Inglaterra vencendo a África do Sul em 2016. Foto: RFU

Rodada cheia finalmente! Vai ter muito rugby de seleções nesse sábado pelo mundo, com todas as 16 melhores seleções do mundo entrando em campo em 5 continentes! É a vez dos europeus viajarem!

 

All Blacks e França: um clássico de história imprevisível mas de presente monótono

A história dos confrontos entre All Blacks e Les Bleus é notória e a França já causou grandes frustrações aos neozelandeses. Porém, a França despencou como seleção nos últimos anos e desde 2009 não vence os All Blacks, acumulando 11 derrotas seguidas que garantem que essa série de 3 amistosos entre os dois países na Nova Zelândia tem total favoritismo dos donos da casa.

- Continua depois da publicidade -

O primeiro jogo será no Eden Park, em Auckland, onde os All Blacks não perdem um jogo sequer contra qualquer país desde 1994 – ironicamente em jogo contra a França. Para manter a escrita, Steve Hansen escalou uma equipe poderosa que tem Beauden Barrett jogando com Aaron Smith de 10 e 9 e com seu irmão Jordie Barrett entrando como titular com a camisa 15. Na segunda linha, Scott Barrett também será titular, o que significa 3 irmãos no XV inicial. Kieran Read não estará em campo, sendo substituído na terceira linha por Luke Whitelock, que jogará com Liam Squire e Sam Cane. A capitania será de Sam Whitelock, que será capitão apenas pela 2ª vez, em seu 97º jogo pelos All Blacks.

A França saiu um pouco da crise com um decente Six Nations, mas ainda há muito trabalho para o técnico Jacques Brunel, que escolheu Mathieu Bastareaud como seu capitão. Teddy Thomas estará de volta ao time na ponta, assim como o fullback Maxime Médard, enquanto a dupla de 9 e 10 escolhida é nova, com Morgan Parra finalmente voltando ao time para jogar ao lado do jovem Anthony Belleau. O que chama mais a atenção é a terceira linha que terá a volta de Kévin Gourdon jogando com os jovens Judicaël Cancoriet e Fabien Sanconnie.

 

A Irlanda é mesmo a segunda melhor do mundo? Austrália testará

Campeã do Six Nations e com seu melhor time, o Leinster, brilhando nas competições europeias, a Irlanda viajou à Austrália para uma série de 3 jogos com os Wallabies. A Irlanda confirmou um elenco forte para a visita, com Peter O’Mahony de capitão jogando de Murphy e Stander. A grande novidade é Joey Carbery de abertura no lugar de Sexton, que descansará na primeira partida.

Já a Austrália terá praticamente força máxima, com um debut, do hooker Paenga-Amosa, e uma boa surpresa, o oitavo Caleb Timu. Israel Folau foi confirmado após tantas polêmicas, enquanto Michael Hooper será o capitão do time de Michael Cheika. Favoritismo irlandês, com os Wallabies desesperados por encontrarem um caminho, ainda mais contra o melhor time europeu do momento.

 

Springboks e Inglaterra: uma história de dois times pressionados começará

Pressionadas pelas más campanhas recentes, África do Sul e Inglaterra terão nesse sábado a primeira de suas três batalhas em solo sul-africano. Os Springboks foram derrotados por Gales no último fim de semana, mas já era planejado que o time que enfrentará a Inglaterra será basicamente outro. Kolisi capitaneará o time do técnico Rassie Erasmus, que fez algumas escolhas interessantes, incluindo Faf de Klerk jogando com Handré Pollard na dupla de 9 e 10, a volta de Willie le Roux à camisa 15 e as escolhas dos novatos Dyantyi e Nkosi para as pontas. No pack, Duane Vermeulen enriquece a terceira linha, enquanto o segunda linha RG Snyman debuta.

Buscando se reencontrar depois do insucesso no Six Nations, a Inglaterra terá duas caras novas, com Eddie Jones convocado os debutantes Nick Isiekwe e Tom Curry entre os avançados. Owen Farrell será o capitão, com os ingleses celebrando a volta de Billy Vunipola ao grupo. A batalha de Billy com Vermeulen será particularmente interessante, mas, apesar das oscilações, o time inglês está mais pronto do que o sul-africano.

 

Los Pumas na onda dos Jaguares: Gales que se cuide!

Embalada pelo crescimento dos Jaguares no Super Rugby, a Argentina iniciará sua série de 2 amistosos em casa com Gales. Os Pumas terão um time forte, sendo basicamente o time dos Jaguares que jogou o último compromisso do time contra os Sharks no Super Rugby – e venceu. Trata-se de uma óbvia vantagem argentina, que poderá se beneficiar de um conjunto que está ganhando .A única troca é a entrada do asa Matera no XV.

Gales venceu no último sábado a África do Sul, mas terá muitas mudanças para a primeira de suas duas partidas contra a Argentina. O capitão serão o segunda linha Cory Hill, enquanto os destaques foram a escala de Gareth Davies com Rhys Patchell de 9 e 10 e a confirmação de Ross Moriarty de oitavo ao lado de Seb Davies e James Davies (que, aos 28 anos, fará seu segundo jogo pela seleção) na terceira linha.

 

Itália no Japão, Geórgia na Oceania, Escócia nos Estados Unidos…

Um dos jogos mais interessantes do fim de semana oporá Itália e Japão em solo japonês, com os japoneses, que vem militando no Super Rugby, tendo a oportunidade de medirem forças com os italianos, que vem apresentando evolução nesta temporada.

A Escócia, por sua vez, terá uma gira pela América do Norte que começará com confronto com o Canadá. A partida servirá para os escoceses testarem atletas, pois o favoritismo é amplo. Grant Gilchrist será o novo capitão da equipe.

Já os Estados Unidos vão duelar com a Rússia, que corre agora com sua preparação para a Copa do Mundo de 2019, precisando evoluir.

Enquanto isso, na Oceania, a Geórgia medirá forças em jogo de poderosos avançados com Tonga, ao passo que Fiji e Samoa farão grande clássico regional, com os samoanos pensando na sequência das Eliminatórias para a Copa do Mundo, pois ainda não estão classificados.

Por fim, no domingo, o Uruguai buscará um título histórico em casa encarando a Argentina XV na partida decisivo da Copa das Nações do World Rugby.

 

*Horários de Brasília

Sexta-feira, dia 08 de junho

versus copiargeorgia copy copy copy copy

22h00 – Tonga x Geórgia, em Suva (Fiji) – World Rugby TV AO VIVO

Árbitro: Brendon Pickerill (Nova Zelândia)

Histórico: 5 jogos, 3 vitórias da Geórgia e 2 vitórias de Tonga. Último jogo: Tonga 20 x 23 Geórgia, em 2016 (amistoso);

Tonga: 15 Sione Fifita, 14 David Halaifonua, 13 Nafi Tu’ituvake, 12 Siale Piutau, 11 Penikolo Latu, 10 Kurt Morath, 9 Sonatane Takulua, 8 Nasi Manu, 7 Fotu Lokotui, 6 Dan Faleafa, 5 Joe Tui’ineau, 4 Leva Fifita, 3 David Loloha, 2 Paula Ngauamo, 1 Siegfried Fisi’ihoi;

Suplentes: 16 Sefo Sakalia, 17 David Feao, 18 Ben Tameifuna, 19 Valentino Mapapalangi, 20 Mike Faleafa, 21 Suke Tuumotooa, 22 Latiume Fosita, 23 Viliami Lolohea;

Geórgia: 15 Soso Matiashvili, 14 Anzor Sitchinaya, 13 Davit Katcharava, 12 Giorgi Kveseladze, 11 Sandro Todua, 10 Lasha Khmaladze, 9 Vasil Lobzhanidze, 8 Mikheil Gachechiladze, 7 Otar Giorgadze, 6 Shalva Sutiashvili, 5 Nodar Tcheishvili, 4 Giorgi Nemsadze [c), 3 Levan Chilachava, 2 Shalva Mamukashvili, 1 Kakha Asieshvili;

Suplentes:16 Jaba Bregvadze, 17 Giorgi Tetrashvili, 18 Irakli Mirtskhulava, 19 Kote Mikautadze, 20 Saba Shubitidze, 21 Giorgi Begadze, 22 Lasha Malaghuradze, 23 Merab Kvirikashvili;

 

Sábado, dia 09 de junho

versus copiar

00h30 – Fiji x Samoa, em Suva – World Rugby TV AO VIVO

Árbitro: Mike Fraser (Nova Zelândia)

Histórico: 51 jogos, 28 vitórias de Fiji, 20 vitórias de Samoa e 3 empates. Último jogo: Samoa 16 x 38 Fiji, em 2017 (Copa das Nações do Pacífico);

Fiji: 15 Kini Murimurivalu, 14 Benito Masilevu, 13 Jale Vatubua, 12 Sevanaia Galala, 11 Vereniki Goneva, 10 Ben Volavola, 9 Henry Seniloli, 8 Akapusi Qera (c), 7 Viliame Mata, 6 Dominiko Waqaniburotu, 5 Leone Nakarawa, 4 Apisalome Ratuniyarawa, 3 Manasa Saulo, 2 Talemaitoga Tuapati, 1 Campese Ma’afu;

Suplentes:16 Ratu Vere Vugakoto, 17 Eroni Mawi, 18 Ropate Rinakama, 19 Sikeli Nabou, 20 Nemani Nagusa, 21 Serupepeli Vularika, 22 Alivereti Veitokani, 23 Timoci Nagusa;

Samoa: 15 Ahsee Tuala, 14 Ed Fidow, 13 Rey Lee-Lo, 12 Alapati Leiua, 11 Sinoti Sinoti, 10 Tusi Pisi, 9 Melani Matavao, 8 Mat Luamanu, 7 Jack Lam, 6 Piula Faasalele, 5 Chris Vui (c), 4 Josh Tyrell, 3 Paul Alo-Emile, 2 Motu Matu’u, 1 Logovii Mulipola;

Suplentes: 16 Seilala Lam, 17 Jordan Lay, 18 Viliamu Afatia, 19 Joe Tekori, 20 TJ Ioane, 21 Dwayne Polataivao, 22 Rodney Iona, 23 Paul Perez;

 

versus copiar

02h45 – Japão x Itália, em Oita

Árbitro: Nic Berry (Austrália)

Histórico: 6 jogos, 5 vitórias da Itália e 1 vitória do Japão. Último jogo: Japão 26 x 23 Itália, em 2016 (amistoso);

Japão: 1 Keita Inagaki, 2 Shota Horie, 3 Koo Jiwon, 4 Wimpie van der Walt, 5 Samuela Anise, 6 Kazuki Himeno, 7 Michael Leitch (c), 8 Amanaki Lelei Mafi, 9 Fumiaki Tanaka, 10 Yu Tamura, 11 Kenki Fukuoka, 12 Timothy Lafaele, 13 Will Tupou, 14 Lomano Lemeki, 15 Kotaro Matsushima;

Suplentes: 16 Yusuke Niwai, 17 Shintaro Ishihara, 18-Takuma Asahara, 19 Uwe Helu, 20 Yoshitaka Tokunaga, 21 Yutaka Nagare, 22 Rikiya Matsuda, 23 Ryoto Nakamura;

Itália: 15 Matteo Minozzi, 14 Tommaso Benvenuti, 13 Michele Campagnaro, 12 Tommaso Castello, 11 Mattia Bellini, 10 Tommaso Allan, 9 Marcello Violi, 8 Abraham Steyn, 7 Giovanni Licata, 6 Sebastian Negri, 5 Dean Budd, 4 Alessandro Zanni, 3 Tiziano Pasquali, 2 Leonardo Ghiraldini (c), 1 Andrea Lovotti;

Suplentes:16 Luca Bigi, 17 Federico Zani, 18 Giosuè Zilocchi, 19 George Biagi, 20 Marco Fuser, 21 Jake Polledri, 22 Tito Tebaldi, 23 Jayden Hayward;

 

versus copiar

04h35 – Nova Zelândia x França, em Auckland – Watch ESPN AO VIVO / ESPN+ segunda 22h

Árbitro: Luke Pearce (Inglaterra)

Histórico: 58 jogos, 45 vitórias da Nova Zelândia, 12 vitórias da França e 1 empate. Último jogo: França 18 x 38 Nova Zelândia, em 2017 (amistoso);

Nova Zelândia: 15 Jordie Barrett, 14 Ben Smith, 13 Anton Lienert-Brown, 12 Ryan Crotty, 11 Rieko Ioane, 10 Beauden Barrett, 9 Aaron Smith, 8 Luke Whitelock, 7 Sam Cane, 6 Liam Squire, 5 Scott Barrett, 4 Samuel Whitelock (c), 3 Owen Franks, 2 Codie Taylor, 1 Joe Moody;

Suplentes:16 Nathan Harris, 17 Karl Tu’inukuafe, 18 Ofa Tuungafasi, 19 Vaea Fifita, 20 Ardie Savea, 21 TJ Perenara, 22 Damian McKenzie, 23 Ngani Laumape;

França: 15 Maxime Médard, 14 Teddy Thomas, 13 Mathieu Bastareaud (c), 12 Geoffrey Doumayrou, 11 Remy Grosso, 10 Anthony Belleau, 9 Morgan Parra, 8 Fabien Sanconnie, 7 Kévin Gourdon, 6 Judicaël Cancoriet, 5 Yoann Maestri, 4 Paul Gabrillagues, 3 Uini Atonio, 2 Camille Chat, 1 Dany Priso;

Suplentes: 16 Adrien Pélissié, 17 Cyril Baille, 18 Rabah Slimani, 19 Bernard Le Roux, 20 Alexandre Lapandry, 21 Baptiste Serin, 22 Jules Plisson, 23 Gael Fickou;

 

versus copiarirlanda copy

07h00 – Austrália x Irlanda, em Brisbane – Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Marius van der Westhuizen (África do Sul)

Histórico: 32 jogos, 20 vitórias da Austrália, 11 vitórias da Irlanda e 1 empate. Último jogo: Irlanda 27 x 24 Austrália, em 2016 (amistoso);

Austrália: 15 Israel Folau, 14 Marika Koroibete, 13 Samu Kerevi, 12 Kurtley Beale, 11 Dane Haylett-Petty, 10 Bernard Foley, 9 Will Genia, 8 Caleb Timu, 7 Michael Hooper (c), 6 David Pocock, 5 Adam Coleman, 4 Izack Rodda, 3 Sekope Kepu, 2 Brandon Paenga-Amosa, 1 Scott Sio;

Suplentes: 16 Tolu Latu, 17 Allan Alaalatoa, 18 Taniela Tupou, 19 Rob Simmons, 20 Lukhan Tui, 21 Pete Samu, 22 Nick Phipps, 23 Reece Hodge;

Irlanda: 15 Rob Kearney, 14 Keith Earls, 13 Robbie Henshaw, 12 Bundee Aki, 11 Jacob Stockdale, 10 Joey Carbery, 9 Conor Murray, 8 CJ Stander, 7 Jordi Murphy, 6 Peter O’Mahony (c), 5 Iain Henderson, 4 James Ryan, 3 John Ryan, 2 Rob Herring, 1 Jack McGrath;

Suplentes:16 Sean Cronin, 17 Cian Healy, 18 Tadhg Furlong, 19 Quinn Roux, 20 Jack Conan, 21 Kieran Marmion, 22 Johnny Sexton, 23 Jordan Larmour;

 

versus copiar

12h00 – África do Sul x Inglaterra, em Joanesburgo – ESPN AO VIVO

Árbitro: Ben O’Keeffe (Nova Zelândia)

Histórico: 38 jogos, 23 vitórias da África do Sul, 13 vitórias da Inglaterra e 2 empates. Último jogo: Inglaterra 37 x 21 Inglaterra, em 2016 (amistoso);

África do Sul: 15 Willie le Roux, 14 S’busiso Nkosi, 13 Lukhanyo Am, 12 Damian de Allende, 11 Aphiwe Dyantyi, 10 Handré Pollard, 9 Faf de Klerk, 8 Duane Vermeulen, 7 Jean-Luc du Preez, 6 Siya Kolisi (c), 5 Franco Mostert, 4 RG Snyman, 3 Trevor Nyakane, 2 Bongi Mbonambi, 1 Tendai Mtawarira;

Suplentes:16 Akker van der Merwe, 17 Steven Kitshoff, 18 Wilco Louw, 19 Pieter-Steph du Toit, 20 Sikhumbuzo Notshe, 21 Ivan van Zyl, 22 Elton Jantjies, 23 Warrick Gelant;

Inglaterra: 15 Elliot Daly, 14 Jonny May, 13 Henry Slade, 12 Owen Farrell (c), 11 Mike Brown, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Billy Vunipola, 7 Tom Curry, 6 Chris Robshaw, 5 Nick Isiekwe, 4 Maro Itoje, 3 Kyle Sinckler, 2 Jamie George, 1 Mako Vunipola;

Suplentes:16 Luke Cowan-Dickie, 17 Joe Marler, 18 Harry Williams, 19 Brad Shields, 20 Nathan Hughes, 21 Ben Spencer, 22 Piers Francis, 23 Denny Solomona;

 

versus copiar

16h30 – Argentina x Gales, em San Juan – ESPN AO VIVO

Árbitro: Andrew Brace (Irlanda)

Histórico: 16 jogos, 11 vitórias de Gales e 5 vitórias da Argentina. Último jogo: Gales 24 x 20 Argentina, em 2016 (amistoso);

Argentina: 15 Emiliano Boffelli, 14 Bautista Delguy, 13 Matias Orlando, 12 Jeronimo de le Fuente, 11 Ramiro Moyano, 10 Nicolas Sanchez, 9 Gonzalo Bertranou, 8 Javier Ortega Desio, 7 Marcos Kremer, 6 Pablo Matera, 5 Tomas Lavanini, 4 Guido Petti, 3 Nahuel Tetaz Chaparro, 2 Agustin Creevy (c), 1 Santiago Garcia Botta;

Suplentes:16 Julian Montoya, 17 Javier Diaz, 18 Santiago Medrano, 19 Matias Alemanno, 20 Tomas Lezana, 21 Martin Landajo, 22 Santiago Gonzalez Iglesias, 23 Sebastian Cancelliere;

Gales: 15 Hallam Amos, 14 Josh Adams, 13 Scott Williams, 12 Hadleigh Parkes, 11 George North, 10 Rhys Patchell, 9 Gareth Davies, 8 Ross Moriarty, 7 James Davies, 6 Seb Davies, 5 Cory Hill (c), 4 Adam Beard, 3 Dillon Lewis, 2 Elliot Dee, 1 Wyn Jones;

Suplentes:16 Ryan Elias, 17 Rob Evans, 18 Tomas Francis, 19 Josh Turnbull, 20 Aaron Wainwright, 21 Aled Davies, 22 Gareth Anscombe, 23 Owen Watkin;

 

versus copiar

21h00 – Estados Unidos x Rússia, em Denver

Árbitro: Federico Anselmi (Argentina)

Histórico: 8 jogos, 7 vitórias dos Estados Unidos e 1 vitória da Rússia. Último jogo: Estados Unidos 25 x 00 Rússia, em 2016 (amistoso);

 

versus copiar

22h00 – Canadá x Escócia, em Edmonton

Árbitro: Shuhei Kubo (Japão)

Histórico: 4 jogos, 3 vitórias da Escócia e 1 vitória do Canadá. Último jogo: Canadá 17 x 19 Escócia, em 2014 (amistoso);

Canadá: em breve

Escócia: 15 Blair Kinghorn, 14 Lee Jones, 13 Chris Harris, 12 James Lang, 11 Byron McGuigan, 10 Ruaridh Jackson, 9 Sam Hidalgo-Clyne, 8 David Denton, 7 Jamie Ritchie, 6 Magnus Bradbury, 5 Grant Gilchrist (c), 4 Ben Toolis, 3 Simon Berghan, 2 Fraser Brown, 1 Allan Dell;

Suplentes:16 George Turner, 17 Jamie Bhatti, 18 Murray McCallum, 19 Lewis Carmichael, 20 Luke Hamilton, 21 Ali Price, 22 Adam Hastings, 23 Mark Bennett;

 

Domingo, dia 10 de junho

versus copiar

12h30 – Fiji Warriors x Italia Emergenti, em Montevidéu (Uruguai) – Copa das Nações World Rugby TV AO VIVO

 

versus copiar

15h00 – Uruguai x Argentina XV, em Montevidéu – Copa das NaçõesWorld Rugby TV AO VIVO