Foto: Carl Fourie / Gallo Images

A União Sul-Africana de Rugby (SARU) finalmente revelou o novo treinador dos Springboks. Depois da saída de Allister Coetzee do comando do time, a necessidade de renovação virou prioridade na África do Sul. Foi chamado para o cargo o ex jogador Rassie Erasmus, que havia assumido em janeiro o cargo de Diretor de Rugby da SARU, passando agora a acumular também a função de técnico da seleção.

Erasmus, de 45 anos, foi asa e defendeu os Springboks em 36 partidas, de 1997 a 2001, tendo disputado a Copa do Mundo de 1999 e capitaneado a seleção em algumas partidas naquele ano. Na África do Sul, Erasmus jogou pelos Cheetahs até 2006, quando se aposentou.

Fora de campo, assumiu os cargos de Diretor de Rugby e de treinador do Munster, da Irlanda, em 2016, onde trabalhou até dezembro de 2017.

Para seu novo trabalho nos Boks, Erasmus apontou Jacques Nienaber, Pieter de Villiers e Mzwandile Stick como seus auxiliares, renovando o staff da seleção.

- Continua depois da publicidade -

 

Venter assina com Worcester

Da África do Sul ainda veio a notícia da saída do centro François Venter do Cheetahs rumo ao Worcester Warriors, da Premiership inglesa, para a próxima temporada. O jogador, no entanto, continuará apto a jogar pelos Boks.

 

Jerome Kaino vai deixar a Nova Zelândia

Ainda no Hemisfério Sul, outra notícia importante da semana foi o anúncio de que o asa dos All Blacks e dos Blues, do Super Rugby, Jerome Kaino, vai deixar a Nova Zelândia ao final da temporada.

Kaino, de 34 anos, vai se transferir para um clube francês, ainda não anunciado, ao final da temporada. O asa é um dos atletas que mais vestiram a camisa dos All Blacks, com 81 jogos, tendo sido campeão mundial em 2011 e 2015.