Paraguai faz grande jogo, mas perde diante do Chile

Neste domingo, dia 3, Chile e Paraguai se enfrentaram no complemento da segunda rodada do Campeonato Sul-Americano. O jogo inaugurou o mais novo estádio exclusivo para rugby na capital paraguaia Assunção (foto), com casa cheia (1.500 lugares) para empurrar os Yakarés, em busca de sua primeira vitória no ano. O Chile sentiu a evolução do time paraguaio, saiu atrás no primeiro tempo, mas conseguiu a virada na segunda etapa para garantir seu segundo triunfo na competição, 35 x 25. No próximo sábado, dia 9, Brasil e Paraguai se enfrentam em Bento Gonçalves contra a última colocação do torneio, enquanto o Chile recebe o Uruguai em Santiago valendo o título da primeira fase do Sul-Americano.

 

Para o Brasil, o resultado significou que o jogo com o Paraguai também poderá valer a fuga do playoff de rebaixamento contra o campeão do Sul-Americano B (a definir), uma vez que o último colocado na soma das edições 2014 e 2015 do Sul-Americano deverá enfrentar (ainda pendendo confirmação da CONSUR) o melhor time da segunda divisão, também no agregado dos dois anos. No momento, tanto Brasil como Paraguai têm uma vitória e quatro derrotas.

 

Os Yakarés mostraram grande poderio no scrum e jogaram na força em plena igualdade com os Condores. O primeiro try foi chileno, com Fernández finalizando jogada dos forwards. Mas, o Paraguai respondeu imediatamente à altura, com try de maul, concluído por Bareiro. Mais uma vez, o Chile chegou com perigo com seus forwards e emplacou outro poderoso maul para garantir seu segundo try, com Cabrera. Apesar dos tries sofridos, o Paraguai seguiu fortemente apostando em seu jogo de contato, sem se inferiorizar com relação ao Chile, e cravou seu segundo try com Bareiro novamente. As duas equipes foram reduzidas a 14 homens por amarelos para Ayarza, dos Condores, e Jara, dos Yakarés, abrindo espaços pelo campo. O fullback paraguaio Hugo Chávez, um dos homens mais perigosos em campo, se infiltrou após chute equivocado do Chile e virou o jogo a favor dos anfitriões, 19 x 14. E, nos minutos finais, Alvarenga ampliou com penal para os albirojos, que pareciam ir em expressiva vantagem para o intervalo. Porém, antes do apito do árbitro, Ayarza cruzou o in-goal no pick-and-go para deixar o Chile apenas um ponto atrás, 22 x 21.

 

O segundo tempo começou favorável aos Condores, que prontamente arrancaram um penal para Valderrama colocá-los em vantagem no marcador, 24 x 22. Os Yakarés sentiram o golpe e o Chile chegou a seu quarto try com Perrota. Valderrama e Alvarenga ainda trocaram penais e partida se tornou sem espaços, com o rendimento físico das duas equipes caindo. Com isso, os tries não vieram e o placar foi selado por mais uma penal de Valderrama, fechando o placar em 35 x 25 para os chilenos.

 

Com a vitória, o Chile assegurou sua vaga na Copa CONSUR de 2016 junto do Uruguai, com ambos tendo o direito de receber a seleção argentina.

 

Paraguai

Tries: Bareiro (2) e Hugo Chávez

Conversões: Alvarenga (2)

Penais: Alvarenga (2)

15 Hugo Chávez; 14 Sergio Alvarenga, 13 Diego Argaña (c), 12 Mateo Arévalo, 11 Horacio Aguero; 10 Gerard Cuttier, 9 Gonzalo Bareiro; 8 Miguel Jara, 7 Carlos Bareiro, 6 Leonardo Glitz; 5 Alejandro Montiel, 4 Andrés Nasser; 3 Christian Martínez, 2 Juan Gavigán, 1 Alvaro Rojas.

Suplentes: 16 Martín Sijtar, 17 César de Brix, 18 Gustavo Zárate, 19 Luis Mauger, 20 José Lezcano, 21 Alejandro Feldman, 22 Pablo Espínola, 23 Juan Martín Ortiz.

 
Chile

Tries: Fernández, Cabrera, Ayarza e Perrota

Conversões: Valderrama (3)

Penais: Valderrama (3)

15 Francisco Urroz; 14 Matías Contreras, 13 Matías Nordenflycht, 12 Cristian Onetto, 11 José Larenas; 10 Javier Valderrarma, 9 Juan Pablo Perrota; 8 Manuel Dagnino, 7 Javier Richard, 6 Benjamín Soto; 5 Agustín Fernández, 4 Matías Cabrera; 3 Luis Sepúlveda, 2 Manuel Gurruchaga (c), 1 Ramón Ayarza.

Suplentes: 16 Cristóbal Niedmann, 17 Claudio Zamorano, 18 José Munita, 19 Felipe Molinare, 20 Francisco Hurtado, 21 Sergio Bascuñan, 22 Italo Zunino, 23 Felipe Neira.

 

Seleção Jogos Pontos
Chile 3 9
Uruguai 3 6
Paraguai 3 3
Brasil 3 0

 

Definidos os confrontos de rebaixamento e promoção no Caribe

Neste fim de semana, a NACRA, Associação de Rugby da América do Norte e Caribe, teve o encerramento da primeira fase da NACRA Cup, a segunda divisão da região, com o jogo que restava entre Ilhas Virgens Britânicas e Curaçao. Com a vitória, as Ilhas Virgens garantiram o primeiro lugar no Grupo Sul e terão o direito de enfrentar Barbados, último colocado do Grupo Sul do NACRA Championship, a primeira divisão, valendo um lugar na elite no ano que vem. Já conhecido, o confronto do Norte colocará frente a frente Bahamas, campeã de seu grupo na NACRA Cup, a o USA South, a seleção do Sul dos Estados Unidos, última colocada da sua chave do NACRA Championship. O título da região já havia sido definido, com Trinidad e Tobago derrotando o México na decisão da primeira divisão.

 

NACRA

NACRA Cup – 2ª Divisão do Campeonato do Caribe

Grupo Sul

Ilhas Virgens Britânicas 19 x 0 Curaçao, em Road Town

 

Classificação final: 1 – Ilhas Virgens Britânicas, 13 pontos / 2 – São Vicente e Granadinas, 9 p. / 3 – Curaçao, 9 p. / 4 – Santa Lúcia, 0 p.

 

Playoff rebaixamento/promoção

Norte: Bahamas x USA South

Sul: Ilhas Virgens Britânicas x Barbados

Comentários