Começou a Top League, o Campeonato Japonês de Rugby, com uma jornada repleta de dérbis locais!

Rodada dupla no Príncipe Chichibu

A primeira rodada dos Springboks no The Rugby Championship desfalcou significativamente as duas equipes que abriram o torneio nos dérbis de Tóquio. Elton Jantjies não estava comandando o ataque do Shing Arcs em sua partida de estréia. O dérbi no Príncipe Chichibu contra o Ricoh Black Rams, que também não contou com Franco Mostert, foi bastante equilibrado. Um cartão amarelo dado no primeiro tempo ao foward do Shining Arcs, Shokei Kin, após um tackle perigoso em Colin Bourke, foi decisivo para o desfecho do jogo. Os pretos venceram por 17 a 13.

- Continua depois da publicidade -

O Suntory Sungoliath não teve muitas dificuldades para passar pelo Canon Eagles. O time amarelo veio com força total e contabilizou cinco tries. Destaque para o scrumhalf Yutaka Nagare que articulou a jogada para o try de Daishi Murata, quarto dos amarelos, aos 14 minutos. O placar final foi de 32 a 5.


 

O retorno do ninja

Se a maior dor de cabeça do treinador Katsuyuki Kiyomiya era escolher entre Van der Heever e o ninja Ayumu Goromaru, ele optou pelo mais cômodo e escalou ambos no time titular do Yamaha Júbilo. O retorno do fullback deu-se debaixo de muita chuva e com mais de 27 mil torcedores na casa do Toyota Verblitz, um adversário que foi indigesto e vendeu caro sua derrota.

Em um gramado encharcado, somente o Verblitz pontuou, e mesmo assim no último minuto da primeira etapa, try não convertido de Seiyu Kohara. No segundo tempo, obviamente, Goromaru converteu os dois tries da sua equipe. Chikara Ito marcou o primeiro try e Van der Heever fechou a conta. Placar Final: Yamaha Júbilo 14, Toyota Verblitz 11.


 

Kobelco atropela com hat-trick de neozelandês

Andrew Ellis marcou três tries na vitória do Kobelco Steelers contra o NTT Red Hurricanes. A apática defesa dos Hurricanes permitiu que os backs adversários atropelassem com belos tries. No total, cinco tries foram marcados pelo time de Kobe. O fullback do time visitante, Saiguchi, descontou com um try no início da segunda etapa, mas a reação parou por aí. Placar final: Steelers 39, Hurricanes 16.


 

Defesa do Toshiba anula ataque dos Rockets

Uma estreia para se esquecer. Os Rockets “zeraram” fora de casa contra o Toshiba Brave Lupus, que venceu de 20 a 0. Os verdes jogaram com 13 em boa parte do segundo tempo, após dois cartões amarelos, Nemani Maritino e Kenjo.  Aos 20 minutos da segunda etapa o placar final já estava desenhado. Com dois tries, Takehisa Usuzuki e Yamamoto, o passeio ainda está longe de ser um teste para este favorito aos playoffs.


 

O ataque impiedoso dos Wild Knights

A gritante diferença técnica dos Spears de Harumichi Tatekawa ficou bastante evidente após sofrer 45 pontos vindos seis tries, seis conversões e um penal. O Panasonic Wild Knights se impôs e mostrou para que veio, após Grant Hattingh abrir o placar do jogo para a equipe do Kubota Spears com try aos 8 minutos. O embate foi equilibrado até a metade do primeiro tempo. quando aos 28 o placar mostrava 14 a 14. Kazuhiro Goya fechou o placar aos 37 da segunda etapa com try para minimizar a derrota por 45 a 21. Os tries azuis foram marcados por Shunsuke Nunomaki, Berrick Barnes, Ryu Koliniasi Holani , Keisuke Moriya, Kenki Fukuoka e Akihito Yamada.


 

Sanix Blues garante boa vitória e Kintetsu Liners se dá bem no apagar das luzes

O Sanix Blues garantiu a segunda colocação no seu grupo vencendo o Coca-Cola fora de casa. O placar foi construído de maneira tranquila, dos cinco tries feitos pelos azuis foram dois de Yasunori Hoshimoto e Satoshi Tsuruoka , Kohei Hamazato e Karne Hesketh marcaram o restante. A campanha do Coca-Cola já aparenta ser de não fugir do rebaixamento, o azul Hiroshi Tashiro “brincou” com toda a desguarnecida defesa dos Red Sparks no try de Hamazato, mostrando a fragilidade do adversário. Do lado vermelho Joseph Tupe, Arata Nanri e Mitsumasa Harayama descontaram. Placar Final: Blues 38 a 22.
Liners vencem em Osaka

Yasumasa Shigemitsu foi o herói do Kintetsu Liners. Quando a partida contra o Toyota Shuttles registrava 12 a 10, aos 40 minutos do segundo tempo, um belo drop goal culminou na virada e encerramento do jogo. Placar final 13 a 10. O clima festivo de fim de campeonato tomou conta dos jogadores, uma confiança a mais para os próximos desafios. Apesar de estarem apenas no início da competição, os Liners sabem bem que derrotaram um concorrente direto ao rebaixamento. Já do lado azul, não há tempo para lamentos, a equipe receberá o Yamaha Júbilo, que pode se empenhar em busca do ponto bônus, perdido na árdua vitória nesta rodada.

Sudeste Asiático vive fim de semana de sevens

Fechando ainda um giro pela Ásia, em Kuala Lumpur, com direito a estádio lotado, os SEA Games, os Jogos do Sudeste Asiático, a olimpíada regional, tiveram as disputas do rugby sevens. No masculino, o ouro foi da Malásia, a prata de Singapura e o bronze da Tailândia. Já no feminino foi ouro foi da Tailândia, a prata de Singapura e o bronze da Malásia.





Top League copy copy

Top League – Campeonato Japonês

Steelers 39 x 16 Red Hurricanes

Verblitz 11 x 14 Jubilo

Liners 13 x 12 Shuttles

Brave Lupus 20 x 00 Green Rockets

Spears 21 x 45 Wild Knights

Red Sparks 22 x 38 Blues

Eagles 05 x 32 Sungoliath

Black Rams 17 x 13 Shining Arcs

 

ClubePrefeituraJogosPontos
Grupo A
Suntory SungoliathTóquio938
Kobelco SteelersKobe929
Toyota VerblitzToyota927
Toshiba Brave LupusTóquio924
NTT Shining ArcsChiba923
NTT-Docomo Red HurricanesOsaka917
Kubota SpearsChiba914
Kintetsu LinersOsaka913
Grupo B
Panasonic Wild KnightsGunma944
Yamaha JubiloShizuoka935
Ricoh Black RamsTóquio929
NEC Green RocketsChiba921
Canon EaglesTóquio913
Toyota Industries ShuttlesNagoya97
Munakata Sanix BluesMunakata 96
Coca-Cola West Red SparksFukuoka92
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

- 1º ao 4º lugares de cada grupo = Finais

 

SEA Games 2017 – Kuala Lumpur, Malásia

Masculino

1ª fase: 1 Malásia, 2 Singapura, 3 Tailândia, 4 Filipinas, 5 Indonésia, 6 Camboja

5º lugar: Indonésia 12 x 17 Camboja

Bronze: Tailândia 26 x 07 Filipinas

Ouro: Malásia 22 x 07 Singapura

Feminino

1ª fase: 1 Tailândia, 2 Singapura, 3 Malásia, 4 Filipinas, 5 Laos

Bronze: Malásia 7 x 5 Filipinas

Ouro: Tailândia 17 x 10 Singapura

Escrito por Leandro Vieira