Jaguares vencem o Chiefs e vão a uma semifinal inédita. Foto: Jaguares

ARTIGO COM VÍDEOS – O Super Rugby conheceu seus semifinalistas! Na sexta, os Crusaders confirmaram favoritismo e bateram os Highlanders em clássico da Ilha do Sul da Nova Zelândia, e enfrentarão outro clássico nacional, após os Hurricanes despacharem os sul-africanos do Bulls no sábado.

Já os Jaguares argentinos conseguiram feito inédito ao derrotarem os neozelandeses dos Chiefs na sexta e garantirem sua primeira classificação às semis do Super Rugby, para o delírio da torcida em Buenos Aires, que viu seu time vitorioso em casa e assistirá também em casa a semifinal. Os argentinos enfrentarão os Brumbies, da Austrália, que se impuseram no sábado sobre os Sharks, da África do Sul, que ficou sem nenhum representante nas semis pela primeira vez desde 2015 – e apenas pela quarta vez na história.

 

Crusaders imparáveis

- Continua depois da publicidade -

O clássico neozelandês da rodada começou equilibrado, com os Highlanders marcando o primeiro try do jogo, com Sio Tomkinson, após belo offload de Josh Ioane. Mas os Crusaders responderam rápido com David Havili marcando try na ponta após boa jogada de maul. Depois, George Bridge fez estrago na defesa azul e o abertuea Richie Mo’unga marcou o try que abria vantagem para os ‘Saders, mas, após scrum, Teihorangi Walden se livrou da defesa vermelha e fez o try que colocava o jogo em apenas Crusaders 17 x 14 no intervalo.

Mas a segunda etapa foi do time da casa, que se impôs de vez após o amarelo a Liam Squire logo no recomeço. Os Crusaders marcaram 2 tries cruciais nesse período, ambos em mauls devastadores, com Douglas e Alaalatoa, liquidando o jogo. E no fim ainda houve tempo para Mo’unga marcar seu segundo try, apanhando chute do ponta Bridge, que apareceu em posição de criação após lateral, mostrando a qualidade dos rubronegros em jogadas após laterais. 38 x 14, placar final.

É festa ovalada na Argentina!

Se o futebol está desapontando os argentinos, o rugby está dando alegrias. Os Jaguares superaram os Chiefs em jogo com ares dramáticos, mas de triunfo indiscutível por 21 x 16. E a vitória começou a ser construída com try no primeiro ataque argentino, no pick and go de Pablo Matera após o turnover na recepção de chute dos Chiefs. Bonilla ainda chutou penal para abrir 8 x 0 para os Jaguares, mas os Chiefs responderam com o scrum-half Webber aplicando um dummy desconcertante após ruck e servindo Boshier para o try. Os argentinos se desarranjaram e cederem mais 2 penais para Debreczeni virar o jogo a favor dos neozelandeses, 13 x 08.

No começo da segunda etapa, Marty McKenzie ainda chutou novo penal para os Chiefs, abrindo 16 x 08, mas os Jaguares responderam aos 51′ com bela troca de passes até a ponta para o try de Moroni. Desta vez, foram os Chiefs que perderam o momento e cederam 2 penais em sequência para Bonilla virar o placar e colocar os Jaguares na frente por 21 x 16. Nos 20 minutos finais, houve chances para os dois lados, mas os argentinos provaram uma defesa sólida e a vitória histórica se consumou.

Hurricanes vencem mas no sufuco

Hurricanes e Bulls fizeram o jogo mais parelho das quartas de final, com os neozelandeses triunfando por emocionantes 35 x 28, com jogo aberto e empolgante até o fim em Wellington, capital da Nova Zelândia. O primeiro try do jogo foi dos visitantes, com Warrick Gelant finalizando na ponta jogada de mãos iniciada em lateral. A virada neozelandesa foi rápida, com 3 tries em um espaço de 15 minutos. Aos 13′, linda jogada de mãos dos Hurricanes encontrou TJ Perenara para o try. Depois, aos 23′, Ben Lam rompeu a defesa após o passe de Beuaden Barrett, e aos 27′, após cobrança rápida de lateral de Beauden, Rayasi disparou em ruck não coberto pelos Bulls e cruzou o in-goal para o terceiro try. Mas os sul-africanos responderam antes da pausa com Cornal Hendericks ganhando no físico o segundo try azul. 24 x 14.

A segunda etapa começou com outro try de Rayasi para os Hurricanes, aparecendo no lado cego do ruck, bem visualizado por Perenara após Gareth Evans ganhar metros no contato. Porém, os Bulls reagiram rápido, com 2 tries seguidos, sendo um penal try cedido por Rayasi ao dar tapa em passe para try e, com os kiwis jogando com 14 homens, o espaço sobrou para Hendricks correr na ponta para o quarto try, aos 60′. Jordie Barrett, no entanto, chutou penal precioso aos 65′ e, apesar de pressão dos Bulls, a vitória foi consumada no sufoco ao final para os Hurricanes.

Brumbies restaurando confiança na Austrália

Em Canberra, capital da Austrália, os Brumbies galoparam rumo a uma contundente vitória sobre os Sharks por 38 x 13. E a festa começou já no primeiro tempo, com o oitavo Pete Samu marcando o primeiro try no primeiro ataque, após belo passe do segunda linha Rory Arnold – forward para forward na velocidade. Os sul-africanos não assimilaram o golpe e seguiram com problemas contra o jogo rápido dos Brumbies, com Henry Speight correndo após outra assistência de Arnold. E aos 24′ Samu marcou mais no tradicional maul devastador dos Brumbies. 24 x 06 antes do intervalo, com Curwin Bosch chutando os penais dos sul-africanos.

Mas o segundo tempo teve outra cara, com domínio absoluto de posse de bola e território para os Sharks, que pressionaram de todos os modos, parando numa louvável defesa australiana. Os sul-africanos conseguiram seu merecido try aos 57′ com Esterhuizen, mas não conseguiram criar mais e os Brumbies liquidaram o jogo com 2 tries no fim, de Joe Powell e Matt Lucas., fechando a conta.

As semis

Na noite de sexta-feira tem mais jogo em casa dos Jaguares, com os argentinos recebendo em Buenos Aires os Brumbies. Já no sábado será a vez do clássico neozelandês em Christchurch entre Crusaders e Hurricanes.

Super Rugby 2019

Quartas de final

crusaders copy38versus copiar14Highlanders NZ rugby union team logo.svg

Crusaders (Nova Zelândia) 38 x 14 Highlanders (Nova Zelândia), em Christchurch

 

21versus copiar16Chiefs

Jaguares (Argentina) 21 x 16 Chiefs (Nova Zelândia), em Buenos Aires

 

35versus copiar28

Hurricanes (Nova Zelândia) 35 x 28 Bulls (África do Sul), em Wellington

 

Brumbies logo copy38versus copiar13sharks SR copy copy

Brumbies (Austrália) 38 x 13 Sharks (África do Sul), em Canberra

 

Semifinais

versus copiarBrumbies logo copy

Dia 28/06 – Jaguares x Brumbies, Buenos Aires

 

crusaders copyversus copiar

Dia 29/06 – Crusaders x Hurricanes, em Christchurch