ARTIGO COM ERRATA – Carnaval de folia de rugby, com três “Seis Nações” rolando ao mesmo tempo entre sábado e domingo! Nas Américas, o Americas Rugby Championship alcança sua penúltima rodada, enquanto na Europa tem a terceira rodada do Six Nations, masculino e feminino. Vamos às prévias e escalações!

 

Título e Ranking em jogo na América

Argentina e Estados Unidos abriram vantagem sobre os demais concorrentes no Americas Rugby Championship e, invictos, têm tudo para decidirem a taça no confronto direto da rodada final no dia 4 de março, na Patagônia. Nesse sábado, a Argentina XV receberá o Brasil na Terra do Fogo, enquanto os EUA visitarão o Chile (com arbitragem do brasileiro Ricardo Sant’Anna), em dois jogos que dificilmente argentinos e estadunidenses não sairão com vitórias bonificadas.

- Continua depois da publicidade -

 

O jogo mais parelho colocará frente a frente os concorrentes pelo terceiro lugar, Uruguai e Canadá, que se enfrentarão em Punta del Este. O jogo terá pontos preciosos no Ranking em disputa, pois os canadenses caíram para o 20º lugar geral, sua pior colocação na história, enquanto os uruguaios estão apenas no 23º lugar.

 

Quem seguirá em busca da taça na reta final do Six Nations?

O sábado de Six Nations começará com o clássico celta entre Escócia e Gales. A história recente favorece os galeses, que não perdem um jogo sequer para seus irmãos britânicos desde 2007. O momento, no entanto, favorece a Escócia, favorita para o jogo e que precisa de qualquer jeito vencer em casa para ir a Londres em março ainda na briga pelo título, que não é seu desde 1999. Os escoceses fizeram cinco trocas com relação ao times que perdeu para a França, sendo assolada pelas lesões de Laidlaw e Strauss. Ryan Wilson entrou na terceira linha no lugar de Strauss, enquanto Laidlaw será substituído pelo jovem Ali Price, que será testado em um jogo tão importante (perde a Escócia em experiência numa posição chave). A capitania de Laidlaw passará pela primeira vez a John Barclay. Maitland, ainda não recuperado fisicamente, dará lugar a Tim Visser na ponta. O técnico Vern Cotter ainda apostou nas entradas de Gordon Reid, na primeira linha, e John Hardie, na terceira.

 

Gales, por sua vez, não vem convencendo, apesar do bom jogo contra a Inglaterra. O técnico interino Rob Howley comemorou o retorno de George North, sendo ele a única novidade no elenco para o jogo. Novamente, os pontos no Ranking em disputa são cruciais para os dois lados, com Gales em 5º, ainda de olho no “Pote 1” do sorteio da Copa do Mundo de 2019, e a Escócia em 7º.

 

O segundo jogo será de arrepiar, com Irlanda e França colocadas à prova em jogo que vale a sobrevivência na luta pelo título para quem vencer, além dos pontos no Ranking, com a Irlanda defendendo seu 4º lugar, que por ora a coloca como cabeça de chave para 2019. Joe Schmidt, técnico da Irlanda, comemorou os retornos do abertura Jonny Sexton e do hooker Rory Best a seu XV, essenciais para darem clara vantagem ao Trevo no embate de aberturas contra a França e em tentar neutralizar o poderio do scrum dos Bleus. Healy ainda dará lugar a McGrath na primeira linha, num total de três trocas.

 

A França trocou também três homens da vitória sobre a Escócia: Virimi Vakatawa e Damien Chouly, lesionados, deram lugar a Yoann Huget e Bernard Le Roux, enquanto o poderio de Rabah Slimani foi preferido na primeira linha sobre Uini Atonio. Serin e Lopez foram mantidos como dupla de 9 e 10 e terão que se desdobrar para levarem vantagem sobre Murray e Sexton, que estão em um patamar acima, ao passo que a força do breakdown francês, com Picamoles e Gourdon na terceira linha, encontrará seu equivalente nos verdes, que têm uma combinação estrelada de Heaslip, O’Brien e Strauss, podendo levar inclusive vantagem sobre os azuis. O favoritismo é da Irlanda, que não perde em casa para a França desde 2011 e está invicta em Dublin desde 2015.

 

A rodada se encerrará no domingo com a Inglaterra recebendo a Itália. Os ingleses são líderes e não perdem há 16 jogos, além de jamais terem sido derrotados pela Itália na história. Os Azzurri terão três novidades importantes na linha, com Allan ganhando a 10 de Canna, Bisegni tendo oportunidade e Campagnaro voltando ao XV, em ótima fase com o Exeter. Sob pressão da imprensa, que clama pela Geórgia no Six Nations, a Itália vai para mais um desafio de sobrevivência, enquanto a Inglaterra tem tudo para garantir os pontos que a colocarão em condições de igualarem o recorde mundial de vitórias na próxima rodada. Do lado inglês, foram quatro trocas no XV, com Danny Care assumindo a 9, Ben Te’o debutando no time com a 15 e Jonny May voltando à ponta, enquanto Haskell é a única novidade entre os avançados, com a 7.

 

Feminino a todo vapor

Por fim, tem ainda a terceira rodada do cada vez melhor Six Nations Feminino. A lanterna Escócia abre as as disputas recebendo Gales na sexta, enquanto a líder Inglaterra recebe a Itália no sábado. O jogo mais parelho é aguardado para o domingo, quando duas das favoritas ao título e à Copa do Mundo de 2017 se encaram: Irlanda e França. Na história, o domínio é francês, e os últimos jogos favoreceram as Bleues, mas as verdes cresceram demais recentemente e estão a todo vapor na preparação para receberam o Mundial em agosto.

 

FÉ DE ERRATA

Erroneamente listamos jogos do Rugby Europe Championship neste artigo, mas as partidas serão apenas no final de semana após o carnaval. Pedimos desculpas pelo equívoco.

 

*Horários de Brasília

 

Sábado, dia 25 de fevereiro

escocia logoversus copiargales

11h20 – Escócia x Gales, em Edimburgo – Six Nations – ESPN+ AO VIVO

Árbitro: John Lacey (Irlanda)

 

Escócia: 15 Stuart Hogg, 14 Tommy Seymour, 13 Huw Jones, 12 Alex Dunbar, 11 Tim Visser, 10 Finn Russell, 9 Ali Price, 8 Ryan Wilson, 7 John Hardie, 6 John Barclay (c), 5 Jonny Gray, 4 Richie Gray, 3 Zander Fagerson, 2 Fraser Brown, 1 Gordon Reid;

Suplentes: 16 Ross Ford, 17 Allan Dell, 18 Simon Berghan, 19 Tim Swinson, 20 Hamish Watson, 21 Henry Pyrgos, 22 Duncan Weir, 23 Mark Bennett;

 

Gales: 15 Leigh Halfpenny, 14 George North, 13 Jonathan Davies, 12 Scott Williams, 11 Liam Williams, 10 Dan Biggar, 9 Rhys Webb, 8 Ross Moriarty, 7 Justin Tipuric, 6 Sam Warburton, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Jake Ball, 3 Tomas Francis, 2 Ken Owens, 1 Rob Evans;

Suplentes: 16 Scott Baldwin, 17 Nicky Smith, 18 Samson Lee, 19 Luke Charteris, 20 Taulupe Faletau, 21 Gareth Davies, 22 Sam Davies, 23 Jamie Roberts;

 

Histórico: 121 jogos, 70 vitórias de Gales, 48 vitórias da Escócia e 3 empates. Último jogo: Gales 27 x 23 Escócia, em 2016 (Six Nations);

 

irlanda logo novo(1)versus copiarFrança vermelho

13h40 – Irlanda x França, em Dublin – Six Nations – ESPN AO VIVO

Árbitro: Nigel Owens (Gales)

 

Irlanda: 15 Rob Kearney, 14 Keith Earls, 13 Garry Ringrose, 12 Robbie Henshaw, 11 Simon Zebo, 10 Johnny Sexton, 9 Conor Murray, 8 Jamie Heaslip (c), 7 Sean O’Brien, 6 CJ Stander, 5 Devin Toner, 4 Donnacha Ryan, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best, 1 Jack McGrath;

Suplentes: 16 Niall Scannell, 17 Cian Healy, 18 John Ryan, 19 Iain Henderson, 20 Peter O’Mahony, 21 Kieran Marmion, 22 Paddy Jackson, 23 Andrew Trimble;

 

França: 15 Scott Spedding, 14 Yoann Huget, 13 Rémi Lamerat, 12 Gaël Fickou, 11 Noa Nakaitaci, 10 Camille Lopez, 9 Baptiste Serin, 8 Louis Picamoles, 7 Kévin Gourdon, 6 Bernard le Roux, 5 Yoann Maestri, 4 Sébastien Vahaamahina, 3 Rabah Slimani, 2 Guilhem Guirado (c), 1 Cyril Baille;

Suplentes: 16 Christopher Tolofua, 17 Uini Atonio, 18 Xavier Chiocci, 19 Julian Le Devedec, 20 Charles Ollivon, 21 Maxime Machenaud, 22 Henry Chavancy, 23 Djibril Camara;

 

Histórico: 95 jogos, 56 vitórias da França, 32 vitórias da Irlanda e 7 empates. Último jogo: França 10 x 09 Irlanda, em 2016 (Six Nations);

 

chile logo novoversus copiarusa_rugby_logo

15h30 – Chile x Estados Unidos, em Santiago – Americas Rugby Championship – Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Ricardo Sant’Anna (Brasil)

 

Chile: 1 Vittorio Lastra, 2 Manuel Gurruchaga (c), 3 José Tomás Munita, 4 Mario Mayol, 5 Nikola Bursic, 6 Arturo Seeman, 7 Anton Petrowitsch, 8 Manuel Dagnino, 9 Sergio Bascuñan, 10 Francisco González Moller, 11 Tomás Ianiszewski, 12 Simón Pardakhty, 13 Franco Velarde, 14 Matías Contreras, 15 Pablo Verschae;

Suplentes: 16 Rodrigo Moya, 17 Sebastián Valech, 18 Ernestro Ugarte, 19 Nelson Calderón, 20 Eduardo Orpis, 21 Beltrán Vergara, 22 Jorge Castillo, 23 Mauricio Urrutia;

 

Estados Unidos: 1 Ben Tarr, 2 James Hilterbrand, 3 Chris Baumann, 4 Matt Jensen, 5 Siaosi Mahoni, 6 Todd Clever, 7 Tony Lamborn, 8 Cam Dolan, 9 Shaun Davies, 10 Ben Cima, 11 Nate Augspurger (c), 12 JP Eloff, 13 Bryce Campbell, 14 Spike Davis, 15 Mike Te’o;

Suplentes: 16 Peter Malcolm, 17 Anthony Purpura, 18 Olive Kilifi, 19 Hanco Germishuys, 20 David Tameilau, 21 Will Magie, 22 Calvin Whiting, 23 Andrew Turner;

 

Histórico: 3 jogos, 2 vitórias dos Estados Unidos e 1 vitória do Chile. Último jogo: Estados Unidos 64 x 00 Chile, em 2016 (Americas Rugby Championship);

 

UAR_copy_copy.jpgversus copiartupi logo

17h30 – Argentina XV x Brasil, em Ushuaia – Americas Rugby Championship – ESPN AO VIVO

Árbitro: Claudio Cativelli (Uruguai)

 

Argentina XV: 1 Franco Brarda, 2 Marcelo Brandi, 3 Alejo Brem, 4 Pedro Ortega, 5 Ignacio Larrague, 6 Mariano Romanini, 7 Lautaro Bavaro (c), 8 Tomás de la Vega, 9 Sebastián Cancelliere, 10 Domingo Miotti, 11 Franco Cuaranta, 12 Tomás Granella, 13 Segundo Tuculet, 14 Germán Schulz, 15 Juan Cruz González;

Suplentes: 16 Gaspar Baldunciel, 17 Facundo Gigena, 18 Santiago Medrano, 19 Franco Molina, 20 Rodrigo Bruni, 21 Lauaro Bazán Vélez, 22 Juan Cappiello, 23 Emiliano Boffelli;

 

Brasil: 1 Wilton Rebolo “Nelson” (São José), 2 Yan Rosetti (CUBA, Argentina), 3 Caique Silva (Niterói), 4 Gabriel Paganini (Band Saracens), 5 Diego Lopez “Diegão” (Pasteur), 6 João Luiz da Ros “Ige” (Desterro), 7 André Arruda “Buda” (Desterro), 8 Nick Smith (SPAC), 9 Matheus Cruz (Jacareí), 10 Josh Reeves (Jacareí), 11 De Wet Van Niekerk (Band Saracens), 12 Moisés Duque (São José), 13 Felipe Sancery (São José), 14 Ariel Rodrigues (Jacareí), 15 Daniel Sancery (São José);

Suplentes: 16 Daniel Danielewicz “Nativo” (Desterro), 17 Vitor Ancina “Vitão” (Curitiba), 18 Pedro Bengaló (Desterro), 19 Lucas Piero “Bruxinho” (Desterro), 20 Matheus Daniel “Matias” (Jacareí), 21 Beukes Cremer (Poli), 22 Luan Smanio (Desterro), 23 Robert Tenório (Pasteur);

 

Histórico: 1 jogo e 1 vitória da Argentina XV, 42 x 07, em 2016 (Americas Rugby Championship);

 

uru novo copy copyversus copiarcanada copy copy

20h00 – Uruguai x Canadá, em Maldonado/Punta del Este – Americas Rugby Championship – ESPN AO VIVO

Árbitro: Derek Summers (Estados Unidos)

 

Uruguai: 1 Mateo Sanguinetti, 2 Martín Espiga, 3 Juan Echeverría, 4 Ignacio Dotti, 5 Diego Ayala, 6 Juan Manuel Gaminara, 7 Franco Lamanna, 8 Alejandro Nieto, 9 Santiago Arata, 10 Germán Albanell, 11 Nicolás Freitas, 12 Andrés Vilaseca, 13 Juan Manuel Cat, 14 Leandro Leivas, 15 Rodrigo Silva;

Suplentes: 16 Facundo Gattas, 17 Matías Benítez, 18 Mario Sagario, 19 Juan Diego Ormaechea, 20 Diego Magno, 21 Guillermo Lijtenstein, 22 Gastón Gibernau, 23 Gastón Mieres;

 

Canadá: 1 Rob Brouwer, 2 Ray Barkwill, 3 Matt Tierney, 4 Brett Beukeboom, 5 Reegan O’Gorman, 6 Clay Panga, 7 Lucas Rumball, 8 Admir Cejvanovic, 9 Gordon McRorie (c), 10 Robbie Povey, 11. Kainoa Lloyd, 12 Nick Blevins, 13 Conor Trainor, 14 Dan Moor, 15 Brock Staller;

Suplentes: 16 Eric Howard, 17 Djustice Sears -Duru, 18 Cole Keith, 19 Liam Chisholm, 20 Matt Beukeboom, 21 Phil Mack, 22 Gradyn Bowd, 23 Guiseppe Du Toit;

 

Histórico: 10 jogos, 9 vitórias do Canadá e 1 vitória do Uruguai. Último jogo: Canadá 33 x 17 Uruguai, em 2016 (Americas Rugby Championship);

 

Domingo, dia 26 de fevereiro

rfu-logo(1)versus copiaritalia copy copy

12h20 – Inglaterra x Itália, em Londres – Six Nations – ESPN AO VIVO

Árbitro: Romain Poite (França)

 

Inglaterra: 15 Mike Brown, 14 Jonny May, 13 Ben Te’o, 12 Owen Farrell, 11 Elliot Daly, 10 George Ford, 9 Danny Care, 8 Nathan Hughes, 7 James Haskell, 6 Maro Itoje, 5 Courtney Lawes, 4 Joe Launchbury, 3 Dan Cole, 2 Dylan Hartley (c), 1 Joe Marler;

Suplentes: 16 Jamie George, 17 Mako Vunipola, 18 Kyle Sinckler, 19 Tom Wood, 20 Jack Clifford, 21 Ben Youngs, 22 Henry Slade, 23 Jack Nowell;

 

Itália: 15 Edoardo Padovani, 14 Giulio Bisegni, 13 Michele Campagnaro, 12 Luke McLean, 11 Giovanbattista Venditti, 10 Tommaso Allan, 9 Edoardo Gori, 8 Sergio Parisse (c), 7 Simone Favaro, 6 Abraham Steyn, 5 Andries Van Schalkwyk, 4 Marco Fuser, 3 Lorenzo Cittadini, 2 Leonardo Ghiraldini, 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Ornel Gega, 17 Michele Rizzo, 18 Pietro Ceccarelli, 19 George Biagi, 20 Maxime Mata Mbanda’, 21 Giorgio Bronzini, 22 Carlo Canna, 23 Tommaso Benvenuti;

 

Histórico: 22 jogos e 22 vitórias da Inglaterra. Último jogo: Itália 09 x 40 Inglaterra, em 2016 (Six Nations);

 

FEMININO

Sexta-feira, dia 24 de fevereiro

escocia logoversus copiargales

15h20 – Escócia x Gales, em Cumbernauld – Six Nations Feminino – Watch ESPN AO VIVO

 

15 Chloe Rollie, 14 Megan Gaffney, 13 Lisa Thomson, 12 Lisa Martin (c), 11 Rhona Lloyd, 10 Helen Nelson, 9 Sarah Law; 1 Tracey Balmer, 2 Lana Skeldon, 3 Lindsey Smith, 4 Emma Wassell, 5 Deborah McCormack, 6 Jemma Forsyth, 7 Louise McMillan, 8 Jade Konkel;

Suplentes: 16 Lucy Park, 17 Heather Lockhart, 18 Katie Dougan, 19 Sarah Bonar, 20 Lyndsay O’Donnell, 21 Jenny Maxwell, 22 Eilidh Sinclair, 23 Lauren Harris;

 

Gales: 15 Dyddgu Hywel, 14 Jasmine Joyce, 13 Kerin Lake, 12 Rebecca de Filippo, 11 Elen Evans, 10 Elinor Snowsill, 9 Rhiannon Parker, 1 Cerys Hale, 2 Carys Phillips (c), 3 Amy Evans, 4 Rebecca Rowe, 5 Mel Clay, 6 Alisha Butchers, 7 Rachel Taylor, 8 Sioned Harries;

Suplentes: 16 Lowri Harries, 17 Gwenllian Pyrs, 18 Caryl Thomas, 19 Siwan Lillicrap, 20 Nia Elen Davies, 21 Sian Moore, 22 Robyn Wilkins, 23 Gemma Rowland;

 

Histórico: 30 jogos, 15 vitórias de Gales e 15 vitórias da Escócia. Último jogo: Gales 23 x 10 Escócia, em 2016 (Six Nations Feminino);

 

Sábado, dia 25 de fevereiro

rfu-logo(1)versus copiaritalia copy copy

10h00 – Inglaterra x Itália, em Londres – Six Nations Feminino – Watch ESPN AO VIVO

 

Inglaterra: 15 Sarah McKenna, 14 Amy Wilson Hardy, 13 Emily Scarratt, 12 Rachael Burford, 11 Kay Wilson, 10 Emily Scott, 9 La Toya Mason, 1 Justine Lucas, 2 Vicky Fleetwood, 3 Laura Keates, 4 Harriet Millar-Mills, 5 Tamara Taylor, 6 Alex Matthews, 7 Marlie Packer , 8 Sarah Hunter (c);

Suplentes: 16 Amy Cokayne, 17 Rochelle Clark, 18 Sarah Bern, 19 Poppy Cleall, 20 Izzy Noel-Smith, 21 Natasha Hunt, 22 Katy Mclean, 23 Amber Reed;

 

Itália: 15 Manuela Furlan, 14 Sofia Stefan, 13 Michela Sillari, 12 Paola Zangirolami, 11 Maria Magatti, 10 Beatrice Rigoni, 9 Sara Barattin (c) 8 Elisa Giordano, 7 Isabellla Locatelli, 6 Lucia Cammarano, 5 Alice Trevisan, 4 Elisa Pillotti, 3 Lucia Gai, 2 Melissa Bettoni, 1 Marta Ferrari;

Suplentes: 16 Elisa Cucchiella, 17 Gaia Giacomoli, 18 Valentina Ruzza, 19 Michela Este, 20 Valeria Fedrighi, 21 Ilaria Arrighetti, 22 Veronica Madia, 23 Elisa Bonaldo;

 

Histórico: 15 jogos e 15 vitórias da Inglaterra. Último jogo: Itália 24 x 33 Inglaterra, em 2016 (Six Nations Feminino);

 

Domingo, dia 26 de fevereiro

irlanda logo novo(1)versus copiarFrança vermelho

09h45 – Irlanda x França, em Dublin – Six Nations Feminino – Watch ESPN AO VIVO

 

Irlanda: 1 Lindsay Peat, 2 Leah Lyons, 3 Ailis Egan, 4 Sophie Spence, 5 Marie-Louise Reilly, 6 Ciara Griffin, 7 Claire Molloy, 8 Paula Fitzpatrick (c), 9 Mary Healy, 10 Nora Stapleton, 11 Eimear Considine, 12 Claire Mc Laughlin, 13 Jenny Murphy, 14 Kim Flood, 15 Mairead Coyne;

Suplentes: 16 Ciara O Connor, 17 Ilse Van Staden, 18 Ruth O’Reilly, 19 Ciara Cooney, 20 Nichola Fryday, 21 Larissa Muldoon, 22 Nikki Caughey, 23 Louise Galvin;
França: 15 Trémoulière, 14 Grassineau, 13 Ladagnous, 12 Poublan, 11 Izar , 10 Cabalou, 9 Le Pesq, 8 N’Diaye, 7 Menager, 6 Mayans, 5 Forlani, 4 Corson, 3 Duval, 2 Mignot, 1 Arricastre;

Suplentes: 16 Thomas, 17 Deshayes, 18 Ferer, 19 Grand, 20 Rivoalen, 21 Godiveau, 22 M. Ménager, 23 Carricaburu;

 

Histórico: 24 jogos, 22 vitórias da França e 2 vitórias da Irlanda. Último jogo: França 18 x 06 Irlanda, em 2016 (Six Nations Feminino);

 

Classificações

Americas Rugby Championhip

EquipeApelidoPJVED4+-7PPPCSP
Estados UnidosEagles2354104021596119
Argentina XVArgentina XV2254103022862166
UruguaiTeros15530221120125-5
BrasilTupis852030063179-116
CanadáCanucks8510422112127-15
ChileCóndores050050051200-149

 

Six Nations

SeleçãoJogosPontos
Inglaterra519
Irlanda514
França514
Escócia514
Gales510
Itália50
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Six Nations Feminino

SeleçãoJogosPontos
Inglaterra527
Irlanda518
França516
Escócia59
Gales56
Itália51
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Foto: Gales x Escócia 2016 – INPHO