Samoa é campeã do Troféu Mundial M20 de 2016!

ARTIGO COM VÍDEO – Neste domingo, no Zimbábue, o Troféu Mundial M20 chegou a seu fim, e com muita emoção. Samoa e Espanha fizeram uma final épica, de tirar o fôlego, que se encerrou em 32 x 32, indo para a prorrogação e terminando com a vitória e título samoano na morte súbita. A vitória por 38 x 32 assegurou a promoção de Samoa à elite do M20 mundial, o Campeonato Mundial M20 de 2017, que será jogada na Geórgia envolvendo as 12 melhores seleções do mundo na categoria.

 

Debutantes no torneio, os espanhóis mostraram toda a evolução do rugby do país e fizeram uma partida surpreendentemente parelha com os samoanos, que até o ano passado jogavam a primeira divisão. Quem largou na frente foi justamente a Espanha, com o fullback Narciso Dominguez finalizando jogada de mãos na ponta, mostrando a qualidade do handling espanhol. Mas, Samoa cresceu e logo virou, com tries do oitavo Elia e do fullback Rayasi em sequência. Mas, aos 21′, Dominguez cravou seu segundo try em jogada parecida com o primeiro e deixou os ibéricos apenas 1 conversão abaixo dos polinésios. O placar ficou inalterado até o intervalo e Samoa ainda lamentou um amarelo aos 32′, que, no entanto, a Espanha não soube aproveitar.

 

No segundo tempo, Elia rompeu para seu segundo try, mas a Espanha respondeu logo com Vaisset, no pick and go. Samoa sentiu que o ritmo espanhol não estava caindo e não foi capaz de impor – como se esperava – seu jogo na segunda etapa. O golpe espanhol veio aos 63′ com o capitão e segunda linha Zabala, dando a frente aos Jovens Leões. Rabagao ainda chutou mais um penal para a Espanha e a diferença foi colocada em um try convertido a favor dos vermelhos. Mas, a força do pack azul era grande e o Elia rompeu para seu hatr-trick aos 73′, deixando tudo igual. O cansaço caiu sobre os ibéricos, que cederam penal que poderia ser fatal, mas Samoa desperdiçou o arremate e o jogo para a prorrogação com morte súbita. No tempo extra não deu mais para os europeus e Samoa teve paciência para trabalhar a bola e Masaga finalizou na ponta o try da vitória e do título samoano.

 

As Leis Experimentais introduzidas no torneio tiveram como claro efeito a elevação do número de tries das partidas, uma vez que o try valia 6 pontos e o penal apenas 2. Nas disputas das demais colocações, um dilúvio de tries caiu sobre Harare.

 

O terceiro lugar ficou com Fiji, que o torneio vencendo a Namíbia por 44 x 30, em partida de 6 tries para os fijianos contra 4 para os africanos. Já o quinto lugar coube aos Estados Unidos, que sofreram para derrotar o Uruguai em jogo empolgante: 32 x 30, com 4 tries para cada lado. Os Teritos levaram vantagem no primeiro tempo, largando na frente e conseguindo ir ao intervalo vencendo por 22 x 20, com o fullback Zeballos, o asa Pfeiff e o scrum-half Durán fazendo três tries para os sul-americanos. O ponta Fittipaldo ainda ampliaria o marcador para 30 x 20 no início do segundo tempo, mas os EUA cresceram nos minutos finais, com o centro Van Schalkwyk fazendo o quarto try estadunidense aos 70′, deixando a diferença em apenas 2 pontos. No minuto final, o abertura Cima chutou o penal do empate das Jovens Águias, que foram incrivelmente capazes de manter a bola viva por mais 6 minutos até arrancarem mais um penal, para Cima, com frieza, converter e garantir a vitória aos Estados Unidos.

 

Por fim, o país sede encerrou o torneio com derrota em jogo que o favoritismo era seu, terminando a competição no amargo último lugar, sem vitórias. O Zimbábue outra vez mostrou um ataque positivo, mas foi incapaz de deter o ataque de Hong Kong, produzindo uma chuva de tries que se encerrou em vitória dos asiáticos por 44 x 40, com 6 tries para cada lado.

 

Agora, as atenções irão se voltar para a Manchester, na Inglaterra, onde no dia 7 de junho será dado o pontapé inicial para o Campeonato Mundial M20, com Nova Zelândia, Inglaterra, África do Sul, França, Austrália, Gales, Irlanda, Escócia, Argentina, Japão, Itália e Geórgia jogarão pelo título máximo da categoria.

 

world rugby logo

World Rugby U20s Trophy – Troféu Mundial M20 – 2ª divisão do Mundial M20

Finais

Zimbábue 40 x 44 Hong Kong – Decisão do 7º lugar

Uruguai 30 x 32 Estados Unidos – Decisão do 5º lugar

Fiji 44 x 30 Namíbia – Decisão do 3º lugar

Samoa 38 x 32 Espanha – Final

 

Classificação final: 1 Samoa (promovida ao Campeonato Mundial M20 de 2017), 2 Espanha, 3 Fiji, 4 Namíbia, 5 Estados Unidos, 6 Uruguai, 7 Hong Kong, 8 Zimbábue

Comentários