ARTIGO COM VÍDEOS – A Copa do Mundo de Rugby League teve neste domingo o encerramento de sua terceira rodada com Papua Nova Guiné e Fiji dando um passo importante rumo às semifinais alcançando 2 vitórias em 2 jogos. Já a Itália triunfou pela primeira vez e ainda sonha.

Jogando em casa, a Papua Nova Guiné derrotou a Irlanda na partida que prometia ser a mais parelha do dia e que valia a ponta do Grupo C, do qual somente 1 equipe avançará ao mata-mata. Os Woflhounds irlandeses largaram na frente com um try do hooker Mcillorum aos 5′, após a confusão na defesa papuásia na recepção de chute, mas os Kumuls souberam administrar o jogo e viraram ainda na primeira etapa com tries de Macdonald e Lo. A Irlanda ainda endureceu o jogo no segundo tempo, mas a Papua liquidou o duelo com try de Watson Boas, para o delírio da fanática torcida que compareceu ao estádio da capital do país, Port Moresby.

Os outros dois jogos aconteceram na Austrália e foram placares elásticos. Primeiro, a Itália (toda formada por australianos) atropelou os Estados Unidos por 46 x 00 em jogo de 8 tries, enquanto Fiji  não deixou Gales ver a cor da bola, voando para 72 x 06, com nada menos que 14 tries para os Bati.

Fiji e Itália decidirão o primeiro lugar do Grupo D e, consequentemente, a classificação às quartas de final na sexta-feira, dia 10, enquanto a Papua Nova Guiné jogará no domingo, dia 12, contra os Estados Unidos, para confirmar o primeiro lugar. A Irlanda também entrará em campo no domingo, contra Gales, torcendo antes por um tropeço dos Kumuls da Papua.

- Continua depois da publicidade -

 

14versus copiar06irlanda rl

Papua Nova Guiné 14 x 06 Irlanda, em Port Moresby

Papua Nova Guiné

Tries: Macdonald, Lo e W Boas

Conversões: A Boas (1)

1 David Mead (c), 2 Justin Olam, 3 Kato Ottio, 4 Nene Macdonald, 5 Garry Lo, 6 Ase Boas, 7 Watson Boas, 8 Stanton Albert, 9 Kurt Baptiste, 10 Luke Page, 11 Rhyse Martin. 12 Willie Minoga, 13 Paul Aiton;

Interchange: 14 James Segeyaro, 15 Wellington Albert, 16 Stargroth Amean, 17 Enock Maki;

Irlanda

Try: McIlorum

Conversão: Finn (1)

1 Scott Grix, 2 Shannon Mcdonnell, 3 Ed Chamberlain, 4 Michael Morgan, 5 Liam Kay, 6 Api Pewhairangi, 7 Liam Finn (c), 8 Brad Singleton, 9 Michael Mcillorum, 10 Kyle Amor, 11 Louie Mccarthy-Scarsbrook, 12 Oliver Roberts, 13 George King;

Interchange: 14 Tyrone Mccarthy, 15 James Hasson, 16 Joe Philbin, 17 Anthony Mullaly;

46versus copiar00

Itália 46 x 00 Estados Unidos, em Townsville

Itália

Tries: Tramontana (2), Tedesco (2), Mantellato, Vaughan e Cerruto

Conversões: Mantellato (7)

1 James Tedesco, 2 Mason Cerruto, 3 Justin Castellaro, 4 Nathan Milone, 5 Josh Mantellato, 6 Terry Campese, 7 Ryan Ghietti, 8 Paul Vaughan, 9 Joseph Tramontana, 10 Daniel Alvaro, 11 Joel Riethmuller, 12 Mark Minichiello (c), 13 Nathan Brown;

Interchange: 14 Christopher Centrone, 15 Brendan Santi, 16 Shannon Wakeman, 17 Jayden Walker;

Estados Unidos

1 Corey Makelim, 2 Ryan Burroughs, 3 Junior Vaivai, 4 Jonathan Alley, 5 Bureta Faraimo, 6 Kristian Freed, 7 Tui Samoa, 8 Eddy Pettybourne, 9 David Marando, 10 Mark Offerdahl (c), 11 Danny Howard, 12 Matt Shipway, 13 Nicholas Newlin;

Interchange: 14 Sam Tochterman-Talbott, 15 Fotukava Malu, 16 Steve Howard, 17 Gabriel Farley;

 

72versus copiar06gales rl copy

Fiji 72 x 06 Gales, em Townsville

Fiji

Tries: Vunivalu (3), Kikau (2),  Milne (2), Vunakece, Raiwalui, Fainga’a, Montoya, Hayne, Lovodua e Nakubuwai

Conversões: Koroisau (4), Milne (3) e Vunivalu (1)

1 Kevin Naiqama (c), 2 Suliasi Vunivalu, 3 Taane Milne, 4 Akuila Uate, 5 Marcelo Montoya, 6 Jarryd Hayn , 7 Henry Raiwalui, 8 Ashton Sims, 9 Apisai Koroisau, 10 Eloni Vunakece, 11 Viliame Kikau , 12 Brayden Wiliame, 13 Tui Kamikamica;

Interchange: 14 Joe Lovodua, 15 Jacob Saifiti, 16 Junior Roqica, 17 Petero Benjamin Nakubuwai;

Gales

1 Elliot Kear, 2 Rhys Williams, 3 Michael Channing, 4 Christiaan Roets, 5 Regan Grace, 6 Courtney Davies, 7 Danny Ansell, 8 Craig Kopczak (c), 9 Steve Parry, 10 Philip Joseph, 11 Rhodri Lloyd, 12 Joe Burke, 13 Morgan Knowles;

Interchange: 14 Matty Fozard, 15 Matthew Barron, 16 Ben Evans, 17 Dalton Grant;

SeleçãoJogosPontos
Grupo A
Austrália36
Inglaterra34
Líbano32
França30
Grupo B
Tonga36
Nova Zelândia34
Samoa31
Escócia31
Grupo C
Papua Nova Guiné36
Irlanda34
Gales30
Grupo D
Fiji36
Itália32
Estados Unidos30
- Avançam às quartas de final os 3 primeiros colocados do Grupo A e do Grupo B e apenas o primeiro colocado do Grupo C e do Grupo D;

- Vitória = 2 pontos;
- Empate = 1 pontos;
- Derrota = 0 ponto;

 

O que é o Rugby League?

O Rugby League é uma modalidade do rugby que nasceu em 1895 no Norte da Inglaterra. Na época, o rugby (o Rugby Union) proibia o profissionalismo no mundo todo, mas um grupo de clubes ingleses se opôs à proibição de pagamentos a jogadores e romperam com a federação inglesa, formando uma liga independente. A fim de mudar a dinâmica do jogo e torná-lo mais aberto, a liga passou a promover mudanças nas suas regras, criando uma modalidade distinta, jogada com regras diferentes e organizada por entidades distintas do Union. O League, no entanto, se difundiu fortemente apenas no Norte da Inglaterra e na Austrália, onde é mais popular que o Union. O esporte ganhou popularidade ainda na Papua Nova Guiné (país da Oceania onde é o League e não o Union que reina) e, em menor dimensão, na Nova Zelândia e em algumas partes da França, onde segue bem abaixo do Union.

Quais as principais diferenças?

  • O League é jogado por 2 times de 13 jogadores cada, com 4 reservas, sendo que um atleta que foi substituído poderá retornar a campo;
  • No League, o try vale 4 pontos, a conversão 2, o penal 2 e o drop goal (chamado também de field goal) 1 ponto;
  • Não é usado sistema de pontos bônus nas tabelas de classificação. A vitória vale 2 pontos, o empate 1 e a derrota 0;
  • Não existem rucks. Quando um atleta sofre o tackle, é seguro e vai ao chão o jogo é parado. O atleta com a bola é liberado, rola a bola com os pés para trás e o jogo é reiniciado. É o chamado “play the ball”;
  • Cada equipe tem direito a realizar 5 vezes o play the ball e, na sexta vez que um atleta é derruba, a posse da bola troca de equipe. É a chamada “Regra dos 6 tackles”. Com isso, é comum após o 5º tackle a equipe com a posse da bola chutá-la;
  • Se a equipe defensora tocar na bola entre um play the ball e outro a contagem de tackles é zerada. Quando uma equipe com a posse de bola comete um erro de manuseio e a bola troca de posse o primeiro tackle é considerado “tackle zero” e a contagem se inicia apenas após ele;
  • Não há lineouts. A reposição da bola que saiu pela lateral é feita a partir de um scrum. Penais chutados para a lateral são cobrados com free kick;
  • Na prática, os scrums não possuem disputas, pois a equipe que introduz a bola na formação pode introduzi-la diretamente no pé de sua segunda linha. Porém, a equipe sem a bola pode tentar empurrar a formação para roubar a bola (o que é raro de acontecer);
  • Não existe o mark. Com isso, chutes no campo ofensivo são frequentes;
  • Um chute dado atrás da linha de 40 metros do campo de defesa que saia pela lateral após a linha de 20 metros do campo ofensivo é chamado de “40/20” e premia a equipe chutadora com a manutenção da posse da bola e com a contagem de tackles zerada;
  • A numeração dos atletas no League muda. Os números mais altos são para os forwards e os números menos são para a linha. O fullback é o camisa 1 e o pilar o 13, por exemplo;

 

Tabelas

DiaLocalTime PlacarXPlacarTimeGrupo/Fase
27/10/2017Melbourne (Austrália)AUSTRÁLIA18X04INGLATERRAGrupo A
28/10/2017Auckland (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA38X08SAMOAGrupo B
28/10/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ50X06GALESGrupo C
28/10/2017Townsville (Austrália)FIJI58X12ESTADOS UNIDOSGrupo D
29/10/2017Cairns (Austrália)IRLANDA36X12ITÁLIAGrupo C/Grupo D
29/10/2017Cairns (Austrália)ESCÓCIA04X50TONGAGrupo B
29/10/2017Canberra (Austrália)FRANÇA18X29LÍBANOGrupo A
03/11/2017Canberra (Austrália)AUSTRÁLIA52X06FRANÇAGrupo A
04/11/2017Sydney (Austrália)INGLATERRA29X10LÍBANOGrupo A
04/11/2017Christchurch (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA74X06ESCÓCIAGrupo B
04/11/2017Hamilton (Nova Zelândia)SAMOA18X32TONGAGrupo B
05/11/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ14X06IRLANDAGrupo C
05/11/2017Townsville (Austrália)ITÁLIA46X00ESTADOS UNIDOSGrupo D
05/11/2017Townsville (Austrália)FIJI72X06GALESGrupo C/Grupo D
10/11/2017Canberra (Austrália)FIJI38X10ITÁLIAGrupo D
11/11/2017Sydney (Austrália)AUSTRÁLIA34X00LÍBANOGrupo A
11/11/2017Cairns (Austrália)SAMOA14X14ESCÓCIAGrupo B
11/11/2017Hamilton (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA22X28TONGAGrupo B
12/11/2017Perth (Austrália)GALES06X34IRLANDAGrupo C
12/11/2017Perth (Austrália)INGLATERRA36X06FRANÇAGrupo A
12/11/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ64X00ESTADOS UNIDOSGrupo C/Grupo D
17/11/2017Darwin (Austrália)AUSTRÁLIA46X00SAMOAQuartas de final
18/11/2017Christchurch (Nova Zelândia)TONGA24X22LÍBANOQuartas de final
18/11/2017Wellington (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA02X04FIJIQuartas de final
19/11/2017Melbourne (Austrália)INGLATERRA36X06PAPUA NOVA GUINÉQuartas de final
24/11/2017Brisbane (Austrália)AUSTRÁLIA54X06FIJISemifinal
25/11/2017Auckland (Nova Zelândia)TONGAXINGLATERRASemifinal
02/12/2017Brisbane (Austrália)AUSTRÁLIAXVENCEDOR SEMI 2FINAL

Foto: RLWC – Papua x Irlanda