth Widdop, 7 Luke Gale, 8 Chris Hill, 9 Josh Hodgson, 10 James Graham, 11 Ben Currie, 12 Elliott Whitehead, 13 Sean O’Loughlin (c);

Interchange: 14 Alex Walmsley, 15 Chris Heighington, 16 Thomas Burgess, 17 James Roby;

Líbano

Tries: Kassis e Wehbe

Conversões: Moses (1)

1 Daniel Abou-Sleiman, 2 Travis Robinson , 3 Adam Doueihi, 4 Jason Wehbe, 5 Abbas Miski, 6 Mitchell Moses  7 Robbie Farah (c), 8 Tim Mannah, 9 Michael Lichaa, 10 Alex Twal, 11 Chris Saab, 12 Ahmad Ellaz, 13 Nick Kassis ;

Interchange: 14 Mitchell Mamary , 15 Ray Moujalli, 16 Jamie Clark, 17 Jason Wehbe;

SeleçãoJogosPontos
Grupo A
Austrália36
Inglaterra34
Líbano32
França30
Grupo B
Tonga36
Nova Zelândia34
Samoa31
Escócia31
Grupo C
Papua Nova Guiné36
Irlanda34
Gales30
Grupo D
Fiji36
Itália32
Estados Unidos30
- Avançam às quartas de final os 3 primeiros colocados do Grupo A e do Grupo B e apenas o primeiro colocado do Grupo C e do Grupo D;

- Vitória = 2 pontos;
- Empate = 1 pontos;
- Derrota = 0 ponto;

 

O que é o Rugby League?

O Rugby League é uma modalidade do rugby que nasceu em 1895 no Norte da Inglaterra. Na época, o rugby (o Rugby Union) proibia o profissionalismo no mundo todo, mas um grupo de clubes ingleses se opôs à proibição de pagamentos a jogadores e romperam com a federação inglesa, formando uma liga independente. A fim de mudar a dinâmica do jogo e torná-lo mais aberto, a liga passou a promover mudanças nas suas regras, criando uma modalidade distinta, jogada com regras diferentes e organizada por entidades distintas do Union. O League, no entanto, se difundiu fortemente apenas no Norte da Inglaterra e na Austrália, onde é mais popular que o Union. O esporte ganhou popularidade ainda na Papua Nova Guiné (país da Oceania onde é o League e não o Union que reina) e, em menor dimensão, na Nova Zelândia e em algumas partes da França, onde segue bem abaixo do Union.

Quais as principais diferenças?

  • O League é jogado por 2 times de 13 jogadores cada, com 4 reservas, sendo que um atleta que foi substituído poderá retornar a campo;
  • No League, o try vale 4 pontos, a conversão 2, o penal 2 e o drop goal (chamado também de field goal) 1 ponto;
  • Não é usado sistema de pontos bônus nas tabelas de classificação. A vitória vale 2 pontos, o empate 1 e a derrota 0;
  • Não existem rucks. Quando um atleta sofre o tackle, é seguro e vai ao chão o jogo é parado. O atleta com a bola é liberado, rola a bola com os pés para trás e o jogo é reiniciado. É o chamado “play the ball”;
  • Cada equipe tem direito a realizar 5 vezes o play the ball e, na sexta vez que um atleta é derruba, a posse da bola troca de equipe. É a chamada “Regra dos 6 tackles”. Com isso, é comum após o 5º tackle a equipe com a posse da bola chutá-la;
  • Se a equipe defensora tocar na bola entre um play the ball e outro a contagem de tackles é zerada. Quando uma equipe com a posse de bola comete um erro de manuseio e a bola troca de posse o primeiro tackle é considerado “tackle zero” e a contagem se inicia apenas após ele;
  • Não há lineouts. A reposição da bola que saiu pela lateral é feita a partir de um scrum. Penais chutados para a lateral são cobrados com free kick;
  • Na prática, os scrums não possuem disputas, pois a equipe que introduz a bola na formação pode introduzi-la diretamente no pé de sua segunda linha. Porém, a equipe sem a bola pode tentar empurrar a formação para roubar a bola (o que é raro de acontecer);
  • Não existe o mark. Com isso, chutes no campo ofensivo são frequentes;
  • Um chute dado atrás da linha de 40 metros do campo de defesa que saia pela lateral após a linha de 20 metros do campo ofensivo é chamado de “40/20” e premia a equipe chutadora com a manutenção da posse da bola e com a contagem de tackles zerada;
  • A numeração dos atletas no League muda. Os números mais altos são para os forwards e os números menos são para a linha. O fullback é o camisa 1 e o pilar o 13, por exemplo;

 

Tabelas

DiaLocalTime PlacarXPlacarTimeGrupo/Fase
27/10/2017Melbourne (Austrália)AUSTRÁLIA18X04INGLATERRAGrupo A
28/10/2017Auckland (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA38X08SAMOAGrupo B
28/10/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ50X06GALESGrupo C
28/10/2017Townsville (Austrália)FIJI58X12ESTADOS UNIDOSGrupo D
29/10/2017Cairns (Austrália)IRLANDA36X12ITÁLIAGrupo C/Grupo D
29/10/2017Cairns (Austrália)ESCÓCIA04X50TONGAGrupo B
29/10/2017Canberra (Austrália)FRANÇA18X29LÍBANOGrupo A
03/11/2017Canberra (Austrália)AUSTRÁLIA52X06FRANÇAGrupo A
04/11/2017Sydney (Austrália)INGLATERRA29X10LÍBANOGrupo A
04/11/2017Christchurch (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA74X06ESCÓCIAGrupo B
04/11/2017Hamilton (Nova Zelândia)SAMOA18X32TONGAGrupo B
05/11/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ14X06IRLANDAGrupo C
05/11/2017Townsville (Austrália)ITÁLIA46X00ESTADOS UNIDOSGrupo D
05/11/2017Townsville (Austrália)FIJI72X06GALESGrupo C/Grupo D
10/11/2017Canberra (Austrália)FIJI38X10ITÁLIAGrupo D
11/11/2017Sydney (Austrália)AUSTRÁLIA34X00LÍBANOGrupo A
11/11/2017Cairns (Austrália)SAMOA14X14ESCÓCIAGrupo B
11/11/2017Hamilton (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA22X28TONGAGrupo B
12/11/2017Perth (Austrália)GALES06X34IRLANDAGrupo C
12/11/2017Perth (Austrália)INGLATERRA36X06FRANÇAGrupo A
12/11/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ64X00ESTADOS UNIDOSGrupo C/Grupo D
17/11/2017Darwin (Austrália)AUSTRÁLIA46X00SAMOAQuartas de final
18/11/2017Christchurch (Nova Zelândia)TONGA24X22LÍBANOQuartas de final
18/11/2017Wellington (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA02X04FIJIQuartas de final
19/11/2017Melbourne (Austrália)INGLATERRA36X06PAPUA NOVA GUINÉQuartas de final
24/11/2017Brisbane (Austrália)AUSTRÁLIAXFIJISemifinal
25/11/2017Auckland (Nova Zelândia)TONGAXINGLATERRASemifinal
02/12/2017Brisbane (Austrália)VENCEDOR SEMI 1XVENCEDOR SEMI 2FINAL

Foto: Nova Zelândia x Escócia – NRL.com