Nesse fim de semana os Pumas entram em campo!  A Argentina segue sua preparação para a Copa do Mundo enfrentando os Barbarians Franceses (foto) nesse sábado, com transmissão da ESPN+.

 

Mas, quem são os Barbarians Franceses. O Barbarians Rugby Club, ou Barbarians Franceses, foram fundados em 1979 pelo grande Jean-Claude Skrela, um dos grandes nomes da história do rugby francês, pai de David Skrela, que se espelhou no tradicional Barbarians Football Club, ou simplesmente Barbarians, o renomado clube inglês que forma verdadeiras seleções do mundo. O objetivo dos Barbarians Franceses é reunir atletas franceses ou estrangeiros que atuam no rugby francês, seguindo o mesmo conceito de confraternização e espírito do rugby do Barbarians.

 

- Continua depois da publicidade -

Para o time que entrará em campo amanhã entre os 15 titulares apenas um atleta já entrou em campo pela França, o segunda linha Jocelino Suta. Fabrice Landreau, técnico do time, também chamou o abertura argentino Benjamín Urdapilleta, do Oyonnax, que enfrentará seu país pela primeira vez. O capitão será o scrum-half sul-africano Henni Adams, do Bordeaux.

 

Os Pumas não entrarão em campo com seu melhor. Com os atletas que atuam no exterior em férias, descansando para a maratona do segundo semestre, Daniel Houcade selecionou um time forte, com 21 atletas que atuam no Pampas XV da Argentina. Apenas Socino, do Newcastle, e Macome, do Bayonne, atuam no exterior, dando oportunidade para quem entrar em campo buscar seu lugar no elenco do Mundial.

 

O segundo e último duelo entre os times será na próxima sexta-feira, em La Plata. Na história, os Pumas são a seleção que os Barbarians Franceses mais enfrentaram. Em seis jogos até hoje, foram quatro vitórias dos argentinos e duas da equipes apelidada de Les Babas. O último confronto foi em 2011, também na Argentina, com vitória dos Barbarians Franceses por 21 x 18, em Resistencia.

 

UAR_copy_copy.jpgversus copiarBarbarians RC copy

15h30 – Argentina x Barbarians Franceses, em Rosario – ESPN+ AO VIVO

 

Argentina: 15 Roman Miralles, 14 Matías Orlando, 13 Matías Moroni, 12 Jerónimo De la Fuente, 11 Santiago Cordero, 10 Juan Pablo Socino, 9 Tomás Cubelli (c), 8 Benjamin Macome, 7 Javier Ortega Desio, 6 Tomás Lezana, 5 Matías Alemanno, 4 Guido Petti Pagadizabal, 3 Nahuel Tetaz Chaparro, 2 Matías Cortese, 1 Lucas Noguera.

Suplentes: 16 Santiago Iglesias Valdez, 17 Matías Díaz, 18 Julián Montoya, 19 Bruno Postiglioni, 20 Lisandro Ahualli De Chazal, 21 Martín Landajo, 22 Santiago González Iglesias, 23 Lucas González Amorosino.

 

Barbarians Franceses: 1 Lucas Pointud 2 Jean-Charles Orioli 3 Walter Desmaison 4 Thibault Lassalle 5 Jocelino Suta 6 Julien Tastet 7 Karim Ghezal 8 Virgile Bruni 9 Heini Adams (c) 10 Benjamín Urdapilleta 11 Julien Jané 12 Julien Rey 13 Henry Chavancy 14 Benjamin Lapeyre 15 Geoffrey Palis

Suplentes: 16 Brice Mach, 17- Antoine Tichit, 18 Jean Baptiste Poux, 19 Arnaud Mela, 20 Benoit Guyot, 21 Pierre Rabadan, 22 Jérôme Fillol, 23 Gilles Bosch, 24 Jonathan Danty, 25 Silvere Tian, 26 Burban Antoine.