Oyonnax e Agen são rebaixados no Top 14

ARTIGO COM VÍDEOS – O Top 14 francês conheceu seus dois rebaixados com faltando ainda três rodadas para o encerramento da temporada regular. No último fim de semana, o Oyonnax (13º) foi batido em Paris pelo Stade Français (12º), enquanto o Agen (14º) foi atropelado fora de casa pelo Toulouse (5º) e tiveram seus rebaixamentos matematicamente decretados.

 

Na parte de cima da tabela, o Clermont  (1º) continua a reinar absoluto, batendo fora de casa o Pau (11º), enquanto o Montpellier (2º) viajou ao atlântico e teve sua série de oito vitória seguidas interrompida pelo La Rochelle (8º). O Toulon (3º), ainda sonhando com uma vaga direto nas semifinais, bateu em casa o Castres (7º), que saiu da zona de classificação ao mata-mata para dar lugar ao Bordeaux (6º), triunfante nos Alpes diante do abatido Grenoble (10º). Na partida mais morna da rodada, o Brive (9º), com pequenas pretensões, bateu em casa o Racing (4º), que usou seu time reserva, poupando os titulares para a grande final da Champions Cup europeia, que acontece no próximo sábado.

 

Clermont consolida liderança

O time de amarelo segue cada vez mais líder batendo fora de casa o Section Paloise por 16 a 10. Apesar do placar magro o jogo foi um dos melhores da rodada, com duas equipes apresentando um rugby ofensivo e uma defesa dinâmica. Os visitantes começaram voando anotando dois tries em 12 minutos, com os pontas Nicholas Abendanon e Noa Nakaitaci. Os donos da casa, recuperados do susto inicial se recuperariam marcando com o ponta Watisoni Votu e garantindo emoção até o final. O Pau, que começou o ano como forte candidato ao rebaixamento, comemora a permanecia no Top 14 e viaja a Paris para enfrentar o Racing. O Clermont que tudo indica tem a vaga garantida nas semifinais  recebe o Stade Français.

La Rochelle encerra série histórica do Montpellier

O Montpellier, que não perdia a oito jogos, não conseguiu manter a série histórica sendo batido fora de casa por 36 a 10 pelo La Rochelle, em jogo que o time do Mediterrâneo optou por poupar nomes importantes de seu elenco, já pensando na grande final da Challenge Cup europeia na próxima sexta-feira.

 

Os atlânticos ainda não perderam em seus domínios esse campeonato, freando a incrível ascensão do Montpellier, com direito a ponto bônus ofensivo.  Marcaram para os donos da casa o asa Zeno kieft, o scrum-half Enrico Januarie, o segunda linha reserva Leandro Cedaro, e o ponta Gabriel Lacroix. O try de honra dos visitantes foi marcado pelo hooker Mickael Ivaldi. A vitória mantém vivo o sonho dos atlânticos de uma vaga nas finais, a equipe agora viaja com a dura missão de bater o Castres e conquistar a primeira vitória fora de casa do campeonato. A derrota não altera a situação do Montpellier, que não pode se abater com o fim da série invicta, a equipe volta para casa enfrentar o Bordeaux, precisando da vitória para garantir uma vaga direto nas semis.

Toulon mostra que sabe jogar duro

O Toulon ainda sonha com uma vaga direta para as semifinais dando um passo importante nesse final de semana ao bater, em casa, o Castres por 17 a 7. A forte chuva que caiu durante a partida tornou o tradicional jogo técnico da equipe impraticável, nesse cenário adverso o time da Provença precisou do jogo de base apostando na força de seus forwards, que mostraram que quando é necessário sabem jogar feio. Os donos da casa superaram os visitantes por dois tries a um anotando com o ponta Josua Tuisova e o segundo centro Ma’a Nonu enquanto o Castres marcou com o centro Thomas Combezou. O Toulon viaja agora para enfrentar o já rebaixado Agen enquanto o Castres, fora da zona de classificação recebe o La Rochelle.

 

Bordeaux segue vivo na luta pelas finais

O Union Bordeaux-Bègles viajou até os Alpes e não teve dificuldades para bater o desinteressado Grenoble, que cumpre tabela, por 20 a 15. Os visitantes começaram a partida com um ritmo intenso, colocando a bola no chão com os pontas Adam Ashley Cooper  e Sofiane Guitoune. O placar só não foi mais elástico pela melhora dos donos da casa no fim do jogo anotando duas vezes com ponta reserva Armand Battle e dando alguma emoção ao final da partida. O Grenoble segue cumprindo tabela e viaja para enfrentar outro time que também aguarda o fim da competição , o Brive. O Bordeaux mostra que vai brigar até o final e se mantém na estrada para enfrentar o Montpellier.

Toulouse com a classificação encaminhada

Os occitanos receberam o desesperado Agen, que precisava vencer para se manter no Top 14 e não tomaram conhecimento do adversário, vencendo por 52 a 19. A partida teve apenas uma equipe em campo, com os donos da casa anotando com o scrum-half  Sébastien Bézy, o centro Gaël Fickou (duas vezes), o ponta Vicent Clerc, o oitavo Louis Picamoles, o hooker Corey Flinn e o asa reserva Gillian Gallan (duas vezes). O Agen ainda conseguiu anotar três vezes, com o segundo centro  Johann Sadie e os ponta Tamaz Mchedlidze e  Ilaitia Lekaiwala Tagotago. O Toulouse agora viaja para enfrentar o já rebaixado Oyonnax. O sonho do Agen durou apenas uma temporada, a equipe volta à Pro D2 sem ter conseguido em nenhum momento igualar o ritmo das equipes mais tradicionais e experientes, o time volta para casa enfrentar o Toulon.

 

Stade Français vence partida do medo

Campões temporada passada os parisienses viriam o desempenho do time despencar nessa edição do Top 14 com a equipe flertando com o rebaixamento desde o início. A agonia porém chega ao fim, com o time batendo, em Paris,  por incríveis 69 a 8, o Oyonnax, rebaixado antecipadamente junto com o Agen.  A partida assumiu ares de final, com uma derrota dos donos da casa complicando a situação da equipe, o time de rosa porém, não decepcionou, dominado o jogo do início ao fim anotando 10 tries, com o asa Jonathon Ross, o centro Jonathan Danty, o abertura Jules Plisson, o ponta Waisea Nayacalevu (duas vezes), o segunda linha Hugh Pyle (duas vezes), o scrum half reserva Julien Tomas e o ponta reserva Hugo Bonneval. O try de honra do Oyonnax foi marcado pelo ponta Uwanakoro Tawalo.

 

A vitória oferece um alívio após temporada melancólica para uma das equipes mais tradicionais da França, que só não teve consequências mais graves devido ao desempenho horroroso dos rebaixados deste ano. O SF precisa se reformular urgentemente, a equipe agora viaja para enfrentar o Clermont. A derrota põe fim a três anos no Top 14 do pequeno Oyonnax, que com um dos menores orçamento, vinha jogando um rugby espetacular, baseado no conjunto e na dedicação de seus atletas, que o levou o time ano passado as finais e a Champions Cup. Uma série de decisão administrativas ruins, incluindo a de jogar em um campo sintético, que prejudicou o forte jogo de forwards da equipe, prejudicaram a temporada da equipe que agora volta ao Pro D2 e precisa se reerguer, o time volta para casa enfrentar o Toulouse.

 

Brive vence jogo bem disputado

A partida em que o Brive recebeu o Racing tinha tudo para ser um dos jogos mais mornos da rodada, com os donos da casa apenas cumprindo tabela enquanto os parisienses só tem olhos para a final da copa europeia no próximo final de semana, porém que se viu foi um duelo muito emocionante com os donos da casa vencendo por 33 a 27. As equipes empataram em tries com o ponta Guillaume Namy, o segunda linha Johan Snyman e o oitavo Sisaro datu Koyamaibole anotando para os donos da casa e o hooker Camille Chat e o ponta Marc Andreu.  Na próxima rodada o Brive recebe o Grenoble enquanto o Racing volta para casa enfrentar o Pau.

Bayonne garante vaga no mata-mata final da Pro D2

Na segunda divisão, a antepenúltima rodada coroou a campanha do Bayonne, que segue firme em sua busca pelo retorno ao Top 14 ao vencer por 48 x 26 o Albi e assegurar matematicamente sua classificação aos playoffs, destinados às equipes classificadas entre o segundo e o quinto lugares. Com a vitória, os bascos não podem mais serem ultrapassados pelo sexto colocado Perpignan.

 

Destaque também para a entrada do Colomiers na zona de classificação ao mata-mata final. O vice campeão europeu de 1999 derrotou fora de casa o Montauban por 23 x 20 e se beneficiou da derrota por 19 x 6 do Perpignan diante do Aurillac para assumir a quinta posição da competição.

 

Decisões na terceira divisão

Enquanto isso, a Fédérale 1, a terceira divisão, iniciava nesse fim de semana as disputas de suas semifinais, cujos vencedores serão promovidos à Pro D2. Nos jogos de ida, o Vannes, da Bretanha, venceu fora de casa o Massy, da Grande Paris, por 32 x 31, enquanto o Soyaux-Angouleme bateu também fora de seus domínios o Bourg-en-Bresse por 22 x 17. Os mesmos confrontos se repetirão com mandos invertidos no próximo dia 15.

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Grenoble 14 x 20 Bordeaux

Stade Français 69 x 08 Oyonnax

La Rochelle 36 x 10 Montpellier

Pau 10 x 16 Clermont

Brive 33 x 27 Racing

Toulouse 52 x 19 Agen

Toulon 17 x 07 Castres

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Pro D2 novo 2012

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês

Aurillac 19 x 06 Perpignan

Bourgoin 19 x 22 Béziers

Bayonne 48 x 26 Albi

Provence 24 x 08 Tarbes

Carcassonne 26 x 20 Narbonne

Lyon 61 x 31 Biarritz

Montauban 20 x 23 Colomiers

Dax 16 x 40 Mont de Marsan

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Lyon Lyon 30 117
Bayonne Bayonne 30 86
Aurillac Aurillac 30 81
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 30 78
Colomiers Colomiers 30 78
Béziers Béziers 30 77
Perpignan Perpignan 30 73
Biarritz Biarritz 30 64
Bourgoin* Bourgoin-Jallieu 30 62
Albi Albi 30 62
Narbonne Narbonne 30 60
Montauban Montauban 30 58
Tarbes* Tarbes 30 53
Carcassonne Carcassonne 30 49
Dax Dax 30 48
Provence Aix-en-Provence 30 46
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


 

Escrito por: Diego Gutierrez

Comentários