Portugal perde em casa chances de jogar o torneio masculino do Rio 2016

Um torneio doído para a seleção portuguesa masculina de sevens. Neste fim de semana, Lisboa recebeu o torneio da Repescagem Europeia para o Pré-Olímpico Mundial, a última chances do países europeus seguirem no sonho por um lugar nos Jogos Olímpicos. Portugal, que está entre os 15 times fixos da Série Mundial de Sevens, decepcionou e sequer disputará o Pré-Olímpico Mundial ao perder em casa para a Rússia no torneio masculino. Além dos russos, a sensação Alemanha e a novata Irlanda – que finalmente está participando dos torneios de sevens – foram os classificados europeus pelo torneio de Lisboa, e se juntam à Espanha, que já havia garantido sua vaga no Pré-Olímpico Mundial pela campanha no circuito europeu.

 

A redenção para os portugueses esteve na surpreendente campanha de sua seleção feminina, que eliminou a Holanda e segue viva na briga pelo Rio 2016. Junto de Portugal, irão ao Pré-Olímpico Mundial feminino Espanha e Irlanda, pelo torneio de Lisboa, e Rússia, que já estava garantida e também não precisou jogar o torneio em Lisboa.

 

O Pré-Olímpico Mundial ocorre em 2016, mas ainda não tem local nem data definidas. O torneio valerá a última vaga no Rio 2016 para homens e para mulheres. Participarão do Pré-Olímpico Mundial quatro time da Europa, dois da América do Sul, dois da América do Norte e Caribe, dois da Oceania, três da Ásia e três da África, tanto no masculino como no feminino.

 

Já estão classificados para o Pré-Olímpico Mundial:

Masculino: Espanha, Rússia, Alemanha, Irlanda, Uruguai, Chile, Canadá e México.  Vagas em disputa: Ásia (1), África (1), Oceania (1).

 

Feminino: Rússia, Espanha, Irlanda, Portugal, Argentina, Venezuela, México e Trinidad e Tobago.  Vagas em disputa: Ásia (1), África (1), Oceania (1).

 

Já estão garantidos nos Jogos Olímpicos Rio 2016:

Masculino: Brasil, Fiji, África do Sul, Nova Zelândia, Grã-Bretanha, França, Argentina e Estados Unidos. Vagas em disputa: Ásia (1), África (1), Oceania (1), Pré-Olímpico Mundial (1)

 

Feminino: Brasil, Nova Zelândia, Canadá, Austrália, Grã-Bretanha, França, Colômbia e Estados Unidos. Vagas em disputa: Ásia (1), África (1), Oceania (1), Pré-Olímpico Mundial (1)

 

O torneio de Lisboa

Em Lisboa, o torneio masculino começou positivo para os donos da casa, com Portugal terminando em primeiro lugar em seu grupo, superando Bélgica, Polônia e Ucrânia, como esperado. No Grupo B, o destaque ficou pela campanha da Alemanha, que se prova uma das seleções que mais cresceram no sevens mundial recentemente, deixando para trás Lituânia (outra sensação, que se manteve viva), Romênia e Letônia. Já o Grupo A foi o chamado grupo da morte, com a Irlanda roubando a cena, empatando com a favorita Rússia e derrotando Geórgia e a sempre decepcionante Itália para terminar em primeiro lugar. A Itália ainda perdeu para a Geórgia e deu adeus às suas chances de ir ao Rio 2016, mas o que realmente não estava no script foi a vitória da Geórgia sobre a Rússia, jogando os russos para o caminho de Portugal nas quartas de final.

 

O duelo entre portugueses e russos foi cruel, pois colocou frente a frente duas seleções fixas da Série Mundial de Sevens, e os lusos levaram a pior, dando melancolicamente adeus às suas chances olímpicas, 24 x 0 indiscutíveis. Nas semifinais, a Rússia se recuperou da primeira fase e venceu bem a Irlanda, assegurando sua vaga ao Pré-Olímpico Mundial, ao lado da Alemanha, que passara pela Geórgia por 26 x 5. Os russos viriam a ser campeões superando os alemães, mas o jogo mais importante foi o terceiro lugar, com a Irlanda despachando a Geórgia para garantir sua classificação, 15 x 7.

 

Entre as mulheres, a sensação foi Portugal, que desbancou a Itália nas quartas, perdeu para a Irlanda nas semifinais, mas derrotou heroicamente a favorita Holanda na decisão do 3º lugar, 12 x 5, para ficar com a terceira vaga no Pré-Olímpico Mundial. Até então, o toneio feminino não tinha produzido surpresas, com Espanha, Irlanda e Holanda, as favoritas, em grande forma. As irlandesas fizeram sua parte contra as portuguesas na semifinal, 28 x 5, ao passo que as espanholas não deram chances para a azar e comprovaram seu favoritismo e superioridade batendo a Holanda na outra semifinal por 21 x 5. Seleção fixa da Série Mundial de Sevens Feminina, a Espanha ainda garantiu o título em Lisboa derrotando a Irlanda na final.

 

Torneio Repescagem Europeia – em Lisboa, Portugal

Masculino

Grupo A: 1 Irlanda, 2 Geórgia, 3 Rússia, 4 Itália

Grupo B: 1 Alemanha, 2 Lituânia, 3 Romênia, 4 Letônia

Grupo C: 1 Portugal, 2 Bélgica, 3 Ucrânia, 4 Polônia

 

Quartas de final

Alemanha 26 x 5 Romênia

Portugal 0 x 24 Rússia

Irlanda 17 x 0 Lituânia

Bélgica 5 x 21 Geórgia

 

Semifinais

Alemanha 26 x 5 Geórgia –  Alemanha classificada ao Pré-Olímpico Mundial

Rússia 24 x 10 Irlanda –  Rússia classificada ao Pré-Olímpico Mundial

 

3º lugar

Geórgia 7 x 15 Irlanda – Irlanda classificada ao Pré-Olímpico Mundial

 

Final

Rússia 38 x 12 Alemanha

 

Feminino

Grupo A: 1 Espanha, 2 Portugal, 3 Alemanha, 3 Dinamarca

Grupo B: 1 Irlanda, 2 Ucrânia, 3 Bélgica, 4 Romênia

Grupo C: 1 Holanda, 2 Itália, 3 Suécia, 4 Finlândia
 

Quartas de final

Irlanda 40 x 0 Alemanha

Espanha 31 x 5 Suécia

Holanda 17 x 0 Bélgica

Portugal 7 x 5 Itália

 

Semifinais

Irlanda 28 x 5 Portugal – Irlanda classificada ao Pré-Olímpico Mundial

Espanha 21 x 5 Holanda – Espanha classificada ao Pré-Olímpico Mundial

 

3º lugar

Portugal 12 x 5 Holanda – Portugal classificado ao Pré-Olímpico Mundial

 

Final

Espanha 26 x 19 Irlanda

Comentários