São José vence mais uma vez o clássico paulista contra o Pasteur

ARTIGO ATUALIZADO – Sábado de clássico paulista em Santana do Parnaíba, rincão da Grande São Paulo. Pela terceira vez na temporada os rivais ferrenhos Pasteur e São José se encontraram em jogo de suma importância para ambos pela 4ª rodada do Super 8, o Campeonato Brasileiro, no retorno da competição após pausa para o Rio 2016. Para o Pasteur, a vitória em sua nova casa, elevaria a equipe às cabeças da tabela de classificação, ao passo que para os joseenses o triunfo significava a fuga da atípica última colocação para os atuais campeões nacionais e paulistas. E, pela terceira vez no ano, o São José levou a melhor sobre o PAC e garantiu a vitória por 15 x 8 – sem tries, confiando na pontaria de Grilo.

 

O jogo foi “pegado”, sem espaços, com o campo molhado dificultando as ações de mãos dos dois lados. O primeiro tempo se resolveu a favor dos joseeneses por conta dos penais, punindo o Pasteur pela maior indisciplina no início. Grilo desferiu três chutes certeiros para abrir 9 x 0 para os visitantes.

 

No segundo tempo, a pressão caiu sobre os dois lados. O São José largou melhor e logo abriu 15 x 0 com mais dois penais, com o Pasteur recebendo dois amarelos e se permitindo ao São José abrir. Mas, os visitantes também cometeriam seus penais, com mais dois amarelos sendo mostrados ao São José. Com um pouco mais de espaço em campo, o Pasteur encostou, com Maihara disparando para o único try da partida. Na ansiedade, o Pasteur perdeu a conversão que seria crucial e voltou a marcar apenas na última bola, com Gu chutando penal para assegurar um precioso bônus defensivo aos paulistanos.

 

O resultado deixou o Pasteur empatado com Farrapos, Niterói e Band Saracens com 6 pontos na metade de baixo da tabela e precisa agora vencer em casa o Niterói no próximo dia 27. Por sua vez, o São José, esperando já contar com nomes importantes que defenderam o Brasil nos Jogos Olímpicos, receberá no próximo sábado o Band Saracens, em outro dérbi paulista.

 

Placar final: Pasteur 08 x 15 São José

 

Pasteur

Try: Maihara

Penal: Douglas “Gu” (1)

 

São José

Penais: Rafael “Grilo” (5)

 

Clube Cidade (UF) P J V E D 4+ -7 PP PC SP
Desterro Florianópolis (SC) 62 14 13 0 1 10 0 437 198 239
Curitiba Curitiba (PR) 49 14 10 0 4 7 2 374 246 128
São José São José dos Campos (SP) 48 14 10 0 4 7 1 412 288 124
Farrapos Bento Gonçalves (RS) 33 14 6 0 8 4 5 329 287 42
Pasteur São Paulo (SP) 29 14 5 0 9 2 7 210 227 -17
SPAC São Paulo (SP) 23 14 5 0 9 2 1 230 437 -207
Niterói Niterói (RJ) 22 14 4 0 10 3 3 279 451 -172
Band Saracens São Paulo (SP) 21 14 3 0 11 3 6 300 437 -137

Vitória = 4 pontos;
Empate = 2 pontos;
Derrota = 0 pontos;
Fazer 4 ou mais tries = 1 pontos extra;
Derrota por 7 ou menos pontos de diferença = 1 ponto extra;

– Dois primeiros colocados = classificação à final

 

Foto: São José Rugby

Comentários