O Estádio Charrua, em Montevidéu, recebeu neste sábado a partida de abertura do Campeonato Sul-Americano de 2015 entre Uruguai e Paraguai. O jogo foi histórico para o rugby brasileiro, pois pela primeira vez um trio de arbitragem do país trabalhou junto em uma partida desse porte, com Henrique Platais, Xavier Vouga e Murilo Bragotto. Em campo, o Uruguai, em ritmo de preparação para a Copa do Mundo, não deu qualquer chance aos paraguaios, aplicando sonoros 77 x 3.

A superioridade evidente se fez desde o primeiro minuto, com os Teros chegando ao primeiro try com Alonso, depois de grande ação de Blengio quebrando os tackles. E a porta se abriu, com Bulanti pela ponta fazendo o segundo em menos de 10 minutos. O terceiro tento saiu aos 19′, com novamente com a linha celeste mostrando grande qualidade e Bulanti finalizando. Aos 28′, Durán completou jogada devastadora do pack uruguaio, elevando o marcador a 28 x 0. Mas, o perigo seguia maior vindo pela linha e, aos 33′, Etcheverry cruzou o in-goal depois de Favaro fazer bela arrancada. E o próprio Favaro faria o sexto try antes do intervalo, 42 x 0. Ainda houve tempo para mais um try, de Román, e as equipe foram aos vestiário com lavada dos Teros sem qualquer pinta de reação, 49 x 0.

Os Yakarés endureceram um pouco mais a partida no começo da segunda etapa e retardaram o sétimo try, que “só” saiu aos 56′, com Kessler, após Blengio correr desde o fundo do campo. O ritmo dos Teros foi contido, muitas substituições foram feitas e a partida esfriou. O oitavo try veio somente aos 70′, com Arboleya. Logo depois do 70 x 0, o Paraguai teve a chance de seu penal de honra, bem batido por Cuttier. Porém, havia tempo para mais um try, e quem fez foi Leivas, em outra troca envolvente de passes da inspirada linha azul. Fim de partida, 77 x 3.

Os Teros no próximo sábado recebem o Brasil, na estreia dos Tupis, enquanto o Paraguai descansa e só volta a campo no dia 3 de maio, quando vai ao Chile. Como no Sul-Americano não há contagem de ponto-bônus, o Uruguai somou 3 pontos com a partida.

- Continua depois da publicidade -

 

uru novo copy copy77versus copiar03paraguai copy

Uruguai 77 x 3 Paraguai, em Montevidéu

Árbitro: Henrique Platais (Brasil)

Auxiliares: Xavier Vouga e Murilo Bragotto (Brasil)

Uruguai: 1- Mateo Sanguinetti, 2- Germán Kessler, 3- Oscár Durán, 4- Jorge Zerbino, 5- Mathias Palomeque, 6- Agustín Alonso, 7- Diego Magno, 8- Mathias Broun, 9- Guillermo Lijtenstein, 10- Manuel Blengio, 11- Jerónimo Etcheverry, 12- Alberto Román, 13- Santiago Gibernau, 14- Francisco Bulanti y 15- Federico Favaro.
16- Carlos Arboleya, 17- Arturo Ávalo, 18- Rodolfo De Mula, 19- Ignacio Dotti, 20- Santiago Vilaseca, 21- Fernando Bascou, 22- Alejo Durán e 23- Leandro Leivas.

Paraguai: Sergio Alvarenga, Rodrigo Llamosas, Pablo Espínola, Juan Martín Ortiz, Diego Argaña, Gerard Cuttier, Eymard Brizuela, Mateo Arévalo, Gonzalo Bareiro, Horacio Agüero, Juan Sebastián Ortiz, Leonardo Glitz, Carlos Bareiro, Carlos Plate, Alejandro Montiel, Federico Cattaneo, Juan Gavigán, Christian Martínez, Alvaro Rojas, Luis Mauger, César de Brix, Martín Sitjar e Jorge Riveros.