Paraguai faz grande jogo, mas perde diante do Chile

Neste domingo, dia 3, Chile e Paraguai se enfrentaram no complemento da segunda rodada do Campeonato Sul-Americano. O jogo inaugurou o mais novo estádio exclusivo para rugby na capital paraguaia Assunção (foto), com casa cheia (1.500 lugares) para empurrar os Yakarés, em busca de sua primeira vitória no ano. O Chile sentiu a evolução do time paraguaio, saiu atrás no primeiro tempo, mas conseguiu a virada na segunda etapa para garantir seu segundo triunfo na competição, 35 x 25. No próximo sábado, dia 9, Brasil e Paraguai se enfrentam em Bento Gonçalves contra a última colocação do torneio, enquanto o Chile recebe o Uruguai em Santiago valendo o título da primeira fase do Sul-Americano.

 

Para o Brasil, o resultado significou que o jogo com o Paraguai também poderá valer a fuga do playoff de rebaixamento contra o campeão do Sul-Americano B (a definir), uma vez que o último colocado na soma das edições 2014 e 2015 do Sul-Americano deverá enfrentar (ainda pendendo confirmação da CONSUR) o melhor time da segunda divisão, também no agregado dos dois anos. No momento, tanto Brasil como Paraguai têm uma vitória e quatro derrotas.

 

Os Yakarés mostraram grande poderio no scrum e jogaram na força em plena igualdade com os Condores. O primeiro try foi chileno, com Fernández finalizando jogada dos forwards. Mas, o Paraguai respondeu imediatamente à altura, com try de maul, concluído por Bareiro. Mais uma vez, o Chile chegou com perigo com seus forwards e emplacou outro poderoso maul para garantir seu segundo try, com Cabrera. Apesar dos tries sofridos, o Paraguai seguiu fortemente apostando em seu jogo de contato, sem se inferiorizar com relação ao Chile, e cravou seu segundo try com Bareiro novamente. As duas equipes foram reduzidas a 14 homens por amarelos para Ayarza, dos Condores, e Jara, dos Yakarés, abrindo espaços pelo campo. O fullback paraguaio Hugo Chávez, um dos homens mais perigosos em campo, se infiltrou após chute equivocado do Chile e virou o jogo a favor dos anfitriões, 19 x 14. E, nos minutos finais, Alvarenga ampliou com penal para os albirojos, que pareciam ir em expressiva vantagem para o intervalo. Porém, antes do apito do árbitro, Ayarza cruzou o in-goal no pick-and-go para deixar o Chile apenas um ponto atrás, 22 x 21.

 

O segundo tempo começou favorável aos Condores, que prontamente arrancaram um penal para Valderrama colocá-los em vantagem no marcador, 24 x 22. Os Yakarés sentiram o golpe e o Chile chegou a seu quarto try com Perrota. Valderrama e Alvarenga ainda trocaram penais e partida se tornou sem espaços, com o rendimento físico das duas equipes caindo. Com isso, os tries não vieram e o placar foi selado por mais uma penal de Valderrama, fechando o placar em 35 x 25 para os chilenos.

 

Com a vitória, o Chile assegurou sua vaga na Copa CONSUR de 2016 junto do Uruguai, com ambos tendo o direito de receber a seleção argentina.

 

Paraguai

Tries: Bareiro (2) e Hugo Chávez

Conversões: Alvarenga (2)

Penais: Alvarenga (2)

15 Hugo Chávez; 14 Sergio Alvarenga, 13 Diego Argaña (c), 12 Mateo Arévalo, 11 Horacio Aguero; 10 Gerard Cuttier, 9 Gonzalo Bareiro; 8 Miguel Jara, 7 Carlos Bareiro, 6 Leonardo Glitz; 5 Alejandro Montiel, 4 Andrés Nasser; 3 Christian Martínez, 2 Juan Gavigán, 1 Alvaro Rojas.

Suplentes: 16 Martín Sijtar, 17 César de Brix, 18 Gustavo Zárate, 19 Luis Mauger, 20 José Lezcano, 21 Alejandro Feldman, 22 Pablo Espínola, 23 Juan Martín Ortiz.

 
Chile

Tries: Fernández, Cabrera, Ayarza e Perrota

Conversões: Valderrama (3)

Penais: Valderrama (3)

15 Francisco Urroz; 14 Matías Contreras, 13 Matías Nordenflycht, 12 Cristian Onetto, 11 José Larenas; 10 Javier Valderrarma, 9 Juan Pablo Perrota; 8 Manuel Dagnino, 7 Javier Richard, 6 Benjamín Soto; 5 Agustín Fernández, 4 Matías Cabrera; 3 Luis Sepúlveda, 2 Manuel Gurruchaga (c), 1 Ramón Ayarza.

Suplentes: 16 Cristóbal Niedmann, 17 Claudio Zamorano, 18 José Munita, 19 Felipe Molinare, 20 Francisco Hurtado, 21 Sergio Bascuñan, 22 Italo Zunino, 23 Felipe Neira.

 

SeleçãoJogosPontos
Chile39
Uruguai36
Paraguai33
Brasil30

 

Definidos os confrontos de rebaixamento e promoção no Caribe

Neste fim de semana, a NACRA, Associação de Rugby da América do Norte e Caribe, teve o encerramento da primeira fase da NACRA Cup, a segunda divisão da região, com o jogo que restava entre Ilhas Virgens Britânicas e Curaçao. Com a vitória, as Ilhas Virgens garantiram o primeiro lugar no Grupo Sul e terão o direito de enfrentar Barbados, último colocado do Grupo Sul do NACRA Championship, a primeira divisão, valendo um lugar na elite no ano que vem. Já conhecido, o confronto do Norte colocará frente a frente Bahamas, campeã de seu grupo na NACRA Cup, a o USA South, a seleção do Sul dos Estados Unidos, última colocada da sua chave do NACRA Championship. O título da região já havia sido definido, com Trinidad e Tobago derrotando o México na decisão da primeira divisão.

 

NACRA

NACRA Cup – 2ª Divisão do Campeonato do Caribe

Grupo Sul

Ilhas Virgens Britânicas 19 x 0 Curaçao, em Road Town

 

Classificação final: 1 – Ilhas Virgens Britânicas, 13 pontos / 2 – São Vicente e Granadinas, 9 p. / 3 – Curaçao, 9 p. / 4 – Santa Lúcia, 0 p.

 

Playoff rebaixamento/promoção

Norte: Bahamas x USA South

Sul: Ilhas Virgens Britânicas x Barbados

Comentários