Edinburgh derrota Glasgow no clássico escocês. Foto: Edinburgh Rugby

ARTIGO COM VÍDEOS – Rodada de clássicos natalinos no PRO14! O fim de semana foi de grandes jogos na Irlanda, Gales, Escócia e Itália, com o Leinster mantendo a liderança da Conferência B ao vencer o Connacht, ao passo que na Conferência A a ponta ainda é do Glasgow Warriors, apesar de derrota para o Edinburgh.

 

Assista ao PRO14 na FLO!

A FloRugby está já disponível para o público brasileiro oferecendo as transmissões ao vivo do PRO14. Os pacotes – que incluem todos os demais esportes (lutas, atletismo, futebol, futebol americano, vôlei e outros) – vão de 30 dólares (R$110, mensal) a 150 dólares (R$550, assinatura anual). Curtiu? Clique aqui, conheça mais e assine já!

- Continua depois da publicidade -

 

Clássicos nacionais!

Na Escócia, o estádio de Murrayfield reebeu 21 mil torcedores para a largada da 1872 Cup, a taça disputada em melhor de 3 jogos entre Edinburgh e Glasgow, os dois times do país. A vantagem no papel parecia de Glasgow, apesar de jogar fora de casa, já que os Warriors vinham com tudo na liderança da Conferência A. Mas Edinburgh fez um jogo perfeito e falou mais alto com um 23 x 07. Duhan van der Merwe foi o nome do jogo marcando os 2 tries do time da capital.

Já na Irlanda, o Leinster manteve a liderança da Conferência B com vitória, mas sofreu demais. O poderoso azul foi a Galway enfrentar o Connacht e viveu um jogo de arrepiar, com o Connacht nao se intimidando e marcando 4 tries em menos de 50 minutos. Mas o Leinster reagiu, encostou no placar com tries de Cronin, aos 68′ e Leavy, aos 71′, e garantiu a vitória já com o tempo esgotado com try de Andrew Porter. Vitória de campeão. 33 x 29.


No outro clássico irlandês, em Belfast, havia muita expectativa dos dois lados entre Ulster e Munster, ambos mirando a vice liderança de suas chaves. E o Ulster levou a melhor, se impondo fisicamente em uma dura batalha de 19 x 12. Mas apesar do placar o jogo teve 3 tries a 0 a favor do Ulster, que cruzou o in-goal com Herring, Baloucoune e Shanahan.


Em Gales, o maior clássico regional do país opôs em Swansea Ospreys e Scarlets e quem sorriu foi o time da casa, que assumiu a vice liderança da Conferência A em uma suada vitória por também 19 x 12, com o veloz Luke Morgan marcando o único try do jogo para os alvinegros, que empurraram os Scarlets para uma incômoda fase de insucessos.

O Cardiff Blues, por sua vez, venceu dérbi do leste galês contra o aguerrido Dragons, que jogou desde os 30 minutos com 14 homens pelo cartão vermelho a Fairbrother. Fish fez o único try dos Blues abrindo frente, mas os Dragons reagiram no fim com try de Tovey e flertaram com a vitória. Porém, o triunfo foi de Cardiff, 19 x 16.

E na Itália o dérbi nacional foi o assunto do domingo, com Benetton Treviso vencendo fora de casa, em Parma, o Zebre, por sofridos 10 x 08. Ratuva Tavuyara marcou o try dos alviverdes.

Guinness PRO14 – 2018-19 – Liga de Irlanda, Gales, Escócia, Itália e África do Sul

Cardiff Blues 19 x 16 Dragons

Ulster 19 x 12 Munster

Ospreys 19 x 12 Scarlets

Edinburgh 23 x 07 Glasgow Warriors

Leinster 33 x 29 Connacht

Zebre 08 x 10 Benetton Treviso

 ClubePaísCidadeJogosPontos
Conferência A
Glasgow WarriorsGlasgow WarriorsEscóciaGlasgow1761
Munster copyMunsterIrlandaLimerick/Cork1758
connachtConnachtIrlandaGalway1747
Cardiff BluesCardiff BluesGalesCardiff1747
OspreysGalesSwansea1739
CheetahsÁfrica do SulBloemfontein1736
ZebreItáliaParma1718
Conferência B
LeinsterLeinsterIrlandaDublin1772
Benetton TrevisoItáliaTreviso1750
Ulster copy copyUlsterIrlandaBelfast1749
ScarletsGalesLlanelli1745
EdinburghEscóciaEdimburgo1742
DragonsGalesNewport1720
KingsÁfrica do SulPorto Elizabeth1719
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

- 1ºs colocados de cada grupo = classificação direto às Semifinais e à Champions Cup;
- 2ºs e 3ºs lugares de cada grupo - classificação à Repescagem para as Semifinais e à Champions Cup;
- 4ºs colocados - repescagem pela Champions Cup;
- Nota: as equipes sul-africanas não podem se classificar à Champions Cup;