ARTIGO COM VÍDEO – Sem surpresas no sábado da rodada de abertura da Copa do Mundo de Rugby League! Papua Nova Guiné, Nova Zelândia e Fiji confirmaram o favoritismo da Oceania e triunfaram sobre Gales, Samoa e Estados Unidos, respectivamente, fazendo a festa de suas torcidas.

Jogando em casa, a Papua Nova Guiné levou sua fanática torcida de Port Moresby ao delírio atropelando Gales por 50 x 06. Os Kumuls papuásios voaram do começo ao fim, com 10 tries a seu favor e 65% de posse de bola. O capitão David Mead brilhou marcando 3 tries, enquanto Rhyse Martin cravou outros 2.

Já a Nova Zelândia, também diante de sua torcida, no Mt Smart Stadium de Auckland, passou por cima da forte Samoa, turbinada por muitos craques da NRL naturais da Austrália ou Nova Zelândia. Apesar da força samoana, os Kiwis passaram por cima, impondo seu favoritismo com um 38 x 08. Jordan Rapana, na velocidade, fez o primeiro try neozelandês, aos 4′, e Shaun Johnson ampliou aos 20′. Mas Ken Maumalo deu o troco para Samoa, que equilibrava as ações para levar o jogo em apenas 10 x 04 para o intervalo. Mas o segundo tempo foi todo dos Kiwis, que brilharam com 5 tries, mostrando toda sua categoria. Apenas no lance final Samoa voltou a reduzir.

Por fim, no único jogo realizado na Austrália no dia, em Townsville, Fiji atropelou os Estados Unidos por 58 x 12, em um show de 11 tries para os Bati. Milne, Naiqama e Vunivalu marcaram 2 tries cada, enquanto o craque Jarryd Hayne também deixou o seu.

- Continua depois da publicidade -

Na próxima rodada, a Nova Zelândia receberá a Escócia no sábado, dia 4, enquanto no domingo, dia 5, a Papua Nova Guiné duelará com a Irlanda e Fiji com Gales.

 

RLWC 2017

Copa do Mundo de Rugby League de 2017 – na Austrália, Nova Zelândia e Papua Nova Guiné

50versus copiar06gales rl copy

Papua Nova Guiné 50 x 06 Gales, em Port Moresby

Papua Nova Guiné

Tries: Mead (3), Martin (2), MacDonald, Ottio, W Albert, Olam e Aiton

Conversões: Martin (5)

1 David Mead (c), 2 Justin Olam, 3 Kato Ottio, 4 Nene Macdonald, 5 Garry Lo, 6 Ase Boas, 7 Watson Boas, 8 Stanton Albert, 9 Wartovo Puara, 10 Luke Page, 11 Rhyse Martin, 12 Rod Griffin, 13 Paul Aiton;

Interchange: 14 Kurt Baptiste, 15 Willie Minoga, 16 James Segeyaro, 17 Enock Maki;

Gales

Try: Grace

Conversão: Davies (1)

1 Elliot Kear, 2 Rhys Williams, 3 Michael Channing, 4 Andrew Gay, 5 Regan Grace, 6 Courtney Davies, 7 Matt Seamark, 8 Craig Kopczak (c), 9 Steve Parry, 10 Philip Joseph, 11 Rhodri Lloyd, 12 Ben Morris, 13 Morgan Knowles;

Interchange: 14 Matty Fozard, 15 Sam Hopkins, 16 Ben Evans, 17 Chester Butler;

 

kiwis RL copy copy38versus copiar08

Nova Zelândia 38 x 08 Samoa, em Auckland

Nova Zelândia

Tries: Rapana, Johnson, Takairangi, Nikorima, Liu, Tuivasa-Sheck e Asofa-Solomona

Conversões: Johnson (5)

1 Roger Tuivasa-Sheck, 2 Dallin Watene Zelezniak, 3 Gerard Beale, 4 Bradley Takairangi, 5 Jordan Rapana, 6 Kodi Nikorima, 7 Shaun Johnson, 8 Martin Taupau, 9 Thomas Leuluai, 10 Adam Blair (c), 11 Kenny Bromwich, 12 Joseph Tapine, 13 Simon Mannering;

Interchange: 14 Nelson Asofa-Solomona, 15 Russell Packer, 16 Isaac Liu, 17 Danny Levi;

Samoa

Tries: Maumalo e Paulo

1 Young Tonumaipea, 2 Peter Mata’utia, 3 Timoteo Lafai, 4 Joseph Leilua, 5 Ken Maumalo, 6 Joseph Paulo, 7 Ben Roberts,8 Junior Paulo, 9 Jazz Tevaga, 10 Sam Lisone, 11 Joshua Papalii, 12 Frank Pritchard (c), 13 Leeson Ah Mau;

Interchange: 14 Pita Godinet, 15 Herman Ese’ese, 16 Suaia Matagi, 17 Bunty Afoa;

 

58versus copiar12

Fiji 58 x 12 Estados Unidos, em Townsville

Fiji

Tries: Milne (2), Naiqama (2), Vunivalu (2), Uate, Evans, Hayne, Kikau e Raiwalui

Conversões: Koroisau (5) e Milne (2)

1 Kevin Naiqama (c), 2 Suliasi Vunivalu, 3 Taane Milne, 4 Akuila Uate, 5 Marcelo Montoya, 6 Jarryd Hayne, 7 Henry Raiwalui, 8 Ashton Sims, 9 Apisai Koroisau, 10 Kane Evans, 11 Viliame Kikau, 12 Korbin Sims, 13 Tui Kamikamica;

Interchange: 14 Joe Lovodua, 15 Jacob Saifiti, 16 Eloni Vunakece, 17 Petero Benjamin Nakubuwai;

Estados Unidos

Tries: Shipway e Vaivai

Conversões: Faraimo (2)

1 Corey Makelim, 2 Ryan Burroughs, 3 Junior Vaivai, 4 Jonathan Alley, 5 Wing Bureta Faraimo, 6 Kristian Freed, 7 Matthew Walsh, 8 Eddy Pettybourne, 9 David Marando, 10 Mark Offerdahl (c), 11 Danny Howard, 12 Matt Shipway, 13 Nicholas Newlin;

Interchange: 14 Sam Tochterman-Talbott, 15 Andrew Kneisly, 16 Steve Howard, 17 Gabriel Farley;

 

SeleçãoJogosPontos
Grupo A
Austrália36
Inglaterra34
Líbano32
França30
Grupo B
Tonga36
Nova Zelândia34
Samoa31
Escócia31
Grupo C
Papua Nova Guiné36
Irlanda34
Gales30
Grupo D
Fiji36
Itália32
Estados Unidos30
- Avançam às quartas de final os 3 primeiros colocados do Grupo A e do Grupo B e apenas o primeiro colocado do Grupo C e do Grupo D;

- Vitória = 2 pontos;
- Empate = 1 pontos;
- Derrota = 0 ponto;

 

O que é o Rugby League?

O Rugby League é uma modalidade do rugby que nasceu em 1895 no Norte da Inglaterra. Na época, o rugby (o Rugby Union) proibia o profissionalismo no mundo todo, mas um grupo de clubes ingleses se opôs à proibição de pagamentos a jogadores e romperam com a federação inglesa, formando uma liga independente. A fim de mudar a dinâmica do jogo e torná-lo mais aberto, a liga passou a promover mudanças nas suas regras, criando uma modalidade distinta, jogada com regras diferentes e organizada por entidades distintas do Union. O League, no entanto, se difundiu fortemente apenas no Norte da Inglaterra e na Austrália, onde é mais popular que o Union. O esporte ganhou popularidade ainda na Papua Nova Guiné (país da Oceania onde é o League e não o Union que reina) e, em menor dimensão, na Nova Zelândia e em algumas partes da França, onde segue bem abaixo do Union.

Quais as principais diferenças?

  • O League é jogado por 2 times de 13 jogadores cada, com 4 reservas, sendo que um atleta que foi substituído poderá retornar a campo;
  • No League, o try vale 4 pontos, a conversão 2, o penal 2 e o drop goal (chamado também de field goal) 1 ponto;
  • Não é usado sistema de pontos bônus nas tabelas de classificação. A vitória vale 2 pontos, o empate 1 e a derrota 0;
  • Não existem rucks. Quando um atleta sofre o tackle, é seguro e vai ao chão o jogo é parado. O atleta com a bola é liberado, rola a bola com os pés para trás e o jogo é reiniciado. É o chamado “play the ball”;
  • Cada equipe tem direito a realizar 5 vezes o play the ball e, na sexta vez que um atleta é derruba, a posse da bola troca de equipe. É a chamada “Regra dos 6 tackles”. Com isso, é comum após o 5º tackle a equipe com a posse da bola chutá-la;
  • Se a equipe defensora tocar na bola entre um play the ball e outro a contagem de tackles é zerada. Quando uma equipe com a posse de bola comete um erro de manuseio e a bola troca de posse o primeiro tackle é considerado “tackle zero” e a contagem se inicia apenas após ele;
  • Não há lineouts. A reposição da bola que saiu pela lateral é feita a partir de um scrum. Penais chutados para a lateral são cobrados com free kick;
  • Na prática, os scrums não possuem disputas, pois a equipe que introduz a bola na formação pode introduzi-la diretamente no pé de sua segunda linha. Porém, a equipe sem a bola pode tentar empurrar a formação para roubar a bola (o que é raro de acontecer);
  • Não existe o mark. Com isso, chutes no campo ofensivo são frequentes;
  • Um chute dado atrás da linha de 40 metros do campo de defesa que saia pela lateral após a linha de 20 metros do campo ofensivo é chamado de “40/20” e premia a equipe chutadora com a manutenção da posse da bola e com a contagem de tackles zerada;
  • A numeração dos atletas no League muda. Os números mais altos são para os forwards e os números menos são para a linha. O fullback é o camisa 1 e o pilar o 13, por exemplo;

 

Tabela

DiaLocalTime PlacarXPlacarTimeGrupo/Fase
27/10/2017Melbourne (Austrália)AUSTRÁLIA18X04INGLATERRAGrupo A
28/10/2017Auckland (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA38X08SAMOAGrupo B
28/10/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ50X06GALESGrupo C
28/10/2017Townsville (Austrália)FIJI58X12ESTADOS UNIDOSGrupo D
29/10/2017Cairns (Austrália)IRLANDA36X12ITÁLIAGrupo C/Grupo D
29/10/2017Cairns (Austrália)ESCÓCIA04X50TONGAGrupo B
29/10/2017Canberra (Austrália)FRANÇA18X29LÍBANOGrupo A
03/11/2017Canberra (Austrália)AUSTRÁLIA52X06FRANÇAGrupo A
04/11/2017Sydney (Austrália)INGLATERRA29X10LÍBANOGrupo A
04/11/2017Christchurch (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA74X06ESCÓCIAGrupo B
04/11/2017Hamilton (Nova Zelândia)SAMOA18X32TONGAGrupo B
05/11/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ14X06IRLANDAGrupo C
05/11/2017Townsville (Austrália)ITÁLIA46X00ESTADOS UNIDOSGrupo D
05/11/2017Townsville (Austrália)FIJI72X06GALESGrupo C/Grupo D
10/11/2017Canberra (Austrália)FIJI38X10ITÁLIAGrupo D
11/11/2017Sydney (Austrália)AUSTRÁLIA34X00LÍBANOGrupo A
11/11/2017Cairns (Austrália)SAMOA14X14ESCÓCIAGrupo B
11/11/2017Hamilton (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA22X28TONGAGrupo B
12/11/2017Perth (Austrália)GALES06X34IRLANDAGrupo C
12/11/2017Perth (Austrália)INGLATERRA36X06FRANÇAGrupo A
12/11/2017Port Moresby (Papua Nova Guiné)PAPUA NOVA GUINÉ64X00ESTADOS UNIDOSGrupo C/Grupo D
17/11/2017Darwin (Austrália)AUSTRÁLIA46X00SAMOAQuartas de final
18/11/2017Christchurch (Nova Zelândia)TONGA24X22LÍBANOQuartas de final
18/11/2017Wellington (Nova Zelândia)NOVA ZELÂNDIA02X04FIJIQuartas de final
19/11/2017Melbourne (Austrália)INGLATERRA36X06PAPUA NOVA GUINÉQuartas de final
24/11/2017Brisbane (Austrália)AUSTRÁLIA54X06FIJISemifinal
25/11/2017Auckland (Nova Zelândia)TONGAXINGLATERRASemifinal
02/12/2017Brisbane (Austrália)AUSTRÁLIAXVENCEDOR SEMI 2FINAL

 

Foto: RLWC – Papua x Gales