Panasonic Wild Knights conquista a Top League japonesa!

ARTIGO COM VÍDEO – Em dia de clima excepcional para a prática do rugby no Príncipe Chichinbu, templo do rugby asiático, Panasonic Wild Knights e Toshiba Brave Lupus decidiam mais um campeonato japonês, a Top League, com a disputa da Lixil Cup! O título ficou pelo terceiro ano com os Wild Knights, do técnico neozelandês (ex Crusaders e Wallabies), dos Wallabies Berrick Barnes e Ben McCalman e do Springbok JP Pietersen.

 

A conquista manteve a hegemonia recente do clube da Panasonic, que agora encostou no Toshiba Brave Lupus no ranking histórico da liga, agora com apenas um título a menos que o rival. A vitória ainda garantiu os Wild Knights na grande final do All Japan Rugby Championship, a Copa do Japão, que neste ano, por conta da Copa do Mundo, será resumida a uma só partida, entre o campeão da Top League, o Wild Knights, e o campeão universitário do Japão, o Teikyo, no próximo dia 31.

 

Panasonic no topo pelo terceiro ano seguido

A partida começou agitada, com Tadasuke Nishihara recebendo passe de Tanaka para mergulhar na defesa vermelha e fazer  o primeiro try dos Wild Knights, contando ainda com a conversão do neozelandês Hayden Parker, que assumiu a camisa 10 do Panasonic, enquanto Barnes estava no banco à disposição do técnico Robbie Deans.

 

A resposta dos Brave Lupus veio com o try trabalhado no ruck, com a bola sobrando para o craque Michael Leitch, que passou furou defesa dos cavaleiros, try. Os forwards estavam trabalhando bem e o try da virada dos vermelhos da Toshiba veio após perfeita formação de lateral que Yamamoto apoiou. Takahiro Ogawa garantiu as duas conversões.

 

Aos 24 minutos, o experiente Tanaka mostrou se scrum-half “com o olho nas costas”.  Com o entrosamento já conhecido com Shota Horie de outros carnavais, encontrou o hooker livre para mais um try. Parker converteu e ainda bateu um penal. Final do primeiro tempo, Panasonic 17, Toshiba 14.

 

No segundo tempo, Hayden Parker abriu os trabalhos aos 48′ com penal certeiro. Tanaka impecável, recuperou a posse e passando por toda a defesa do Toshiba fez passe preciso para o oportunista JP Pietersen marcar mais um try, aos 20.

 

Nicolas Kraska entrou no lugar de Morita na posição de abertura e logo fez um try para o Toshiba. Ogawa fez a conversão e foi sacado em seguida, com Jun Fujii assumindo sua posição. No time azul, Barnes entrou no lugar de Parker. Toyoshima assumiu a ponta no lugar de Oshima nos vermelhos. Essas mexidas foram cruciais para a definição do título.

 

Um festival de erros e acertos fizeram com que ninguém descesse as arquibancadas do Príncipe Chichibu até o último instante. Barnes errou um drop goal e foi a ultima investida dos azuis. No lance final da partida, o ex All Black Richard Kahui chutou para extrema direita como medida desesperada, e deu certo, try. De quem? Toyoshima, que há pouco tinha entrado em campo.

 

Com o placar de 27 a 26, restava ao Toshiba Brave Lupus converter o chute de bonificação e sagrar-se campeão por mais uma temporada. O maior problema veio do fato da equipe de Fuchu ter substituido o grande chutador Ogawa. Restou ao experiente Springbok François Steyn chutar a bola que daria o título aos Brave Lupus. O clima era de tensão, uma temporada inteira decidida em um chute. Steyn falhou e o título foi dos Wild Knights! Panasonic campeão pela quarta vez, encostando no maior campeão, Toshiba Brave Lupus, com cinco conquistas. A Lixil Cup permanece em Gunma pelo terceiro ano consecutivo, e o “simbólico” cheque de um milhão de ienes (R$346.000) também.

 

Yamaha Júbilo em terceiro, Red Hurricanes na lanterna

Yamaha Júbilo e Kobelco Steelers disputaram o terceiro lugar, em partida preliminar da final n mesmo estádio Príncipe Chichibu. O try do oitavo Horie abriu os trabalhos antes da grande final para o Jubilo, mas Goromaru errou sua primeira oportunidade na conversão. Aos 12, Andrew Ellis respondeu para o time vermelho de Kobe com try oportunista no ruck e ainda fez mais um pouco depois, todos convertidos por Yamanka.

 

No segundo tempo, a reação dos azuis começou aos 10 minutos com o try de Odo. Yamanaka desperdiçou um penal vermelho e Male Sau marcou mais um try dos azuis de Iwata. Tsuyoshi Iguchi marcou try para os vermelhos de Kobe, mas foi aos 28 minutos que o jogo teve seu desfecho. Shohei Awata marcou o ultimo try da partida, convertido por Goromaru. Placar Final: Yamaha Júbilo 26, Kobelco Steelers 22.

 

Nas demais batalhas por posições finais, o NTT-Docomo Red Hurricanes completou seu papelão e terminou em último lugar, apesar de ter em campo os sul-africanos Heinrich Brüssow, Eben Etzebeth e Jesse Kriel. Porém, a Top League em 2015-16 não terá rebaixamento direto, com os quatro últimos colocados devendo enfrentar os quatro primeiros do Top Challenge 1, a segunda divisão.

 

Nesse fim de semana, o campeão da segundona foi o Munakata Sanix Blues, rebaixado no ano passado, que passou pelo Osaka Police na última partida do quadrangular final. O vice campeonato ficou com o Mitshibishi Dynboars, que bateu o Kyuden Voltex. Os Dynaboars vão encarar o NEC Geeen Rockets, enquanto o Voltex pega o Coca-Cola West Red Sparks. Já o quarto colocado Osaka Police deverá sofrer contra o Ricoh Black Rams.

 

Escrito por: Leandro Vieira

 

Top League copy copy

Top League – Campeonato Japonês

Lixil Cup

Final

panasonic_wild_knights27versus(14)26toshiba brave lupus

Panasonic Wild Knights 27 X 26 Toshiba Brave Lupus

Posicionamentos

Disputa do 3º lugar: 24/01 – Kobelco Steelers 22 X 26 Yamaha Júbilo

Disputa do 5º lugar: 23/01 – Canon Eagles 17 X 48 Toyota Verblitz

Disputa do 7º lugar: 23/01 – Kintetsu Liners 22 X 17 NTT Shining Arcs

Disputa do 9º lugar: 23/01 – Suntory Sungoliath 78 X 14 Toyota Shuttles

Disputa do 11º lugar: 23/01 – Honda Heat 45 X 38 Kubota Spears

Disputa do 13º lugar: 23/01 – Coca-Cola West Red Sparks 22 X 27 Ricoh Black Rams

Disputa do 15º lugar: 23/01 – NTT Red Hurricanes 22 X 32 NEC Green Rockets

 

Classificação final

1 – Panasonic Wild Knights, 2 Toshiba Brave Lupus, 3 Yamaha Jubilo, 4 Kobelco Steelers, 5 Toyota Verblitz, 6 Canon Eagles, 7 Kintetsu Liners, 8 NTT Shining Arcs, 9 Suntory Sungoliath, 10 Toyota Shuttles, 11 Honda Heat, 12 Kubota Spears, 13 Ricoh Black Rams, 14 Coca-Cola West Red Sparks, 15 NEC Green Rockets, 16 NTT-Docomo Red Hurricanes.

 

Repescagem Promoção-Rebaixamento – dias 30-31 de janeiro

NTT-Docomo Red Hurricanes x Munakata Sanix Blues

NEC Green Rockets x Mitsubishi Sagamihara Dynaboars

Coca-Cola West Red Sparks x Kyuden Voltex

Ricoh Black Rams x Osaka Police

 

Lista de campeões da Top League japonesa

1 – Toshiba Brave Lupus – 5 títulos

2 – Panasonic Wild Knights – 4 títulos

3 – Suntory Sungoliath – 3 títulos

4 – Kobelco Steelers – 1 título

 

O time da Top League  2015-16

Pilar: Keita Inagaki (Panasonic Wild Knights), Takuma Asahara (Toshiba Brave Lupus)

Hooker: Shota Horie (Panasonic Wild Knights)

Segunda Linha : Andries Bekker (Kobelco Steelers), Daniel Heenan (Panasonic Wild Knights)

Terceira Linha: Michael Leitch (Toshiba Brave Lupus),  Shohei Kin (NTT Shining Arcs), Amanaki Lelei Mafi (NTT Shining Arcs)

Scrum-half: Fumiaki Tanaka (Panasonic Wild Knights)

Abertura: Berrick Barnes (Panasonic Wild Knights)

Pontas: Shota Emi (Suntory Sungoliath), Tomoki Kitagawa (Panasonic Wild Knights)

Centros: Richard Kahui (Toshiba Brave Lupus), JP Pietersen (Panasonic Wild Knights)

Fullback: Ayumu Goromaru (Yamaha Jubilo)

Comentários