ARTIGO COM VÍDEO – O Uruguai está na Copa do Mundo de Rugby pela quarta vez em sua história! Nesse sábado, os Teros receberam em Montevidéu o Canadá para o segundo embate da fase decisiva da Zona das Américas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019.

No primeiro jogo, os uruguaios já tinham vencido por 38 x 29, abrindo confortáveis 9 pontos de frente para decidirem em casa. Mas, o que parecia uma classificação quase certa logo se tornou um pesadelo, com o Canadá jogando tudo nos minutos iniciais. Logo aos 5′, os Canucks abriram o marcador com penal certeiro e, aos 12′, Olmstead rompeu a defesa celeste e DTH van der Merwe recebeu na ponta para cravar o primeiro try do jogo e deixar a torcida uruguaia de cabelo em pé, 8 x 0.

O drama inicial uruguaio tomou novos contornos aos 26′. Os canadenses seguiam superiores e determinados, com domínio territorial logo recompensado com um poderoso maul finalizado pelo ponta Taylor Paris, que pôs 15 x 00 no placar. Nocaute?

Nada disso. Os Teros mantiveram a calma mesmo no momento mais difícil e, aos 34′, Dotti pegou a defesa canadense dormindo em cobrança rápida de penal para marcar o precioso try. Berchesi ainda chutou penal na sequência para os uruguaios, mas Staller, antes da pausa, chutou penal que pôs o Canadá na frente por 18 x 10. Uruguai ainda na frente no placar agregado.

- Continua depois da publicidade -

O segundo tempo começou bastante diferente do primeiro e o Uruguai só teve o que festejar. Aos 42′, os forwards celestes falaram alto na sequência de pick and go e a bola foi aberta para Cat marcar o try que dava maior tranquilidade aos anfitriões. Staller ainda respondeu com penal canadense certeiro aos 53′, mas a resposta foi rápida com Berchesi certeiro em outro penal.

O Canadá não conseguiu mais impor seu jogo como fizera no começo do jogo e, aos 64′, o Uruguai foi premiado com a virada no marcador. Vilaseca disparou em contra-ataque pela ponta e afastou de vez o perigo canadense. Try uruguaio para a festa da torcida. Os Canucks ainda voltaram brevemente a sonhar com Sears-Duru cruzando o in-goal aos 70′, mas o mesmo Vilaseca, aos 74′, correu para sacramentar a vitória dos Teros por 32 x 31.

Classificação ao Mundial com duas incontestáveis vitórias sobre o Canadá. Hoje, o Uruguai é mesmo a terceira força das Américas. Na semana que vem, os dois países voltarão às disputas do Americas Rugby Championship. Os Teros agora viajam ao Brasil para encararem os Tupis na sexta-feira, dia 9, em São Paulo, ao passo que os canadenses vão juntar os cacos para visitarem os Estados Unidos. Na cabeça dos Canucks estará a recuperação da equipe, que ainda terá em novembro deste ano a última chance de ir ao Mundial de 2019, disputando a Repescagem Mundial. O Canadá jamais em sua história ficou de fora de uma Copa do Mundo.

O Uruguai integrará o Grupo D do Mundial no Japão, onde terá pela frente Austrália, Gales, Geórgia e Fiji.

32versus copiar31

Uruguai 32 x 31 Canadá, em Montevidéu – agregado: 70 x 50

Árbitro: Luke Pearce (Inglaterra)

Uruguai

Tries: Vilaseca (2), Dotti e Cat

Conversões: Berchesi (3)

Penais: Berchesi (2)

1 Mateo Sanguinetti, 2 Germán Kessler, 3 Mario Sagario, 4 Ignacio Dotti, 5 Rodrigo Capó Ortega, 6 Juan Manuel Gaminara (capt.), 7 Franco Lamanna, 8 Alejandro Nieto, 9 Santiago Arata, 10 Felipe Berchesi, 11 Nicolás Freitas, 12 Andrés Vilaseca, 13 Juan Manuel Cat, 14 Leandro Leivas, 15 Rodrigo Silva

Suplentes: 16 Carlos Pombo, 17 Matías Benítez, 18 Juan Echeverría, 19 Manuel Leindekar, 20 Rodolfo Garese, 21 Agustín Ormaechea, 22 Gastón Mieres, 23 Joaquín Prada;

 

Canadá

Tries: Van der Merwe (2), Paris e Sears-Duru

Conversões: Staller (1)

Penais: Staller (3)

15 Brock Staller, 14 Taylor Paris, 13 Ben LeSage, 12 Nick Blevins, 11 DTH van der Merwe, 10 Shane O’Leary, 9 Phil Mack (c), 8 Tyler Ardron, 7 Matt Heaton, 6 Evan Olmstead, 5 Josh Larsen, 4 Brett Beukeboom, 3 Jake Ilnicki, 2 Ray Barkwill, 1 Hubert Buydens;

Suplentes: 16 Benoit Piffero, 17 Djustice Sears-Duru, 18 Cole Keith, 19 Admir Cejvanovic, 20 Lucas Rumball, 21 Gordon McRorie, 22 Patrick Parfrey, 23 Kainoa Lloyd;

 

Teve amistoso também na Europa

Nesse sábado, ainda um amistoso rolou na Europa, entre duas seleções do terceiro escalão mundial. A Suíça, 32ª do mundo, em preparação para a sequência do Rugby Europe Trophy (Six Nations C) recebeu a Costa do Marfim, 50ª, e venceu por duros 30 x 27, com os Elefantes se mostrando combativos em sua primeira partida fora da África na história.

 

Suíça 30 x 27 Costa do Marfim, em Chens-sur-Leman

 

Foto: Wiki Commons