Romênia é campeã da Copa das Nações!

Com uma vitória contundente sobre os Jaguares argentinos, a Romênia voltou a conquistar a Copa das Nações, a World Rugby Nations Cup. O torneio, pelo nono ano seguido, foi disputado no Estádio Arco do Triunfo, em Bucareste, capital romena, e a torcida comemorou o triunfo por 23 x 0 sobre a segunda seleção argentina nesta domingo.

 

A Romênia foi muito superior durante todo o jogo, com seu pack dominando as ações. O primeiro tempo foi de apenas 7 x 0 para os amarelos, com Florin Vlaicu começando mal o jogo errando os dois primeiros penais para os romenos. Foi apenas quando Maguire recebeu amarelo e deixou os argentinos com 14 em campo que a Romênia conseguiu abrir o placar, com try de Lazar, após maul. Novillo ainda perdeu um penal para os Jaguares.

 

Na volta dos vestiários, a indisciplina argentina seguiu, mas Vlaicu acertou o pé e somou três penais em menos de 15 minutos, dando conforto aos Stejarii (Carvalhos). O golpe fatal veio aos 59′, com o try do scrum-half Surugiu, substituindo Calafeteanu. Novamente, a Romênia mostrou grande força no jogo de contato, mas pouca criatividade com a bola em mãos. Negando a posse de bola aos argentinos, a vitória foi assegurada sem sustos. O título da Copa das Nações não era romeno desde 2013, sendo que a taça em 2014 ficou com a Emerging Ireland, que neste ano conquistou a Tbilisi Cup.

 

No outro jogo em Bucareste, a Espanha encerrou sua campanha com uma vitória sobre a Namíbia, que impôs aos africanos a terceira derrota seguida.Placar de 20 x 3 para os Leões espanhóis, que garantiram três tries não respondidos, com o ponta Contardi, aos 5′, o segunda linha Bonan, aos 27′, e o outro ponta Garcia, aos 30′. Após um grande primeiro tempo, o segundo tempo foi muito fraco e apenas um penal de Aubanell, aos 78′, movimentou o placar.

 

A Namíbia não contou com seus melhores nomes que atuam no rugby europeu, mas o fato de perder por placar considerável para um time que não irá à Copa do Mundo é preocupante para os Welwitschias.

 

Geórgia e Uruguai se despedem com derrotas

O encerramento da Tbilisi Cup foi amargo para o time da casa. O título já era da Emerging Ireland, a segunda seleção irlandesa, mas a Geórgia busca se despedir com honra. O resultado, no entanto, foi desastroso para os Lelos, 45x 12 para os visitantes, que chegaram a cinco atrás, após um apertado primeiro tempo em apenas 10 x 5. O momento capital foi o amarelo para Khutsishvili, da Geórgia. Os Lelos, vale ressaltar, não jogaram o torneio com força máxima, com seus atletas principais de Top 14 poupados.

 

No outro jogo, o Uruguai não foi páreo para a segunda seleção italiana, a Italia Emergenti. 23 x 13 no placar, em jogo muito parelho, no qual os Teros largaram na frente com drop goal de Durán, aos 8′. Com amarelo para Gaminara, a Itália reagiu, empatou com Canna, em penal, e virou com try do hooker Fabiani. Ormaechea ainda reduziu com penal, mas a Itália era superior e o ponta Di Giuli guardou o segundo try, aos 38′.

 

Uma avalanche de alterações dos dois lados se deu no intervalo e primeiros minutos do segundo tempo, mas o placar só foi alterado aos 68′, quando os italianos jogavam com um a menos, por amarelo para Fabiani. Arboleya arrancou o try e deu sobrevida aos uruguaios, mas Canna liquidou a fatura para os Emergenti com um penal e um drop goal nos minutos derradeiros. No saldo, os Teros comemoraram a boa defesa mostrada e o fato de terem se igualado fisicamente a um time profissional como a esquadra italiana, pecando, no entanto, no poder de finalização.

 

Zâmbia leva a melhor na África

Por fim, a África ainda contou com alguns duelos neste fim de semana. Abrindo a terceira divisão da Copa da África, a Zâmbia em casa venceu a Nigéria e deu um passo importante pela promoção. O torneio conta com apenas três times, com a seleção B do Zimbábue completando a lista, uma vez que Marrocos e Camarões abandonaram a disputa.

 

Pela Elgon Cup, a copa anual entre Uganda e Quênia, Uganda retomou o título ao bater os quenianos – desfalcados – por 30 x 25 em casa, tirando a vantagem que era dos visitantes no saldo de pontos. No XV feminino, por outro lado, deu Quênia, 7 x 6.

 

world rugby copy

World Rugby Nations Cup – Copa das Nações – em Bucareste, Romênia

Espanha 20 x 3 Namíbia

Romênia 23 x 0 Argentina Jaguares

 

Classificação: 1 Romênia, 13 pontos / 2 Argentina Jaguares, 9 pts / 3 Espanha, 4 pts / 4 Namíbia, 0 pts

 

Lista de campeões da Nations Cup:

1 – Romênia – 3 títulos

2 – Emerging Springboks – 2 títulos

3 – Argentina Jaguares – 1 titulo

Emerging Ireland – 1 título

Escócia A – 1 título

Namíbia – 1 título

South Africa Kings – 1 título

 

World Rugby Tbilisi Cup – Copa Tbilisi – em Tbilisi, Geórgia

Geórgia 12 x 45 Emerging Ireland

Uruguai 13 x 23 Italia Emergenti

 

Classificação: 1 Emerging Ireland, 15 pts / 2 Italia Emergenti, 8 pts / 3 Geórgia, 4 pts / 4 Uruguai, 0 pts

 

Lista de campeões da Tbilisi Cup:

1 – Argentina Jaguares – 1 título

Emerging Ireland – 1 título

South Africa President’s XV – 1 título

 

rugby afrique copy

Copa da África – 1ª Divisão C – 3ª divisão africana – em Lusaka, Zâmbia

Zâmbia 15 x 8 Nigéria

 

Elgon Cup

Masculino: Uganda 30 x 25 Quênia

Feminino: Uganda 6 x 7 Quênia

 

Amistoso

Maurício 39 x 10 Reunião, em Curepipe

Comentários