ARTIGO COM VÍDEOS – A temporada regular do Super Rugby passou de sua metade e uma equipe ainda está invicta e voando baixo: o Crusaders, que recebeu o Stormers e atropelou o forte oponente sul-africano, impondo uma complicada segunda derrota seguida ao time do Cabo. A liderança da chave australasiana segue, assim, nas mãos do time de Christchurch, mas com Hurricanes e Chiefs na cola. Já no Grupo Sul-Africano, o primeiro lugar é do Lions, que despachou os Jaguares, deixando os argentinos ainda sem vitórias desde março.

 

Blues e Reds folgaram nesta rodada.

 

- Continua depois da publicidade -

Quem irá parar os Crusaders?

O grande jogo da jornada opôs Crusaders e Stormers, dois dos melhores da liga, e os neozelandeses atropelaram com uma performance que não deixou dúvidas de que o maior campeão do Super Rugby está de novo na briga pelo título. 57 x 24 sobre o time do Cabo, com direito a um brilhante primeiro tempo que teve o ponta George Bridge, de apenas 22 anos, correndo para os 3 primeiros tries do jogo, provando que a nova geração dos ‘Saders tem muito talento. O primeiro tempo se encerrou em avassaladores 36 x 03 para os anfitriões, com Kieran Read ainda marcando mais 2 tries antes do apito. Os sul-africanos remaram no segundo tempo esboçando uma reação com tries de Kolbe e Basson, mas Alaalatoa e Peter Samu sepultaram o Stormers com mais 2 tries para os ‘Saders. Antes do fim, Malherbe fez um último para os visitantes e Mataele pôs números finais a favor dos rubronegros.

 

Outra jornada perfeita para os neozelandeses

Hurricanes, Chiefs e Highlanders também venceram, completando mais uma jornada invicta para o rugby da Nova Zelândia. Jogando em casa, os Hurricanes massacraram o Brumbies em Wellington, afundando ainda mais o rugby australiano, com o melhor time da Austrália tendo hoje campanha inferior à do pior time da Nova Zelândia. Acachapantes 56 x 21, em um segundo tempo de gala dos ‘Canes. Os Brumbies fizeram um bom primeiro tempo e, apesar de largarem atrás, com 2 tries para os neozelandeses, de Vince Aso e Cory Jane, tiveram qualidade para virarem o placar, com tries de Kuridrani, Sam Carter e Powell. O rolo compressor aurinegro cresceu depois do intervalo, com 6 tries sem resposta. Vince Aso completou seu hat-trick (3 tries), Gibbins deixando 2 tries, e Abbott e Laumape fazendo os seus.

 

Os Chiefs tiveram vitória mais modesta, batendo o aguerrido Western Force, em Perth, por 16 x 07. Liam Messam, logo aos 6′, fez o único try neozelandês na partida, enquanto Hodgson cravou aos 31′ o único try australiano. O jogo se decidiu a favor dos visitantes pelos pés de Aaron Cruden com 3 penais no segundo tempo.

 

Atuando na fria Invercargill, os Highlanders brindaram seu torcedor com grande vitória sobre os japoneses do Sunwolves, mantendo-se na zona de classificação ao mata-mata. O time do extremo sul passou pelos visitantes por tranquilos 40 x 15, com 6 tries: Faddes fez 2 vezes, enquanto Fekitoa, Squire, Aaron Smith e Ben Smith guardaram 1 cada.

 

Jaguares caem e Bulls encostam

Em Joanesburgo, os Lions receberam os Jaguares, em outro dos jogos mais aguardados da rodada. E os argentinos conheceram a terceira derrota consecutiva na África do Sul, ainda cometendo muitos erros defensivos. Os argentinos largaram na frente com try de Matías Orlando, aos 4′, mas os Leões rugiram e viraram o marcador com tries de Vorster, aos 11′, e Mapoe, aos 22′, com direito a linda finta, pouco depois dos donos da casa terem um try anulado após lateral. Os argentinos largaram o segundo tempo com muita força e viraram o placar com tries de Rodrigo Baez, aos 48′, e Guido Petti, aos 51′, mostrando a força do pack sul-americano. Porém, os Lions cresceram no fim, dominando o jogo e guardando o suado try do empate aos 71′, com Ackermann, e o penal da vitória aos 78′, com Jantjes. 24 x 21.

 

Os Bulls reduziram para apenas 6 pontos sua desvantagem para os Jaguares na tabela com vitória por 20 x 14 em dérbi sul-africano contra os Cheetahs. Jacques Potgieter e Jesse Kriel fizeram os únicos tries para os donos da casa, ambos no segundo tempo.

 

Decepções para Sharks e Waratahs

Na África do Sul, Sharks e Rebels fizeram o pior jogo da rodada, com um insosso empate em 9 x 9 muito ruim para os donos da casa, que perderam pontos preciosos na briga pelo mata-mata. Os Sharks lamentaram um cartão vermelho a Esterhuizen aos 18′ e chegaram a sentir o gosto da vitória quando, aos 78′, Curwin Bosch chutou o penal que dava a frente no placar aos anfitriões. Mas, Reece Hodge, com o tempo esgotado, chutou o penal do empate para o time de Melbourne.

 

A maior surpresa da rodada talvez tenha ficado com o combalido Waratahs, que sofreu desesperadora vitória em Sydney diante do Kings, que vem provando não ser o saco de pancadas que se esperava. O “patinho feio” da África do Sul venceu heroicamente na Austrália, depois de se ver atrás no placar até o fim, quando Willemse, com try aos 67′, e um doído penal try de scrm, aos 77′, viraram o marcador para os Kings, que festejaram com 26 x 24.

 

Super Rugby logo

Super Rugby – Liga do Hemisfério Sul

Hurricanes 56 x 21 Brumbies

Waratahs 24 x 26 Kings

Lions 24 x 21 Jaguares

Highlanders 40 x 15 Sunwolves

Crusaders 57 x 24 Stormers

Force 07 x 16 Chiefs

Bulls 20 x 14 Cheetahs

Sharks 09 x 09 Rebels

 

EquipeConferência*PaísCidadeJogosPontos
Grupo Australásia
CrusadersNeozelandesaNova ZelândiaChristchurch1563
HurricanesNeozelandesaNova ZelândiaWellington1558
ChiefsNeozelandesaNova ZelândiaHamilton1557
HighlandersNeozelandesaNova ZelândiaDunedin1551
BluesNeozelandesaNova ZelândiaAuckland1537
BrumbiesAustralianaAustráliaCanberra1534
ForceAustralianaAustráliaPerth1526
RedsAustralianaAustráliaBrisbane1521
WaratahsAustralianaAustráliaSydney1519
RebelsAustralianaAustráliaMelbourne1509
Grupo África do Sul
LionsÁfrica 2África do SulJoanesburgo1565
StormersÁfrica 1África do SulCidade do Cabo1543
SharksÁfrica 2África do SulDurban1542
JaguaresÁfrica 2ArgentinaBuenos Aires1533
KingsÁfrica 2África do SulPorto Elizabeth1528
CheetahsÁfrica 1África do SulBloemfontein1521
BullsÁfrica 1África do SulPretória1520
SunwolvesÁfrica 1JapãoTóquio1512
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

Classificam-se às quartas de final:
- o 1º colocado de cada uma das 4 conferências*;
- mais três equipes de melhor campanha no Grupo Australásia;
- mais a equipe de melhor campanha no Grupo África do Sul;

 

Próxima rodada

Dia 28/04: Highlanders x Stormers

Dia 29/04: Chiefs x Sunwolves

Dia 29/04: Reds x Waratahs

Dia 29/04: Force x Lions

Dia 29/04: Cheetahs x Crusaders

Dia 29/04: Kings x Rebels

Dia 29/04: Jaguares x Sharks

Dia 30/04: Brumbies x Blues

 

Foto: Lions x Jaguares – Super Rugby