Top 14 francês já conhece quatro de seus seis finalistas

ARTIGO COM VÍDEOS – Faltando apenas duas rodadas para o fim da competição, o Top 14 continua emocionante e já conta com quatro de seus seis classificados ao mata-mata: Clermont, Toulon, Montpellier e Racing já se garantiram matematicamente, deixando a briga pelas demais vagas entre Toulouse, Castres e Bordeaux e Brive, que também estão de olho no sétimo lugar, que dará vaga na próxima Champions Cup europeia.

 

O Clermont (1º) segue líder e atropelou, em casa, o Stade Français (12º). A disputa pela segunda posição continua eletrizante com Toulon (2º), que bateu fora de casa o rebaixado Agen (14º) empatado em pontos com o Montpellier (3º) que superou em seus domínios o Bordeaux (7º). Já classificado para as finais e com poucas chances de chegar a segunda colocação o Racing (4º) mostrou que não se abalou com a decepção europeia batendo em casa o Pau (12º) enquanto o Toulouse (5º) se mantém seguro com uma vitória longe de casa diante do Oyonnax (13º). Na luta pela classificação o Castres (6º) atropelou em casa o La Rochelle (9º) enquanto o Brive (8º) venceu em casa o Grenoble (10º).

 

Clermont não dá chance a rivais

Mesmo com a primeira posição praticamente assegurada, o Clermont não dá sinais de diminuir o ritmo, vencendo o Stade Français, em casa por 35 a 10. Os visitantes, que seguem fazendo uma temporada vergonhosa, conseguiriam equilibrar o jogo no primeiro tempo, com os amarelos fazendo o primeiro try, um penal-try, depois do apito da sirene. Na segunda etapa os donos da casa voltaram mais focados entrando no in-goal com o hooker John Ulugia e o scrum-half Morgan Parra. O try de honra dos visitantes, que tirou o ponto bônus ofensivo dos donos da casa foi marcado pelo fullback Djibril Camara. O Clermont agora viaja para enfrentar o empolgado Toulouse enquanto o Stad Français segue seu calvário voltando para Paris enfrentar o rebaixado Agen.

Castres encaminha sua vaga para as finais

Ainda envolvido em uma batalha cabeça a cabeça contra o Bordeaux , o Castres mostrou que esta comprometido com a vaga, vencendo em casa o La Rochelle por 67 a 20. Os mandantes anotaram incríveis dez tries, recorde da temporada até agora, entrando no in-goal em um penal try, com o scrum-hal Rory Koockott, o fullback Geoffrey Palis, o abertura Benjamin Urdapilleta, os pontas  Sitiveni Sivivatu (duas vezes) e David Smith, o asa Piula Fa’asalele, o hooker reserva Brice Mach e o segundo centro Thomas Combezou. Os atlânticos, em meio a chuva de tries do Castres ainda encontraram espaço para anotar três vezes, com o asa Afaesetiti Amosa, o centro Pierre Aguillon e o ponta Alofa Alofa. O Castres continua na briga e não pode relaxar, viajando para enfrentar o Oyonnax, enquanto o La Rochelle volta para casa medir forças com o Racing.

Toulon vence em grande estilo

Os time mais rico da Europa viajou para enfrentar o já rebaixado Agen e volta para casa com uma vitória maiúscula, por 52 a 13. Destaque para o ponta australiano James O’Connor que anotou quatro tries, também deixaram o seu o fullback Quade Cooper, que retorna depois da sua estadia fracassada no sevens, o asa reserva Charles Ollivon, o asa Juan Martin Fernandez Lobbe e o ponta reserva Eric Escande. O try de honra do Agen foi marcado pelo asa Antonie Erbani. O Agen viaja para Paris enfrentar o Stade Français enquanto o Toulon continua na estrada enfrentando o Montpellier no duelo que deve decidir a segunda colocação.

Montpellier segue na luta

O titulo da Challenge Cup (segunda divisão europeia) não abalou o apetite do Montpellier, que bateu em casa o Bordeaux, por 19 a 16. Com os visitantes disputando a ultima vaga para as finais do campeonato, em uma batalha ponto a ponto com o Castres, a partida ganhou ares de final sendo muito disputada do começo ao fim, o time da terra dos vinhos abriu o placar, em um try do scrum-half Baptiste Serin, acuando os donos da casa, que viraram a partida nos minutos finais com o hooker Bismarck Du Plessis. A vitória não foi suficiente para manter a segunda posição do Montpellier, que perde nos critérios de desempate para o Toulon, o time agora tem a chance de reassumir a vice-liderança, enfrentando o próprio Toulon, em casa. O Bordeaux fica a um ponto da zona de classificação  recebendo o Brive.

Toulouse sofre mas vence

Ainda com risco de perder a vaga nas finais, o Toulouse viajou para enfrentar o já rebaixado Oyonnax, que acabou dando muito trabalho, mas no final os occitanos voltaram para casa com uma vitória por 25 a 17. Em um jogo de muitos erros e péssimas tomadas de decisão os visitantes melhoram um pouco no segundo tempo e conseguiram entrar no in-goal com o oitavo Louis Picamoles, o centro Florian Fritz e o asa Gillian Galan. O Oyonnax respondeu com o scrum-half Julien Blanc e o oitavo Viliami Maafu. O Oyonnax segue cumprindo tabela, em casa, diante do Castres enquanto o Toulouse volta para a Provença enfrentar o Clermont, que tem se mostrado um visitante indigesto.

Racing digere bem a derrota europeia

Depois da derrota na final da Champions Cup muitas pessoas se preguntaram se a decepção não atrapalharia os parisienses, que responderam em grande estilo batendo na cidade luz o Pau por 43 a 13. O hooker Dimitri Szarzewski abriu o placar seguido pelo pilar Luc Ducalcon, os ponta Joe Rokocoko e Marc Andreu, o segunda linha Manuel Carizza e o fullback  Johan Goosen. O try de honra dos visitantes foi marcado pelo ponta Mathieu Acebes. O Pau continua em casa para enfrentar o Grenoble, em uma partida entre duas equipes que cumprem tabela. O Racing se dirige a costa atlântica enfrentar o La Rochelle.

Brive com ânimo renovado

A vitória do Montpellier abriu uma vaga na Champions Cup para o sétimo colocado no Top 14, dando chances para o Brive terminar bem a temporada, apesar de ainda depender de um série de derrotas do Bordeaux. A equipe mostrou que entendeu a mensagem e bateu em casa o Grenoble por 45 a 24, com direito a ponto bônus. Anotaram para os donos da casa o  hooker Thomas Acquier, o asa Said Hirechi, o ponta Alifeleti Mafi, o scrum-half reserva Jean Pejoine, o oitavo Sisaro datu Koyamaibole e o hooker reserva Guillaume Ribes. O Grenoble anotou com o pilar Pieter de Klerk, o asa reserva Mathias Marie, e o ponta reserva Daniel Killioni. O Brive viaja para enfrentar o Bordeaux, rival direto pela vaga no campeonato Europeu, enquanto o Grenoble continua na estrada para enfrentar o Pau.

Pro D2 define seus duelos de mata-mata

A segunda divisão francesa chegou ao fim de sua temporada regular neste fim de semana, com a definição dos finalistas. Na Pro D2, o primeiro colocado já garante o título e a promoção ao Top 14, que neste ano couberam ao Lyon. Os times classificados de segundo a quinto lugar encaram uma mata-mata pela segunda e última vaga no Top 14.

 

Bayonne e Aurillac falaram mais alto em 2016. Os bascos acabaram com o segundo lugar após vencerem o Mont de Marsan em confronto direto, 23 x 17, jogando o adversário para o quarto lugar. Com isso, o Aurillac se beneficiou, venceu o Biarritz por 24 x 16 e garantiu também o mando de jogo, justamente contra o Mont de Marsan. Já o adversário do Bayonne será o Colomiers – vice campeão da Heineken Cup, a Copa Europeia, em 1999 -, que bateu o Carcassonne por 22 x 15. Quem levou a pior foi o gigante catalão Perpignan, que terá que amargar sua terceira temporada na Pro D2 após ser derrotado por 20 x 7 pelo desesperado Dax, que se livrou do rebaixamento.

 

O rebaixamento, no entanto, está nebuloso. A liga já confirmou o rebaixamento do Tarbes por problemas financeiros. Com isso, em tese, apenas o último colocado da Pro D2 seria rebaixado. E quem terminou na lanterna foi o Provence, apesar da vitória que conquistou sobre o Narbonne, 19 x 18. Porém, o Provence poderá ser salvo caso a liga confirme também o rebaixamento do Bourgoin, pelos mesmos motivos do Tarbes.

 

Lille é campeão do Top 8 feminino

No fim de semana a França viveu também a final do Top 8, o Campeonato Francês feminino. Sem equipe nas divisões profissionais do rugby masculino, a cidade de Lille, quarta maior da França, localizada no extremo norte do país, vem jogando suas fichas no XV feminino e está colhendo os frutos. E finalmente o título nacional veio. Jogada em Massy, na Grande Paris, a final do Top 8 opôs o Montpellier, campeão nacional nos últimos três anos, e o Lille, que já havia sido superado pelo Montpellier na final de 2015. Desta vez, com direito a drop goal de 40 metros de Shannon Izar, o Lille fez 18 x 9 e ergueu a taça inédita.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Agen 13 x 52 Toulon

Castres 67 x 20 La Rochelle

Racing 43 x 13 Pau

Oyonnax 17 x 25 Toulouse

Brive 45 x 24 Grenoble

Montpellier 19 x 16 Bordeaux

Clermont 36 x 10 Stade Français

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Pro D2 novo 2012

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês

Lyon 34 x 17 Albi

Bourgoin 50 x 19 Tarbes

Provence 19 x 18 Narbonne

Dax 20 x 07 Perpignan

Aurillac 24 x 16 Biarritz

Carcassonne 15 x 22 Colomiers

Bayonne 23 x 17 Mont de Marsan

Montauban 13 x 22 Béziers

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Lyon Lyon 30 117
Bayonne Bayonne 30 86
Aurillac Aurillac 30 81
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 30 78
Colomiers Colomiers 30 78
Béziers Béziers 30 77
Perpignan Perpignan 30 73
Biarritz Biarritz 30 64
Bourgoin* Bourgoin-Jallieu 30 62
Albi Albi 30 62
Narbonne Narbonne 30 60
Montauban Montauban 30 58
Tarbes* Tarbes 30 53
Carcassonne Carcassonne 30 49
Dax Dax 30 48
Provence Aix-en-Provence 30 46
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


 

Semifinais de promoção

Dia 28/05: Aurillac x Mont de Marsan

Dia 29/05: Bayonne x Colomiers

 

top 8 logo

Top 8 – Campeonato Francês Feminino

Final

Lille 18 x 07 Montpellier

Finale Top 8 : Le drop de 40 mètres de Shannon… por Le-Rugbynistere

Finale Top 8 : Essai d’Élodie Poublan por Le-Rugbynistere

Finale Top 8 : Romane Ménager colle une… por Le-Rugbynistere

Comentários