Yamaha Jubilo assume a liderança da Top League japonesa

ARTIGO COM VÍDEOS –

A terceira rodada da Top League japonesa reservou bons jogos e colocou na liderança o Yamaha Jubilo.

 

Arcs sobem

Na sexta feira os Shining Arcs enfrentaram os Rockets. A partida começou com penal de Jumpei Ogura com os Rockets virando com try logo em seguida, aos 4 minutos, Yu Tamura pela ponta direita. Apesar de ter errado a conversão, veio um penal que ampliou a vantagem verde. Aos 16 minutos, Kurihara anotou o try que colocou os azuis na frente, o que perdurou até o fim da partida. Matsuraa marcou um try para os verdes mas a conversão de Tamura foi a última movimentação no placar por parte dos visitantes.  A equipe da casa ainda marcou dois penais com Ogura e o mesmo jogador ainda converteu o try de Koizumi que contou com o passe açucarado de Amanaki Lelei Mafi, “olhou para um lado e passou para o outro”. Placar final: Shining Arcs 33, NEC Green Rockets 15.


 

Rodada dupla no Prince Chichibu

O primeiro jogo foi Kubota Spears versus Toyota Shuttles. Moriwaki abriu o placar para os Shuttles com try aos 14 minutos. O jogo foi muito disputado e aos 27 minutos da segunda etapa o placar estava favorável aos Shuttles, 22 a 14. A reação dos Spears foi surpreendente, aos 33 minutos o craque Harumichi Tatekawa marcou seu try e Louis Fouche converteu. Fouche marcou um dropgoal no apagar das luzes que deu a primeira vitória para os azuis. Placar Final: Kubota Spears 24, Toyota Shuttles 22.


 

O dérbi Sungoliath versus Black Rams começou com um bonito try de Tamati Ellison, convertido por Tim Nanai-Williams. Kosei Ono marcou os primeiros 3 pontos dos amarelos com cobrança de penal mas Matsuhashi instantes depois mergulhava para mais um try preto. A reação do Sungoliath veio aos 30 minutos com try do hooker Nakamura. Somente aos 17 da segunda etapa o placar foi movimentado novamente com a cobrança de penal de Ogawa. O Takeshita ampliou para os amarelos aos 30 minutos com belíssimo try, Ogawa teve ótima visão e fez um cruzamento certeiro nas mãos do ponta. Nanai-Williams chutou mais um penal, mas já havia estourado o tempo regulamentar. Placar Final: Suntory Sungoliath 23, Ricoh Black Rams 17.


 

Yamaha Júbilo e Toyota Verblitz isolados na ponta

O Yamaha Júbilo venceu o Munakata Sanix Blues por 43 a 10, ao todo foram seis tries,  Krishnan em bela jogada individual, Takeshi Hino, Viliami Tahitu’a, Gerhard van den Heever e Male Sau. Andrew Everingham mostrou que individualmente vai muito bem e marcou o único try da sua equipe que apesar do bom início de temporada, parou na partida contra um dos favoritos ao título.  Yamaha Júbilo lidera a competição.


 

Os Steelers atropelaram o fraco Coca-Cola por nada menos que 48 a 7. Os vermelhos que marcaram seis tries só foram agredidos enquanto estiveram com um jogador a menos, Tonisio Vaihu amarelado.


 

Nunca é tarde para tentar. Toyota Verblitz reverteu a derrota com cronômetro e estourado. A consolidação de uma partida vitoriosa passa pela formação de scrum. É muito difícil conquistar uma vitória com sua formação patinando e dando oportunidades para o adversário trabalhar as jogadas. A equipe do Honda Heat não resistiu ao scrum verde após 83 minutos de bola rolando, quando vencia de 30 a 25 a bela troca de passes após um scrum vencido habilitou Yuki Kido para mergulhar no ingoal para delírio dos quase modestos quatro mil torcedores em Suzuka. O placar estava empatado, o chute de conversão de Ben Lucas sacramentou a vitória. Toyota Verblitz 32 a 30.


 

O Toshiba Brave Lupus também venceu conquistando a virada no final do embate, um vacilo na defesa do Canon Eagles aos 38 da segunda etapa rendeu um penal de fácil definição, Ogawa não desperdiçou. Os vermelhos venceram por 21 a 19. A vitória sem ponto bônus fez com que os vermelhos se afastassem dos líderes.


 

O Panasonic teve vitória tranquila sobre o Kintetsu Liners por 32 a 20. A menor diferença entre as duas equipes foi de 7 pontos. Barnes mais uma vez foi o maior pontuador, doze entre drops e penais. Os atuais campeões enfrentarão o Suntory Sungoliath em´Tóquio na próxima rodada.

 

Top League copy copy

Top League – Campeonato Japonês

Shining Arcs 33 x 15 Green Rockets

Spears 24 x 22 Shuttles

Brave Lupus 21 x 19 Eagles

Blues 10 x 43 Jubilo

Red Sparks 07 x 48 Steelers

Sungoliath 23 x 17 Black Rams

Liners 20 x 32 Wild Knights

Heat 30 x 32 Verblitz

 

Clube Prefeitura Jogos Pontos
Yamaha Jubilo Shizuoka 10 48
Suntory Sungoliath Tóquio 10 47
Panasonic Wild Knights Gunma 10 38
Kobelco Steelers Kobe 10 38
Toyota Verblitz Toyota 10 33
NTT Shining Arcs Chiba 10 26
Ricoh Black Rams Tóquio 10 24
Toshiba Brave Lupus Tóquio 10 22
Munakata Sanix Blues Munakata 10 21
NEC Green Rockets Chiba 10 20
Canon Eagles Tóquio 10 16
Kubota Spears Chiba 10 15
Kintetsu Liners Osaka 10 13
Coca-Cola West Red Sparks Fukuoka 10 12
Honda Heat Suzuka 10 06
Toyota Industries Shuttles Nagoya 10 06

– Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
– Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

– 1º ao 3º lugares = classificação ao All-Japan Rugby Championship 2017 (Copa do Japão);
– 13º ao 15º lugares = repescagem contra o rebaixamento contra 3 equipes do Top Challenge 1 (2ª divisão);
– 16º lugar = rebaixamento

 

Escrito por: Leandro Vieira

Foto: http://rugby.yamaha-motor.co.jp

Comentários