Top 14 francês já conhece quatro de seus seis finalistas

ARTIGO COM VÍDEOS – Faltando apenas duas rodadas para o fim da competição, o Top 14 continua emocionante e já conta com quatro de seus seis classificados ao mata-mata: Clermont, Toulon, Montpellier e Racing já se garantiram matematicamente, deixando a briga pelas demais vagas entre Toulouse, Castres e Bordeaux e Brive, que também estão de olho no sétimo lugar, que dará vaga na próxima Champions Cup europeia.

 

O Clermont (1º) segue líder e atropelou, em casa, o Stade Français (12º). A disputa pela segunda posição continua eletrizante com Toulon (2º), que bateu fora de casa o rebaixado Agen (14º) empatado em pontos com o Montpellier (3º) que superou em seus domínios o Bordeaux (7º). Já classificado para as finais e com poucas chances de chegar a segunda colocação o Racing (4º) mostrou que não se abalou com a decepção europeia batendo em casa o Pau (12º) enquanto o Toulouse (5º) se mantém seguro com uma vitória longe de casa diante do Oyonnax (13º). Na luta pela classificação o Castres (6º) atropelou em casa o La Rochelle (9º) enquanto o Brive (8º) venceu em casa o Grenoble (10º).

 

Clermont não dá chance a rivais

Mesmo com a primeira posição praticamente assegurada, o Clermont não dá sinais de diminuir o ritmo, vencendo o Stade Français, em casa por 35 a 10. Os visitantes, que seguem fazendo uma temporada vergonhosa, conseguiriam equilibrar o jogo no primeiro tempo, com os amarelos fazendo o primeiro try, um penal-try, depois do apito da sirene. Na segunda etapa os donos da casa voltaram mais focados entrando no in-goal com o hooker John Ulugia e o scrum-half Morgan Parra. O try de honra dos visitantes, que tirou o ponto bônus ofensivo dos donos da casa foi marcado pelo fullback Djibril Camara. O Clermont agora viaja para enfrentar o empolgado Toulouse enquanto o Stad Français segue seu calvário voltando para Paris enfrentar o rebaixado Agen.

Castres encaminha sua vaga para as finais

Ainda envolvido em uma batalha cabeça a cabeça contra o Bordeaux , o Castres mostrou que esta comprometido com a vaga, vencendo em casa o La Rochelle por 67 a 20. Os mandantes anotaram incríveis dez tries, recorde da temporada até agora, entrando no in-goal em um penal try, com o scrum-hal Rory Koockott, o fullback Geoffrey Palis, o abertura Benjamin Urdapilleta, os pontas  Sitiveni Sivivatu (duas vezes) e David Smith, o asa Piula Fa’asalele, o hooker reserva Brice Mach e o segundo centro Thomas Combezou. Os atlânticos, em meio a chuva de tries do Castres ainda encontraram espaço para anotar três vezes, com o asa Afaesetiti Amosa, o centro Pierre Aguillon e o ponta Alofa Alofa. O Castres continua na briga e não pode relaxar, viajando para enfrentar o Oyonnax, enquanto o La Rochelle volta para casa medir forças com o Racing.

Toulon vence em grande estilo

Os time mais rico da Europa viajou para enfrentar o já rebaixado Agen e volta para casa com uma vitória maiúscula, por 52 a 13. Destaque para o ponta australiano James O’Connor que anotou quatro tries, também deixaram o seu o fullback Quade Cooper, que retorna depois da sua estadia fracassada no sevens, o asa reserva Charles Ollivon, o asa Juan Martin Fernandez Lobbe e o ponta reserva Eric Escande. O try de honra do Agen foi marcado pelo asa Antonie Erbani. O Agen viaja para Paris enfrentar o Stade Français enquanto o Toulon continua na estrada enfrentando o Montpellier no duelo que deve decidir a segunda colocação.

Montpellier segue na luta

O titulo da Challenge Cup (segunda divisão europeia) não abalou o apetite do Montpellier, que bateu em casa o Bordeaux, por 19 a 16. Com os visitantes disputando a ultima vaga para as finais do campeonato, em uma batalha ponto a ponto com o Castres, a partida ganhou ares de final sendo muito disputada do começo ao fim, o time da terra dos vinhos abriu o placar, em um try do scrum-half Baptiste Serin, acuando os donos da casa, que viraram a partida nos minutos finais com o hooker Bismarck Du Plessis. A vitória não foi suficiente para manter a segunda posição do Montpellier, que perde nos critérios de desempate para o Toulon, o time agora tem a chance de reassumir a vice-liderança, enfrentando o próprio Toulon, em casa. O Bordeaux fica a um ponto da zona de classificação  recebendo o Brive.

Toulouse sofre mas vence

Ainda com risco de perder a vaga nas finais, o Toulouse viajou para enfrentar o já rebaixado Oyonnax, que acabou dando muito trabalho, mas no final os occitanos voltaram para casa com uma vitória por 25 a 17. Em um jogo de muitos erros e péssimas tomadas de decisão os visitantes melhoram um pouco no segundo tempo e conseguiram entrar no in-goal com o oitavo Louis Picamoles, o centro Florian Fritz e o asa Gillian Galan. O Oyonnax respondeu com o scrum-half Julien Blanc e o oitavo Viliami Maafu. O Oyonnax segue cumprindo tabela, em casa, diante do Castres enquanto o Toulouse volta para a Provença enfrentar o Clermont, que tem se mostrado um visitante indigesto.

Racing digere bem a derrota europeia

Depois da derrota na final da Champions Cup muitas pessoas se preguntaram se a decepção não atrapalharia os parisienses, que responderam em grande estilo batendo na cidade luz o Pau por 43 a 13. O hooker Dimitri Szarzewski abriu o placar seguido pelo pilar Luc Ducalcon, os ponta Joe Rokocoko e Marc Andreu, o segunda linha Manuel Carizza e o fullback  Johan Goosen. O try de honra dos visitantes foi marcado pelo ponta Mathieu Acebes. O Pau continua em casa para enfrentar o Grenoble, em uma partida entre duas equipes que cumprem tabela. O Racing se dirige a costa atlântica enfrentar o La Rochelle.

Brive com ânimo renovado

A vitória do Montpellier abriu uma vaga na Champions Cup para o sétimo colocado no Top 14, dando chances para o Brive terminar bem a temporada, apesar de ainda depender de um série de derrotas do Bordeaux. A equipe mostrou que entendeu a mensagem e bateu em casa o Grenoble por 45 a 24, com direito a ponto bônus. Anotaram para os donos da casa o  hooker Thomas Acquier, o asa Said Hirechi, o ponta Alifeleti Mafi, o scrum-half reserva Jean Pejoine, o oitavo Sisaro datu Koyamaibole e o hooker reserva Guillaume Ribes. O Grenoble anotou com o pilar Pieter de Klerk, o asa reserva Mathias Marie, e o ponta reserva Daniel Killioni. O Brive viaja para enfrentar o Bordeaux, rival direto pela vaga no campeonato Europeu, enquanto o Grenoble continua na estrada para enfrentar o Pau.

Pro D2 define seus duelos de mata-mata

A segunda divisão francesa chegou ao fim de sua temporada regular neste fim de semana, com a definição dos finalistas. Na Pro D2, o primeiro colocado já garante o título e a promoção ao Top 14, que neste ano couberam ao Lyon. Os times classificados de segundo a quinto lugar encaram uma mata-mata pela segunda e última vaga no Top 14.

 

Bayonne e Aurillac falaram mais alto em 2016. Os bascos acabaram com o segundo lugar após vencerem o Mont de Marsan em confronto direto, 23 x 17, jogando o adversário para o quarto lugar. Com isso, o Aurillac se beneficiou, venceu o Biarritz por 24 x 16 e garantiu também o mando de jogo, justamente contra o Mont de Marsan. Já o adversário do Bayonne será o Colomiers – vice campeão da Heineken Cup, a Copa Europeia, em 1999 -, que bateu o Carcassonne por 22 x 15. Quem levou a pior foi o gigante catalão Perpignan, que terá que amargar sua terceira temporada na Pro D2 após ser derrotado por 20 x 7 pelo desesperado Dax, que se livrou do rebaixamento.

 

O rebaixamento, no entanto, está nebuloso. A liga já confirmou o rebaixamento do Tarbes por problemas financeiros. Com isso, em tese, apenas o último colocado da Pro D2 seria rebaixado. E quem terminou na lanterna foi o Provence, apesar da vitória que conquistou sobre o Narbonne, 19 x 18. Porém, o Provence poderá ser salvo caso a liga confirme também o rebaixamento do Bourgoin, pelos mesmos motivos do Tarbes.

 

Lille é campeão do Top 8 feminino

No fim de semana a França viveu também a final do Top 8, o Campeonato Francês feminino. Sem equipe nas divisões profissionais do rugby masculino, a cidade de Lille, quarta maior da França, localizada no extremo norte do país, vem jogando suas fichas no XV feminino e está colhendo os frutos. E finalmente o título nacional veio. Jogada em Massy, na Grande Paris, a final do Top 8 opôs o Montpellier, campeão nacional nos últimos três anos, e o Lille, que já havia sido superado pelo Montpellier na final de 2015. Desta vez, com direito a drop goal de 40 metros de Shannon Izar, o Lille fez 18 x 9 e ergueu a taça inédita.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Agen 13 x 52 Toulon

Castres 67 x 20 La Rochelle

Racing 43 x 13 Pau

Oyonnax 17 x 25 Toulouse

Brive 45 x 24 Grenoble

Montpellier 19 x 16 Bordeaux

Clermont 36 x 10 Stade Français

 

ClubeCidadeJogosPontos
ClermontClermont-Ferrand2688
ToulonToulon2682
MontpellierMontpellier2681
RacingParis2681
ToulouseToulouse2679
CastresCastres2671
Union Bordeaux-BèglesBordeaux2667
BriveBrive2662
La RochelleLa Rochelle2654
GrenobleGrenoble2647
PauPau2646
Stade FrançaisParis2641
AgenAgen2626
OyonnaxOyonnax2624

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Pro D2 novo 2012

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês

Lyon 34 x 17 Albi

Bourgoin 50 x 19 Tarbes

Provence 19 x 18 Narbonne

Dax 20 x 07 Perpignan

Aurillac 24 x 16 Biarritz

Carcassonne 15 x 22 Colomiers

Bayonne 23 x 17 Mont de Marsan

Montauban 13 x 22 Béziers

 

ClubeCidadeJogosPontos
LyonLyon30117
BayonneBayonne3086
AurillacAurillac3081
Mont-de-MarsanMont-de-Marsan3078
ColomiersColomiers3078
BéziersBéziers3077
PerpignanPerpignan3073
BiarritzBiarritz3064
Bourgoin*Bourgoin-Jallieu3062
AlbiAlbi3062
NarbonneNarbonne3060
MontaubanMontauban3058
Tarbes*Tarbes3053
CarcassonneCarcassonne3049
DaxDax3048
ProvenceAix-en-Provence3046
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


 

Semifinais de promoção

Dia 28/05: Aurillac x Mont de Marsan

Dia 29/05: Bayonne x Colomiers

 

top 8 logo

Top 8 – Campeonato Francês Feminino

Final

Lille 18 x 07 Montpellier

Finale Top 8 : Le drop de 40 mètres de Shannon… por Le-Rugbynistere

Finale Top 8 : Essai d’Élodie Poublan por Le-Rugbynistere

Finale Top 8 : Romane Ménager colle une… por Le-Rugbynistere

Comentários