Pumitas flertam com vitória, mas caem no Mundial Junior contra os Baby Blacks

ARTIGO COM VÍDEOS – Neste sábado aconteceu a segunda rodada do Mundial Junior, com vitórias dos favoritos novamente, mas nem todos com folga. Quatro times chegaram à segunda vitória bonificada: Inglaterra, líder do Grupo A, África do Sul e Austrália, juntos na frente no Grupo B, e Nova Zelândia, no Grupo C. França e Irlanda também seguem invictas, mas não mais com 100%.

 

Inglaterra lidera o Grupo A, mas França está na cola

No Grupo A, a Inglaterra, atual campeã, conquistou o que a França não conseguiu: uma vitória bonificada sobre Gales, eliminando os vermelhos da disputa pelo título. A Inglaterra começou a partida atropelando, com um forte pack e um time veloz. Com tries de Clark, Packman e Townsend, os ingleses abriram 23 x 0, e apenas nos minutos finais do primeiro tempo Gales reduziu com try de Watkin. Após o intervalo, os dois times caíram fisicamente, mas a Inglaterra foi melhor e garantiu aos 64′ seu try-bônus, com o oitavo Skinner. O mesmo Skinner ainda faria mais um, fechando o placar: 30 x 16.

 

A França fez sua parte e se impôs sobre o Japão, 47 x 7, chegando a 9 pontos. Com isso, os Bleuets vão decidir contra os ingleses a primeira posição do grupo em jogo eletrizante na próxima quarta-feira. Com o bônus conquistado, os franceses são no momentos os segundos melhores segundos colocados. Lembrando que apenas os campeões de cada grupo e o melhor segundo colocado vão às semifinais.

 


 

África do Sul e Austrália decidirão o Grupo B

O Grupo B completou a segunda rodada com duas equipes com 100% de aproveitamento: 10 pontos em 2 jogos. Os Baby Boks não tiveram problemas para derrotar Samoa por 40 x 8, revelando um físico invejável, capaz de suportar a pressão de um torneio tão curto. Foram 5 tries para os sul-africanos.

 

Já a Austrália começou tendo problemas diante da anfitriã Itália, mas deslanchou no desenrolar da partida e também conquistou sua vitória bonificada. 31 x 15, com direito a 4 tries, sendo o decisivo aos 63′, com Korcyzk.

 


 

Pumitas estão fora da briga pelo título, mas quase fazem história

O Grupo C teve talvez os dois melhores jogos da segunda rodada. Irlanda e Escócia abriram o dia com um duelo quente. Os escoceses começaram mal o campeonato, atropelados pela Nova Zelândia, e não seguraram os irlandeses no primeiro tempo, com 15 x 3 no placar para os verdes, que anotaram dois tries. Porém, a Escócia fez um grande segundo tempo, conseguiu dois tries nos 20 minutos finais, mas não conseguiu tempo para garantir a virada, com Quinlan arrematando mais dois penais decisivos a favor da Irlanda, que chegou à sua segunda vitória sem bônus.

 

No jogo seguinte, Nova Zelândia e Argentina se enfrentaram e o que se assistiu foi um jogo de grande emoção, decidido nos instantes finais. Os Pumitas se provaram superiores no pack e levaram os Baby Blacks a muitos penais, abrindo 9 x 3 no marcador com o sempre preciso Bofelli. Demorou até os 27 minutos para os neozelandeses acharam seu primeiro try, com o fullback Laulala, em lindo contra-ataque, com a bola viajando entre os centros TJ Faiane e Jack Goodhue e o scrum-half Harrison Levien . Ferro deu o troco com drop goal aos 34′, para deixar os Pumitas ainda na frente, mas antes do intervalo o contra-golpe neozelandês se provou mortal e Walnul devolveu a frente aos Baby Blacks.

 

No segundo tempo, um cartão amarelo para cada lado e um penal para cada lado mantiveram a partida em igualdade absoluta e com maior volume de jogo do lado sul-americano. Mas, em outro contra-golpe, Faiane deu offload brilhante para Tevita Li servir Tahuriorangi, que cravou mais um try para os Baby Blacks. A porta se abriu e Ioane fez mais um para os neozelandeses, parecendo que daria a vitória fácil aos futuros All Blacks. Todavia, os Pumitas não estavam dispostos a entregarem o jogo, voltaram a dominar as formações e reagiram com dois tries de maul, ambos finalizados por Paolucci, revelando um poderoso rolo compressor para empatar o duelo em 29 x 29 com apenas 6 minutos pela frente. Mas, segurar a Nova Zelândia não é fácil e no minuto seguinte os Pumitas cederam mais um penal, que Black não desperdiçou e deu a vitória para os kiwis, no sufoco. 32 x 29.

 


 

world rugby copy

World Rugby U20s Championship – Campeonato Mundial Junior 2015 – na Itália

2ª rodada

França 47 x 7 Japão, em Parma

Irlanda 24 x 20 Escócia, em Calvisano

África do Sul 40 x 8 Samoa, em Parma

Nova Zelândia 32 x 29 Argentina, em Calvisano

Inglaterra 30 x 16 Gales, em Calvisano

Austrália 31 x 15 Itália, em Parma

 

Grupo A: 1 Inglaterra, 10 pontos / 2 França, 9 pts / 3 Gales, 0 pts / 4 Japão, 0 pts

Grupo B: 1 África do Sul, 10 pts / 2 Austrália, 10 pts / 3 Samoa, 0 pts / 4 Itália, 0 pts

Grupo C: 1 Nova Zelândia, 10 pts / 2 Irlanda, 8 pts / 3 Argentina, 2 pts / 4 Escócia, 1 pt

 

3ª rodada – Quarta-feira, dia 10 de junho

11h30 – Argentina x Escócia, em Calvisano

11h30 – Inglaterra x França, em Viadana

13h30 – Gales x Japão, em Viadana

13h30 – Samoa x Itália, em Calvisano

15h30 – Nova Zelândia x Irlanda, em Viadana

15h30 – África do Sul x Austrália, em Calvisano

Comentários