Queensland frustra NSW na abertura do State of Origin

ARTIGO COM VÍDEO – Começou hoje o maior evento do rugby league australiano – ou mesmo mundial. O State of Origin! O Jogo 1 da melhor de três partidas entre as seleções dos estados de Queensland e Nova Gales do Sul terminou com frustração para o time campeão de 2014. Nova Gales do Sul foi para a partida após o inesquecível título do ano passado, quando quebrou a série de oito anos consecutivos de conquistas de Queensland. Mas, mesmo jogando em casa, em Sydney, os Blues não foram capazes de repetir os grandes desempenhos de 2014 e, sem o capitão Paul Gallen, saíram derrotados por 11 x 10.

 

Como de praxe, os Maroons de Queensland começaram a partida atropelando e fizeram o primeiro try com Cooper Cronk, aos 13′, achando o espaço pela defesa azul. A resposta dos anfitriões não tardou e, aos 20′, James Tamou desferiu um offload venenoso para a grande infiltração do fullback Josh Dugan, que arrancando e serviu com lindo passe com os pés Josh Morris, para ganhar na velocidade de Darius Boyd e fazer o primeiro try de Nova Gales do Sul. Sem a conversão, contudo, Queensland seguiu em vantagem, 6 x 4.

 

A virada azul não tardou e, aos 26′, Beau Scott explorou o espaço e fez o segundo try de Nova Gales do Sul, colocando 10 x 4 no marcador, placar que encerrou a primeira etapa. No segundo tempo, no entanto, só deu Queensland. Primeiro, Boyd quase fez seu try, sendo detido em cima do in-goal. Mas, aos 55′, não teve jeito, e Slater serviu Chambers na ponta, para arrancar e cravar mais um try para os Maroons, 10 x 10. Os Blues ficaram sem reação e apenas no fim tiveram sua chance, mas Hodkinson, de péssima atuação, não acreditou no chute de drop goal. Quem não faz, leva, e Cooper Cronk, aos 74′, arrematou com precisão a vitória de Queensland com drop goal matador. Nova Gales do Sul ainda teve sua chance, com Dugan errando tentativa de drop goal. Apito final, e triunfo de Queensland, 11 x 10.

 

O Jogo 2 acontece no dia 17 de junho, em campo neutro, em Melbourne. A terceira partida será no dia 8 de julho, em Brisbane, casa e Queensland, o que significa que para ficar novamente com o título Nova Gales do Sul precisará vencer fora de casa os dois próximos jogos.

 

nsw blues10versus(14)11queensland maroons

New South Wales Blues 10 x 11 Queensland Maroons, em Sydney 

Blues: 1 Josh Dugan (Dragons), 2 Daniel Tupou (Roosters), 3 Michael Jennings (Roosters), 4 Josh Morris (Bulldogs), 5 Will Hopoate (Eels), 6 Mitchell Pearce (Roosters), 7 Trent Hodkinson (Bulldogs), 8 Aaron Woods (Wests Tigers), 9 Robbie Farah (c) (Wests Tigers), 10 James Tamou (Cowboys), 11 Ryan Hoffman (Warriors), 12 Beau Scott (Knights), 13 Josh Jackson (Bulldogs)

Interchange: 14 Boyd Cordner (Roosters), 15 Trent Merrin (Dragons), 16 Andrew Fifita (Sharks), 17 David Klemmer (Raiders), 18 Tyson Frizell (Dragons). Técnico: Laurie Delay.
 

Maroons: 1 Billy Slater (Storm), 2 Darius Boyd (Broncos), 3 Greg Inglis (Rabbitohs), 4 Justin Hodges (Broncos), 5 Will Chambers (Storm), 6 Johnathan Thurston (Cowboys), 7 Cooper Cronk (Storm), 8 Matt Scott (Cowboys), 9 Cameron Smith (c)  (Storm), 10 Nate Myles  (Titans), 11 Aidan Guerra (Roosters), 12 Sam Thaiday (Broncos), 13 Corey Parker (Broncos).

Interchange: 14 Michael Morgan (Cowboys), 15 Josh McGuire (Broncos), 16 Matt Gillett (Broncos), 17 Jacob Lillyman (Warriors). Técnico: Mal Meninga.

Comentários