Foto: World Rugby

ARTIGO COM VÍDEO – A Nova Zelândia largou na frente na Série Mundial de Sevens Feminina! A cidade americana de Glendale, subúrbio de Denver, no Colorado, foi o palco da primeira etapa da temporada 2018-19, que vale 4 vagas nos Jogos Olímpicos de 2020, e a impressão que ficou é que dificilmente alguém tirará a taça das Black Ferns, após um torneio no qual a Austrália desapontou. O time da casa, os Estados Unidos, por outro lado, entregou para a sua torcida um ótimo desempenho, fechando a etapa com o vice campeonato.

Clique aqui para saber como foi o sábado de jogos.

Após o sábado sem maiores surpresas, o domingo foi eletrizante no Colorado. Nas quartas de final, a Nova Zelândia se impôs sobre a Irlanda, com Michaela Byde brilhando com 3 tries – a melhor jogadora do torneio. Na sequência, o Canadá sofreu para despachar a Rússia, 21 x 17, ao passo que a França mostrou sua força não dando chances à Inglaterra, 22 x 07. A surpresa veio da Austrália, que fez uma partida irreconhecível e caiu diante dos Estados Unidos por incontestáveis 26 x 05. Um show estaduniense que teve Maher marcando nada menos que 3 tries.

As Black Ferns seguiram soberanas nas semis e venceram bem o Canadá por 28 x 19, com Portia Woodman dando seu cartão de visitas com 2 tries logo no começo. E os EUA voltaram a se destacar derrotando a França de virada graças a um try salvador já com o tempo esgotado de Olsen. Jogo de tirar o fôlego e 21 x 19 para as Águias.

- Continua depois da publicidade -

Nas disputas menores, a Austrália se reergueu e ficou com o 5º lugar, mas sofrendo para vencer a Irlanda na última partida. Já a Espanha faturou o 9º lugar, o Challenge Trophy, ao passo que o 3º posto, a medalha de bronze, ficou com o Canadá, que derrotou bem uma apática e abatida França por 28 x 00.

Na grande final, não teve jeito e os Estados Unidos não repetiram o desempenho anterior. Mais uma vez, a Nova Zelândia dominou por completo a partida e conseguiu um título sem sustos. 33 x 07, com Woodman correndo para 3 tries, além de um de Sarah Goss e outro de Niall Williams – em lindo try. Ruby Tui, implacável na defesa, foi eleita a melhor da final.

A segunda etapa será em Dubai em dezembro, junto com a etapa de abertura do circuito masculino.


HSBC Womens Sevens Series 2018-19 – Série Mundial de Sevens Feminina – 1ª etapa, em Denver, Estados Unidos

Quartas de final

Nova Zelândia 34 x 07 Irlanda

Canadá 21 x 17 Rússia

Inglaterra 07 x 22 França

Austrália 05 x 26 Estados Unidos

 

Semifinais Challenge Trophy

Espanha 46 x 00 México

China 14 x 17 Fiji

 

Semifinais pelo 5º lugar

Irlanda 21 x 10 Rússia

Inglaterra 12 x 26 Austrália

 

Semifinais pelo Ouro

Nova Zelândia 28 x 19 Canadá

França 19 x 21 Estados Unidos

 

Finais

China 47 x 00 México – Decisão de 11º lugar

Espanha 20 x 14 Fiji – Final do Challenge Trophy (Decisão de 9º lugar)

Rússia 17 x 14 Inglaterra – Decisão do 7º lugar

Irlanda 19 x 21 Austrália – Decisão do 5º lugar

Canadá 28 x 00 França – Decisão do Bronze (3º lugar)

Nova Zelândia 33 x 07 Estados Unidos – FINAL – Decisão do Ouro

SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6
Nova Zelândia402020
Canadá341618
Estados Unidos321814
Austrália281216
França22148
Rússia20812
Inglaterra16610
Irlanda16106
Espanha743
China624
Fiji532
*tabela com somente as equipes fixas
- Pontuação: 1º lugar, 20 pontos / 2º, 18 pts / 3º, 16 pts / 4º, 14 pts / 5º, 12 pts / 6º, 10 pts / 7º, 8 pts / 8º, 6 pts / 9º, 4 pts / 10º, 3 pts / 11º, 2 pts / 12º, 1 pt;

1º a 4º lugares = Classificação aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020;
11º lugar =Rebaixamento