Foto: Rugby.com.au

Neste fim de semana foram os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 conheceram mais três classificados: Austrália e Quênia no masculino e Fiji no feminino.

Em Suva, capital de Fiji, o Oceania Sevens de 2019 foi o maior de todos os tempos, com 15 seleções masculinas e 12 femininas indo a campo. Entre os homens, Nova Zelândia, Fiji e Japão estiveram no torneio, mas não disputaram vagas em Tóquio 2020 por já terem classificação garantida – e jogaram o torneio com seus times de desenvolvimento. O mesmo ocorreu com Austrália, Nova Zelândia, Japão e Canadá no feminino.

Assim, entre os homens, Austrália e Samoa eram as grandes favoritas à classificação e não decepcionaram, chegando ao jogo decisivo entre si. A Austrália falou mais alto e ficou com a vaga, com um 19 x 12 emocionante. Com isso, os Samoa terá que jogar em 2020 o Pré Olímpico Mundial, torneio que valerá a última vaga nos Jogos Olímpicos – e que terá participação do Brasil. Tonga, por sua vez, venceu a Papua Nova Guiné em jogo decisivo e se garantiu também no Pré Olímpico Mundial. Tonga e Papua ainda se garantiram no World Rugby Challenge Sevens, o novo circuito da 2ª divisão mundial.

Entre as mulheres, Fiji fez valer o favoritismo e o mando venceu a Papua Nova Guiné na decisão da vaga olímpica por 36 x 00. As papuásias jogarão o Pré Olímpico Mundial, assim como Samoa, que despachou as Ilhas Salomão em seu último jogo.

Já em Brakpan, na África do Sul, foi jogado o Pré Olímpico Masculino da África. A África do Sul não jogou, pois já está garantida em Tóquio e, com isso, o Quênia se tornou o grande favorito, comprovando sua condição com uma campanha tranquila finalizada com vitória na final sobre a rival Uganda para se garantir nos Jogos Olímpicos. Uganda e Zimbábue, que venceu Madagascar pelo 3º lugar, se garantiram no Pré Olímpico Mundial, bem como no World Rugby Challenge Sevens. O torneio africano teve 14 participantes pelo cancelamento de uma regional centro-sul classificatória.

Neste ano, resta apenas a disputa do Pré Olímpico da Ásia, nos dias 23 e 24 deste mês.

- Continua depois da publicidade -

 

oceania sevens

Oceania Sevens – em Suva, Fiji – Pré Olímpico Feminino Africano

Masculino

Grupo A: 1 Fiji, 2 Japão, 3 Nova Zelândia, 4 Nova Caledônia, 5 Niue;

Grupo B: 1 Samoa, 2 Papua Nova Guiné, 3 Ilhas Salomão, 4 Ilhas Cook, 5 Tuvalu;

Grupo C: 1 Austrália, 2 Tonga, 3 Samoa Americana, 4 Vanuatu, 5 Nauru;

Semifinais pelo 11º lugar: Tuvalu 12 x 07 Nova Caledônia, Nauru 22 x 14 Vanuatu;

Semifinais pelo 7º lugar: Ilhas Salomão 35 x 05 Samoa Americana, Nova Zelândia 64 x 00 Ilhas Cook;

Semifinais pelo título: Fiji 33 x 00 Japão, Austrália 19 x 12 Samoa;

Decisões – 13º lugar: Vanuatu 24 x 07 Nova Caledônia / 11º lugar: Tuvalu 17 x 12 Nauru / 9º lugar: Samoa Americana 34 x 00 Ilhas Cook / 7º lugar: Nova Zelândia 39 x 07 Ilhas Salomão

5º lugar: Tonga 31 x 00 Papua Nova Guiné;

3º lugar: Japão 26 x 21 Samoa;

FINAL: Austrália 22 x 07 Fiji;

Classificação final: 1 Austrália (Jogos Olímpicos), 2 Fiji*, 3 Japão*, 4 Samoa (Pré Olímpico Mundial), 5 Tonga (Pré Olímpico Mundial e World Rugby Challenge Sevens), 6 Papua Nova Guiné (World Rugby Challenge Sevens), 7 Nova Zelândia*, 8 Ilhas Salomão, 9 Samoa Americana, 10 Ilhas Cook, 11 Tuvalu, 12 Nauru, 13 Vanuatu, 14 Nova Caledônia, 15 Niue;

*previamente classificados aos Jogos Olímpicos;

 

Feminino

Grupo A: 1 Austrália, 2 Nova Zelândia, 3 Japão, 4 Canadá;

Grupo B: 1 Fiji, 2 Ilhas Salomão, 3 Vanuatu, 4 Nauru;

Grupo C: 1 Papua Nova Guiné, 2 Samoa, 3 Ilhas Cook, 4 Tonga;

Semifinais pelo 7º lugar: Canadá 33 x 00 Ilhas Cook;

Repescagens: Fiji 43 x 00 Samoa, Papua Nova Guiné 31 x 07 Ilhas Salomão;

Semifinais pelo título: Fiji 36 x 00 Papua Nova Guiné, Austrália 12 x 00 Nova Zelândia;

Decisões – 11º lugar: Tonga 19 x 12 Nauru / 9º lugar: Ilhas Cook 34 x 00 Vanuatu / 7º lugar: Canadá 10 x 05 Japão

5º lugar: Samoa 45 x 00 Ilhas Salomão;

3º lugar: Nova Zelândia 29 x 00 Papua Nova Guiné;

FINAL: Austrália 24 x 12 Fiji;

 

Rugby Africa Men’s Sevens – em Brakpan, África do Sul – Pré Olímpico Feminino Africano

Rodada Qualificatória: Zimbábue 24 x 21 Nigéria, Quênia 36 x 07 Costa do Marfim, Uganda 57 x 00 Maurício, Madagascar 38 x 12 Botsuana, Zâmbia 19 x 07 Gana, Tunísia 21 x 26 Namíbia, Senegal 29 x 17 Marrocos;

Grupo A: 1 Zimbábue, 2 Madagascar, 3 Zâmbia, 4 Nigéria;

Grupo B: 1 Quênia, 2 Uganda, 3 Namíbia, 4 Senegal;

Consolação A: 1 Costa do Marfim, 2 Tunísia, 3 Botsuana;

Consolação B: 1 Marrocos, 2 Gana, 3 Maurício;

Semifinais Consolação: Costa do Marfim 15 x 19 Gana, Marrocos 28 x 21 Tunísia;

Semifinais Pré Olímpicas: Zimbábue 12 x 21 Uganda, Quênia 40 x 14 Madagascar;

Decisões – 13º lugar: Botsuana 00 x 31 Maurício / 11º lugar: Costa do Marfim 14 x 19 Tunísia / 9º lugar: Gana 33 x 10 Marrocos / 7º lugar: Nigéria 12 x 14 Senegal / 5º lugar: Zâmbia 05 x 28 Namíbia;

3º lugar: Zimbábue 24 x 07 Madagascar;

FINAL: Quênia 29 x 00 Uganda;

Classificação final: 1 Quênia (Jogos Olímpicos), 2 Uganda (Pré Olímpico Mundial e World Rugby Challenge Sevens), 3 Zimbábue (Pré Olímpico Mundial e World Rugby Challenge Sevens), 4 Madagascar, 5 Namíbia, 6 Zâmbia, 7 Senegal, 8 Nigéria, 9 Gana, 10 Marrocos, 11 Tunísia, 12 Costa do Marfim, 13 Maurício, 14 Botsuana;

 

Tóquio 2020 – Classificados:

Masculino

  • País sede: Japão;
  • 4 melhores da Série Mundial de Sevens 2018-19: Fiji, Estados Unidos, Nova Zelândia e África do Sul;
  • Campeão do Pré Olímpico da América do Sul: Argentina;
  • Campeão do Pré Olímpico da América do Norte: Canadá;
  • Campeão do Pré Olímpico da Europa: Grã-Bretanha;
  • Campeão do Pré Olímpico da Oceania: Austrália;
  • Campeão do Pré Olímpico da África: Quênia;
  • Campeão do Pré Olímpico da Ásia: a ser jogado nos dias 23 e 24 de novembro;
  • Campeão da Repescagem – Pré Olímpico Mundial: a ser jogado em junho de 2020. Vagas na Repescagem:
    • 2 da Europa: França e Irlanda;
    • 2 da América do Sul: Brasil e Chile;
    • 2 da América do Norte: Jamaica e México;
    • 2 da África: Uganda e Zimbábue;
    • 2 da Oceania: Samoa e Tonga;
    • 2 da Ásia;

 

Feminino

  • País sede: Japão;
  • 4 melhores da Série Mundial de Sevens 2018-19: Nova Zelândia, Estados Unidos, Canadá e Austrália;
  • Campeão do Pré Olímpico da América do Sul: Brasil;
  • Campeão do Pré Olímpico da Europa: Grã-Bretanha;
  • Campeão do Pré Olímpico da África: Quênia
  • Campeão do Pré Olímpico da Oceania: Fiji;
  • Campeão do Pré Olímpico da Ásia: a ser jogado nos dias 09 e 10 de novembro;
  • Campeão e Vice da Repescagem – Pré Olímpico Mundial: a ser jogado em junho de 2020. Vagas na Repescagem:
    • 2 da Europa: Rússia e França;
    • 2 da América do Sul: Colômbia e Argentina;
    • 2 da América do Norte: Jamaica e México;
    • 2 da África: Madagascar e Tunísia
    • 2 da Oceania: Papua Nova Guiné e Samoa;
    • 2 da Ásia;