Top 14: Racing cai em clássico e Toulon volta a subir

ARTIGO COM VÍDEOS – O Top 14 retornou após a pausa para a Champions Cup e viu o Clermont (1º) se manter como líder isolado, não tendo dificuldades para bater em casa o lanterna Agen (14º). Na vice liderança, o Montpellier (2º), que faz um segundo turno quase perfeito, não teve dificuldades para bater, em Paris, o combalido Stade Français (12º), enquanto o Toulon (3) se recuperou da derrota na Copa Europeia batendo fora de casa o Pau (11º).  Na luta pelas últimas vagas nas finais, a briga está cada vez mais quente, com o Toulouse (5º) batendo em casa o Racing (4º) e o Castres (6º) vencendo nos Alpes o Grenoble (10º), enquanto o Bordeaux (7º) era derrotado na costa atlântica  pelo La Rochelle (9º) e deixava o G6. Ainda na espreita pela parte de cima, o Brive (8º) não teve dificuldade para bater o Oyonnax (13º).

 

Toulouse vence poderoso Racing

O Toulouse conquistou uma vitória fundamental em casa diante do Racing por 14 a 3, garantindo sua permanência dentro da zona de classificação às finais. No primeiro tempo os donos da casa fizeram seus tries com  o asa Yocuba Câmara e com um penal try, aproveiando os pesados desfalques do time parisiense, que poupou atletas por conta da Copa Europeia. No segundo tempo, o jogo caiu em nível e os torcedores testemunharam 40 minutos sem pontos. Na próxima rodada, o Toulouse viaja para enfrentar o Toulon, em um jogo importante para as duas equipes. O Racing volta para casa enfrentar o líder Clermont.

 

Clermont mais líder do que nunca

O time amarelo continua a encantar a França e a vítima da vez foi o lanterna Agen, batido fora de casa por 38 a 10. Em um festival de tries os donos da casa anotaram com os pontas Alvereti Raka (duas vezes) e David Strettle, o asa  Judicaël Cancoriet, o oitavo  Camille Gérondeau e o ponta reserva Noa Nakaitaci. O try de honra dos visitantes foi marcado pelo asa reserva Antoine Miquel. O Clermont continua a defender sua série invicta e viaja até Paris enfrentar o Racing. O Agen, praticamente rebaixado, recebe o Brive.

 

Montpellier assume vice

A equipe de Montpellier parece finalmente ter dado o passo que faltava para o time figurar entre os grandes da Europa, conquistando a sétima vitória seguida, dessa vez em Paris, batendo o Stade Français por 26 a 20, no primeiro sucesso da equipe no estádio Jean-Bouin. Muito superior aos donos da casa, o time azul e branco entrou no in-goal com o hooker Mickaël Ivaldi, o asa Akapusi Qera e o abertura reserva Benoît Paillaugue. A festa só não foi completa devido ao try do ponta Jérémy Sinzelle, que negou aos visitantes o ponto bônus ofensivo e garantiu aos parisienses um ponto na classificação. Fora da Copa Europeia, o Stade Français continua a decepcionar e só não luta contra o rebaixamento por causa da temporada horrível de Agen e Oyonnax, o time deixa Paris para enfrentar o Bordeaux. O Montpellier continua a evoluir e recebe o Grenoble.

 

Toulon se mantém vivo no Top 14

O Toulon mostrou nesse fim de semana que não se abalou com a desclassificação no torneio europeu e agora mira o título do Top 14. O time viajou para enfrentar o Pau, que, apesar de pouco badalado, costuma jogar muito bem em casa, e voltou para a Provença com uma vitória tranquila na bagagem por 25 a 9.  Em uma partida com muitos erros defensivos dos donos da casa o fullback Delon Armitage anotou duas vezes, além de um penal try, garantindo o ponto bônus ofensivo dos visitantes. O Toulon volta para casa enfrentar o Toulouse enquanto o Pau volta para casa encarar o Castres.

 

Castres continua vivo na disputa

O Castres viajou até Grenoble e deu um passo muito grande rumo à classificação para as finais, batendo os alpinos, sempre muito fortes em casa, por 33 a 28.  Jogando um rugby ofensivo, mesmo fora de casa, os visitantes anotaram com o segundo centro Thomas Combezou, o oitavo Alex Tulo e o ponta David Smith. O try de honra dos donos da casa marcaram o try de honra com o ponta Maritino Nemani. O Grenoble, que pensa muito mais na semifinal da Challenge Cup, viaja para enfrentar o imparável Montpellier, enquanto o Castres tenta, em casa, dar mais um passo rumo a classificação quando enfrenta o Pau.

 

La Rochelle continua a sonhar

O pequeno La Rochelle continua a surpreender batendo em casa o Bordeaux, e mantendo vivo, mesmo que ainda muito distante, o sonho de se classificar para as finais. A partida foi o retrato do que a equipe da costa atlântica fez neste campeonato, colocando em campo um time aguerrido e disciplinado, se aproveitando dos descuidos do adversário. O único try do jogo foi dos donos da casa, com o hooker reserva Hikario Forbes. O La Rochelle agora viaja para enfrentar o quase rebaixado o Oyonnax, em busca de mais uma vitória para entrar de vez na briga pelas finais. A derrota é péssima para o Bordeaux que sai da zona de classificação a equipe agora recebe o combalido Stade Français precisando de uma vitória.

 

Brive conquista primeiro bônus ofensivo

O Brive bateu em casa o quase rebaixado Oyonnax por 31 a 13, conquistando o primeiro ponto bônus ofensivo da temporada. A forte chuva que caia no momento da partida não impediu o jogo ofensivo do Brive que entrou no in-goal quatro vezes com o pilar  Karlen Asieshvili, o asa  Poutasi Luafutu, o pilar reserva Lucas Pointud e o centro reserva Chris Tuatara-Morrison. O Oyonnax anotou um penal try. O Brive agora viaja para enfrentar o Agen enquanto o Oyonnax volta para casa enfrentar o La Rochelle.

 

Bayonne um passo adiante para a classificação

Na segunda divisão, o vice líder Bayonne deu um passo importante rumo à classificação ao mata-mata final. Os bascos venceram o Tarbes e abriram 5 pontos de frente sobre o terceiro colocado Aurillac e 10 acima do sexto colocado, a primeira equipe de fora da zona de classificação. O Aurillac foi derrotado pelo desesperado Dax, que luta contra o rebaixamento, ao passo Perpignan e Béziers, que vem logo a seguir, também tiveram insucessos, caindo contra Montauban e Lyon, respectivamente. O Mont de Marsan, por sua vez, conquistou uma importante vitória fora de casa sobre o Albi, 27 x 19, e tomou do concorrente o sexto lugar, estando agora a 1 ponto de Perpignan e Béziers, com mais 4 rodadas pela frente.

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Grenoble 28 x 22 Castres

Pau 9 x 25 Toulon

Brive 31 x 13 Oyonnax

Clermont 38 x 10 Agen

La Rochelle 22 x 15 Bordeaux

Stade Français 20 x 26 Montpellier

Toulouse 14 x 3 Racing

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Pro D2 novo 2012

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês

Montauban 28 x 25 Perpignan

Carcassonne 32 x 27 Biarritz

Bayonne 28 x 10 Tarbes

Provence 29 x 6 Bourgoin

Dax 26 x 18 Aurillac

Albi 19 x 27 Mont de Marsan

Narbonne 34 x 6 Colomiers

Lyon 38 x 17 Béziers

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Lyon Lyon 30 117
Bayonne Bayonne 30 86
Aurillac Aurillac 30 81
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 30 78
Colomiers Colomiers 30 78
Béziers Béziers 30 77
Perpignan Perpignan 30 73
Biarritz Biarritz 30 64
Bourgoin* Bourgoin-Jallieu 30 62
Albi Albi 30 62
Narbonne Narbonne 30 60
Montauban Montauban 30 58
Tarbes* Tarbes 30 53
Carcassonne Carcassonne 30 49
Dax Dax 30 48
Provence Aix-en-Provence 30 46
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


 

Escrito por: Diego Gutierrez

Comentários