Você está pensando no Americas Rugby Championship e no Six Nations, mas nesse fim de semana tem mais um grande evento internacional. A Série Mundial de Sevens masculina retornará com sua 4ª etapa, desembarcando em Hamilton, na Nova Zelândia – e, não, você não viu errado, a foto de lançamento foi no cenário do Condado dos Hobbits de “O Senhor dos Anéis”.

Hamilton, cidade dos Chiefs, do Super Rugby, é a novidade da temporada 2017-18 do circuito, substituindo Wellington como a sede da etapa neozelandesa. Para a estreia de Hamilton, a etapa kiwi segue sendo apenas masculina, sem torneio feminino.

Todos os jogos poderão ser assistidos ao vivo pelo site do World Rugby e pelo Facebook do circuito.

 

- Continua depois da publicidade -

O que esperar?

Após 3 torneios (de um total de 10 no calendário), a temporada 2017-18 da Série Mundial masculina já apresenta algumas conclusões:

  • África do Sul segue sendo uma aposta forte, com Senatla voando e liderando a tabela de artilheiros do circuito;
  • Nova Zelândia e Fiji seguem decepcionando, abaixo do esperado;
  • E a porta segue aberta para as seleções emergentes mostrarem força, como a Austrália fez vencendo a última etapa;

A Austrália está no Grupo A do torneio e buscará capitalizar sobre seu bom momento e a fase de alta de seus principais jogadores, como Ben O’Donnell e James Stannard. No grupo está também Fiji, desesperado por um título e por uma arrancada, já que 2018 é ano de Copa do Mundo. Os fijianos não fizeram nenhuma final até aqui, mas têm alguns nomes em boa fase, como o ascendente Nasinasila, que lidera o ranking de desempenho do circuito. Gales e Espanha completam o grupo e estão entre os times de piores campanhas até aqui.

O Grupo B tem a África do Sul, que alcançou todas as 3 finais da temporada, vencendo a primeira etapa e sendo vice nas duas seguintes. Os Boks são os líderes da temporada e, apesar das últimas derrotas, seguem como os mais constantes do circuito. A Inglaterra será a principal rival da chave, vinda de fraco desempenho em Sydney. Rússia e a convidada Papua Nova Guiné fecham a chave e não devem preocupar os favoritos.

O Grupo C tem o time da casa, a Nova Zelândia, que terá pela frente como principal concorrente a Argentina. Os Pumas vem fazendo uma temporada muito boa mostrando muita solidez e ótimos valores, como Franco Sabato, ao passo que os All Blacks ainda vivem momento de desconfiança, pois começaram bem a temporada, vencendo a segunda etapa, mas fizeram campanha ruim na etapa passada. O time do técnico Laidlaw ainda passa por transição. França e Escócia fecham a chave, com os franceses tendo algumas atuações promissoras, enquanto os escoceses apenas decepcionaram.

Por fim, o Grupo D é o mais parelho, com os Estados Unidos do foguete Perry Baker encabeçando de forma promissora grupo que tem Quênia, Samoa e Canadá na briga, todos com altos e baixos no início do circuito.

 

Hamilton Sevens – 4ª etapa da Série Mundial de Sevens Masculina

Grupo A: Austrália, Fiji, Gales e Espanha

Grupo B: África do Sul, Inglaterra, Rússia e Papua Nova Guiné

Grupo C: Argentina, Nova Zelândia, França e Escócia

Grupo D: Estados Unidos, Quênia, Samoa e Canadá

 

Sexta-feira, dia 02 de fevereiro / Sábado, dia 03 de fevereiro

*Das 20h00 às 06h00, horários de Brasília

Quênia x Samoa

Estados Unidos x Canadá

Inglaterra x Rússia

África do Sul x Papua Nova Guiné

Fiji x Gales

Austrália x Espanha

Nova Zelândia x França

Argentina x Escócia

 

Quênia x Canadá

Estados Unidos x Samoa

Inglaterra x Papua Nova Guiné

África do Sul x Rússia

Fiji x Espanha

Austrália x Gales

Nova Zelândia x Escócia

Argentina x França

 

Samoa x Canadá

Rússia x Papua Nova Guiné

África do Sul x Inglaterra

Gales x Espanha

Austrália x Fiji

França x Escócia

Argentina x Nova Zelândia

 

Sábado, dia 03 de fevereiro / Domingo, dia 04 de fevereiro

*Das 20h00 às 05h00, horários de Brasília

Finais

 

SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6Etapa 7Etapa 8Etapa 9Etapa 10
África do Sul7922191919
Nova Zelândia6919221315
Fiji6215131222
Austrália601382217
Argentina48519177
Inglaterra4717101010
Estados Unidos36112158
Quênia351031012
Samoa35125513
França2981083
Canadá2851535
Escócia23101210
Gales173572
Espanha167711
Rússia81151
- 15º colocado = rebaixamento;
PS: nossa tabela não mostra a pontuação das equipes convidadas


Pontuação:
1º - 22 pontos; 2º - 19 pts; 3º - 17 pts; 4º - 15 pts;
5º - 13 pts; 6º - 12 pts; 7º e 8º - 10 pts;
9º - 8 pts; 10º - 7 pts; 11º e 12º - 5 pts;
13º - 3 pts; 14º - 2 pts; 15º e 16º - 1 pt.

 

Foto: World Rugby

1 COMENTÁRIO

  1. Ainda bem que a World Rugby não depende só da Espn para transmitir os jogos, hein? (PS: nada contra, correto? Mas o apresentador da Espn ir à entrevista na Central3 pedir audiência é praticamente irônico. Precisamos de mais Central3 e menos NET-Globo-Fox e o escambau. De todo modo, para os assinantes da Espn, bons jogos!)