Rugby League: vai começar a NRL!

Nessa quinta-feira, dia 3 de março, será dada a largada para a temporada 2016 da National Rugby League, a NRL, o Campeonato Australiano de Rugby League, a liga mais forte do mundo do Rugby de 13 jogadores. Neste ano, a liga não terá transmissão para o Brasil, mas a competição depois de três anos sendo exibida pelo Sports+ já é mais conhecida por aqui.

 

Você ainda não sabe o que é o rugby league? Ele nasceu como uma dissidência do rugby union, na Inglaterra, em 1895, e teve suas regras alteradas ao longo do tempo, se tornando um esporte diferente do rugby union, com leis, entidades e instituições diferentes. O formato principal do rugby league é jogado por duas equipes com 13 jogadores cada. Clique aqui para saber mais!

 

Formato

O formato da NRL 2016 é o mesmo do ano passado, com as 16 equipes fazendo 24 partidas na temporada regular, com cada time jogando 1 vez contra 6 oponentes e 2 vezes contra 9 oponentes. Ao final da temporada regular, os 8 primeiros colocados avançarão às quartas de final, sendo que os quatro primeiro colocados vão encarar a chamada fase Qualificatória e os times classificados de 5º a 8º jogarão a fase Eliminatória. No Qualificatório, o primeiro colocado recebe o quarto, enquanto o segundo recebe o terceiro. Os vencedores avançarão às semifinais, ao passo que os perdedores terão uma segunda chance na Repescagem. Já no Eliminatório, o quinto colocado receberá o oitavo, ao passo que o sexto receberá o sétimo. O vencedores enfrentarão os perdedores do Qualificatório na Repescagem, que valerá vaga nas Semifinais. A Grand Final será no dia 2 de outubro, em Sydney.

 

A equipe que tiver terminado a temporada regular no primeiro lugar será declarada campeã da Minor Premiership, o segundo título mais importante da liga, abaixo do título de campeão da temporada, dado ao vencedor do mata-mata. Já o último colocado da temporada regular ficará com a “colher de pau”.

 

State of Origin e ANZAC Test

Duas outras prestigiadas disputas ocorrem durante a temporada da NRL. No fim de semana do dia 6 de maio, as seleções de Austrália e Nova Zelândia fazem a NRL parar para o anual ANZAC Test, o duelo entre as duas seleções, que neste ano ocorrerá em Newcastle, na Austrália.

 

Porém, o evento mais prestigiado é, sem dúvida, o State of Origin, considerado o maior evento do esporte australiano. Em três quartas-feiras do ano os maiores jogadores australianos entram em campo na melhor de três partidas entre as seleções dos estados de Nova Gales do Sul (New South Wales) e Queensland, os dos estados mais importantes para o rugby league australiano. Em 2016, as partidas ocorrem nos dias 1º de junho, em Sydney (NSW), 22 de junho, em Brisbane (Queensland), e 13 de julho, novamente em Sydney (respeitando o rodízio de sedes da terceira partida). Em 2014, Nova Gales do Sul quebrou seu jejum de oito anos e voltou a conquistar a taça, mas Queensland retomou no ano passado a hegemonia.

 

Favoritos

Em 2016, as movimentações do mercado da NRL foram intensas e a tendência aponta para uma temporada equilibrada, mas com um favorito absoluto: o intruso da liga, o New Zealand Warriors, único time não australiano da competição. O time neozelandês é um dos únicos participantes que jamais foi campeão da NRL, mas nunca antes sua hora pareceu tão próxima, depois de contratações de primeira linha, como o craque ex Roosters Roger Tuivasa-Sheck (para o lugar de Sam Tomkins, que voltou ao rugby league inglês) e o excelente Isaac Luke, ex Rabbitohs. Resta o time neozelandês superar a síndrome de clube que sempre morre na praia. Os dois ao lado de Shaun Johnson prometem formar o trio mais perigoso da NRL.

 

E o exemplo de superação para os Warriors está no campeão de 2015, o North Queensland Cowboys, que quebrou sua sina no ano passado, conquistando seu primeiro título. Os Cowboys seguem entre os favoritos ao título, mas seu grande craque Jonathan Thurston já não é mais um menino.

 

Reforçadíssimo e certamente no páreo pelo título está o Manly Sea Eagles, que contratou o titânico Martin Taupau (ex Wests Tigers), enquanto a potência South Sydney Rabbitohs, do ídolo Greg Inglis e do gigante repatriado Sam Burgess, com certeza estará no páreo, mesmo depois de uma pré-temporada turbulenta pelo clima ruim causado com o elenco por seu presidente, o ator Russell Crowe. Velhas potências como o vice campeão de 2015 Brisbane Broncos, agora sem seu talismânico treinador Wayne Bennett (que assinou com a seleção inglesa), e o Melbourne Storm, dos imortais, mas já veteranos, Cameron Smith, Cooper Cronk e Billy Slater, seguem no rol de favoritos também.

 

Muita atenção também está sendo dada ao Canterbury Bulldogs e a sua jovem estrela Moses Mbye, que terá a missão de substituir Trent Hodkinson (agora nos Knights), e ao Parramatta Eels, campeão do Auckland Nines e aparentemente mais sólido do que no ano passado, por suas contratações de peso: Kieran Foran (ex Sea Eagles), Michael Gordon (ex Sharks), Beau Scott (ex Knights), além de Michael Jennings (ex Roosters). Os Eels, no entanto, perderam atletas importantes, como Chris Sandow, agora no rugby league inglês, e Will Hopoate, novo reforço dos Bulldogs.

 

Expectativa grande igualmente para as campanhas que poderão fazer Canberra Raiders, do ascendente Blake Austin, cada vez mais cotado para o State of Origin, e o Cronulla Sharks, menos instável e agora com Maloney. O Newcastle Knights terá como arma para se reerguer o herói de Nova Gales do Sul no State of Origin de 2014 Tren Hodkinson, ao passo que o Penrith Panthers buscou peças novas com inteligência, trazendo Peta Hiku (ex Sea Eagles) e Trent Merrin (ex Dragons). Às compras também foi o Gold Coast Titans, que mesmo em crise financeira conseguiu contratar Nathan Friend (ex Warriors), Tyrone Roberts (ex Knights) e Chris McQueen (e Rabbitohs). Já o St. George Illawarra Dragons fez apostas mais modestas, com reforços como Tim Lafai (ex Bulldogs) e depositando suas fichas na manutenção do crescimento da dupla Benji Marshall e Gareth Widdop.

 

Na direção oposta caminhou o Sydney Roosters, campeão de 2013, que teve seu vitorioso elenco desmanchado. Michael Jennings foi para o Parramatta Eels, James Maloney para o Cronulla Sharks, e Tuivasa-Sheck para os Warriors, enquanto Mitchell Pearce, que permaneceu no time, vive pesadelo fora de campo por conta de alcoolismo – e vexames públicos. Já o Wests Tigers desponta na luta contra a colher de pau, com poucos reforços que animam seu torcedore.

 

Brisbane Broncos logo.svg copy copy

Brisbane Broncos

Cidade (Estado): Brisbane (Queensland)

Estádio: Suncorp Stadium (52.500 lugares)

Fundação: 1988

Títulos: 6 títulos da NRL e 2 Mundiais

2015: Vice campeão / 2º lugar na temporada regular

 

Canterbury-Bankstown Bulldogs logo copy copy

Canterbury-Bankstown Bulldogs

Cidade (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul)

Estádio: ANZ Stadium (84.000 lugares)

Fundação: 1935

Títulos: 8 títulos da NRL

2015: Eliminado na Repescagem / 5º lugar na temporada regular

 

Canberra Raiders copy copy

Canberra Raiders

Cidade (Estado): Canberra (Território da Capital Australiana)

Estádio: Canberra Stadium (25.000 lugares)

Fundação: 1982

Títulos: 3 títulos da NRL

2015: 10º lugar

 

Cronulla-Sutherland Sharks logo.svg copy copy

Cronulla-Sutherland Sharks

Cidade (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul)

Estádio: Remondis Stadium (22.000 lugares)

Fundação: 1967

Títulos: 0

2015: Eliminado na Repescagem / 6º lugar na temporada regular

 

Gold Coast Titans copy

Gold Coast Titans

Cidade (Estado): Gold Coast (Queensland)

Estádio: Skilled Park (27.400 lugares)

Fundação: 2007

Títulos: 0

2015: 14º lugar

 

Manly-Warringah Sea Eagles logo.svg copy copy copy

Manly-Warringah Sea Eagles

Cidade (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul)

Estádio: Brookvale Oval (23.000 lugares)

Fundação: 1947

Títulos: 8 títulos da NRL, 1 Mundial e 3 World Sevens

2015: 9º lugar

 

MelbourneStorm copy copy

Melbourne Storm

Cidade (Estado): Melbourne (Vitória)

Estádio: AAMI Park (30.000 lugares)

Fundação: 1998

Títulos: 2 títulos da NRL e 2 Mundiais (mais 2 títulos da NRL e 1 Mundial cassados)

2015: Semifinalista / 4º lugar na temporada regular

 

NewcastleKnights copy

Newcastle Knights

Cidade (Estado): Newcastle (Nova Gales do Sul)

Estádio: Hunter Stadium (33.000 lugares)

Fundação: 1988

Títulos: 2 títulos da NRL e 2 World Sevens

2015: 16º lugar

 

New Zealand Warriors logo.svg copy

New Zealand Warriors

Cidade (País): Auckland (Nova Zelândia)

Estádio: Mount Smart Stadium (30.000 lugares)

Fundação: 1995

Títulos: 0

2015: 13º lugar

 

North Queensland Cowboys copy copy copy

North Queensland Cowboys

Cidade (Estado): Townsville (Queensland)

Estádio: 1300MILES Stadium (26.500 lugares)

Fundação: 1995

Títulos: 1 da NRL, 1 Auckland Nines e 1 Mundial

2015: Campeão / 3º lugar na temporada regular

 

parramatta eels 2014

Parramatta Eels

Cidade (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul)

Estádio: Pirtek Stadium (21.500 lugares)

Fundação: 1947

Títulos: 4 títulos da NRL e 2 World Sevens

2015: 12º lugar

 

penrith panthers logo novo

Penrith Panthers

Cidade (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul)

Estádio: Centrebet Stadium (22.500 lugares)

Fundação: 1967

Títulos: 2 títulos da NRL

2015: 11º lugar

 

St George Illawarra Dragons logo copy

St. George Illawarra Dragons

Cidades (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul) e Wollongong (Nova Gales do Sul)

Estádios: WIN Jubilee Stadium (24.000 lugares), em Sydney / WIN Stadium (23.750 lugares), em Wollongong

Fundação: 1999 – fusão entre St. George Dragons (de 1921) e Illawarra Dragons (de 1982)

Títulos: 16 títulos da NRL (15 do St. George Dragons e 1 do St. George Illawarra Dragons) e 1 Mundial

2015: Eliminado nas Quartas de final / 8º lugar na temporada regular

 

South Sydney Rabbitohs logo copy copy

South Sydney Rabbitohs

Cidade (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul)

Estádio: ANZ Stadium (84.000 lugares)

Fundação: 1908

Títulos: 21 títulos da NRL, 1 World Sevens e 1 Auckland Nines

2015: Eliminado nas Quartas de final / 7º lugar na temporada regular

 

Sydneyroosters copy copy copy

Sydney Roosters

Cidade (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul)

Estádio: Allianz Stadium (45.500 lugares)

Fundação: 1908

Títulos: 13 títulos da NRL, 3 Mundiais e 1 World Sevens

2015: Semifinalista / 1º  lugar na temporada regular

 

WestsTigersLogo copy copy

Wests Tigers

Cidade (Estado): Sydney (Nova Gales do Sul)

Estádios: Campbeltown Stadium (20.000 lugares) e Leichhardt Oval (22.000 lugares)

Fundação: 2000 – fusão entre Balmain Tigers (de 1908) e Western Suburbs Magpies (de 1908)

Títulos: 16 títulos da NRL (11  do Balmain Tigers, 4 do Western Suburbs Magpies e 1 do Wests Tigers) e 2 World Sevens (1 do Balmain Tigers e 1 do Wests Tigers)

2015: 15º lugar

 

Lista de maiores campeões da NSWRL/ARL/SL/NRL (desde 1908)*

1 – South Sydney Rabbitohs – 21 títulos

2 – St. George Illawarra Dragons (incluindo St. George Dragons) – 16 títulos

Wests Tigers (incluindo Balmain Tigers e Westerns Suburbs Magpies) – 16 títulos

4 – Sydney Roosters – 13 títulos

5 – Canterbury Bulldogs – 8 títulos

Manly Sea Eagles – 8 títulos

7 – Brisbane Broncos – 6 títulos

8 – Parramatta Eels – 4 títulos

9 – Canberra Raiders – 3 títulos

10 – Melbourne Storm – 2 títulos

Newcastle Knights – 2 títulos

Penrith Panthers – 2 títulos

13 – North Queensland Cowboys – 1 título

Sem títulos: New Zealand Warriors, Cronulla Sharks e Gold Coast Titans

 

*Apenas equipes ativas na liga

Comentários