Foto: ©INPHO/Dan Sheridan

ARTIGO COM VÍDEO – O melhor time da Europa. A Irlanda seguiu em grande forte e neste sábado derrotou em casa a Argentina por 28 x 17, após um primeiro tempo forte dos Pumas. Os campeões do Six Nations se impuseram na segunda etapa e seguiram com seu ano impressionante.

Já em Santiago, o Chile foi outro sul-americano que foi a campo encarando o Sudamérica XV, combinado formado por argentinos, uruguaios e colombianos, com o intuito de preparar os chilenos para o jogo do sábado que vem contra os Maori All Blacks. No entanto, os Cóndores acabaram derrotados por 38 x 21.

 

Deu Irlanda mais uma vez em Dublin

- Continua depois da publicidade -

A Irlanda vive um momento especial e provou isso com uma suada mas indiscutível vitória sobre a aguerrida Argentina, em jogo de domínio territorial superior o jogo todo para os irlandeses, mas com os Pumas flertando com um grande resultado em Dublin.

O jogo começou favorável aos donos da casa. Logo no início, os irlandeses emplacaram maul com CJ Stander caindo para um try que acabou anulado pela falta de conclusão sobre o apoio da bola no in-goal. Na sequência, vieram as fases e o scrum-half Kieron Marmion achou o espaço para marcar o primeiro try.

Sánchez respondeu com penal que devolveu a frente em 6 x 5 para os Pumas, que emplacaram e aproveitaram o bom momento com bela linha de passes finalizada na ponta com try de Delguy, aos 17′. Mas a resposta irlandesa foi rápida, com Bundee Aki achando o espaço após uma série de fases verdes. Sánchez, no entanto, recolocou os Pumas na frente com penal aos 35′, 11 x 10, o que acabou não durando, com Sexton fechando a primeira etapa com penal certeiro para a Irlanda.

Após o intervalo, Sánchez seguiu sua rotina precisa de penais fazendo o 14 x 13 para os argentinos. Mas era questão de tempo para a Irlanda capitalizar, dominando o jogo territorialmente e levando os sul-americanos aos penais. Sexton teve 2 chances e não desperdiçou, devolvendo a frente à Irlanda.

O lance capital saiu aos 66′. O scrum-half Luke McGrath entrou na equipe, deixou o Trevo mais incisivo e conquistou o try da vitória, com side step venenoso após scrum para evadir o tackle e mergulhar no in-goal alviceleste. Sexton ainda chutou mais um penal de segurança e a festa foi da Irlanda, 28 x 17.

No dia 17, a Irlanda receberá a Nova Zelândia e a Argentina visitará a França.

28versus copiar17

Irlanda 28 x 17 Argentina, em Dublin

Árbitro: Nic Berry (Austrália)

Irlanda

Tries: Marmion, Aki e McGrath

Conversões: Sexton (2)

Penais: Sexton (3)

15 Jordan Larmour, 14 Keith Earls, 13 Robbie Henshaw, 12 Bundee Aki, 11 Jacob Stockdale, 10 Jonathan Sexton, 9 Kieran Marmion, 8 CJ Stander, 7 Sean O’Brien, 6 Peter O’Mahony, 5 James Ryan, 4 Iain Henderson, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best (c), 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Jack McGrath, 18 Andrew Porter, 19 Devin Toner, 20 Dan Leavy, 21 Luke McGrath, 22 Joey Carbery, 23 Andrew Conway;

Argentina

Try: Delguy

Penais: Sánchez (4)

15 Emiliano Boffelli, 14 Bautista Delguy, 13 Matias Orlando, 12 Jeronimo de la Fuente, 11 Ramiro Moyano, 10 Nicholas Sanchez, 9 Tomas Cubelli, 8 Javier Ortega Desio, 7 Guido Petti, 6 Pablo Matera (c), 5 Tomas Lavanini, 4 Matias Alemanno, 3 Santiago Medrano, 2 Agustin Creevy, 1 Santiago Garcia Botta;

Suplentes: 16 Julian Montoya, 17 Juan Pablo Zeiss, 18 Lucio Sordoni, 19 Rodrgo Bruni, 20 Thomas Lezana, 21 Gonzalo Bertranou, 22 Joaquin Diaz Bonilla, 23 Matias Moroni;

 

21versus copiar38

Chile 21 x 38 Sudamérica XV, em Santiago