Vai começar o PRO Rugby, a nova liga dos Estados Unidos

A promessa foi cumprida. Em 2016, finalmente, os Estados Unidos contarão com uma liga profissional de rugby, o PRO Rugby (Professional Rugby Organization), que começa no próximo dia 17 e terá o encerramento de sua temporada no dia 31 de julho, evitando o período de atividades do futebol americano. Em agosto, ainda a ser anunciado, uma grande final poderá ser organizada entre o primeiro e o segundo colocados, assim como um All Stars Match, também ainda indefinido.

 

Montada “às pressas”, a liga anunciou apenas agora que terá transmissões online pela AOL.com.

Os times ainda não possuem logomarcas, apelidos ou mascotes. Os uniformes foram criados pela empresa Champion System, trazem somente o nome da cidade estampado em seu peito.

 

A jornada para construir a nova liga

Após um ano de 2015 conturbado, quando a USA Rugby e a NRFL disputavam território para a implantação da primeira liga de rugby profissional da América, o PRO Rugby conseguiu se firmar, agradando as entidades oficiais do esporte e desbancando sua concorrente.

 

Os Rough Riders, até então, foram anunciados como o primeiro time profissional do rugby americano, uma partida com o Leicester Tigers na Filadélfia em agosto de 2015 colocaria os Riders frente a um dos maiores times da Inglaterra e no mês seguinte o fenômeno inglês Saracens entraria em campo contra o Crusaders da Nova Zelandia em Nova Orleans, as atrações foram completamente canceladas.

 

A USA Rugby deu a reposta as investidas frustradas da audaciosa empresa NRFL. que recrutava jogadores de outras modalidades. Levando para os americanos o melhor que o rugby poderia proporcionar, recebeu os ingleses do Harlequins em Julho e a seleção australiana no Soldier Field, setembro passado.

 

Logo após o mundial de rugby da Inglaterra, foi anunciado o PRO Rugby e muita coisas parecem ter sido feitas em cima da hora, mas o fato é que no próximo domingo às 14 horas (Horário Local) será marcado o dia em que o continente americano terá seu primeiro campeonato de rugby local completamente profissional e São Francisco, Sacramento, Ohio e Denver entrarão para a história, como as equipes que protagonizaram tal fim de semana épico.

 

A organização do torneio conseguiu mais acertos que erros até o momento, cada equipe terá um estádio modesto, venda de bilhetes e pagará para seus atletas uma média de 25 mil dólares mensais, jogadores de nível internacional poderão receber até 40 mil. O curioso é que nem tudo ficou pronto como o previsto, uma cidade ficou de fora da primeira edição da competição e nenhuma equipe possui nome comercial, somente a indicação da cidade onde mandarão seus jogos.

 

Seguindo o caminho da Top League japonesa de mais de uma década atrás, as equipes do PRO Rugby contarão com rostos conhecidos dos fãs, fazendo a mistura tão essencial para o aprimoramento e da firmação da identidade do rugby americano. Kurt Morath, Mirco Bergamasco, Orene Ai’i, Mils Muliaina, Jean-Baptiste Gobelet, Pedrie Wannenburg, Dominic Waldouck, Timana Tahu, Phil Mackenzie e Takudzwa Ngwenya serão os nomes mais expressivos neste primeiro momento. Ex jogador do Pasteur, o argentino Federico Ariel Bruscantini é uma das novidades da liga, tendo assinado com o Sacramento.

 

Denver

O Glendale Raptors é o time que mais cedeu jogadores para a equipe do Colorado, sete, logo em seguida vem o Denver Barbarians com cinco. O sul-africano, ex Springboks,Pedrie Wanneburg, e o australiano Timana Tahu, convocado no passado para as seleções nacionais de Union e de League (Wallabies e Kangaroos), são os rostos mais famosos.

 

Forwards:  Zach Fenoglio, Brendan Rams, Chris Baumann, Soane Leger, Ben Tarr, Jake Turnbull, Luke White, Ben Landry, Brodie Orth, Casey Rock, Hanco Germishuys, Zac Pauga e Pedrie Wannenburg;

 

Backs: Bobby Impson, Niku Kruger, Will Magie, Ata Malifa, Michael Al-Jiboori, Michael Garrity, Chad London, Justin Pauga, Timana Tahu, Gannon Moore e Dustin Croy;

 

Head Coach: Sean O’Leary.

Estádio: Infinity Park

denver home

 

Ohio

A equipe azul e vermelha, única do leste, é também a única que carrega o nome de seu estado, e não de sua cidade. O time estará baseado em Obetz, subúrbio de Columbus, e possuirá apenas um atleta referência de alto nível internacional de seleções do chamado Top 10: Jamie Mackintosh, com uma convocação pelo All Blacks em 2008. O inglês Dominic Waldouck, ex London Irish, foi a última contratação da equipe que tem como base do seu trabalho a academia de alto rendimento Tiger Rugby.

 

Forwards: Cameron Falcon, Dylan Fawsitt, Jamie Mackintosh, Angus MacLellan, Justin Allen, Kyle Baillie, Nick Civetta, Pierce Dargan, Spike Davis, Filippo Ferrarini, Chad Joseph,

Peter Malcolm e Sebastián Kalm;

 

Backs: Shaun Davies, Chris Saint, Robbie Shaw, JP Eloff, Taylor Howden, Chris Kunkel, Ahmad Harajly, Matt Hughston, Roland Suniula, Dominic Waldouck, Alex Elkins, Allan Hanson,e Zac Mizell;

 

Head Coach: Paule Barford;

Estádio: Memorial Park

ohio_home_crop

Sacramento

Mirco Bergamasco, famoso jogador italiano, será o principal nome da equipe verde e amarela da capital da Califórnia, que ainda contará com o canadense Ray Barkwill.

 

Forwards:  Ray Barkwill, Josh Inong, Toke Kefu, Olive Kilifi, Valdemar Lee-Lo, Robert Meeson, James Reddey, Sione Sina, John Quill, Kyle Sumsion, Ryan Koewler, Ariel Bruscantini;

 

Backs: Jope Motokana, Garrett Brewer, Alipate Takiveikata, Mirco Bergamasco, Nemia Qoro, Lagakali Tavake, Ryan Thompson, Rashad Harbor, Joeli Tikoisuva, Fatai Vailala e Harry Bennett;

 

Head Coach: Luke Gross

Estádio: Bonney Field

sacramento_home_resize

 

San Diego

Uma equipe que passa a sensação de ter um elenco mais qualificado, terá o tonganês Kurt Morath como maestro e contará com a velocidade do asa Ngwenya. Único atleta de uma seleção sul-americana na liga, o chileno Nikola Bursic também reforça o time do sul da Califórnia. Os canadenses Hubert Buydens, Jake Ilnicki e Phil Mackenzie também estão no grupo, assim como o francês Jean-Baptiste Gobelet, da seleção francesa de sevens.

 

Forwards: Mike Sosene-Feagai, Joe Taufete’e, Hubert Buydens, Jake Ilnicki, Jeffrey Kalemani, Sam Taungakava, Nikola Bursic, Jabari Zuberi;

 

Backs: Tom Bliss, Charlie Purdon, Kalei Konrad, Kurt Morath, Ryne Haitsuka, Phil Mackenzie, Jean-Baptiste Gobelet, Mike Te’o, Takudzwa Ngwenya, Tim Stanfill e Ryan Matyas;

 

Head Coach: Ray Egan

Estádio: Torero Stadium

http://www.portaldorugby.com.br/2015/wp-content/uploads/2016/03/san-diego_home_resize.jpg

 

San Francisco

O time de São Francisco conta com dois neozelandeses de peso, mas veteranos: a lenda Mills Muliaina, campeão do mundo com os All Blacks em 2011, e Orene Ai’i, campeão do mundo de sevens e melhor jogador do mundo de sevens em 2005. Ambos terão a companhia de Coolican, jogador com experiência no rugby australiano.

 

Forwards: Tom Coolican, Jacob Finau, Codi Jones, Patrick Latu, Dominic Lolohea, Maka Tameilau, John Colvill, Siaosi Mahoni, Sam Finau e  David Tameilau;

 

Backs: Devereaux Ferris, Michael Reid, Orene Ai’i, Martini Talapusi, Nick Blevins, Michael Haley, Kingsley McGowan, Jack O’Hara e Mils Muliaina;

 

Head Coach: Paul Keeler;

Estádio: Boxer Stadium

san francisco

Calendário

17/04: Sacramento x San Francisco

17/04: Denver x Ohio

23/04: San Diego x Sacramento

24/04:  San Francisco x Denver

01/05: Ohio x San Francisco 

01/05: San Diego x Denver

08/05: San Francisco x San Diego

08/05: Sacramento x Ohio

15/05: Sacramento x Denver

15/05: San Diego x Ohio

20/05: Denver x San Francisco

22/05: Ohio x Sacramento

28/05: San Diego x Sacramento

29/05: San Francisco x Ohio

05/06: San Diego x Denver

12/06: Ohio x San Diego

18/06: San Diego x San Francisco

19/06: Denver x Ohio

26/06: Ohio x San Francisco

26/06: Denver x Sacramento

03/07: San Francisco x Sacramento

03/07: Ohio x San Diego

09/07: Sacramento x Ohio

10/07: Denver x San Diego

16/07: San Francisco x San Diego

17/07: Denver x Sacramento

23/07: Sacramento x San Diego

24/07: San Francisco x Denver

30/07: Sacramento x San Francisco

31/07: Ohio x Denver

Escrito por: Leandro Vieira

Comentários