Pela segunda edição consecutiva da Copa do Mundo de Sevens – o segundo mais importante do sevens mundial, atrás somente dos Jogos Olímpicos – os dois títulos, masculino e feminino, ficaram com a Nova Zelândia que, agora, se tornou a maior campeã tanto entre os homens, com 3 conquistas, como entre as mulheres, com 2 títulos.

No sábado, as Black Ferns ergueram a taça para a Nova Zelândia e no domingo foi a vez dos All Blacks se sagrarem campeões com dois jogos perfeitos, na semifinal contra o poderoso time de Fiji e na grande final contra a Inglaterra Festa neozelandesa completa no AT&T Park, em São Francisco, nos Estados Unidos.

Clique aqui para os resultados do segundo dia de jogos.

Clique aqui para os resultados do primeiro dia de jogos.

- Continua depois da publicidade -

 

All Blacks crescem na hora certa

A temporada da Série Mundial de Sevens foi fraca para a Nova Zelândia, que venceu apenas um torneio, em dezembro, acabando em 3º lugar na classificação geral. Mas, os All Blacks já davam mostras de que estavam com a cabeça nos dois grandes eventos do ano, vencendo os Jogos da Commonwealth – a Olimpíada do Império Britânico – em abril. E de novo, no tiro curto, os All Blacks falaram alto.

Na primeira semifinal de domingo, a Inglaterra derrubou os campeões da Série Mundial 2017-18 com uma apresentação perfeita contra a África do Sul. Davids abriu o marcador para os Boks, mas depois só deu Inglaterra, que correu para 5 tries sem resposta: 29 x 07.

Depois, a Nova Zelândia fez o duelo de grande rivalidade com Fiji e começou com tudo Ravouvou fazendo o primeiro try. Radradra respondeu com try para Fiji, mas Collier devolveu a frente aos kiwis. Lá e cá, Nasilasila marcou para Fiji na segunda etapa, mas Ware e Ravouvou definiram o jogo para os All Blacks, com uma reta final de gala.

Na grande final, a Nova Zelândia não deu chances aos ingleses. Sione Molia foi decisivo nos minutos iniciais com 2 tries para os homens de preto. Ellery respondeu com try antes do intervalo para a Inglaterra, mas o segundo tempo foi todo da Nova Zelândia, com tries sem resposta de Ravouvou, Rokolisoa e Joass. Glória para o time do capitão Scott Curry e da lenda Tim Mikkelson, único do elenco de 2018 que já havia sido campeão da Copa do Mundo de Sevens, em 2013. 33 x 12.



 

Bronze dos Boks

A África do Sul ergueu a cabeça para a decisão do bronze, superando Fiji em um jogão de 24 x 19. Snyman, Davids e Geduld fizeram 3 tries seguidos para os Boks, que atropelaram no começo. Fiji reagiu no segundo tempo com Mocenacag, mas Soyizwapi selou a vitória verde. No fim, Radradra e Tuisova fizeram para Fiji, mas sem tempo de virada.

Os Estados Unidos saíram do torneio em casa com apenas o 6º lugar. As Águias passaram pela Escócia por 28 x 00 na semifinal, mas caíra contra a Argentina na decisão por 33 x 07, com os Pumas tendo um brilho final.

 

Irlanda e Chile erguem taças

Nas duas taças menores, a festa foi de seleções que não são times fixos da Série Mundial de Sevens. A Irlanda seguiu sua ascensão no cenário internacional ficando com o Challenge Trophy, o 9º lugar, ao bater a Austrália por 24 x 14 na decisão da taça – destinada ao melhor dos times eliminados na fase de oitavas de final.

Já o Chile festejou o Bowl, a taça para o 17º colocado (o melhor dos times eliminados na preliminares), ao bater Hong Kong por 20 x 07, com destaque para 2 tries de Verschae.

O Uruguai, por outro lado, fez campanha fraca: 20º lugar, após derrota para Uganda por 38 x 28 – com os Teros chegando a estarem em desvantagem de 38 x 00.

 

Joe Ravouvou é melhor do torneio

O neozelandês de origem fijiana Joe Ravouvou arrebentou no torneio e ganhou prêmio de melhor da competição. O jogador foi o artilheiro de tries do torneio com 6 ao lado do sul-africano Soyizwapi.

O artilheiro de pontos surpreendentemente foi Emmanuel Guise, da Papua Nova Guiné, com 37. Papua, 21ª colocada, foi simplesmente a dona do melhor ataque do torneio, com 123 pontos a favor.

O inglês Harry Glover foi eleito o outro destaque do torneio

 

Time dos sonhos

 

Copa do Mundo de Sevens – São Francisco 2018

Domingo, dia 22 de julho

Semifinais pelo 21º lugar

13h00 – Tonga 31 x 05 Zimbábue

13h22 – Papua Nova Guiné 52 x 07 Jamaica

 

Semifinais pelo Bowl (17º lugar)

13h44 – Chile 20 x 17 Uganda

14h06 – Uruguai 05 x 31 Hong Kong

 

Semifinais pelo 13º lugar

14h28 – Quênia 17 x 19 Samoa

14h50 – Japão 20 x 26 Rússia

 

Semifinais pelo Challenge Trophy (9º lugar)

15h12 – Canadá 07 x 19 Austrália

15h34 – Irlanda 27 x 12 Gales

 

Semifinais pelo 5º lugar

15h56 – Escócia 00 x 28 Estados Unidos

16h18 – Argentina 26 x 15 França

 

Semifinais pelo Ouro

16h40 – África do Sul 07 x 29 Inglaterra

17h02 – Fiji 17 x 22 Nova Zelândia

 

Decisão de 23º lugar

17h24 – Zimbábue 33 x 21 Jamaica

 

Decisão de 21º lugar

17h46 – Tonga 14 x 31 Papua Nova Guiné

 

Decisão de 19º lugar

18h08 – Uganda 38 x 28 Uruguai

 

Final do Bowl (17º lugar)

18h30 – Chile 20 x 07 Hong Kong

 

Decisão de 15º lugar

19h02 – Quênia 14 x 26 Japão

 

Decisão de 13º lugar

19h24 – Samoa 22 x 17 Rússia

 

Decisão de 11º lugar

19h46 – Canadá 12 x 35 Gales

 

Decisão do Challenge Trophy

20h08 – Austrália 14 x 24 Irlanda

 

Decisão pelo 7º lugar

20h40 – Escócia 29 x 24 França

 

Decisão de 5º lugar

21h02 – Estados Unidos 07 x 33 Argentina

 

Decisão de Bronze (3º lugar)

21h24 – África do Sul 24 x 19 Fiji

 

FINAL – Decisão de Ouro

21h49 – Inglaterra 12 x 33 Nova Zelândia

 

Classificação final

1 Nova Zelândia

2 Inglaterra

3 África do Sul

4 Fiji

5 Argentina

6 Estados Unidos

7 Escócia

8 França

9 Irlanda

10 Austrália

11 Gales

12 Canadá

13 Samoa

14 Rússia

15 Japão

16 Quênia

17 Chile

18 Hong Kong

19 Uganda

20 Uruguai

21 Papua Nova Guiné

22 Tonga

23 Zimbábue

24 Jamaica

 

Histórico

AnoSedeCampeão Vice campeão3º colocado4º colocado
Masculino
1993Edimburgo (Escócia)InglaterraAustráliaFijiIrlanda
1997Hong Kong (Hong Kong)FijiÁfrica do SulNova ZelândiaSamoa
2001Mar del Plata (Argentina)Nova ZelândiaAustráliaArgentinaFiji
2005Hong Kong (Hong Kong, China)FijiNova ZelândiaAustráliaInglaterra
2009Dubai (Emirados Árabes Unidos)GalesArgentinaQuêniaSamoa
2013Moscou (Rússia)Nova ZelândiaInglaterraFijiQuênia
2018São Francisco (Estados Unidos)Nova ZelândiaInglaterraFijiÁfrica do Sul
2022Cidade do Cabo (África do Sul)----
Feminino
2009Dubai (Emirados Árabes Unidos)AustráliaNova ZelândiaEstados UnidosÁfrica do Sul
2013Moscou (Rússia)Nova ZelândiaCanadáEstados UnidosEspanha
2018São Francisco (Estados Unidos)Nova ZelândiaFrançaAustráliaEstados Unidos
2022Cidade do Cabo (África do Sul)----
Ranking MasculinoTítulosVices3ºs lugares4ºs lugares
Nova Zelândia3110
Fiji2022
Inglaterra1201
Gales1000
África do Sul0110
Argentina0110
Quênia0011
Samoa0002
Irlanda0001
Ranking FemininoTítulosVices3ºs lugares4ºs lugares
Nova Zelândia2100
Austrália1010
Canadá0100
França0101
Estados Unidos0021
África do Sul0001
Espanha0001