Wasps e Saracens conquistam grandes vitórias fora de casa na Premiership inglesa

ARTIGO COM VÍDEOS – A Aviva Premiership viveu um fim de semana de grandes jogos, com destaque para dois confrontos de titãs semifinalistas da temporada passada. O Saracens foi a Exeter e passou com tudo pelos Chiefs, afundando a sensação das últimas temporada na lanterna, enquanto o Wasps dominou fora de casa o outrora poderoso Leicester Tigers, seguindo na cola do líder Saracens. Quem também brilhou foi o Bath, que chegou à sua segunda vitória em dois jogos.

 

Na reedição da última final Saracens seguem 100%

Jogando no temível Sandy Park, o Saracens mostrou que ruma a mais uma temporada grandiosa e bateu de forma contundente o Exeter Chiefs, na reedição da última final. Com Mark McCall apostando no abertura Lozowski – pelas condições físicas de Owen Farrell, abaixo do necessário – os londrinos largaram com tudo e com try justamente dele, logo aos 4′. O domínio seguiu e Sean Maitland fez o segundo try aos 17′, após jogada saindo de scrum, mostrando a força das formações dos Sarries. Henry Slade ainda reduziu com dois penais para os Chiefs, mas os mandantes não souberam aproveitar o amarelo de Wiggleswoth, que deixou os visitantes com 14.

 

O segundo tempo largou com mais pressão dos Saracens e try de novo de Maitland, depois de troca rápida de passes com Lozowski fazendo o pivô. Pouco depois, a fatura foi liquidada com Billy Vunipola atropelando na ponta e servindo Jackson Wray para o quarto try londrino. Cowan-Dockie ainda reduzira com o try de honra de Exeter, mas Ben Spencer faria o try que selaria o placar para o Saracens, após erro de mãos dos Chiefs. 34 x 13, inquestionáveis.

 


 

Wasps no trilho do sucesso

Um jogão e um verdadeiro novo/velho clássico das Midlands teve lugar no Welford Road, em Leicester, quando os Tigers receberam os Wasps. E o brilho alcançando pelo time de Coventry na temporada passada segue ofuscando os cambaleantes Tigers. No primeiro tempo, houve equilíbrio. Chris Wade, com a velha velocidade e inteligência, fez o primeiro try dos Wasps, aos 25′, depois de Gopperth e Burns trocarem penais. O oitavo Lachlan McCaffrey deu o troco com try para Leicester aos 30′.

 

Porém, a segunda etapa foi uma montanha russa. Os Wasps começaram atropelando, com Guy Thompson, arrancando na ponta, e Sam Jones, vendo o espaço na base, fizeram dois tries em 5 minutos, abrindo grande margem para os visitantes. Mas, os Tigers reagiram prontamente, com try de Ed Slater e três penais de Burns, enquanto Gopperth jogava fora dois penais seguidos para os Wasps. O fiel da balança ocorreu nos 10 minutos finais, com Leicester recebendo dois amarelos. Com mais espaços, coube a Gopperth finalizar o maul devastador para dar a vitória e o bônus aos Wasps no último lance do jogo: 34 x 22.

 

 

Bath avassalador

Quem segue invicto também após duas rodadas é o Bath, que aponta para uma temporada muito melhor após uma devastadora vitória sobre o frágil Newcastle Falcons: 58 x 05. O domínio foi completo, com George Ford abrindo o jogo com drop goal e Rokoduguni e Banahan nas pontas criando o terror na defesa dos Falcons, com dois tries do primeiro e um do segundo. Depois do intervalo, quem brilhou foi o segunda linha Dave Attwood, que cravou dois tries seguidos, enquanto Elliott Stooke fez o try final.

 

 

Bristol cai na volta diante da torcida

Jogando pela primeira vez em casa depois de volta à Premiership após sete amargas temporadas na segunda divisão, o Bristol não deu à sua torcida o reencontro à elite dos sonhos. O time do West Country recebeu o Northampton Saints e caiu por 32 x 10, com George North, Louis Picamoles e Ken Pisi cruzando o in-goal antes do intervalo para os Saints, que deram uma mostra da força de seu elenco. Aos 50′, Ross McMillan fez o primeiro try em casa do Bristol na temporada, mas a reação não se confirmou e no último lance Mikey Haywood deu o try da vitória bonificada aos visitantes.

 

 

Sale fatura Quins

Jogando em casa, o Sale Sharks conquistou sua primeira vitória batendo o Harlequins. Robshaw fez o único try do primeiro tempo para os londrinos, mas aproveitando bem os penais com Dan Mugford e com um try precioso de David Seymour no começo da segunda etapa o time da Grande Manchester confirmou sua vitória por 19 x 10.

 

 

Empate no Oeste

Em Worcester, os Warriors receber o Gloucester para um duelo de rivalidade do oeste inglês e o resultado foi um jogo combativo e encerrado em empate de 23 x 23. Com tries dos neozelandeses Ben Te’o e Cooper Vuna, Worcester largou com tudo, mas o escocês Laidlaw manteve os Cherry and Whites no páreo na base do penais. Aos 56′, quando Perry Humphreys fez o terceiro try dos donos do casa, a vitória dos Warriors parecia encaminhada, porém outro escocês, Matt Scott, correu para o primeiro try do Gloucester logo depois e Henry Purdy, aos 69′, finalizou mais um try, que deu o empate aos visitantes.

 

 

Na próxima rodada, os Saracens receberão os Saints, os Chiefs buscarão a recuperação diante os Harlequins e os Wasps jogarão em casa contra o Bristol. Já os Tigers vão visitar os Falcons, enquanto os Sharks medirão forças em casa com o Gloucester e o Bath receberá os Warriors.

 

London Irish vence Richmond em confronto de muitas memórias

Na segunda divisão, o rebaixado da Premiership, London Irish, segue seu bom início alcançando sua primeira vitória bonificada, em dérbi londrino contra o tradicional Richmond, campeão da terceira divisão, que optou por entrar no Championship (uma liga profissional) com um elenco de amadores. Por trás estavam os fantasmas do início da era profissional, quando o Richmond disputava a Premiership e entrou em colapso financeiro em 1999 juntamente om o London Scottish. As divisões profissionais dos dois clubes foram compradas justamente pelo London Irish, com Richmond e London Scottish sendo condenados às obscuras divisões amadoras da Inglaterra. O resultado do reencontro dos dois clubes foi uma tranquila vitória dos Exiles por 36 x 12.

 

E por falar também em London Scottish, a jornada teve o clássico das colônias entre Scottish e London Welsh, com triunfo dos galeses por 36 x 09.

 

AvivaPremiershipLogo

Aviva Premiership – Campeonato Inglês

Sale Sharks 19 x 10 Harlequins

Leicester Tigers 22 x 34 Wasps

Bath 58 x 05 Newcastle Falcons

Exeter Chiefs 13 x 34 Saracens

Bristol 10 x 32 Northampton Saints

Worcester Warriors 23 x 23 Gloucester

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Saracens Londres 10 38
Wasps Coventry 10 37
Bath Bath 10 35
Leicester Tigers Leicester 10 31
Exeter Chiefs Exeter 10 30
Gloucester Gloucester 10 23
Harlequins Londres 10 22
Newcastle Falcons Newcastle 10 22
Northampton Saints Northampton 10 20
Sale Sharks Salford (Manchester) 10 18
Worcester Warriors Worcester 10 10
Bristol Bristol 10 04

– Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;
– 1º a 4º lugares = classificação às Semifinais e à Champions Cup;
– 5º e 6º lugares = classificação à Champions Cup;
– 12º lugar = rebaixamento

 

GKIPA Championship

GKIPA Championship – 2ª Divisão do Campeonato Inglês

Doncaster Knights 25 x 13 Rotherham Titans

London Irish 36 x 12 Richmond

Jersey Reds 14 x 09 Bedford Blues

London Scottish 09 x 36 London Welsh

Cornish Pirates 31 x 31 Ealing

Yorkshire Carnegie 26 x 24 Nottingham

 

Clube Cidade Jogos Pontos
London Irish Reading 11 54
Yorkshire Carnegie Leeds 11 46
Ealing Trailfinders Londres 11 30
Nottingham Nottingham 11 28
Cornish Pirates Penzance 11 26
Doncaster Knights Doncaster 11 26
Rotherham Titans Rotherham 11 26
Jersey Reds Jersey 11 24
London Scottish Londres 11 22
Bedford Blues Bedford 11 21
Richmond Londres 11 09
London Welsh Londres 11 07*
*London Welsh teve 20 pontos retirados ao entrar em processo de falência

– Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;
– 1º a 4º lugares = classificação às Semifinais;
– 12º lugar = rebaixamento


Foto: Premiership Rugby

Comentários