ARTIGO COM VÍDEOS – Sexta e sábado decisivos no Super Rugby com as disputas das quartas de final do maior campeonato do Hemisfério Sul. E, como esperado, os neozelandeses seguem dominando a competição, com três times garantidos nas semifinais: Crusaders, que passaram pelos Highlanders no clássico nacional, Hurricanes, que despacharam os australianos dos Brumbies, e os Chiefs, que conquistaram uma maiúscula vitória na África do Sul sobre os Stormers. O único intruso na festa kiwi é a esquadra sul-africanos dos Lions, que venceram os Sharks em dérbi  e seguem com o sonho da taça vivo.

Nas semifinais, os Crusaders receberão os Chiefs e os Hurricanes visitarão os Lions.

 

Uma pá de cal no rugby australiano

- Continua depois da publicidade -

Mesmo jogando em casa, os Brumbies não fizeram frente aos atuais campeões Hurricanes, que seguem vivos na defesa do título. O resultado do confronto entre australianos e neozelandeses foi de novo supremacia kiwi, com 35 x 16 no placar.

O time de Canberra começou bem na verdade e abriu o placar aos 4′ com o ponta Darganville. Mas, rapidamente o time de Wellington deu o troco e Wes Goosen correu para o try neozelandês aos 8′. Os australianos não se abateram e Mann-Rea deu o troco com o segundo try dos Brumbies, em maul, mantendo a frente para a equipe da casa. Porém, antes do intervalo, Jordie Barrett aproveitou uma jogada inusitada com a bola sendo cabeceada pelos para frente e desconcertando a defesa aussie.

A virada neozelandesa saiu no começo segundo tempo pelos pés de Beauden Barrett em penal e os Brumbies caíram de rendimento, não conseguindo mais por a pressão necessária sobre os kiwis. No entanto, o golpe final tardou a sair, vindo apenas aos 69′, com try de TJ Peranara. Os Hurricanes ainda tiveram tempo para um último try, aos 76′, com Goosen de novo, sepultando os Brumbies na capital da Austrália.

 

Brumbies logo copy16versus copiar35

Brumbies 16 x 35 Hurricanes, em Canberra

 

Crusaders, os reis da Nova Zelândia

O sábado largou com o clássico da Ilha do Sul da Nova Zelândia, com os Crusaders recebendo os rivais Highlanders. Como esperado, foi um jogo duro e parelho, mas sem espaços, com menos pontos do que o normal das duas equipes na temporada. Apenas 17 x 00 para os Crusaders no placar final.

O tempo frio e chuvoso em Christchurch dificultou as ações de mãos e beneficiou o jogo de forwards do poderoso pack dos ‘Saders, que acabou sendo o fiel da balança no duelo. Mo’unga, aos 6′, abriu o placar com penal para os anfitriões e a disputa seguiu com marcador inalterado até os 33′, quando no pick and go Joe Moody rompeu a defesa de Dunedin para marcar o primeiro try do jogo para os rubronegros.

O golpe foi acusado pelos Highlanders e, aos 40’, Codie Taylor marcou o segundo try na mesma moeda para os ‘Saders, colocando 17 x 00 no placar antes do intervalo. Depois, no segundo tempo, os Highlanders não conseguiram o domínio de bola necessária para a virada e quem seguiu levando mais perigo foram os donos da casa, obrigando os Highlanders a se defenderem com honra, mas sem conseguirem emplacar contra golpes. Placar inalterado até o fim e triunfo dos Crusaders.

 

crusaders copy copy copy17versus copiar00Highlanders NZ rugby union team logo.svg

Crusaders 17 x 00 Highlanders, em Christchurch

O melhor time da África do Sul rugiu de novo

No papel, Lions e Sharks fariam um clássico sul-africanos de estilos opostos e com favoritismo total para os Lions, que jogavam em casa. Mas, o que se viu foi um grande jogo do lado dos Sharks, que mostraram que sabem jogar na linguagem dos Lions e levaram a partida parelha até o fim. Porém, em grandes exibição no segundo tempo, os Leões rugiram e lavaram a melhor, 23 x 21.

Elton Jantjies abriu o placar com penal para os Lions, mas, logo aos 11′, o jogo de mãos dos visitantes encaixou e Jacobus Van Wyk correu para o primeiro try dos Sharks. Logo depois, Curwin Bosch desferiu um preciso drop goal para elevar a frente dos visitantes.

Foi somente no segundo tempo que os Lions conseguiram colocar os nervos no lugar e jogaram o que deles se espera. E isso foi possível após a redução dos Sharks a 14 homens por amarelo a Lewies aos 46′. Com espaço, Franco Mostert cravou o primeiro try dos Lions, aos 48′, e Jaco Kriel, aos 52′, rompeu para o try da virada dos anfitriões. Os Lions engrenaram e, aos 61′, Lionel Mapoe, em contra ataque, fez o terceiro dos vermelhos. Contudo, os Sharks não estavam mortos e, aos 68′, Robert Du Preez marcou o segundo try do time de Durban, que virou o placar na reta final do jogo, lançando a pressão de volta para os donos da casa.

A pressão dos Lions veio e o bote final foi dado aos 78′, no apagar das luzes, com Combrinck chutando o penal da vitória do time de Joanesburgo.

 

23versus copiar21sharks SR copy copy

Lions 23 x 21 Sharks, em Joanesburgo

Chiefs provam a supremacia kiwi

No último jogo do sábado, sul-africano e neozelandeses colidiram na Cidade do Cabo, com os Stormers recebendo os Chiefs. E o jogo se provou parelho como esperado, com os Chiefs conquistando a vitória por 17 x 11 em final dramático.

Brutal e parelho, o embate físico entre os dois gigantes não produziu tries no primeiro tempo, com os Chiefs levando a melhor e arrancando 3 penais para chutados em sequência por Damian McKenzie, enquanto SP Marais chutou o penal solitário dos sul-africanos.

Os Stormers, entretanto, começaram melhores o segundo tempo e o pack sul-africanos mostrou sua qualidade com Dewaldt Duvenhage e EW Viljoen abrindo espaço para Siya Kolisi receber de offload e marcar o try que pôs dos Stormers na frente, para o delírio da massa presente no Newlands Stadium. Porém, a alegria durou pouco e McKenzie chutou novo penal para os Chiefs que se puseram na frente em 12 x 08. Marais reduziu para os sul-africanos pouco depois na mesma moeda e o jogo foi aos instantes finais em abertos 12 x 11 para os visitantes. Marais desperdiçou ainda chance de ouro de virar novamente o placar e quem não faz, leva. Aos 76′, Aaron Cruden foi decisivo e armou um brilhante passe para Shaun Stevenson fazer o try do triunfo do time de Waikato, dando números finais à peleja.

 

Stormers logo11versus copiar17Chiefs

Stormers 11 x 17 Chiefs, na Cidade do Cabo

Super Rugby logo

Super Rugby – Liga do Hemisfério Sul

Semifinais

crusaders copy copy copyversus copiarChiefs

Dia 28/07 – Crusaders x Chiefs, em Christchurch

 

versus copiar

Dia 29/07 – Lions x Hurricanes, em Joanesburgo

 

Foto: Hurricanes x Brumbies – Super Rugby