ARTIGO COM VÍDEOS – Pela 11ª rodada do Super Rugby, os três primeiros colocados do campeonato conquistaram vitórias e mantiveram suas posições. O Hurricanes seguiu na ponta ao bater o Reds, o Chiefs derrotou o Force e o Brumbies passou pelo Highlanders. O grande jogo da rodada, no entanto, ocorreu na Cidade do Cabo entre os dois maiores times da África do Sul. Foi um jogão, no qual o Stormers garantiu uma crucial vitória sobre o Bulls, subindo para a primeira posição da conferência sul-africana. Outros três dérbis nacionais aconteceram, com Crusaders, Waratahs e Lions derrotando Blues, Rebels e Cheetahs, respectivamente. O Sharks foi o time que folgou na rodada.

 

Hurricanes e Chiefs continuam no topo

Chiefs e Hurricanes asseguraram suas colocações na parte de cima da classificação do Super Rugby ao superarem Force e Reds, dois dos piores times do momento. O Chiefs recebeu o lanterna Force e não teve vida fácil, com a agremiação do oeste australiano lutando muito para sair da penúria. O primeiro tempo parecia que desenhava uma vitória tranquila dos neozelandeses, que fizeram dois tries, contra um do Force, e viram os australianos reduzidos a 14 homens com cartão vermelho a Ian Prior aos 28′. O terceiro try do Chiefs veio logo no começo do segundo tempo, mas o time da casa parou. Apesar de seguir com mais posse de bola e território, o Chiefs perdeu o foco e permitiu que o Force fizesse dois tries e entrasse no jogo, até Nanai-Williams cravar, aos 66′, o quarto try dos neozelandeses. O Force ainda batalhou, fez seu quarto try aos 77′, com Tessmann, e saiu de Hamilton com um bônus ofensivo. 35 x 27.

- Continua depois da publicidade -

 

O Hurricanes, por sua vez, foi a Austrália e venceu o decadente Reds por 35 x 19. Foram dois tries no primeiro tempo e dois tries no segundo tempo, para os amarelos garantirem a vitória bonificada. TJ Perenara foi o nome do jogo, conduzindo as ações e fazendo dois tries.

 


 

Brumbies e Stormers vencem confrontos da parte de cima da tabela

O Brumbies também assegurou uma importante vitória, reencontrando seu melhor rugby. O time de Canberra recebeu o perigoso Highlanders e venceu por 31 x 18. O jogo foi vencido no primeiro tempo, com uma apresentação de gala dos australianos, que abriram o placar com try de Henry Speight, logo aos 5′. Na sequência, o que se viu foi um show inspirador do asa David Pocock que, além de dominar os rucks, anotou nada menos que três tries em sequência antes do intervalo, dando a vantagem necessária aos Brumbies. No segundo tempo, o Highlanders ainda reagiu, fez dois tries, mas não conseguiu colocar em risco a vitória aussie.

 

Na África do Sul, Stormers e Bulls fizeram o grande jogo da rodada do Super Rugby. Os dois maiores campeões do país se enfrentaram em Newlands, casa do Stormers, em busca do primeiro lugar do grupo. E foi, como esperado, uma batalha de tirar o fôlego entre os forwards, com o time do Cabo apresentando índices assombrosos de efetividade nos rucks e dois jogadores fora de série dominando as ações, Schalk Burger e Duane Vermeulen. Com poucos espaços para tries, o Stormers mostrou que penais a seu favor são fatais. Catrakilis, com 100% de aproveitamente, chutou 5 penais para assegurar a vitória da equipe. Basson fez o único try do jogo apra o Bulls, aos 42′, mas Pollard não foi perfeito nos chutes, errou uma de suas três chances e o jogo se encerrou em 15 x 13 para os Stormers.

 

Clássicos nacionais dão o tom no Super Rugby

Além de Stormers x Bulls, outros três clássicos nacionais tiveram lugar. Ainda na África do Sul, o Lions se manteve bem na briga para entrar na zona de classificação ao mata-mata ao superar o Cheetahs por 34 x 29. Foi um jogo de muitos pontos e emoção. O primeiro tempo teve um try para cada lado e vantagem do Cheetahs por 10 x 7, graças a drop goal de Joe Pietersen. Mas, no segundo tempo, o Lions foi para a pressão e fez dois tries em sequência em menos de 5 minutos. O Cheetahs reagiu, mas o try de Faf de Klerk, aos 74′, matou o jogo para os vermelhos de Joanesburgo.

 

Na Austrália, debaixo de chuva, o Waratahs derrotou o Rebels por sofridos 18 x 16, no duelo das duas maiores cidades do país, Sydney e Melbourne. Com tries de Hooper, Ashley-Cooper e Horne, o Waratahs abriu boa vantagem, mas o Rebels reagiu no fim e quase conseguiu a virada. Hegarty, aos 74′, fez o único try do Rebels, mas os pontos da virada não vieram.

 

Por fim, em Christchurch, Crusaders e Blues fizeram o clássico dos clássicos da Nova Zelândia, mas ambos aquém de suas vitoriosas histórias. O Crusaders acabou se impondo, 29 x 15, com o fijiano Nadolo mostrando muita classe na criação dos quatro tries dos ‘Saders.

 

super rugby

Super Rugby – Liga da África do Sul, Austrália e Nova Zelândia

Chiefs 35 x 27 Force, em Hamilton

Brumbies 31 x 18 Highlanders, em Canberra

Crusaders 29 x 15 Blues, em Christchurch

Waratahs 18 x 16 Rebels, em Sydney

Lions 34 x 29 Cheetahs, em Joanesburgo

Stormers 15 x 13 Bulls, na Cidade do Cabo

Reds 19 x 35 Hurricanes, em Brisbane

 

EquipePaísCidadeJogosPontos
Melhores de cada país
HurricanesNova ZelândiaWellington1666
WaratahsAustráliaSydney1652
StormersÁfrica do SulCidade do Cabo1645
Wild Cards
HighlandersNova ZelândiaDunedin1653
ChiefsNova ZelândiaHamilton1648
BrumbiesAustráliaCanberra1647
Fora da zona de classificação
CrusadersNova ZelândiaChristchurch1646
LionsÁfrica do SulJoanesburgo1642
BullsÁfrica do SulPretória1638
RebelsAustráliaMelbourne1636
SharksÁfrica do SulDurban1634
CheetahsÁfrica do SulBloemfontein1626
RedsAustráliaBrisbane1622
BluesNova ZelândiaAuckland1620
ForceAustráliaPerth1619