Irlanda x Inglaterra em 2018 - 6Nations/Inpho

Sábado será de folga para a maioria das seleções que se preparam para o Mundial. Mas duas grandes partidas ganharão destaque: Escócia e França voltarão a duelar, com Watch ESPN e TV5 Monde ao vivo, ao passo que na sequência tem Inglaterra contra Irlanda, ao vivo no Watch ESPN apenas.

 

Escócia em baixa e França em alta mesmo?

O primeiro embate França e Escócia, em Nice, foi uma sinfonia de uma equipe apenas, com a França se impondo com categoria por 32 x 03. Mas aquela fora apenas a primeira partida das duas seleções após as férias e, com isso, o jogo desse sábado, em Murrayfield, poderá ter outra cara.

- Continua depois da publicidade -

O técnico escocês Gregor Townsend trocou basicamente o time todo para o segundo confronto, com somente Stuart Hogg seguindo de titular. Com isso, a Escócia terá sua dupla de scrum-half e abertura principal com Greig Laidlaw e Finn Russell, Tommy Seymour e Sean Maitland estarão de volta à linha, enquanto Hamish Watson e Ryan Wilson voltarão à terceira linha – com a novidade do debut do oitavo neozelandês de nascimento Blade Thomson. A volta de WP Nel de pilar era também aguardada, ao passo que o hooker é novidade, com George Turner ganhando apenas seu segundo test match.

A França não contará com o segunda linha Paul Gabrillagues, suspenso por 6 semanas após tackle perigoso no sábado passado. O atleta foi substituído por Félix Lambey. O técnico Jacques Brunel ainda fez outras 3 mudanças no time, sugerindo que o time que venceu os escoceses no primeiro jogo é próximo do ideal. Thomas Ramos ganhou lugar do veterano Médard com a camisa 15, ao passo que o veterano Guilhem Guirado será o hooker titular, como esperado, para formar na primeira linha com os veteranos Poirot e Slimani. Por fim, Arthur Iturria ganhou lugar der François Cros na terceira linha – que parecia ter sido teste de sucesso no jogo passado.


Irlanda terá seu primeiro grande desafio pré Mundial

Em Londres, a Inglaterra, mordida pela derrota para Gales, encarará outra grande rival, a Irlanda, que descansou na semana passada. Antes os irlandeses jogaram apenas contra a Itália, colocando em campo um time reserva, o que significa que o jogo de Twickenham será o primeiro grande desafio pré Mundial dos Verdes, que estão ainda engasgados com a derrota em casa neste ano pelo Six Nations – quando os ingleses venceram por 32 x 20, dando show.

Para o desafio, Joe Schmidt escalou na Irlanda um grupo forte, mas ainda sem Johnny Sexton. O abertura será Ross Byrne, que atuará com o scrum-half e líder Conor Murray. Os centros com Bunde Aki e Garry Ringrose, as pontas com Jacob Stockdale e com Jordan Larmour e a camisa 15 nas costas de Rob Kearney eram esperados (apenas com a novidade de Larmour indo à ponta). No pack, a terceira linha será poderosa, com CJ Stander, Josh van der Flier e Peter O’Mahony (que, no entanto, é uma formação que não ocorreu em 2019), ao passo que a segunda linha terá novidade, com Jean Kleyn, que debutou contra a Itália, ganhando nova chance para jogar com Henderson. A primeira linha terá o poderio de Tadhg Furlong, Rory Best e Cian Healy.

A Inglaterra, por sua vez, ganhou Owen Farrell (12) Manu Tuilagi (13) e Jonny May (11) de titulares, nos postos de Francis, Joseph e Watson, naquela que parece a formação ideal na cabeça do técnico Eddie Jones, que prefere Farrell de 12 com Ford de 10. Ben Youngs também voltou com 9, sendo o titular, apesar dos esforços de Heinz. No pack, a novidades foram Sam Underhill e Tom Curry de titulares nas asa para jogarem com o oitavo Billy Vunipola, ao passo que George Kruis jogará com Maro Itoje na segunda linha. Kyle Sinckler, Jamie George e Joe Marler são o trio da primeira linha.

Isso significa um embate de quase forças máximas dos dois lados em Londres, em novo teste crucial para as duas potências.


*Horários de Brasília

Sábado, dia 24 de agosto

versus copiar

09h10 – Escócia x França, em Edimburgo – TV5 Monde e Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Wayne Barnes (Inglaterra)

Histórico: 94 jogos, 55 vitórias da França, 36 vitórias da Escócia e 3 empates. Último jogo: França 32 x 03 Escócia, em 2019 (amistoso);

Escócia: 15 Stuart Hogg, 14 Tommy Seymour, 13 Chris Harris, 12 Pete Horne, 11 Sean Maitland, 10 Finn Russell, 9 Greig Laidlaw (c), 8 Blade Thomson, 7 Hamish Watson, 6 Ryan Wilson, 5 Sam Skinner, 4 Scott Cummings, 3 Willem Nel, 2 George Turner, 1 Gordon Reid;

Suplentes: 16 Grant Stewart, 17 Allan Dell, 18 Simon Berghan, 19 Grant Gilchrist, 20 John Barclay, 21 George Horne, 22 Rory Hutchinson, 23 Blair Kinghorn;

França: 15 Thomas Ramos, 14 Damian Penaud, 13 Gael Fickou, 12 Wesley Fofana, 11 Alivereti Raka, 10 Camille Lopez, 9 Antoine Dupont, 8 Gregory Alldritt, 7 Charles Ollivon, 6 Arthur Iturria, 5 Sebastien Vahaamahina, 4 Felix Lambey, 3 Rabah Slimani, 2 Guilhem Guirado (c), 1 Jefferson Poirot;

Suplentes: 16 Camille Chat, 17 Cyril Baille, 18 Emerick Setiano, 19 Romain Taofifenua, 20 Yacouba Camara, 21 Baptiste Serin, 22 Romain Ntamack, 23 Maxime Médard;

 

versus copiar

11h00 – Inglaterra x Irlanda, em Londres – Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Nigel Owens (Gales)

Histórico: 134 jogos, 77 vitórias da Inglaterra, 49 vitórias da Irlanda e 8 empates. Último jogo: Irlanda 20 x 32 Inglaterra, em 2019 (Six Nations);

Inglaterra: 15 Elliot Daly, 14 Joe Cokanasiga, 13 Manu Tuilagi, 12 Owen Farrell (c), 11 Johnny May, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Billy Vunipola, 7 Sam Underhill, 6 Tom Curry, 5 George Kruis, 4 Maro Itoje, 3 Kyle Sinckler, 2 Jamie George, 1 Joe Marler;

Suplentes: 16 Luke Cowan-Dickie, 17 Mako Vunipola, 18 Dan Cole, 19 Courtney Lawes, 20 Mark Wilson, 21 Willi Heinz, 22 Piers Francis, 23 Jonathan Joseph;

Irlanda: 15 Rob Kearney, 14 Larmour, 13 Garry Ringrose, 12 Bundee Aki, 11 Jacob Stockdale, 10 Ross Byrne, 9 Conor Murray, 8 CJ Stander, 7 Josh van der Flier, 6 Peter O’Mahony, 5 Jean Kleyn, 4 Iain Henderson, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best, 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Jack McGrath, 18 Andrew Porter, 19 Devin Toner, 20 Tadhg Beirne, 21 Luke McGrath, 22 Jack Carty, 23 Andrew Conway;

 

Outros jogos:

Tonga x Western Force (Austrália), em Nuku’Alofa

Canadá x Leinster (Irlanda), em Hamilton

Sharks XV (África do Sul) x Namíbia, em Durban

Uruguai x Sudamérica XV, em Montevidéu